PROJETO COMPARTILHAR

Coordenação: Bartyra Sette e Regina Moraes Junqueira

www.projetocompartilhar.org

 

 

Antonio Vieira de Moraes e Ana Pires

(atualizado em 31-março-2012)

 

 

Regina Moraes Junqueira

Bartyra Sette

 

Antonio Vieira de Moraes nasceu em São Paulo, filho de Antonio Vieira e Francisca de Macedo. Ainda na infância foi com os pais e irmãos para as minas. Em 1720 estava em São Paulo onde em três de novembro requereu junto à Sé abertura de processo para se casar com Ana Pires, declarando ser filho de Antonio Vieira, já então falecido e Francisca de Macedo, que era solteiro e que fora “de menor idade” para as minas com seu pais (processo matrimonial no rodapé do inventário de Ana Pires, neste site).

 

Ana Pires de Oliveira, também nascida em São Paulo, era filha de Matias de Oliveira Lobo e Ana de Moraes Madureira, neta paterna de Salvador Francisco de Oliveira Lobo e Ana Pires, neta materna de Francisco Velho de Moraes e Francisca da Costa Albernaz. Por Francisco Velho de Moraes, bisneta de Francisco Velho, natural do Reino e Ana de Moraes, esta filha de Baltazar de Moraes e Brites Rodrigues, tronco dos Moraes de São Paulo (inventários em DAESP – publicados, neste site).

 

O casal se estabeleceu às margens do Rio Grande em Minas, onde Antonio lavrava ouro.

 

Aos 13-12-1740, na casa em que morava em seu Sitio Rio Grande, Antonio deu início ao inventário dos bens do casal, por ter sua mulher falecido uns quinze dias antes. No mesmo mês assumiu a tutela de quatro filhos menores, porém ao longo do inventário teve que prestar fiança das legitimas a pedido do juiz dos órfãos. Essa providência era exigida pela lei no caso do viúvo ter se casado novamente, a fim de proteger os bens maternos herdados pelos menores e separá-los dos do novo casal e futuros filhos.

 

Segundo o inventário de Ana, tiveram cinco filhos:

 

Maria da Assunção Moraes                                     Cap. 1º

José de Moraes de Oliveira                                    Cap. 2º

Francisco Pires de Moraes                                      Cap. 3º

Carlos, com dez anos em 1740, faleceu durante a inventariança.

Ângela Pires de Moraes                                          Cap. 4º

 



Cap. 2º José de Moraes de Oliveira

(atualizado em 19-junho-2010)

 

 

José de Moraes de Oliveira, nascido por 1725, com quinze anos em 1740. Casou em São João del Rei em 1754 com Maria dos Santos da Silveira, nascida em Carrancas, filha de Gaspar Vaz e Maria das Neves, de quem José foi o terceiro marido Maria havia sido casada  primeiro com o açoriano Caetano Pereira de Mello  e em segundas com Francisco Martins de Araújo com geração de ambos na familia “ Gaspar Vaz de Silveira”

Matriz N. Sra do Pilar de S. João del Rei e capelas filiadas, em 1754 Jose de Moraes de Oliveira, desta freguesia, f.l. Antonio Vieira e Ana Pires = cc Maria dos Santos da Silveira, das Carrancas viuva de Francisco Martins de Araujo e filha leg. de Gaspar Vaz e Maria das Neves, test.: Andre de Almeida Silva e Jeronimo de Paiva.

Maria já era falecida em 1782 (batismo da neta Maria 2-1 abaixo).

José e Maria tiveram ao menos, q.d., os filhos:

1- Josefa, legatária da tia Maria da Assunção. Josefa Maria do Espirito Santo em 1784 foi madrinha do sobrinho 2-2 abaixo, juntamente com seu pai José de Moraes.

2- Manoel José de Nazaré aos 25-05-1779 casou com Ana Maria da Conceição, natural de S. Paulo, filha natural de Lucrecia Maria do Espírito Santo.

Matriz N. Sra do Pilar de S. João del Rei e capelas filiadas, cap. N. Sra Madre de Deus aos 25-05-1779 Manoel Jose de Nazare, da freg. N. Sra do Pilar, f.l. Jose de Moraes de Oliveira e Maria dos Santos = cc Ana Maria da Conceição, da freg, da Sé de S. Paulo, f. natural de Lucrecia Maria do Espirito Santo, test.: Manoel de Souza Silva e João de Moraes.

Filhos de Manoel José e Ana Maria  que encontramos nos livros paroquiais de S. João del Rei:

2-1 Maria, batizada em Madre de Deus em 1782, tendo por padrinhos o avô paterno e a avó materna

Matriz N. Sra do Pilar de S. João del Rei e capelas filiadas, cap. N. Sra Madre de Deus aos 03-02-1782 Maria, f.l. Manoel Jose de Nazare e Ana Maria da Conceição, padr.: José de Moraes, viuvo e Lucrecia do Espirito Santo.

2-2 Antonio, batizado no mesmo lugar em 05-05-1784

Matriz N. Sra do Pilar de S. João del Rei e capelas filiadas, cap. N. Sra Madre de Deus aos 05-05-1784 Antonio, f.l. Manoel Jose de Nazare e Ana Maria da Conceição, padr.: Jose de Moraes de Oliveira e s/filha Josefa Maria do Espirito Santo.

2-3 Joaquim, batizado em Madre de Deus em 03-08-1788

Matriz N. Sra do Pilar de S. João del Rei e capelas filiadas, cap. N. Sra Madre de Deus aos 03-08-1788 Joaquim, f.l. Manoel Jose de Nazare e Ana Maria da Conceição, padr.: João Ferreira e Josefa Joaquina, solteiros.

2-4 José batizado em 08-04-1789

Matriz N. Sra do Pilar de S. João del Rei e capelas filiadas, cap. N. Sra Madre de Deus aos 08-04-1789 Jose, f.l. Manoel Jose de Nazare e Ana Maria da Conceição, padr.: Jose de Moraes e Escolastica Maria de Jesus, casada.

3- João de Moraes de Oliveira, batizado na Capela de Madre de Deus onde casou aos 11-07-1781 com Escolástica Dias, natural de Aiuruoca, filha de Antonio Dias da Silva e Escolástica Bicuda de Brito

Capelas filiadas – Madre de Deus – 11-07-1781: João de Moraes de Oliveira, filho de José Moraes de Oliveira e Maria dos Santos de Jesus, desta, com Escolástica Dias, natural e bat em Conceição de Aiuruoca filha de Antonio Dias da Silva e Escolástica Bicuda de Brito.

 

Na dúvida se filhos ou netos:

 

4- Nestorio José Martins, padrinho juntamente com a irmã Simplicia:

Matriz N. Sra do Pilar de S. João del Rei e capelas filiadas, cap. N. Sra do Bom Sucesso aos 26-04-1801 Vicente, f.l. Pedro Dias de Oliveira e Joaquina Maria de Jesus, padr.: Nestorio Jose Martins e Simplicia de Oliveira, solteiros filhos de Jose Moraes de Oliveira.

5- Simplicia de Oliveira.

 

 

Cap. 3º Francisco Pires de Moraes

(atualizado em 07-novembro-2015)

 

Francisco com onze anos em 1740. Casou com Gracia Pereira de Mello, filha de Maria dos Santos da Silveira Pedrosa e seu primeiro marido Caetano Pereira de Mello, natural da Ilha do Pico, neta paterna de Domingos Ferreira de Medeiros e Catarina Goulart, neta materna de Gaspar Vaz da Silveira e Maria Pedrosa; família “Gaspar Vaz da Silveira”.

Matriz de Nossa Senhora do Pilar - Casamentos - (ilegível) 17--

Francisco Pires de Moraes, desta, filho de Antonio Vieira de Moraes e Ana Pires, com Gracia Pereira de Melo, natural de Carrancas, filha de Caetanho Pereira de Melo e Maria dos Santos.

 

Pais de, q.d.:

1- Antonio Pires de Moraes, aos 13-06-1775 casou com Genoveva Maria de Jesus, filha de Manoel Vaz Lisboa e Ana Maria de Jesus (família “Inácia de Jesus Mattos”).

(pesq. Moacyr Villela) Aiuruoca, MG Aos 13-06-1775  na Matris do Pilar de São João del Rei Antonio Pires de Morais filho legitimo de Francisco Pires de Morais e Gracia Pra de Melo natural e batizada na freguesia da Sra do Pilar de São João del Rei com Genoveva Maria de Jesus  filha legitima de Manoel Vaz Lisboa e Ana Maria de Jesus natural de Aiuruoca

          Pais de, q.d.:

1-1 Francisco, batizado aos 10-10-1775

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos-  aos 10 out 1775, FRANCISCO, n. aos 01 do dito, f.l. de Antonio Pires n. freg. S. João del Rei, np de Manoel Vaz Lisboa digo Francisco Pires n. da freg. de S. João e s/m Garcia(?) Pereira da mesma freg.; e pela materna de Manoel Vaz Lisboa e s/m Anna Maria n. da freg. de S. João; padr.: Jose Vaz solteiro e Ro-- Maria mulher de Miguel Martins ---.

A margem: declaro que a mãe do baptizado é  ---- Maria de Jesus.

          Francisco Pires de Moraes aos 01-06-1796 casou com Maria de Souza, batizada em 26-03-1774, filha de João de Souza Castro, natural da Aiuruoca, e de Maria de Faria da Assunção, natural de Barbacena, casados em 01-04-1769, neta materna de Antonio de Faria de Andrade e Catarina Teresa da Assunção. João de Souza Castro era filho natural do Capitão Cosme de Souza Castro, natural Melgasso Arcebispado de Braga e Felipa de Oliveira - família “Manoel Correa Mascarenhas”, neste site.

Aiuruoca, MG aos 01-06-1796 na Capela da Sra do Porto do Turvo, filial desta matriz se receberam Francisco Pires de Moraes, f.l. de Antonio Pires de Moraes e Genoveva Maria de Jesus = e Maria Luiza de Souza f.l. digo e Maria de Souza, f.l. de João de Souza Castro e de Maria de Faria, Naturais e batizados nesta freguesia.

 

Entre os filhos de Francisco Pires e Maria de Souza:

1-1-1 José Joaquim de Souza, natural de Aiuruoca. Em Alfenas aos 26-06-1823 casou com Inacia Maria, daí natural, filha do falecido Manoel de Paiva e Mello e Luiza Leme - família Afonso Villela, neste site.

Igreja São José e Nossa Senhora das Dores (Alfenas, Minas Gerais) aos 26-06-1823 Jose Joaquim de Souza n/b Aiuruoca, f.l. Francisco Pires de Moraes e Maria de Souza = cc Inacia Maria, n/b nesta freguesia, f.l. Manoel de Paiva e Mello, já falecido e Luiza Leme.

 

1-2 Antonia Pires de Moraes, aos 21-08-1801, casou com João de Souza Castro, batizado aos 03-06-1778, filho de João de Souza Castro e Maria de Faria - família “Manoel Correa Mascarenhas”, neste site.

Igreja  N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG, cas. - aos 21 agosto 1801 - matriz - João de Souza Castro, f.l. de João de Souza Castro e Maria de Faria; = c/ Antonia Pires de Moraes, f.l. de Antonio Pires de Moraes e Genovefa Maria de Jesus. Ns. e bts. nesta freg. de Aiuruoca.

 

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos-, aos 03 junho 1778, cap. Espirito Santo, filial de Santa Ana de Lavras, JOAM, filho leg. de Joam de Souza Castro e Maria de Faria; padr.: Francisco Rodrigues Carneiro e Rita Maria, mulher de Manoel de Araujo Carneiro.

          Pais de, q.d.:

1-2-1 Francisco Antonio (Boaventura) de Souza, batizado em 05-04-1802 como filho legitimo de seus pais. Em sua dispensa matrimonial consta como filho natural de Antonia Pires e padece fama publica ser filho incestuoso de um consanguineo dos pais da oradora. Casou com Maria Inácia Marcelina, filha de Joaquim Martins de Araújo e Maria Inácia Marcelina. Geração na família “Araújo Martins - Araújo Sampaio“ Cap. 1º

Aiuruoca, MG livro misto 1822 e 1823

1823 - Francisco Antonio de Souza e Maria Inacia Marcelina - impedimento de afinidade e consanguinidade triplicada:

Q Miguel Martins e Engracia são irmãos e que desta proveio Antonio Pires e deste Antonia Pires mãe do orador; e daquele Miguel Miz provem Joaquim Miz pai da oradora - consanguinidade em 4º grau misto de 3º.

Q Maria Inacia e Genovefa são irmãs e desta provem Antonia Pires e desta o orador; e daquela Maria Inacia a outra Maria Inascia oradora - consanguinidade em 3º grau misto de 2º.

Q o orador padece fama publica ser filho incestuoso de um consanguineo dos pais da oradora e da mesma dentro do 2º grau.Q o orador conheceu carnalmente a Catarina Pereira, prima[fim pg]

 

Depoimento a contraente Maria Ignacia Marcelina, mulher branca, solteira, f.l. Joaquim Martins de Araujo e Maria Ignacia, natural desta freg. da Aiuruoca. Se achava justa para se casar com Francisco Antonio de -----------

 

Francisco Antonio de Souza, filho natural(sic) de Antonia Pires de Moraes, n/b nesta freg. da Aiuruoca = com Maria Inacia, f.l. de Joaquim Miz de Araujo e Maria Inacia Marcelina, n/b nsta freguesia.

No L. 7º p 152: aos 05-04-1802 na capela do Turvo desta freg. bat a Francisco filho legitimo de João de Souza Castro e Antonia Pires de Moraes; foram padrinhos Antonio Pires de Moraes e s/m Genuvefa por pp que dela apresentou Leonor Pires de Moraes, todos desta freguesia.

No mesmo a p. 269: aos 12-07-1807 na capela do Turvo desta freg. bat a Maria, f.l. Joaquim Martins de Araujo e Maria Ignacia, padr.: o Alf. Jose Antonio Martins e Ana Ferreira filha do Alf. Bento Luiz Ferreira. O Vig. Francisco Alves Silva. Não contem mais e nem faça duvida o engano no assento do batismo da contraente. Aiuruoca 23-01-1823

 

Apresentação e Juramento 03-01-1823

Depoimento do contraente Francisco Antonio de Souza, filho natural(sic) de Antonia Pires de Moraes, natural e bat. na freguesia da Aiuruoca deste bispado, solteiro

Testemunhas:

1ª. test. João Baptista Ferreira, homem pardo

2ª O Alferes(?) de Affonseca Cabral, homem branco, casado, nat. da vila de S. João del Rei, assistente nesta freg. e que vive de seu oficio de seleiro de idade de 43 p/44 anos. (aa) Manoel da Fon.ca Cabral

3ª - Manoel Manso de Oliveira, homem branco, casado, natural da freg. da Sra da Conceição dos Prados, que vive de seu oficio de ourives, de idade 35 anos pouco mais ou menos.

Q é verdade que o orador Francisco Antonio de Souza provem de Antonia Pires e esta de Antonio Pires, e este de Gracia irmã de Miguel Martins e este avô da oradora - consanguinidade 4º grau misto de 3º.

É certo que Maria Inacia é irmã de Genoveva, desta provem Antonia Pires e desta o orador, e daquela Maria Inacia outra Maria Inacia oradora - consanguinidade de 3º grau.

 

As premissas do orador Fr.co An.to de S.ª e Mª Inacia são verdadeiras, por qto são consanguineos em 3º grau misto de 4º por uma linha, e por outra em 2º misto de 3º, e supõem-se ser filho incestuoso de um consanguineo dos oradores dentro de 2º grau o mesmo orador de q ha publicidade, alem de afinidade que contraiu por copula ilicita com uma prima co-irmã da oradora. 24-11-1822

1-2-2 Manoel Joaquim de Souza, aos 23-01-1838, casou com Ana Flauzina, filha natural de Genoveva Maria.

(digitação e revisão de Sergio Lane de Mello disponib. por Marcos Paulo Souza Miranda) Igreja Matriz de Nossa Senhora do Porto - Andrelândia MG, Lv. 1º de Casamentos, fls 36  A vinte tres de Janr.o 1838 nesta Matris do Turvo as tres horas da tarde em prezença das Test.as Joze Domingues, e Fran.co Jose de Moura recebi em Matr.o os Contrahentes Manoel Joaquim de Souza, filho legitimo de João de Souza Castro, e Antonia Pires de Morais: com Anna Flauzina filha natural de Genovefa Maria todos desta Freg.a de que fis este assento para constar.

O Vig. Fran.co J.e de Sz.a Montr.o

1-2-3 Antonio, batizado aos 24-06-1820

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos-  aos 24 junho 1820 cap. Turvo, ANTONIO, f.l. de João de Souza Castro e Antonia Pires de Mora--; padr.: Manoel de Faria Leite e Tiburcia Severina das Dores.

1-3 João Pires de Moraes, nascido aos 04-01-1782 e batizado aos 16 do mesmo mês.

Igreja  N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos-  aos 16 janeiro 1782 Porto Turvo, João, nascido aos 04 do dito mes, f.l. de Antonio Pires, n. da freg. Sra. do Pilar da vila de S. João del Rei e s/m Genoveva Maria, n. da freg. da Sra. da Conceição de Aiuruoca; np de Francisco Pires n. da dita freguesia de S. João del Rei e s/m Gracia Pereira da mesma freguesia, bispado de Mariana; nm de Manoel Vaz Lisboa n. do bairro da Sra da Ajuda dos Alfins ---- e s/m Anna Maria, n. da freg. de S. João del Rei deste bispado. Padr.: Valerio Mon--- (dobra do lv.) solteiro e sua mãe, Ignacia de Jesus.

 

1-4 Leonor Pires de Morais casou em 11-08-1794 com João Domingues Porto natural da Cidade de São Paulo, filho de outro e Helena Ferreira e Souza

(pesq. Moacyr Villela) Aiuruoca, MG Aos 11-08-1794 na Capela do Turvo João Domingues Porto filho legitimo de João Domingues Porto e Elena Ferreira de Souza natural da cidade de São Paulo com Leonor Pires de Morais  filha Antonio Pires de Morais e Genoveva Maria de Jesus natural de Aiuruoca. Testemunhas ; Jose Joaquim da Rocha e Nicolau Gomes de Azevedo

 

 

Cap. 4º Ângela Pires de Moraes

(atualizado em 02-março-2017)

 

 

Regina Moraes Junqueira

Bartyra Sette

 

 

Ângela nascida por 1736, com 4 anos no inventário materno (13-12-1740). Casou aos 18-08-1749 com Matias da Silveira de Andrade, natural freguesia de Nossa Senhora das Angustias da Ilha do Faial, fiho de José de Andrade e Maria da Silveira, naturais da mesma freguesia.

Fl 50 - CERTIDÃO DE CASAMENTO (no inventário de Ana Pires)

Aos dezoito de Agosto de mil setecentos e quarenta e nove na Capela de Nossa Senhora da Piedade do Rio Grande filial desta Matriz de Nossa Senhora do Pilar da Vila de São João D´El Rey feitas as denunciações de forma do Sagrado Concilio Tridentino sem descobrir impedimento algum  como constava da provisão (....) Doutor Vigário da Vara desta Comarca José Sobral (....) em presença das (....) de Barros Capelão da dita Capela de licença do Reverendo Vigário Manoel Pinto Ribeiro, se casaram por palavras de presente MATHIAS DA SILVEIRA filho legítimo de JOSÉ DE ANDRADE já defunto e de MARIA DA SILVEIRA natural e batizado na Freguesia de Nossa Senhora das Angustias da Ilha do Faial, Bispado de Angra, com ANGELA PIRES DE MORAES natural e batizada na Freguesia de Nossa Senhora do Pilar filha legítima de ANTONIO VIEIRA DE MORAES e ANA PIRES, já defunta sendo presentes por testemunhas Antonio do Vale Ribeiro e Manoel Marinho e logo receberam as bênçãos na forma do Ritual Romano de que tudo fiz este assento que tudo tirei fielmente da sorte que nele continha.

Vila de São João, 3 de Outubro de 1749

 

Entre seus filhos:

1- Mathias da Silveira de Andrade batizado na capela do Rio Grande, filial da matriz de São João del Rei, aos 24-01-1752. Casou com Francisca Joaquina de Mattos.

Matriz de Nossa Senhora do Pilar de S. João del Rei, MG e capelas filiadas aos 24-01-1752 na capela do Rio Grande filial desta freguesia bat a Mathias, f.l. de Mathias da Silveira e de Angela Pires; foram padrinhos Manoel Marinho e Maria do Livramento mulher de Andre da Silveira, todos desta freguesia.

Pais de, ao menos:

1-1 Ana Marciria de Mattos nascida aos 23-09 e batizada aos 08-10-1776.

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca-MG - batismos-  aos 08 out 1776 Porto Turvo, ANNA n. 23 set, f.l. de Mathias da Silveira e s/m Francisca Joaquina de Mattos; padr.: Lcdo. João Jose de Mattos e Angela Maria da Silva filha de João da Silva (?) Moreira.

          Casou com Antonio José da Silveira, com filhos que se casaram com parentes próximos, filhos de Manoel Pires de Andrade, 6 abaixo.

1-1-1 Cândida Marcolina da Silveira casada com José Emiliano de Souza, 6-3 deste

1-1-2 Antonio da Silveira, batizado aos 04-10-1810. Que teve um relacionamento com sua futura cunhada Claudina Esméria, conforme processo de dispensa dela.

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca-MG - batismos- aos 04 out 1810 Porto do Turvo, Antonio, f.l. de Antonio Jose da Silveira e Anna Marcelina de Matos, padr.: João Bernardino da Silveira e Lusia Pires de Moraes.

         Casou aos 04-04-1837 com Leopoldina Carolina de Souza, filha de Manoel Joaquim de Souza e Luzia Cândida de Jesus, 1-6-1 abaixo.

(digitação e revisão de Sergio Lane de Mello disponib. por Marcos Paulo Souza Miranda) Igreja Matriz de Nossa Senhora do Porto - Andrelândia MG, Lv. 1º de Casamentos, fls 33  A quatro d'Abril 1837 nesta Matris do Turvo as sete horas da manhã, feitas as deligencias do estilo, e em prez.ca das Test.as Joaq.m Dias d'Olivr.a, e Andalecio Joze de Morais recebi em Matr.o os CC. Antonio Doming.s da Silvr.a, f.o leg.o de An.to J.e da Silvr.a, e Anna Marciria de Matos: e Leopoldina Carolina de Sz.a f.a leg.a de Manoel Joaq.m de Sz.a, e Luzia Candida todos desta Freg.a de que p.a constar fis este assento.

O Vigr.o Fran.co J.e de Sz.a Montr.o

1-1-3 Manoel Jacinto da Silveira casou com  Claudina Esméria de Andrade, 6-7

1-1-4 Ana Cândida de Silveira,casou com Inácio Pires de Andrade, 6-8

1-1-5 Urias Antonio da Silveira casou aos 07-01-1839 com Francisca Josefina Nogueira, filha de Manoel Jacinto Nogueira e Maria Roza.

(digitação e revisão de Sergio Lane de Mello disponib. por Marcos Paulo Souza Miranda) Igreja Matriz de Nossa Senhora do Porto - Andrelândia MG, Lv. 1º de Casamentos, fls 41 A 7 de Janr.o 1839 em Caza de M.el Jac.to Nogr.a p.r provizão do S.r Vigr.o da Vara deste Termo, e Oratorio a hi erecto, as quatro horas da tarde, e em prezença das Test.as Joaq.m Pedro Guim~, e o Ajud.e Fortunato do Couto Godinho, recebi em Matr.o os Contrahentes Urias Antonio da Silvr.a, f.o leg.o de An.to Joze da Silvr.a, e Anna Marciria de Matos: com Fran.ca Jozefina Nogr.a f.a leg.a de M.el Jac.to Nogr.a, e Maria Roza, e lhes dei as bençãos, de q' p.a constar fis este assento.

O Vig. Fran.co J.e de Sz.a  Montr.o

1-1-6 Vicente José da Silveira casou aos 25-10-1841 com Ana Cândida de Jesus, filha de José Manoel da Silveira e Inácia Maria de Almeida.

(digitação e revisão de Sergio Lane de Mello disponib. por Marcos Paulo Souza Miranda) Igreja Matriz de Nossa Senhora do Porto - Andrelândia MG, Lv. 1º de Casamentos, fls 59  A vinte sinco de oitubro de mil oito centos e quarenta e hum nesta Matris do Turvo, a húa hora da tarde, feitas as deligencias do estilo, e dispençados do impedimento de consanguinidade em segundo gráo mixto de primeiro, em prezença das Testemunhas Urias Antonio da Silveira, e Joaquim Pereira Godinho, recebi em Matrimonio os Contrahentes Vicente Joze da Silveira, filho legitimo de Antonio Joze da Silveira, e Anna Marciria de Matos, com Anna Candida de Jezus, filha legitima de Joze Manoel da Silveira, e Ignacia Maria d'Almeida, e lhes dei as bençãos, de que para constar fis este assento.

Joaquim Pereira Godinho

Urias An.to da Silveira

O Vig. Fran.co Joze de Sz.a  Montr.o

1-2 Jacinta Emerenciana de Mattos, aos 30-07-1804, casou com Domingos Francisco Braga, viúvo, filho de Manoel Francisco Braga e Teresa Maria de Jesus. Geração na família “Manoel Francisco Braga”.

1-3 Manoel Joaquim de Andrade casou aos 15-07-1806 com Delfina Florentina da Silva, filha de Antonio Francisco da Silva e Quitéria Joaquina de Almeida; família “Manoel Francisco da Silva” Cap. 1º.

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca-MG, cas. - aos 15 jul 1806 matriz Baependi - Manoel Joaquim d'Andrade, f.l. de Mathias da Silveira d'Andrade e Francisca Joaquina; c/ Delphina Florentina, f.l. de Antonio Francisco da Silva e Quiteria Joaquina.Ns. e bts. nesta freguesia.

          Segunda vez aos 23-08-1830, casou com Rita Porfiria de Almeida, irmã da primeira mulher.

(digitação e revisão de Sergio Lane de Mello disponib. por Marcos Paulo Souza Miranda) Igreja Matriz de Nossa Senhora do Porto - Andrelândia MG, Lv. 1º de Casamentos, fls 2 A vinte trez de Agosto de mil oito centos, e trinta nesta Capella do Turvo da Aiuruoca pelas duas horas da tarde em virtude da licença do R.do Parocho a vista das testemunhas Antonio Coelho Moreira, Domingos Coelho Moreira, e outras muitas assisti ao Matrimonio que por palavras de presente, et in facie Ecclerio celebrarão Manoel Joaquim de Andrade, viuvo de Delfina Florentina da Silva, e Rita Porfiria de Almeida, filha de Antonio Francisco da Silva, e Quiteria Joaquina de Almeida, e logo lhes dei as bençãos nupciaes, e para constar fiz este assento que assignei.

P.e Arantes

Manoel e Delfina tiveram, q.d.:

1-3-1 Joaquim Manoel de Andrade casou aos 16-10-1833, “dispensados do impedimento de consanguinidade em segundo gráo”, com Claudina Cândida da Silva, filha de Manoel da Silva Landim, e Ignacia Maria de Almeida

(digitação e revisão de Sergio Lane de Mello disponib. por Marcos Paulo Souza Miranda) Igreja Matriz de Nossa Senhora do Porto - Andrelândia MG, Lv. 1º de Casamentos, fls 17  A deseseis de Oitubro  de mil oito centos e trinta  e tres pelas honse horas do dia nesta Capella do Turvo em virtude da licença do R.do Parocho, a vista das testemunhas abaixo assignadas, e outras assisti ao Matrimonio que por palavras de presente, et in facie Ecclerio celebrarão, depois de dispensados do impedimento de consanguinidade em segundo gráo com que se achavão ligados Joaquim Manoel de Andrade, filho de Manoel Joaquim de Andrade, e Delfina Florentina da Silva, e Claudina Candida da Silva, filha de Manoel da Silva Landim, e Ignacia Maria de Almeida, e logo lhes dei as bençãos nupciaes, e para constar fis este assento q~ assignei.

P.e Arantes

David Bezera de Almd.a

Joze da S.a Landim

1-4 Francisco Joaquim de Mattos, aos 25-09-1809, casou com Maria Clara, filha de Germano Francisco Braga e Ana Luiza. Geração na família “Manoel Francisco Braga”.

1-5 Antonio Bernardino de Mattos, aos 15-07-1811, casou com Ana Bernardina de São José, filha de José Rodrigues de Almeida e Ana Ribeira. Geração na família “Bento Ribeiro Salgado” § 6º.

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca-MG, cas. - aos 15 julho 1811 cap. Turvo - Antonio Bernardino de Matos, f. l. de Mathias da Silveira d'Andrade e Francisca Joaquina de Matos; c/ Anna Bernardina de São Joseph, f.l. de Joseph Rodrigues d'Almeida e Anna Ribeira. Ns. e bts. nesta freguesia.

1-6 Luiza (Luzia) Cândida de Jesus casou aos 24-02-1813 com Manoel Joaquim de Souza, filho de João de Souza Castro e Joaquina Teodora de Almeida (família”Feliciano Cardoso” § 2º).

          Em 1831 moravam no 17º quarteirão doTurvo, Manoel com 42 anos declarados e Luzia com 38, com nove filhos:

censo do Turvo 5-12-1831, 17º Quarteirão, fogo 22

Manoel Joaquim de Souza*, branco, 42, casado

* 1 voto na assembleia de 1834

Luzia Candida, branco, 38, casado

Francisca, branco, 16, solteiro

João, branco, 14

Jose, branco, 12

Leopoldina, branco, 10, solteiro

Gabriel, branco, 7

Maria, branco, 5

Manoel, branco, 3

Joaquim, branco, 2

Candida, branco, 2

          Pais de, q.d.:

1-6-1 Leopoldina Carolina de Souza, casou com Antonio da Silveira, 1-1-2 supra.

1-6-2 José de Souza Castro, aos 20-01-1845, casou com Generosa Maria de Jesus, filha de Prudêncio José de Souza e Teresa Maria da Silva (família “Feliciano Cardoso” § 2º).

(digitação e revisão de Sergio Lane de Mello disponib. por Marcos Paulo Souza Miranda) Igreja Matriz de Nossa Senhora do Porto - Andrelândia MG, Lv. 1º de Casamentos, fls 47  A vinte de Janeiro de mil oito centos e quarenta as sinco horas da tarde em Caza de Prudencio Joze de Souza, habilitados pro provizão da Vara deste Termo, e dispençados do impedimento de consanguinidade recebi em Matrimonio os Contrahentes Joze de Souza Castro, filho legitimo de Manoel Joaquim de Souza, e Luzia Candida: e Generoza Maria de Jezus filha legitima de Prudencio Joze de Souza, e Thereza Maria da Silva, em prezença das Testemunhas Francisco de Paula Alves, e Francisco Leopoldino; de que para constar fis este assento.

Francisco Leopoldino

Fran.co de Paula Alves

O Vig. Fran.co Joze de Sz.a  Montr.o

 

Em suas pesquisas, Paola Dias encontrou mais:

1-6-3 Francisca batizada na capela do Turvo em 30-11-1813 e foram seus padrinhos Mathias da Silveira de Andrade e Joaquina Theodora de Almeida.

1-6-4 João batizado na capela do Turvo em 01-10-1815 e foram seus padrinhos Antonio Garcia de Souza e Leocádia Maria.

1-6-5 Joaquim batizado na capela do Turvo em 05-07-1821 e foram seus padrinhos Luiz Pinto Alvarez morador na vila de Rezende por procuração apresentada por Joaquim Ignácio de Souza.

1-6-6 Manoel batizado na capela do Turvo em 22-10-1826 e foram seus padrinhos Bonifácio Antonio de Azevedo e Mariana Flausina mulher de Ignácio de Seixons.

 

1-7 Maria Ângela madrinha da sobrinha Sabina, filha de Jacinta Emerenciana.

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca-MG - batismos- aos 09 set 1810 Prto do Turvo, Sabina, f.l. de Domingos Francisco Braga e Jacintha Emerenciana de Matos, padr.: Mathias da Silveira e Maria Angela, sua filha.

1-8 João Bernardino da Silveira casou aos 29-11-1810 com Bernardina Jesuina de Santa Catarina, filha de Brás Rodrigues Lima e Maria da Conceição (família “Feliciano Cardoso” § 2º)

(B7) Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca-MG, cas. Turvo aos 29-11-1810 João Bernardino da Silveira, f.l. Mathias da Silveira e Francisca Joaquina; = cc. Bernardina Jesuina de Santa Catarina, f.l. de Bras Rodrigues Lima e Maria da Conceição. Nts/bts nesta

Pais de, q.d.:

1-8-1 Messias José de Andrade, natural de Aiuruoca, em Pouso Alegre-MG aos 07-10-1833 casou com Maria Joaquina Pereira, daí natural, filha de Manoel Pereira Balbão e de Mariana Esméria.

(pesq. Ricardo Roberto Pinto Galvão Lobo - São Paulo 2008) Microfilme 1285174 - Casamentos na Paróquia de Pouso Alegre, MG. Livro 2, Pág. 9: Aos sete de Outubro de hum mil oitocentos e trinta e três (07/10/1833), nesta Matriz de Pouzo Alegre, feitas as diligências de estilo, sem impedimento, as onze oras da manham, em prezença do Reverendo Coadjutor José Pedro de Barros Melo, e das testemunhas Julião Ribeiro Salgado e José Rodrigues da Silva, se receberão com palavras de prezente por marido e mulher Messias José de Andrade, filho legitimo de João Bernardino da Silveira e de Bernardina Jesuína, com Maria Joaquina Pereira, filha legitima de Manoel Pereira Balbão e de Mariana Esméria, elle natural de Aiuruoca e ella natural desta villa, e logo receberão as bençons nupciais, de que para constar mandei fazer este assento que assigno. (a) O Vigário Encomendado João Dias de Quadros Aranha.

2- Antonio Vieira de Andrade casou aos 16-09-1793 com Antonia Marcelina de Paiva, filha de João de Paiva Silva e Maria Rodrigues. Família “Paiva” Cap. 2º, § 4º.

Igreja  N.Sra. da Conceição, Aiuruoca-MG, cas. aos 16 setembro 1793 Porto do Turvo - Antonio Vieira de Andrade, f.l. de Matias da Silveira de Andrade e Angela Pires de Moraes; c/ Antonia Marcelina de Paiva, f.l. de João de Paiva Silva e Maria Rodrigues, n. e b. freg. de S. João del Rei.

Tiveram, q.d., batizados na Freguesia de Aiuroca:

2-1 Francisco, aos 14-09-1806

Igreja  N.Sra. da Conceição, Aiuruoca-MG - batismos-, aos 14 set 1806 Porto do Turvo, Francisco, f.l. de Antonio Vieira d'Andrade e Antonia Marcellina de Paiva; padr.: Joseph Lopes de Araujo e s/m Gertrudes Maria de Jesus, todos desta freguesia.

2-2 José, aos 25-05-1808

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca-MG - batismos- aos 25 maio 1808 cap. Turvo, Joseph, f.l. de Antonio Vieira d'Andrade e Antonia Marcellina de Paiva, padr.: alf. Joseph Manoel de Seixas e s/m Genoveva Ponciana Mendes.

2-3 Rita, aos 21-10-1810

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca-MG - batismos-aos 21 out 1810 Porto do Turvo, Ritta, f.l. de Antonio Vieira de Andrade e Antonia Marcelina de Paiva, padr.: Joze Custodio da Silva e d. Maria Theresa cc. alf. Lourenço Martins Coelho.

2-4 Sabina, aos 21-12-1812

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca-MG - batismos- aos 21 dez 1812 cap. Turvo, Sabina, f.l. de Antonio Vieira de Andrade e Antonia de Paiva, padr.: Basilio de Paiva e Maria, filha de Neutel Gonçalves.

2-5 Maria, aos 30-10-1814.

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca-MG - batismos- aos 30 out 1814 cap. Turvo, Maria, f.l. de Antonio Vieira de Andrade e Anna Marcelina de Paiva, padr.: cap. Joze Antonio Martins e Marianna Clara cc. João Ferreira Guimarães.

2-6 Mariana Marcelina de Paiva, nascida por 1816, aos 15-07-1833 casou com Felisberto Cândido Pereira, filho do Capitão Inácio Pereira Goulart e Leonor Felisarda de Barros (família “Isabel Nunes de Siqueira”, neste site).

(digitação e revisão de Sergio Lane de Mello disponib. por Marcos Paulo Souza Miranda) Igreja Matriz de Nossa Senhora do Porto - Andrelândia MG, Lv. 1º de Casamentos, fls 15 A quinze de Julho de mil oito centos e trinta e tres nesta Capella do Turvo pela húa hora e meia da tarde em virtude da competente licença a vista das testemunhas abaixo assignadas, e outras assisti ao Matrimonio de Felisberto Candido Pereira, filho do Cap.m Ignacio Pereira Goulart, e D. Leonor Felisarda de Barros, e Marianna Marcelina de Paiva, filha de Antonio Vieira de Andrade, e Antonia Marcelina de Paiva, e logo lhes dei as bençãos nupciaes.

P.e Arantes

Joze Carlos de Menezes

Fortunato do Couto Godinho

          Em 1838 Felisberto e Mariana moravam no fogo 46 com três filhos e um escravo:

Censo S. Vicente (Turvo) 1838, fogo 46

Felisberto Candido Pereira, Branco, 24, casado, lavrador

Mariana Marcelina, Branco, 22, casado, costureira

Luciana, Branco, 2

Antonio, Branco, 1

Jose, Branco, 6 meses

1 cativo

3- Jacinta Maria da Encarnação foi a primeira mulher de Francisco de Sales Ferreira, filho de Domingos Ferreira Guimarães e Rita Correa de Souza. Geração na família “Domingos Ferreira Guimarães” § 2º.

4- José Pires de Andrade em Aiuruoca aos 10-11-1789 casou com Ana Teodora de Sá, filha de Tomé Bezerra de Sá e sua terceira mulher Maria de Almeida - família “Antonio de Faria Moreira” Cap. 1º.

Aiuruoca, MG aos 10-11-1789 nesta matriz e testemunhas o Lic. Antonio de ----- Barbosa e Francisco de Sales Ferreira se receberam Jose Pires de Andrade, f.l. de Matias da Silveira e de Angela Pires, natural e batizado na freguesia de São João del Rei = E Ana Teodora de Sa, f.l. de Tome Bezerra de Sá e de Maria de Almeida, n/b nesta freguesia.

5- Ana Teresa da Luz foi a primeira mulher de Antonio Ferreira Guimarães, irmão de Francisco de Sales supra. Geração na família citada § 3º.

 

6- Manoel Pires de Andrade batizado em 31-01-1763.

Aiuruoca, MG aos 31-01-1763 na capela da Sra do Porto bat a Manoel, f.l. de Matias da Silveira e Angela Pires, foram padrinhos Alex.e Carlos Salgd.o e Ana Maria.

          Aos 21-06-1790 casou com Mariana Vitória de Souza, filha do Licenciado Antonio de Souza Barbosa, natural da freguesia de S. Julião da Silva, termo Valença do Minho Arcebispado de Braga e Vitória Maria de Oliveira, neta paterna de Miguel Fernandes de Souza, e Mariana Lourença, neta materna de Manoel Moreira dos Santos, natural de S. Pedro de Canedo Bispado do Porto e Maria de Oliveira, natural de Taubaté; família “João Delgado de Oliveira”, neste site.

Aiuruoca, MG aos 21-06-1790 na capela da Sra do Porto do Turvo com provisão e testemunhas o Ten. Julião da Costa Rezende e Luiz Fernandes Chaves se receberam Manoel Pires de Andrade, f.l. de Mathias da Silveira de Andrade e de Angela Pires de Moraes, n/b nesta freguesia da Aiuruoca = cc Mariana Vitoria de Souza, f.l. do Licenciado Antonio de Souza Barbosa e de Vitoria Maria de Oliveira, n/b na freguesia da igreja nova da Borda do Campo.

          Mariana faleceu em 25-05-1799 e Manoel casou segunda vez, aos 17-02-1800 em Serranos, com Joana Esméria de Jesus, filha de pais incognitos.

Aiuruoca, MG aos 25-05-1799 faleceu Mariana Vitoria de Souza, casada com Manoel Pires de Andrade, foi sepultada dentro da capela da Sra do Porto do Turvo filial desta matriz.

 

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca-MG, cas. aos 17 fev 1800 Serranos - Manoel Pires de Andrade, f.l. de Matheas da Silveira de Andrade e Angela Pires de Moraes, viuvo de Mariana Vitoria de Souza; c/ Joanna Esmeria de Jesus, filha de pais incognitos. Ns. e bts. nesta freguesia.

 

Manoel e Mariana Vitória tiveram quatro filhos nomeados no testamento do avô materno:

 

6-1 Joaquim

6-2 Francisco Pires de Andrade, natural de Aiuruoca, em Carrancas aos 23-10-1820 casou com Ana Antonia de Paiva, daí natural, filha de Mateus Inácio de Paiva e Ana Francisca do Nascimento, neta paterna de João de Paiva e Silva e Maria Rodrigues, neta materna de Manoel Gonçalves da Costa e Maria Francisca de Jesus; família “Paiva” Cap. 2º, § 4º.

6-3 José Emiliano de Souza casou em Andrelândia aos 06-06-1831, dispensados do impedimento de consanguinidade em 3º grau misto de 2º grau, com Cândida Marcolina da Silveira, filha de Antonio José da Silveira e Ana Marciria de Mattos

(digitação e revisão de Sergio Lane de Mello disponib. por Marcos Paulo Souza Miranda) Igreja Matriz de Nossa Senhora do Porto - Andrelândia MG, Lv. 1º de Casamentos, fls 6 A seis de Junho de mil oito centos e trinta e hum nesta Capella do Turvo da Aiuruoca pelas trez horas da tarde, em virtude da competente licença a vista das testemunhas abaixo assignadas, e outras assisti ao Matrimonio que por palavras de presente, et in facie Ecclerio celebrarão, depois de dispensados do impedimento de consanguinidade em terceiro grau, mixto de segundo com que se achavão ligados, Jose Emiliano de Sousa, filho legitimo de Manoel Pires de Andrade, e Marianna de Souza, e Candida Marculina da Silveira, filha legitima de Antonio Jose da Silveira, e Anna Marciria de Mattos, e logo lhes dei as bençãos nupciaes, e para que conste fiz este assento, que assignei.

P.e Arantes

An.to Joaq.m de Andr.e

Manoel Glz~ Pr.a

6-4 Ana Pires de Andrade em Baependi aos 17-02-1819 casou com Francisco Vieira de Almeida, filho de Gaspar Vieira de Almeida e Margarida Nunes - em aportes à Genealogia Paulistana “Maria Jorge - SL. VIII, 365, 4-1”

(pesq. Joaquim dos Santos Neto) Baependi, MG. Aos desasete dias do mes de Fevereiro de mil oito centos e dezanove, nesta Matris de Nossa Senhora do Monserrate de Baependi, feitas as diligencias na forma do Concilio Tridentino e Constituição do Bispado e sem impedimento, o Reverendo Antonio Manoel de Alvarenga e Mello recebeo em Matrimonio por Provizão deste Juizo com licença Parochial aos contraentes Francisco Vieira de Almeida filho legitimo de Gaspar Vieira de Almeida e de Margarida Nunes, e Anna Pires de Andrade filha legitima de Manoel Pires de Andrade e de Marianna Vitoria de Soiza e lhes deo as bençoens nupciaes na forma do Ritual Romano perante as testemunha abaixo asignado e para constar se fes este assento que assigney.

O Vigario Domingos Rodrigues Affonso.

Andre Bernardes de Gusmão

Jose Custodio da Silva Nogueira

 

Manoel e Joana Esméria tiveram os filhos batizados na freguesia de Aiuruoca, q.d.:

6-5 Antonio, aos 15-01-1805.

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca-MG - batismos- aos 15 jan 1805 cap. Turvo, Antonio, f.l. de Manoel Pires de Andrade e Joanna Esmeria de Jesus; padr.: Domingos Joseph de Novaes morador em Barbacena e Lusia, mulher de Joseph Beserra d'Almeida desta freguesia.

6-6 Cândido, aos 13-06-1813.

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca-MG - batismos- aos 13 jun 1813 Cap. Turvo, Candido, f.l. de Manoel Pires de Andrade e Joanna Esmeria de Jesus, padr.: custodio da Silva e Anna Marcelina de Matos.

6-7 Claudiana Esméria de Andrade casou aos 06-02-1836 com Manoel Jacinto da Silveira, filho de Antonio José da Silveira e Ana Marciria de Mattos, filha de Mathias da Silveira, já citados em 6-3. Pediram dispensa de consaguinidade porque Mathias, avô materno de Jacinto, e Manoel, pai de Claudina, eram irmãos inteiros, e ainda porque Claudina “se embaraçou com Antonio da Silveira Irmão do Orador” (processo neste site).

(digitação e revisão de Sergio Lane de Mello disponib. por Marcos Paulo Souza Miranda) Igreja Matriz de Nossa Senhora do Porto - Andrelândia MG, Lv. 1º de Casamentos, fls 32  A 6 de Fev.o 1836 nesta Matris do Turvo as duas horas da tarde, feitas as delig.as do estilo, e em prez.ca das Test.as M.el Joaq.m d'Andr.e, e Joze Emiliano de Sz.a o P.e An.to Ferr.a recebeo em Matr.o os CC. M.el Jac.to da Silvra, f.o leg.o de An.to J.e da Silvr.a, e Anna Marciria de Matos: e Claudiana Ismeria d'And.re f.a leg.a de M.el Pires d'And.re, e Joana Ismeria de Jezus, todos desta Freg.a de q~ para constar fis este assento.

O Vigr.o Fran.co J.e de Sz.a Montr.o

6-8 Inácio Pires de Andrade casou aos 29-02-1840 com Ana Cândida da Silveira, irmã de Manoel Jacinto supra, com dispensa da consaguinidade em 2º e 3º graus, porque o pai de Inácio era irmão do avô de Ana Cândida (processo neste site).

(digitação e revisão de Sergio Lane de Mello disponib. por Marcos Paulo Souza Miranda) Igreja Matriz de Nossa Senhora do Porto - Andrelândia MG, Lv. 1º de Casamentos, fls 49  A vinte nove de Fevereiro de mil oito centos e quarenta Matris do Turvo as duas horas da tarde, e feitas as deligencias do estilo, e dispençados do impedimento de consanguinidade, avista das Testemunhas o Ajudante Fortunato do Couto Godinho, e Urias Antonio da Silveira recebi em Matrimonio os Contrahentes Ignacio Pires d'Andrade, e Anna Candida da Silveira, naturais desta Freguezia, aquele filho legitimo de Manoel Pires, e Joana Ismeria, falescida, e ésta filha legitima de Antonio Joze da Silveira, e Anna Marciria de Matos, de que fis este assento para constar.

Urias Ant.o da Silvr.a

Fortunato do Couto Godinho

O Vig. Fran.co J.e de Sz.a  Montr.o

7- Francisco, batizado em 08-10-1764.

Aiuruoca, MG aos 08-10-1764 na capela da Sra do Porto bat a Francisco, f.l. de Matias da Silveira e Angela Pires, foram padrinhos Bento Fernandes Lima.

8- Joaquina Maria da Assunção batizada em 04-08-1766. Aos 08-10-1794 casou com João Pedro de Oliveira, natural de Barbacena, filho de José Garcia de Oliveira e de Inacia de Moraes - família “Joana Simoa Rodrigues”.

Aiuruoca, MG aos 04-08-1766 na capela da Sra do Porto bat a Joaquina, f.l. de Matias da Silveira e Angela Pires de Moraes, que nasceu em 29(?) de Julho, foram padrinhos Francisco de Mag.es e Rosa Maria de Pontes, casada com Antonio de Seixas Ribeiro.

 

Aiuruoca, MG matr - aos 08-10-1794 na capela do Turvo se receberam João Pedro de Oliveira, f.l. de Jose Garcia de Oliveira e de Ignacia de Moraes, n/b na freguesia de Barbacena = e Joaquina Maria da Assunção, f.l. de Matias da Silveira de Andrade e Angela Pires de Moraes, n/b nesta freguesia.

9- Luzia da Cruz de Assunção batizada em 23-09-1767.

Aiuruoca, MG aos 23-09-1767 na capela da Sra do Porto bat a Luzia, f.l. de Matias da Silveira e Angela Pires de Moraes, que nasceu em 14 do dito mes, foram padrinhos Pedro Dias Pereira e Ana Maria, casada com Manoel Martins Tostes.

          Aos 22-10-1788 casou com Joaquim José Ferreira, filho de Domingos Ferreira Guimarães e Rita Correa de Souza. Geração na família “Domingos Ferreira Guimarães” § 7º.

Aiuruoca, MG matr - aos 22-10-1788 na capela da Sra do Porto se receberam Joaquim Jose Ferreira, f.l. de Domingos Ferreira Guimarães e Rita Correa de Souza = e Luzia da Cruz, f.l. de Matias da Silveira de Andrade e Angela Pires de Moraes.

10- Francisco Pires de Andrade batizado em 26-10-1769.

Aiuruoca, MG aos 26-10-1769 na capela da Sra do Porto bat a Francisco, f.l. de Matias da Silveira e Angela Pires de Moraes, que nascem em 19 do mesmo mes, foram padrinhos Domingos Francisco.

          Casou aos 03-06-1793 em Aiuruoca com Luzia Ignácia Ribeiro, filha de Bento Ribeiro Salgado e Ângela Ferreira Soares. Geração na família “Bento Ribeiro Salgado”.

 

11- João Pires de Andrade batizado em 28-10-1771. Aos 04-02-1799 casou com Mariana Rosa da Assunção, filha de Bras Rodrigues Lima e Maria da Conceição de Almeida, familia Feliciano Cardoso § 2º.

Aiuruoca, MG aos 28-10-1771 na capela da Sra do Porto do Turvo bat a João, f.l. de Matias da Silveira e Angela Pires de Moraes, que nasceu aos vinte dias do dito mes, foram padrinhos Jose Leite Ribeiro e Escolastica Maria sua mulher.

 

Aiuruoca, MG matr - aos 04-02-1799 na Capela do Turvo onde os contraentes são moradroes, se casaram João Pires da Silveira, f.l. de Matias da Silveira de Andrade e Angela Pires de Moraes = E Mariana Rosa da Assunção, f.l. de Bras Rodrigues Lima e Maria da Conceição de Almeida. Ambos nts e bts nesta freguesia.

Pais de, q.d.:

11-1 José Bento de Andrade aos 15-03-1824, dispensados do impedimento de consanguinidade em 2º grau, casou com Joana Rufina de Santa Ana, filha de José Rodrigues de Almeida e Ana Ribeira, neta paterna de Brás Rodrigues de Lima e Maria da Conceição de Almeida, neta materna de Bento Ribeiro Salgado e Angela Ferreira Soares. Geração na família “Bento Ribeiro Salgado” § 6º.

Pouso Alegre-MG Igreja do Bom Jesus aos 15-03-1824 depois de dispensados de um impedimento e na presença das testemunhas Antonio Garcia Duarte e Joaquim Gomes Correa se receberam Jose Bento de Andrade, f.l. João Pires de Andrade e Mariana Rosa da Assunção = cc Joana Rufina de Santa Ana, f.l. Jose Rodrigues de Almeida e Ana Ribeira; ambos naturais de Aiuruoca.

11-2 Domingos Flauzino (ou Eufrosino) de Andrade em 1818 foi padrinho da irmã Maria 10-7. Casou com Maria Pereira dos Reis.

Entre seus filhos:

11-2-1. Francisco, batizado em 31-05-1829 em Pouso Alegre-MG.

Pouso Alegre,MG Igreja do Bom Jesus aos 31-05-1829 nesta matriz bat. a Francisco de oito dias, f.l. de Domingos Eufrosino e s/m Maria Pereira, foram padrinhos Jose Joaquim de Almeida e [-] Leodora Maria de Jesus, todos desta freguesia.

11-2-2 Umbelina Maria de Jesus aos 21q-06-1841, dispensados do impedimento de consanguinidade em 3º grau misto com 2º, casou com José Pereira Balbão, filho de Manoel Pereira Balbão e Mariana Esméria.

(pesq. Ricardo R P G Lobo - São Paulo 2008) - Casamentos na Paróquia de Pouso Alegre, MG. Livro 2, Pág. 72: Aos vinte e hum de Junho de hum mil oitocentos e quarenta e hum (21/06/1841) pellas três oras da tarde, em prezença do Reverendo Manoel Alves Teixeira, de licença, depois de feitas as diligencias de estillo, e sem impedimento, se receberão em matrimonio José Pereira Balbão, filho legitimo de Manoel Pereira Balbão e de D. Mariana Esméria, com Umbelina Maria de Jesus, filha legitima de Domingos Eufrosino d'Andrade e de Maria Pereira dos Reis, naturais e moradores desta freguezia, por se acharem despençados do impedimento de 3º grau mixto ao 2º por consangüinidade, e logo receberão as bençons nuptiais. Testemunhas Francisco Eufrosino d'Andrade e Antonio Joaquim Simoins, e para constar mandei fazer este que assigno. (a) o Coadjutor José Pedro de Barros e Mello.

11-2-3 Mariana Flausina de Jesus aos 20-11-1853, dispensados do impedimento em 3º grau de consaguinidade, casou com Juventino Jose de Almeida,  filho de Francisco Theodoro de Almeida e de Iria Maria de Jesus - família “Bento Ribeiro Salgado” § 6º.

(pesq. Ricardo R P G Lobo - São Paulo 2008) - Casamentos na Paróquia de Pouso Alegre, MG. Livro 2, Pág. 98: Aos vinte de Novembro de hum mil oitocentos e cinqüenta e três (20/11/1853), nesta Matriz, pellas dez oras da manhã, em minha prezença, e das testemunhas Francisco Ferreira de Freitas e José Bento de Andrade, proclamados, sem haver impedimento, procedendo o Sacramento da penitência se receberão em matrimonio, Juventino José d'Almeida, filho de Francisco Theodoro de Almeida e de Iria Maria de Jesus, com Mariana Flausina de Jesus, filha de Domingos Eufrasino de Almeida e de Maria Pereira dos Reis, os contrahentes naturais e freguezes desta, e logo receberão as bençons nuptiais. (a) O Vigário Barnabé José Teixeira d'Almeida.

[a margem: por provisão, dispensados no 3º grau de consanguinidade]

11-3 Francisco Eufrosino (ou Eufrasio) de Andrade aos 23-02-1823 casou com Vicencia Francisca de Jesus, filha do falecido Francisco Pereira dos Reis e sua segunda mulher Vicencia Maria de Jesus, neta paterna de Manoel Pereira Balbão e Maria Fernandes dos Reis, neta materna de Manoel Teixeira Nogueira e Maria Teresa de Jesus - família “Pedro Teixeira Nogueira”.

Pouso Alegre,MG Igreja do Bom Jesus. aos 23-02-1823 nesta matriz, sem impedimentos e testemunhas abaixo assinadas (Manoel Pereira Balbão e João de Souza) se receberam Francisco Eufrozino, f.l. de João Pires de Andrade e Maria Rosa da Assunção = cc Vicencia Francisca de Jesus, filha de Francisco Pereira dos Reis, ja falecido e D. Vicencia Maria de Jesus.

Pais de, q.d.:

11-3-1 Francisco, batizado em 21-08-1825.

Pouso Alegre,MG Igreja do Bom Jesus aos 21-08-1825 nesta matriz bat a Francisco, de nove dias, f.l. de Francisco Eufrazio de Andrade e Vicencia Francisca de Jesus; foram padrinhos Jose Francisco Pereira, solteiro e Mariana Roza da Assunção, casada todos desta freguesia.

11-4 Bernardina Honória de Jesus aos 27-09-1830 casou com Inácio Antonio Pereira dos Reis, filho de Antonio Pereira dos Reis e Francisca Vieira da Silva, família “André Fernandes Chaves”.

Pouso Alegre,MG Igreja do Bom Jesus aos 27-09-1830 nesta matriz de Pouso Alegre, sem impedimentos e as testemunhas Francisco Rufrosino de Andrade e Manoel Pereira Balbano, se receberam Inácio Antonio Pereira dos Reis, f.l. de Antonio Pereira dos Reis e Francisca Vieira da Silva = cc Bernardina Hhonoria de Jesus, f.l. João Pires de Andrade e Mariana Rosa da Assunção. Ele natural de Barbacena, e ela da Aiuruoca.

11-5 Felisbina Candida de Jesus aos 13-02-1833 casou com Vicente Pereira dos Reis, filho de Antonio Pereira dos Reis e Francisca Vieira supra citados. Geração na família “André Fernandes Chaves”.

11-6 Justina Esméria de Almeida aos 27-01-1834 casou com Francisco Pereira dos Reis, filho de outro e Vicencia Maria de Jesus, família “Pedro Teixeira Nogueira”.

Pouso Alegre,MG Igreja do Bom Jesus aos 27-01-1834 nesta matriz, sem impedimentos e testemunhas Cap. Jose Borges de Almeida e Domingos Eufrasino, se receberam Francisco Pereira dos Reis, f.l. de Francisco Pereira dos Reis e Vicencia Maria de Jesus = cc Justina Esméria de Almeida, f.l. João Pires de Andrade e Maria(sic) Rosa da Assunção. Ele natural desta vila e ela da freguesia de Aiuruoca.

11-7 Maria, batizada em 20-11-1818. Teve por padrinho o irmão Domingos Flauzino de Andrade.

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos- aos 20 nov 1818 cap. Turvo, MARIA, f.l. de João Pires de Andrade e Marianna Rosa da Assumpção; padr.: Domingos Flauzino de Andrade filho do mesmo e Maria Angelica mulher de Neutel Gonçalves.

11-8 Maria batizada em 06-02-1820.

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos-  aos 06 fev 1820 cap. Turvo, MARIA, f.l. de João Pires de Andrade e Mariana Rosa; padr.: Luiz de Souza Barboza e Bernarda Joaquina. Todos desta freguesia.

11-9 Ana, batizada aos 29-07-1822.

Pouso Alegre,MG Igreja do Bom Jesus bat aos 29-07-1822 nsta matrtiz bat a Ana, idade de dez dias, f. de João Pires de Andrade e s/m Mariana Rosa; foram padrinhos Manoel Pereira e Vicencia Maria.

12- Vicência, batizada aos 10-02-1773.

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca-MG - batismos- aos 10 fev 1773 Porto do Turvo, VICENCIA n. 24 janeiro, f.l. de Mathias da Silveira e s/m Angella Pires, padr.: João Baptista Pereira solteiro desta freg., e d. Margarida Clara de Azevedo mulher de Manoel Marinho de Moura da vila de S. João del Rei.

 

13- José Joaquim de Andrade, batizado aos 24-04-1778.

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca-MG - batismos-, aos 24 abril 1778 Porto do Turvo, JOZE, f.l. de Mathias da Silveira, natural da Ilha do Faial, freg. da Sra. das Angustias, e s/m Angela Pires, n. freguesia de São João del Rei deste bispado; np de Jose de Andrade e s/m Maria da Silveira, naturais da mesma freg. das Angustias; nm de Antonio Vieira, n. do bispado de S.Paulo e Anna Pires tambem natural do mesmo bispado; padr.: o Revdo. Matheus Pinto desta freguesia e Anna Teresa, mulher de Antonio Ferreira desta freguesia.

 

          Aos 25-06-1798 casou com Maria Angelica da Silva (também Maria Angela da Silva), filha de Manoel Francisco Braga e Angela Maria da Silva, neta paterna de Manoel Francisco Braga, natural da cidade de Braga e falecido aos 26-09-1764 e Teresa Maria de Jesus (inventário do casal neste site), neta materna do Alferes João da Silva de Oliveira (Braga), natural da cidade de Braga e Maria Rosa de Jesus natural da Ilha do Faial. Em 1768, Manoel Francisco era tutor de seus irmãos e declara no auto de Contas dos órfãos: “- Pedro, 15 anos, vivendo em casa do Alferes João da Silva de Oliveira Braga, sogro dele tutor.” (família Manoel Francisco Braga)

Igreja  N.Sra. da Conceição, Aiuruoca-MG, cas. - aos 25 junho 1798 cap. Turvo - Joseph Joaquim de Andrade, f.l. de Mathias da Silveira de Andrade e de Angela Pires de Moraes; c/ Maria Angelica da Silva, f.l. de Manoel Francisco Braga e Angela Maria da Silva. Ns. e bts. nesta freg. de Aiuruoca.

 

batismo de Manoel: f.l. de Pedro Fernandes da Cunha n. da freg. de S. Vitor da cidade de Braga, e s/m Angelica da Silva n. da freg. da Sra. do Pilar da vila de S. João del Rei; npaterno de Nicolao Fernandes n. freguesia de S. Vitor e neto materno de João da Silva de Olivr.a n. da freg. de Espinhosa da cidade e bisp. de Braga e s/m Maria Roza de Jesus n. da freg. de N. Sra. das Angustias, ilha do Fayal bispado de Angra; padr.: Nicolao Fernandes e Angella da Sylva, solteira filha de João da Sylva de Oliveira.

Manoel Francisco Braga casou segunda vez aos 31-07-1781 com Joana Faria de Andrade, filha de Antonio de Faria de Andrade e Teresa Catarina da Assunção.

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca-MG, cas.- aos 31 jul 1781 na vila de N. S. do Pilar da vila de S. João del Rei. Manoel Francisco Braga e Joanna Faria de Andrade. Ele viúvo por falecimento de Angela Maria -o-quina.Ela f. l. de Antonio de Faria de Andrade e Catharina Teresa de Assumpção, n. e b. freg. Borda do Campo.

Maria Angela faleceu, quinquagenária, aos 12-05-1823 e foi sepultada na Capela do Turvo. Tiveram os filhos, q.d.:

Igreja N. Sra. da Conceição - Aiuruoca, MG - aos 12 maio 1823 faleceu da vida presente, de hidropsia, em idade quinquagenaria, Maria Angela, casada com Jose Joaquim de Andrade, sep. na Capela doTurvo filial desta matriz

13-1 Inácio, batizado aos 02-05-1799

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca-MG - batismos- aos 02 maio 1799 Turvo, Ignacio, f.l. de Joseph Joaquim de Andrade e Maria Angela da Silva; padr.: Manoel Francisco Braga e Francisca Joaquina mulher de Mathias da Silveira. Todos desta freguesia.

13-2 José em 31-08-1800.

(pesq. Joaquim dos Santos Neto) Aiuruoca, MG . Joseph – Turvo. Aos trinta e hum dias do mes de Agosto de mil, e oitocentos na Capella do Turvo desta freguesia da Ayuruoca, baptizou o Reverendo Joaquim Rodrigues de Souza e pos os Santos Oleos a Joseph inocente filho legitimo de Joseph Joaquim de Andrade e de Maria Angela da Silva: forão padrinhos Manoel Joseph de Andrade, e Antonia Marcelina de Payva: todos desta freguesia e para consta fis este acento, que assgnei. O Vigario Gabriel da Costa Resende.

13-3 Maria em 11-07-1802.

(pesq. Joaquim dos Santos Neto) Aiuruoca, MG .- Maria – Turvo.

Aos onze de Julho de mil, oitocentos, e dous na Capella do Turvo desta freguesia da Ayuruoca, baptizou o Reverendo Francisco Monteiro da Fonseca Borges e pos os Santos óleos a Maria inocente, filha legitima de Joseph Joaquim de Andrade, e de Maria Angela da Silva: forão padrinhos Francisco Pires de Andrade e Marianna Luiza da Silva: todos desta freguesia: e para constar fis este acento que assignei.O Vigario Gabriel da Costa Resende.

13-5 João Manoel de Andrade, natural de Baependi onde aos 06-04-1826, casou cou Claudina Eufrosina de Jesus, filha de José Custódio Nogueira e Ana Justina de Jesus.

Baependi, MG Joam Manoel de Andrade e Claudina Eufrosina.

Aos seis dias do mes de Abril de mil oitocentos e vinte e seis annos depois de feitas as diligencias na forma do Concilio Tridentino, e Constituição do Bispado sem impedimento e com Provisão deste Juiso o Padre Bonifacio Barbosa Martins com licença Parochial recebeu em matrimonio, e conferiu as bençaons nupciaes na Capella de S. Tomé das Letras aos contraentes Joam Manoel de Andrade filho de Jose Joaquim de Andrade e Maria Angela da Silva, e Claudina Eufrosina de Jesus filha legitima de Jose Custodio Nogueira e de Anna Justina de Jesus, ambos os contraentes moradores nesta freguesia de Baependi: forão presentes as testemunhas Francisco Jose da Silva, e Joam Jose Nogueira, e para constar fis este assento que assigno. O Coadjutor Manoel Pereira de Souz (pesq. Joaquim dos Santos Neto)

13-5 Quitéria em 14-03-1805.

(pesq. Joaquim dos Santos Neto) Aiuruoca, MG .- Quiteria. Aos quatorze dias do mes de Março do anno mil oito centos e cinco na Capella da Senhora do Porto do Turvo, filial desta Matriz do Aiuruoca o Reverendo Antonio d’Abreu e Silva baptizou solemne-mente a Quiteria parvola, e lhe pos os sanctos oleos, filha legitima de Joseph Joaquim d’Andrade, e Maria Angela da Silva: forão Padrinhos Antonio Joseph da Silveira, e Delphina Florentina da Silva.  De que, para constar, fiz este assento, que assignei. O Vigario Francisco de Abreu e Silva.

13-6 Manoel em 28-05-1809.

(pesq. Joaquim dos Santos Neto) Aiuruoca, MG .- Manoel. Aos vinte e oito dias do mes de Mayo do anno de mil oito centos e nove na Capella do Turvo desta freguesia o Reverendo Tome Pinto Moreira baptizou solemnemente a Manoel parvulo e lhe pos os santos oleos filho legitimo de Joseph Joaquim de Andrade, e Maria Angela da Silva: forão padrinhos Pedro de Soiza Leme e Quiteria Joaquina d’Almeida. De que para constar, fis este assento que assignei. O Vigario Francisco de Abreu e Silva.