PROJETO COMPARTILHAR

Coordenação: Bartyra Sette e Regina Moraes Junqueira

www.projetocompartilhar.org

 

 

§ 3º Escolástica Maria de Jesus Moraes

(atualizado em 15-janeiro-2016)

 

 

Regina Moraes Junqueira

Bartyra Sette

 

 

Escolástica Maria de Jesus Moraes foi batizada na capela de Nossa Senhora da Piedade do Rio Grande aos 22-12-1745, tendo por padrinhos sua tia Ângela de Moraes e Manoel Marinho de Moura que viria a ser seu padrasto e em casa de quem se casou aos 09-01-1764 com o Sargento Mor José Leite Ribeiro, em capela particular filiada à Capela de Porto do Rio Grande.

Matriz de Nossa Senhora do Pilar, transcritos por Regina Junqueira;

Aos vinte e dous do mes de Dezembro de mil sectecentos e quarenta e cinco annos na Capella de Nossa Sanhora da Piedade do Rio Grande filial desta Freguesia de Sam João de El Rey o Padre (.?...) Mendes bap zou e poz os Santos Óleos a Escolástica filha legitima de Lourenço Correa Sardinha e de sua mulher Maria da Assumpção Moraes forão padrinhos Manoel Marinho de Moura solteiro e Dona Ângela de Moraes casada (ambos da ?) mesma paragem e desta freguesia de que fiz este assento.

O Coador Miguel (.?.).

 

Matriz de Nossa Senhora do Pilar, transcritos por Regina Junqueira;

Aos nove dias do mes de Janeiro do ano de mil setecentos e sessenta e quarto, em casa de Manoel Marinho de Moura, da Capela de Porto do Rio Grande, desta Freguesia de São João D´EL Rey, receberam em matrimonio os contraentes JOSÉ LEITE RIBEIRO, natural e batizado na Freguesia de Santana do Barroso, termo da Vila de Guimarães, do Arcebispado de Braga, filho legítimo de Francisco Leite Ribeiro e de Izabel Ferreira; com ESCOLÁSTICA MARIA DE JESUS MORAES, natural e batizada na dita freguesia de Nossa Senhora do Pilar, desta Vila de São João D´EL Rey, filha legítima de Lourenço Correa Sardinha e de Maria da Assunção Moraes, fregueses desta Freguesia.

 

José nasceu na Freguesia de Santana do Barroso no Termo da Vila de Guimarães, Arcebispado de Braga, filho de Francisco Leite Ribeiro e Izabel Ferreira.

Ainda solteiro, começou a minerar ouro no Rio das Mortes e formou a Fazenda Palmital do Rio Preto, em Nossa Senhora de Nazareth, freguesia de Aiuruoca, termo e Comarca de São João del Rei. Lá plantava cana, cereais e criava gado, em paralelo à mineração.

José e Escolástica possuíam também casa em São João del Rei onde eram irmãos da venerável Ordem Terceira de São Francisco, cuja igreja ajudaram a construir.

Em 1799, José requereu 60 datas no Rio Preto e em seus afluentes, que lhe foram dadas em 13 de novembro do mesmo ano pelo Guarda Mor do Distrito do Peixe, Francisco José Alves.

Já viúva, em sua casa em São João del Rei, com frente para a rua Direita e para a rua de São Francisco, Escolástica ditou seu testamento aos 18-04-1811. Viveria ainda muitos anos viivendo em sua Fazenda Palmital, vindo a falecer aos 25-6-1823 e foi sepultada na Capela da Ordem Terceira de São Francisco, conforme sua vontade.

 

(Livro de óbito da Matriz do Pilar, 1813 a 1839 página 140., transcrito por Regina Junqueira)

 Aos 25 de junho de 1823, nesta Villa de São João de El Rey falleceu D. Escolastica Maria de Jesus com seo solemne testamento foi encomendada, acompanhada e sepultada solemnemente em São Francisco desta Villa.

O Coadj or Alexandre Jaquim do Amaral.

 

José e Escolástica tiveram, segundo testamento e inventário de Escolástica (neste) doze filhos, sendo dois falecidos antes da mãe deixando geração. Domingos e Teresa não são citados no testamento materno e não são representados no invventário:

- Domingos batizado em 10-04-1783.

S. João del Rei-MG e capelas filiadas bat aos 10-04-1783 na capela de N. Sra da Madre de Deus bat a Domingos, fl. de Jose Leite Ribeiro e Escolastica Maria de Jesus; foram padrinhos Nossa Senhora das Dores e Manoel de Moura Marinho, solteiro, todos desta freguesia.

- Teresa em 11-08-1784.

S. João del Rei-MG e capelas filiadas bat aos 11-08-1784 na capela de N. Sra da Madre de Deus bat a Teresa, fl. de Jose Leite Ribeiro e Escolastica Maria de Jesus; foram padrinhos Manoel Francisco de Azevedo e sua filha Margarida Joaquina, da freguesia da Aiuruoca.

 

1- José Ferreira Leite

2- Manoel Ferreira Leite

3- Ana Maria de Jesus Leite Ribeiro

4- João Ferreira Leite Ribeiro padre

5- Joaquim Leite Ribeiro

6- Antonio Leite Ribeiro

7- Maria Custodia da Assumpção

8- Francisca Bernardina do Sacramento Leite Ribeiro

9- Francisco Leite Ribeiro

10- Custodio Ferreira Leite

11- Anastacio Leite Ribeiro

12- Floriano Leite Ribeiro

 

1- José Ferreira Leite, batizado na capela de N. Sra da Madre de Deus, filial de São João del Rei, aos 02-12-1764..

S. João del Rei-MG e capelas filiadas bat aos 02-12-1764 na capela de N. Sra da Madre de Deus bat a Jose, fl. de Jose Leite Ribeiro, n. da freguesia de Santa Eulalia de Barroso Arc. de Braga e Escolastica Maria de Jesus, n. desta freguesia, npaterno de Francisco Leite e de s/m Izabel Ferreira ambos naturais da mesma freguesia de Barrosos, e pela materna neto de Lourenço Correa Sardinha n. da Ilha da Madeira Bispado de Angra e de s/m Maria da Assunção de Moraes natural desta freguesia. Foram padrinhos João Leite Ribeiro por pp que apresentou em seu nome Manoel Marinho de Moura e D. Margarida Clara de Azevedo mulher do dito Manoel Marinho de Moura.

          Casou na Capela do Porto do Turvo, filial da Matriz de Aiuruoca aos 20-06-1791 com Leonor Felizarda de Barros, batizada aos 28-10-1773, filha do Capitão José de Barros Monteiro, natural da freguesia de S. Martinho de Aliviado do Bispado do Porto, e Ana Teresa de Assunção natural de Prados, neta paterna de Manoel Ribeiro de Barros e de Rosa Monteiro, esta natural da freguesia de S. Martinho de Fornos, também do Bispado do Porto, neta materna de Francisco Rodrigues Goulart, natural da Ilha do Pico e de Leonor da Assunção, natural de Prados (naturalidades e avós encontrados no assento de batismo de Francisco, irmão de Leonor).

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG, cas. - aos 20 junho 1791 - Porto do Turvo - Joseph Ferreira Leite e Leonor Felizarda de Barros.

Ele f.l. do sargento mor Joseph Leite Ribeiro e d. Escolastica Maria, n. e b. freg. de S. João del Rei. Ela f.l. do cap. Jose de Barros Monteiro e d. Thereza de Assumpção, n. e b. freg.nesta  de Aiuruoca.

 

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos- aos 28 out 1773 P, Turvo, LEONOR n. 20 do dito, f.l. de Jose de Barros Monteiro e s/m Anna Thereza da Assumpsam; padr.: Gregorio Alvres da freg. da Borda do Campo e Dorothea Maria mulher de Manoel Mendes desta freguesia.

 

Leonor casou segunda vez com o Capitão Inácio Pereira Goulart de Siqueira, natural de Aiuruoca, filho de João Pereira Goulart e Isabel Nunes de Siqueira. Capitão Inácio faleceu aos 21-05-1827, e Leonor em 01-10-1845, com grande geração (família “Isabel Nunes de Siqueira”, neste site).

 

José faleceu aos 06-03-1793 e foi representado no inventário materno pela filha única.:

in Familia Vidal Leite Ribeiro, Armando Vidal Leite Ribeiro - 1960

fls. 54 - Conego Almir de Rezende Aquino - Pároco de Nossa Senhora do Pilar. São João del-Rei - Arquidiocese de Mariana - Minas

         Certifico que, as fls. do livro do ano 1793 de assentamentos de ÓBITOS desta Paróquia encontra-se o do teor seguinte:

         “JOZE FERREIRA LEITE - Aos seis de Março de mil e setecentos e noventa e três, foi encomendado e sepultado dentro da Capella da Venerável Ordem Terceira de São Francisco desta Villa - Joze Ferreira Leite cazado com Leonor Felizarda de Barros, o qual faleceo com todos os Sacramentos na sua fazenda chamada o Patrimonio da Freguesia da Ayuruoca de donde o conduzirão para ser sepultado na sobredita Capela da Venerável Ordem Terceira de São Francisco desta Villa. - O Coadjor. Joaquim Pinto da Sylveira”.

         Nada mais continha o dito assento, que fielmente foi copiado do original a que me reporto. Ita in fide Parochi. - São João del-Rei, 5 de setembro de 1958. - Padre Almir de Rezende Aquino - Pároco.

 

1-1 Ana Felizarda de Barros, já falecida em 1845, casada com Antonio Joaquim Villela, geração na família “Villela” Cap. 8º.

 

2- Manoel Ferreira Leite, nascido em Nazaré em 1766, casou na Capela de Conceição da Barra em 21-05-1792 com Josepha de Souza Monteiro, filha de Francisco José Teixeira e Anna Josepha de Souza. Geração na família “Os Teixeira de Souza”.

 

3- Ana Maria de Jesus (ou da Assunção ou Leite), natural de São João del Rei onde aos 05-07-1781 se casou com José Maria da Silva, natural da cidade de Braga, filho de Jacinto da Silva e Teresa da Silva.

B7: Matriz de Nossa Senhora do Pilar SJDR e capelas filiadas, aos 05-07-1781 Capela da Madre de Deus, Jose Maria da Silva, f.l. Jacinto da Silva e Theresa da Silva, n/b na freg. de S. João do Souto da cidade e Arcebispado de Braga; = cc. Ana Maria de Jesus, f.l. Jose Leite Ribeiro e Escolastica Maria de Jesus, n/b nesta freguesia. Testemunhas: Manoel Marinho de Moira e Francisco João de Azevedo. O Reverendo Jose dos Santos Pinto administrou o sacramento

 

Ana Maria faleceu em 27-09-1783 e foi inventariado pelo viúvo em 1784. Deixou duas filhas de seu casal tuteladas pelo avô materno (inventário neste site, colaboração de Renata Gagliardi Dias):

3-1 Francisca de Paula e Silva, com 2 anos em 1784. Casou com João Batista Ribeiro e em 1831 eram moradores em Passos (pesq. Décio Medeiros)

Relação dos Habitantes do Distrito do Senhor dos Passos em 1831

Termo da Vila de São Carlos de Jacuhy , Sul do Estado de Minas Gerais , Brasil

1º quarteirão: fogo 2:

João Baptista Ribeiro, branco, 54, casado,   Lavrador

Francisca de Paula, mulher, branca, 46, casada

Joaquim, filho, branco, 18, solteiro

Manoel, filho, branco, 16

Izaac, filho, branco, 8

Marianna,filha, branca, 12

Candida, filha, branca, 10

Maria, filha, branca, 7

 

Entre seus filhos:

3-1-1 Jesuína Cândida Augusta de Paula e Souza aos 02-07-1815 casou com João Gualberto de Souza, filho de Antonio José de Mattos Carrijo e Inácia Apolonia de Souza (família “Souza Monteiro” Cap. 5º, § 4º).

B7: Casamentos - SJDRei, aos 02-07-1815 Capela Conceição da Barra desta matriz, Alferes João Gualberto de Soisa, f.l. Antonio Jose de Mattos Carrilho e Ignacia Apolonia de Souza; = cc. Jesuina Candida Augusta de Paula e Sz.ª, f.l. João Baptista Ribr.º e Francisca de Paula e S.ª. Nts/bts nesta sobredita freguesia.

 

3-2 Maria Justina da Silva, com 10 meses em 1784. Em 03-02-1796 casou com o Capitão Manoel Antonio Araújo, natural da freguesia de Santa Maria de Joães Arc. Braga, exposto em casa de Joana de Magalhães (termo de casamento no de genere do filho Joaquim).

Censo 23-04-1831 Madre de Deus, MG, fogo 1

Manoel Antonio de Araujo, Branco, 63, viuvo, lavrador

Antonio de Araujo, Branco, 11, familia

Manoel Antonio, Branco, 10, familia

29 cativos

          Capitão Manoel em 1831, era morador na Madre de Deus:

censo de Madre de Deus - 16-08-1840, 2º Quarteirão; 4

Manoel Antonio de Araujo, Branco, 75, viuvo, lavrador

Antonio Leite de Araujo, Branco, 19, solteiro, feitor

Manoel Justino, Branco, 15, familia

25 cativos

 

          Maria Justina foi inventariada em 1824 e Capitão Manoel faleceu em 17-05-1852 e foi inventariado no mesmo ano. Tiveram segundo seus inventários, neste site, 13 filhos:

3-2-1 Ana Umbelina da Conceição foi a segunda mulher de Francisco Ribeiro do Valle, batizado aos 02- 06-1792 na Capela da Piedade, filho de Joaquim José Ribeiro e Antonia Maria da Conceição, família “Antonio Vieira e Francisca de Macedo” § 2º

B7: Casamentos - SJDRei-MG, aos 05-09-1814 na ermida de Manoel Antonio, filial desta matriz. Francisco Ribeiro do Valle, viuvo de Magdalena Maria; = cc. Ana Umbelina da Conceição.

 

         Francisco Ribeiro do Valle casou pela primeira vez com sua sobrinha Madalena Maria, filha de sua irmã Maria Laureana Ribeiro e José Francisco Gonçalves. Para tanto pediu dispensa em processo corrido em Aiuruoca. Não tiveram filhos.

Em 1831 Francisco e Ana Umbelina moravam no Turvo, onde comparecem no censo.

censo do Turvo 5-12-1831, 3º Quarteirão, 25

Francisco Ribeiro do Valle, branco, 37, casado, agricultor

Anna Umbelina, branco, 34, casado, costureira

Marianna, branco, 14, solteiro,

Joaquim Pedro Ribeiro, branco, 13,

Manoel Joaquim, branco, 10,

Francisco, branco, 8,

Custodio, branco, 6,

Maria, branco, 5,

Jesuina, branco, 1,

Delfina, branco, "4/12

 

         Ana Umbelina, já falecida no inventário paterno (1852) foi representada pelos filhos de seu casal, moradores em Jacui-Dores de Guaxupé:

        Francisco faleceu viúvo em Guaxupé, com testamento aos 13-04-1860, reproduzido em inteiro teor por José Ribeiro do Valle, in “E Eles também cresceram e se multiplicaram” fls 27 e 28. Resumindo o documento:

 “Sou filho legitimo de Joaquim Ribeiro do Valle e Antonia Maria da Conceição, já falecidos. Natural da Capela de N Sra da Piedade do Rio Grande, fui c.c. Umbelina da Concição de qum tive os seguintes filhos: Mariana c.c. Francisco Antonio Carvalho; Manoel c.c. Esméria; Francisco solteiro; Custódio c.c. Maria; José c.c. Rita; Eugenio solteiro; Maria c.c. Francisco Vieira; Jesuína c.c. Joaquim Norberto; Defina c.c.Francisco de Assis Nogueira; Anna solteira; Francisca c.c. Geraldo Ribeiro; Cândida solteira; Umbelina solteira.” Determinou que fosse dividido entre os filhos o restante da terça, além do remanescente da herança do avô deles, Manoel Antonio, que ainda se achava entre os bens de seu casal. Declarou ter sido casado primeiro com Madalena de quem não teve filhos, e em segundas com D. Ana Umbelina. Deixou a fazenda da Barra em que morava com suas casas, senzalas etc ao filho Custódio e à filha Ana; o Engenho legou aos mesmos Custódio e Ana e a José e Eugenio, sob a condição de que só pudessem vender suas partes uns aos outros. 22-01-1857

 

3-2-1-1 Mariana, com 14 anos e solteira em 1831. Em 1857 estava casada com Francisco Antonio de Carvalho. Em maio de 1887 em Guaxupé, termo de Muzambinho, foi feito o inventário amigável dos bens de Francisco Antonio. As partilhas foram acordadas entre a viúva Dona Mariana Carolina Ribeiro e seu genro Manoel Joaquim Ribeiro do Valle, casado que foi com Esméria Cândida Ribeiro, já falecida, única filha de Francisco Antonio e Mariana. Manoel Joaquim, residente na Fazenda Bocaina em Guaxupé, nomeou o filho, Joaquim Augusto Ribeiro do Valle, como um de seus procuradores. Inventário de Francisco Antonio de Carvalho neste site, colaboração de Joaquim Augusto Bravo Cadeira.

3-2-1-2 Joaquim Pedro Ribeiro, com 13 anos em 1831. Não foi citado no testamento do pai.

3-2-1-3 Josuina, batizada aos 10-08-1819. Não é citada no censo de 1831 e sim sua irmã mais nova.

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos- aos 10 ago 1819 cap. Turvo, JOSUINA, fa. l. de Francisco Ribeiro do Valle e Anna Umbelina da Conceição; padr.: Jose Leite de Araujo e Delphina Candida.

3-2-1-4 Manoel, batizado aos 20-05-1821. Manoel Joaquim, com 10 anos em 1831.

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG --  batismos - aos 20 maio 1821 Madre de Deos, MANOEL, f.l. de Francisco Ribeiro do Valle e Anna Umbelina; padr.: Anastacio Leite Ribeiro e Francisca de Paula e Silva fregueses os padrinhos da A---oca e os pais desta.

3-2-1-5 Francisco, batizado aos 13-10-1822.

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - aos 13 out 1822 cap. Madre de Deos filial da freg. da vila de São João, FRANCISCO, f.l. de Francisco Ribeiro do Valle e Anna Umbelina, desta freguesia, padr.: alf. Vicente Ribeiro do Valle e Francisca de Paula Guimarães.

 

          Casou em Caconde aos 21-08-1861 com Inacia Francisca da Conceição, natural da Freguesia do Turvo, filha de Inácio Tristão de Campos e Ângela Francisca da Conceição. Com dispensa de consangüinidade de 4º grau misto de 3º. (Lv de Casamentos da Paroquia de Caconde de 1861, fls 32v, transcrito por inteiro por José Ribeiro do Valle, op cit, fls 39). Segundo petição feita por Custódio Ribeiro Leite (transcrita na obra supra citada fls 41) Francisco faleceu em Guaxupé e sua viúva contraiu novas núpcias e seu novo marido dissipou os bens dos filhos Francisco e José. Por terem as crianças ficado “em extrema pobreza”, Custódio pediu e obteve a guarda de Francisco.

3-2-1-6 José, batizado aos 11-07-1824. Não é citado no censo de 1831, mas foi legatário no testamento do pai. Estava então casado com Rita

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - aos 11 julho 1824 cap. Madre de Deos filial da v. de S. João, JOSE, f.l. de Francisco Ribeiro do Valle e Anna Umbelina da Conceição, padr.: Antonio de Carvalho Duarte e d. Anna Candida de Magalhaens.

3-2-1-7 Custódio, batizado aos 02-10-1825. Recebeu do pai parte da Fazenda da Barra. Em 1857 estava casado com Maria, 3-2-11-1.

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos - aos 02 out 1825 cap. Madre de Deos da vila de S. João, CUSTODIO, f.l. de Francisco Ribeiro do Valle e Anna Umbelina da Conceição, padr.: Jose Leite de Araujo e d. Maria Venancia Teixeira.

 

inv. materno 27-11-1856: 1- Maria Sabina Ferreira casada com Custodio Jose Ribeiro;

Procurações - Maria Sabina Ferreira casada com Custodio Jose Ribeiro passa procuração em Dores do Guaxupé, freguesia de Jacui. Moradores naquele Distrito;

 

3-2-1-8 Maria, com 5 anos em 1831. Maria Justina em 1852 estava casada com Francisco Vieira do Valle.

3-2-1-9 Jesuína, com um ano em 1831. Jesuina Cândida casou com Joaquim Norberto Ribeiro.

3-2-1-10 Delfina, com meses em 1831. Delfina Cândida Nogueira (ou de Jesus), dispensados do impedimento de consanguinidade em 2º grau misto de 3º, casou com Francisco de Assis Nogueira, filho de outro e de Ana Teodora Teixeira - família “José Rodrigues da Fonseca”, neste site, e SL. 6º, 419, 10-2

3-2-1-11 Eugenio, solteiro em 1857. Em 1865 Eugenio Ribeiro Leite foi nomeado cabo interino da 6ª Companhia e Batalhão nº 77 de Guaxupé (facsímile do documento publicado por José Ribeiro do Valle, op cit, fls 45)

3-2-1-12 Ana Gabriela, solteira, herdeira da Fazenda da Barra

3-2-1-13 Francisca de Paula Ribeiro, solteira com 19 anos em 1852. Casou com Geraldo Ribeiro

3-2-1-14 Cândida, com 15 anos em 1852. Solteira em 1857

3-2-1-15 Umbelina, com 13 anos em 1852. Idem

3-2-2 José Leite Araújo, com 22 anos em 1824. Casou com Matilde Cândida da Silveira.

3-2-3 Delfina Cândida de Jesus casada com Antonio Carvalho Duarte. Em 1852 moravam em Jacui.

3-2-4 Francisca de Paula e Silva, solteira, 18 anos em 1824. Casou com Tenente Jerônimo de Arantes Marques, filho de Antonio de Arantes Marques e Ana da Cunha de Carvalho, família “Bernarda Dutra da Silveira”.

         Já falecida em 1852 foi representada pelos filhos de seu casal:

3-2-4-1 Jerônimo de Arantes Marques Junior, solteiro, 24 anos em 1852.

3-2-4-2 Maria Madalena de Arantes casada com Eugênio Antonio de Araújo 3-2-10 abaixo

3-2-4-3 Francisco de Assis Arantes, solteiro, 22 anos

3-2-4-4 Ana Umbelina de Arantes casada com Manoel Justino de Araújo 3-2-13.

3-2-5 João Batista de Araújo, 17 anos em 1824. João Batista de Araújo Leite solteiro com 45 anos em 1852

3-2-6 Joaquim Leite de Araújo, batizado em 1807. Com 16 anos em 1824. Padre Joaquim Leite de Araújo.

(pesq. Moacyr Villela) AEAM – Mariana – ordenando numero 823

De Genere – Joaquim Leite de Araújo - abertura 17-10-1831

Natural de batizado na freguesia de São João Del Rei filho de Manoel Antonio de Araújo e Maria Justina Silva ela da freguesia de São João e aquele de Portugal. Ignora quem são seus avós paternos.

Neto materno de José Maria da Silva natural de Portugal e Ana cujo sobrenome dirão as testemunhas. Sobrinho do padre João Ferreira Leite ordenado neste Bispado e filho de uma sobrinha legitima do mesmo padre.

O capitão Manoel Antonio de Araújo foi exposto no seu nascimento e se ignora quem foram seus pais.

Assento anexo ao processo: Aos 03-02-1796 na Capela da Madre de Deus tendo por testemunhas o Doutor Joaquim da Silva Tavares e Manoel Marinho de Moura casaram Manoel Antonio de Araújo exposto em casa de Joana de Magalhães natural da Freguesia de Santa Maria de Joães, arcebispado de Braga, com Maria Justina da Silva filha legitima de José Maria da Silva e Ana Maria natural desta freguesia.

Declaração: “Sei por pessoas fidedignas que Joaquim Leite de Araújo... por não haver capelão na Madre de Deus foi batizado na Capela da Piedade no ano de 1807 sendo padrinhos o sargento Mor Joaquim Leite Ribeiro e sua mulher Dona Jacinta Maria de Almeida”

 

3-2-7 Francisco Antonio de Araújo, 14 anos em 1824. Aos 14-10-1835 casou com Querubina (Silvina) do Carmo.

B7: casamentos Igreja Nossa Senhora da Conceição (Carrancas, Minas Gerais) aos 14-10-1835 Francisco Antonio de Araujo e D. Querubina do Carmo; test.: Firmino Rois da Cruz e Francisco Alz Ferreira,

3-2-8 Carlos Eugenio de Araújo, 12 anos em 1824. não comparece nem é representado no inventário paterno.

3-2-9 Maria Leopoldina Leite (ou Araújo) com 11 anos em 1824. Aos 11-08-1830 casou com Vicente José Lopes, viúvo de Ana Lucia de Moura e filho do Capitão José Lopes de Araújo e Gertrudes Maria de Jesus. Geração neste capítulo, § 2º.

B7: Casamentos - SJDRei,. aos 11-08-1830 matriz, Vicente Jose Lopes, viuvo de D. Ana Lucia de Moura, morador na freguesia da Aiuruoca; = cc. D. Maria Leopoldina de Araujo, f.l. do Cap. Manoel Antonio de Araujo e D. Maria Justina da Silva, n/b nesta freguesia.

 

3-2-10 Eugênio Antonio de Araujo, com 9 anos em 1824. Casou com Maria Madalena de Arantes, filha do Tenente Jerônimo de Arantes Marques e Francisca de Paula Silva. Geração na família “Bernarda Dutra da Silveira” Cap. 2, § 6º.

3-2-11 Margarida Cândida de Araújo, com 7 anos em 1824. Casou com Francisco de Paula Ferreira, filho de João Alves Ferreira e Ana Quitéria de Jesus. Margarida faleceu em 17-01-1856 na Fazenda do Engenho de Carrancas. Compareceram em seu inventário (neste site) dez filhos, situação em 1856:

3-2-11-1 Maria Sabina Ferreira casada com Custódio José Ribeiro, 3-2-1-7.

3-2-11-2 José Eugênio Ferreira casado com Maria Cândida da Anunciação. Moradores na Vila de Barra Mansa-RJ. Pais de, q.d.:

3-2-11-2-1 Rodolfo Eugênio Ferreira, natural de Barra Mansa. Em Baependi aos 11-10-1876, dispensados do impedimento de consanguinidade de 3º grau, casou com Maria Cristina da Conceição, filha de Antonio Gonçalves Calheiros e Eufrasina Cândida de Jesus Filha.

B7: Baependi -lv. 9,  aos 11 outubro 1876 na olaria fazenda do sr. Antonio Gonsalves Calheiros.

Rodolpho Eugenio Ferreira e D. Maria Cristina da Conceição.

Ele f.l. de Jose Eugenio Ferreira, falecido, e de D. Maria Pereira da Anunciação, n. b. na cidade de Barra Mansa e morador na cidade de Baependi.

Ela f.l. de Antonio Gonsalves Calheiros e D. Eufrausina Candida de Jesus Filha, n. b. na freguesia de S. Tomé das Letras.

Dispensados do imp. De cons. 3º grau linha transversal.

Test.:Antonio Alves Pereira, Galiano Antonio Pereira, D. Guilhermina Martiniana das Dores, D. Helena Gabriella das Dores.

3-2-11-3 Ananias Ferreira de Araújo, solteiro, 19 anos;

3-2-11-4 Azarias Ferreira de Araújo, solteiro, 18 anos em 1856. Em S. Joaquim-RJ aos 14-09-1864, dispensados dos impedimentos de parentesco, casou com Francisca de Paula de Araujo Leite, filha de Eugenio Antonio de Araujo Leite e Maria Madalena de Arantes - família “Bernarda Dutra da Silviera” Cap. 2º.

S. Joaquim da Barra Mansa, RJ Lv. 2 de cas. fls. 1v aos 14-09-1864 em casas de residencia de Eugenio Antonio de Araujo. Azarias Ferreira de Araujo Leite, f.l. de Francisco de Paula Ferreira e D. Margarida Candida de Araujo = cc D. Francisca de Paula de Araujo Leite, f. de Eugenio Antonio de Araujo Leite e D. Maria Madalena de Arantes, desta freguesia. Dispensados dos impedimentos de parentesco. Jose Antonio da Silva e Antonio Teixeira Pinto.

3-2-11-5 Ana Cândida Ferreira casada com Francisco Antonio Pereira. Francisco faleceu aos 14-02-1890 foi inventariado pela viúva “que desistiu e foi seu filho Azarias de Paula Pereira”. Compareceram no inventário (neste site) oito filhos:

3-2-11-5-1 Azarias de Paula Pereira, maior, casado (o mesmo inventariante).

3-2-11-5-2 Gabriela Augusta Pereira casada com Cornélio Joaquim Pereira

3-2-11-5-3 Francisco Antonio Pereira Junior, casado.

3-2-11-5-4 América Onorina Pereira casada com Irineu Antonio Pereira

3-2-11-5-5 Galiano Antonio Pereira Sobrinho, solteiro, de vinte e quatro anos de idade

3-2-11-5-6 Margarida casada com José Julio Pereira

3-2-11-5-7 José Eugenio Pereira, solteiro, de dezessete anos de idade.

3-2-11-5-8 Júlio Emerenciano Pereira de idade de quatorze anos.

3-2-11-6 Gabriela Cândida, solteira, 14 anos;

3-2-11-7 João, 12 anos;

3-2-11-8 Francisca, 10 anos;

3-2-11-9 Margarida, 8 anos;

3-2-11-10 Francisco, 2 anos

3-2-12 Antonio, com 4 anos em 1824. Antonio Leite de Araújo casou com Mariana Umbelina Ribeiro

3-2-13 Manoel, com 3 meses em 1824. Manoel Justino de Araújo, inventariante paterno, casou com Ana Umbelina de Arantes 3-2-4-4 supra.

 

4- Padre João Ferreira Leite Ribeiro batizado em 14-06-1769.

S. João del Rei-MG e capelas filiadas bat aos catorze do mes de Junho de 1769 na capela de N. Sra da Madre de Deus bat a João, fl. de Jose Leite Ribeiro e Escolastica Maria de Jesus; foram padrinhos Domingos Francisco, casado e Margarida de Jesus cc Francisco João de Azevedo assistentes nos Dous Irmãos freguesia da Aiuruoca.

          Em testamento cerrado, aberto muitos anos depois de sua morte, reconheceu o filho:

4-1 Domiciano Leite Ribeiro.

in Familia Vidal Leite Ribeiro, Armando Vidal Leite Ribeiro - 1960

fls. 65: Paroquia de Nossa Senhora do Pilar

- De Columna Mater que cunctis vita - Arquidiocese de Mariana. São João del-Rei - Minas Gerais.

Registro do Testamento com que falleceo o Reverendo João Ferreira Leite Ribeiro.

         Em nome de Deos A mem. Eu o Padre João Ferreira Leite, querendo firmar a minha ultima vontade faço meo testamento na forma seguinte: Sou natural de Freguezia desta Villa, filho legitimo do Sargento Mor Joze Leite Ribeiro, e D. Escolastica Maria de Jesus já fallecidos. - Tenho hum filho de nome Domiciano Leite Ribeiro, legalmente perfilhado ao qual instituo herdeiro das duas partes de meus bens. - Nomeio meos testamenteiros em primeiro lugar ao Alferes Antonio Fernandes Moreira, em segundo a D. Delfina Roza mulher dêste, e em terceiro a meo filho Domiciano Leite Ribeiro, Substituindo hum ao e o outro conforme minha nomeação, e lhe concedo para a conta o tempo de quatro annos, e por premio do seo trabalho hum conto e seis centos mil réis. - O meo funeral se fara sem pompa, sendo meo corpo depozitado na Capella da Ordem terceira de São Francisco, onde será encommendado na forma do estilo, e sepúltado no Cemitério da mesma Ordem, e por minha alma se dirão nesse dia Missas de Corpo prezente de esmolla de dous mil e quatrocentos reis pelos Reverendos Sacerdotes, que se acharem nesta Villa., e se repartirão pelos pobres cincoenta mil réis, - Por minha alma se dirão cem Missa de esmolla do costume, e mais cincoenta da mesma esmolla, por alguma falta ou esquecimento, que eu tivesse, nas Missas, de que fui encarregado. - Sou remido em todas as Irmandades de que Sou Irmão nesta Villa, e por isso nada devo, a rezerva das Irmandades das Almas, onde não sou remido. - Declaro, que todos os Creditos indistintamente que se acharem em meo poder, passados a outros, a esses pertencem, e se lhes entregarão. Nessa forma hei por findo este meo testamento, e ultima vontade. São João sete de setembro de mil oitocentos e trinta e três. João Ferreira Leite Ribeiro. - e nada mais se continha em dito testamento, que bem e fielmente a qui fiz rezistar. - seguiasse a approvação. O Vig.º Luiz J. Dias Cust.º". - Fielmente copiado - Pe. Almir de Rezende Aquino - São João del-Rei, 5 de setembro de 1958.

 

5- Joaquim Leite Ribeiro, batizado aos 27-12-1772.

S. João del Rei-MG e capelas filiadas bat  aos 27-12-1772 na capela de N. Sra da Madre de Deus bat a Joaquim, fl. de Jose Leite Ribeiro e Escolastica Maria de Jesus; foram padrinhos Inacio da ---ha Porto e s/m Catarina Vitoria da Assunção.

          Aos 04-02-1799 casou com Jacinta Maria de Almeida, filha de Manoel Francisco da Silva e Ana Maria de Almeida; família “Manoel Francisco da Silva” Cap. 12.

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG, cas. -  aos 04 fev 1799 cap. Turvo -  Joaquim Leite Ribeiro, f.l. sarg. mor Joseph Leite Ribeiro e D. Escolastica Maria de Jesus, n. e b. freg. S. João del Rei;c/ Jacinta Maria de Almeida, f.l. de Manoel Francisco da Silva e Anna Maria de Almeida, n. e b. freg.  de Aiuruoca.

Joaquim faleceu em 17-03-1809 com testamento redigido na Corte do Rio de Janeiro aos 12-03-1809 (testamento em inteiro teor in “Família Vidal Leite Ribeiro, já citada, resumo neste site).

in Familia Vidal Leite Ribeiro, Armando Vidal Leite Ribeiro - 1960

fls. 69 in nota 8) SJDR Livro 1º de registro de óbitos de 1773 a 1823 da V.O.T.M. de São Francisco de Paula e a fls. 13 encontrei o seguinte assento:

         “N. 11 - Aos 17 de março de 1809 faleceu o sargento-mor Joaquim Leite Ribeiro e veio para esta Ordem conduzido huma sege amortalhado no Habito de Sto. Antonio foi encomendado e recomendado pelo nosso Rev. Par. Comigo e dez sacerdotes está sepultado na Catacumba nº a margem (11). e Para constar fêz êste têrmo”.

Foi representado no inventário materno pelos filhos, situação em 02-07-1823:

5-1 José Leite Ribeiro, de vinte e quatro anos. Casou com Maria Claudina de Jesus, filha de Joaquim Alves Carrijo e Mariana Claudina de Jesus, neta paterna de Manoel Alves Carrejo e Ana Maria da Apresentação (família “Alves Carrijo”) neta materna de Domingos Pereira de Carvalho e Escolastica Maria do Bom Sucesso (família “Amaro de Mendonça Coelho”). Pais de, q.d.:

5-1-1 Joaquim Leite Ribeiro de Almeida, batizado em 23-06-1824, padrinhos o avô materno e a avó paterna.

Igreja  N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - aos 23 junho 1824, capela S. Vicente d'Aldea de S. Luiz Beltrão, JOAQUIM, f.l. de Jose --- e d. Maria Claudina de Jesus, desta freguesia; padr.: Joaquim Alvares Carrijo avô materno e d. Jacinta -- de Almeida avó paterna, ---- da vila de S. João  -------- procuradora Floriana Alvares de Jesus.

 

         Em S. Joaquim-RJ aos 30-09-1846 casou com Francisca Rosa de Jesus, filha de Francisco Teixeira Pinto e Joana Alexandrina de Jesus. Geração na família “Os Barbosa Lima” § 5º.

(Pesq. Plinio Marcondes Carvalho)  L. 1 - 1831 / 1863 -  Casamentos - fl. 13 v. - Igreja de São Joaquim de Barra Mansa.

No dia trinta do mez de Septembro do anno de mil oito centos e quarenta e seis, pelas 4 horas da tarde, em casa de morada de Francisco Teixeira Pinto, com provisão do Rvmo. Vigário da Vara, em minha presença e na das testemunhas abaixo declaradas e assignadas, na forma do Ritual Romano e costumes deste Bispado, se casarão por palavras de presente, Joaquim Leite Ribeiro de Almeida, filho legitimo de José Leite Ribeiro e de sua mulher Maria Claudina de Jesús ; com Francisca Rosa de Jesús, filha legitima de Francisco Teixeira Pinto  e de sua mulher Joanna Alexandrina do Espirito Santo, foram testemunhas presentes, além de muitas, Theodorio Martins de Almeida e Antonio Maritins de Almeida, que assignarão. Declaro que os contrahentes foram dispensados em 4ð grao de consanguinidade pela linha transversal igual. E, para constar fiz este assento que assigno.

O Cura João da Silva Filho

Theodorio Martins de Almeida

Antonio Martins de Almeida.

         Comendador Joaquim, em Quatis-RJ aos 18-02-1888, casou com Emilia Coutinho de Siqueira, viúva de Francisco Teodoro Lopes de Siqueira, filha de José de Paula Coutinho e Ana Mathilde Franco.

(Pesq. Terezinha de Jesus Nunes de Souza) Registro Paroquial Quatis, RJ, lv. 2, Folha 33v - 18/02/1888 - Na fazenda da Conceição.

Commendador Joaquim Leite Ribeiro de Almeida e Dona Emilia Coutinho de Siqueira.

Ele, viuvo de Dona Francisca Maria de Almeida, com 63 anos, filho de Jose Leite Ribeiro de Almeida, falecido e Dona Maria Claudina de Jesus.

Ela, viuva de Francisco Theodoro Lopes de Siqueira, com 36 anos, filha de Jose de Paula Coutinho e Dona Anna Mathilde Franco Coutinho, falecido.

Testemunhas: Antonio Teixeira Pinto Sobrinho e Francisco Leite Ribeiro d'Almeida

5-1-2 Maria Jacintha de Almeida Leite casou com Joaquim da Silva Nogueira, filho de João da Silva Nogueira e Delfina Maria de Jesus casados aos 10-06-1809, neto paterno de João Francisco da Silva e Maria Custodia Nogueira (SL. 6º, 432, 7-2), neto materno de João Ribeiro do Valle e Theresa Francisca de Jesus (SL. 3º, 35, 5-2) .

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG, cas. - aos 10 junho 1809 cap. do Turvo - João da Silva Nogueira, f.l. de João Francisco da Silva e Maria Custodia Nogueira, n. e b. freg. de Baependi; c/ Delphina Maria de Jesus, f.l. de João Ribeiro do Valle e Theresa Francisca de Jesus, n. e b. nesta freguesia.

Pais de, e.o.:

5-1-2-1 João Leite Nogueira, aos 15-12-1888 casou com Lidia Leite de Mattos, filha de Joaquim Antonio de Mattos e sua segunda mulher Delphina Augusta de Almeida Leite, neta paterna de Francisco Joaquim de Mattos e Maria Clara da Silva, neta materna de José Leite Ribeiro e Maria Claudina de Jesus ja citados.

(Pesq. Terezinha de Jesus Nunes de Souza) Igreja de São Joaquim, Barra Mansa, RJ, lv. 2, Folha 66 - 15/12/1888. João Leite Nogueira, filho de Joaquim da Silva Nogueira cc Maria Jacintha Leite Nogueira, nascido e batizado em São Joaquim e Lydia Leite de Mattos, nascida e batizada em São Joaquim

Testemunhas: Francisco Leite de Mattos e Julio Osorio da Silva

5-1-2-2 José Leite Nogueira, aos 26-07-1867 em S. Vicente Ferrer de Resende-RJ, casou com Francisca de Paula Teixeira, filha de Joaquim Teixeira Pinto e sua primeira mulher Maria Candida do Nascimento (ou Sta Maria ou de Jesus). Geração na família “Os Barbosa Lima” Cap. 10º, § 7º.

5-1-2-3 Delfina Leite Nogueira, em S. Joaquim aos 24-07-1875, casou com Basilio Alves Nogueira, filho de João Alves da Paixão e Francisca Cândida Nogueira, neto paterno de José Alves Antunes e Emerenciana Bárbara de Campos, neto materno de João da Silva Nogueira e Delfina Maria de Jesus já citados (família “Os Alves Antunes”).

(Pesq. Terezinha de Jesus Nunes de Souza)  Registro Paroquial São Joaquim, Barra Mansa, RJ, lv. 1, Folha 22v - 24/07/1875. Basilio Alves Nogueira, filho de João Alves da Paixão cc Francisca Candida Nogueira, e Delfina Leite Nogueira, filha de Joaquim da Silva Nogueira cc Maria Jacintha Leite Nogueira

Testemunhas: Ignacio Francisco da Silva e José Carlos de Almeida

5-1-2-4 Antonio, batizado aos 20-07-1845

(Pesq. Terezinha de Jesus Nunes de Souza) Registro Paroquial São Joaquim, Barra Mansa, RJ, lv. 1, Folha 50 - 20/07/1845 - Antonio, nascido há 28 dias, filho de Joaquim da Silva Nogueira e Maria Jacintha de Almeida Leite, NP João da Silva Nogueira e Delfina Maria de Jesus; NM Jose Leite Ribeiro e Maria Claudina de Jesus. Padrinhos: Diogo Alves Pereira e Maria da  Conceição Nogueira

5-1-2-5 Ana, batizada aos 24-09-1848

(Pesq. Terezinha de Jesus Nunes de Souza)   Igreja N. Sra. do Amparo,  lv. bat. 3,  1849 a 1857 Fl 32v, 24/09/1848, Anna, nsc 15/08, fl Joaquim da Silva Nogueira Maria Jacintha de Almeida. Padr: Antonio Alves Carrijo e Anna Jacintha.

5-1-3 Floriana Alexandrina Leite Ribeiro casou com João Pereira de Carvalho, filho de Gabriel Antonio de Carvalho e Claudina Maria de Jesus. Geração na família “Antonio Ribeiro de Mattos”.

5-1-4 Ana Firmina de Almeida Leite, batizada aos 01-11-1828. Em S. Joaquim aos 14-08-1847, casou com Antonio Alves Carrijo, filho de Joaquim Alves Carrijo e Mariana Claudina de Jesus, família “Alves Carrijo”.

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos - aos 01 nov 1828 Ermida da Bocaina, ANNA, f.l. de Jose Leite Ribeiro e Maria Claudina de Jesus, padr.: Jose Alves Carrijo pp apres. Joaquim Alves Carrijo e d. Anna Fermina Leite pp apres. d. Delfina Maria de Jesus, padrinho do Curato das Dores bispado do Rio e a madrinha da freg. de S. João e os pais de Aiuruoca.

 

Igreja de São Joaquim, Barra Mansa, RJ, lv. 1, Folha15 - 14/08/1847 Antonio Alves Carrijó, filho de Joaquim Alves Carrijó cc Marianna Claudina de Jesus, nascido e batizado no Curato de São Joaquim e Anna Firmina de Almeida Leite, filha de José Leite Ribeiro (falecido) cc Maria Claudina de Jesus, nascida e batizada em São Joaquim. Testemunhas: Joaquim Leite Ribeiro e Antonio Jacinto de Carvalho (Pesq. Terezinha de Jesus Nunes de Souza)

5-1-5 Mariana Alexandrina de Almeida Leite, aos 14-08-1847, casou com João Alves Carrijo, irmão de Antonio supra. Com geração na família “Alves Carrijo”.

Igreja de São Joaquim, Barra Mansa, RJ, lv. 1, Folha 15v - 14/08/1847 João Alves Carrijó, filho de Joaquim Alves Carrijó cc Marianna Claudina de Jesus, nascido e batizado no Curato de São Joaquim e Marianna Alexendrina de Almeida Leite, filha de José Leite Ribeiro de Almeida cc Maria Claudina de Jesus, nascida e batizada em São Joaquim.

Testemunhas: Joaquim Leite Ribeiro de Almeida e Antonio Jacinto de Carvalho (Pesq. Terezinha de Jesus Nunes de Souza)

5-1-6 Delphina Augusta de Almeida Leite, batizada em 16-12-1832. Aos 11-01-1851 casou com Joaquim Antonio de Mattos, viúvo de Maria Madalena Nogueira, filho de Francisco Joaquim de Mattos e Maria Clara da Silva, neto paterno de Matias da Silveira de Andrade e Francisca Joaquina de Mattos, neto materno de Germano Francisco Braga e Ana Luzia da Silva, família “Manoel Francisco Braga”.

(Pesq. Plinio Marcondes Carvalho)  lv. 1, fls. 6v. aos 16 dezembro 1832 Delfina, f. leg,. de Jose Leite Ribeiro de Almeida e Maria Claudina de Jesus; padr.: Antonio Jose de Mattos por seu bastante procurador Victorianno Martins de Almeida e Delfina Alves de Jesus.

 

(Pesq. Terezinha de Jesus Nunes de Souza) Igreja de S. Joaquim, RJ  lv. 1, Folha 17 - 11/01/1851 -Joaquim Antonio de Mattos, viuvo de Maria Magdalena Nogueira e Delfina Augusta de Almeida Leite, filha de José Leite Ribeiro de Almeida cc Maria Claudina de Jesus. Testemunhas: José Joaquim de Mendonça e Antonio Marcondes do Amaral Neto

 

Delfina, viúva, faleceu aos 27-09-1910. Com geração.

Cartorio de Registro Civil São Joaquim, Barra Mansa, RJ, lv. C-3, Fls. 190 nº 41 aos 28 setembro 1910 declarante João Leite Nogueira.

Faleceu ontem em domicilio neste distrito, sua sogra Dona Delphina Augusta Leite de Mattos, branca, 78 anos, natural deste estado. Filha de Jose Leite Ribeiro de Almeida e Maria Claudina de Jesus.

Viúva de Joaquim Antonio de Mattos deixa os filhos: Olympia Augusta de Mattos com 58 anos, Francisca Leite de Mattos 57, Carlos Augusto Leite de Mattos 53,  Lydia Leite de Mattos 51. Francisco Leite de Mattos 49 e Lindolpho Leite de Mattos 45. Cemiterio da Irmandade dos Passos.

5-1-7 Francisco Leite Ribeiro de Almeida, em Quatis-RJ aos 06-11-1858, casou com Altina Maria Franco, filha de Francisco Ferreira Franco e Domiciana Maria da Conceição, sepultada em Quatis aos 28-10-1887, neta paterna de Custódio Ferreira da Silva e Escolástica Maria Franco (SL. 2º, 293: 7-2), neta materna do Alferes José Cordeiro Silva Guerra e Maria Izabel

Pesquisa de Plinio U. Marcondes Carvalho em Quatis-RJ:

L. 1 - 1853 / 1880 - Casamentos - fl. 19 v. - Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Quatis de Barra Mansa-RJ, 6.11.1858 - test. José de Paula Coutinho e Diogo Alves Pereira - em casa do morador e fazenda de Francisco Ferreira Franco - nub. Francisco Leite Ribeiro de Almeida e D. Altina Maria Franco - ele, fl. de José Leite Ribeiro de Almeida e de D. Maria Claudina de Jesús - ela, fl. de Francisco Ferreira Franco e de D. Domicianna Maria Franco

 

Igreja de Nossa Senhora do Rosário  -livro  de  óbitos  nº 3, Fl. 78 v. - n. 74 - Aos vinte e oito dias do mez de outubro de mil oito centos e oitenta e sette, nesta Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Quatis da Barra Mansa, com 86 annos de edade - D. Domicianna Maria Franco - fl. do fallecido José Cordeiro da Silva Guerra e de D. Maria Izabel, viuva de Francisco Ferreira Franco - falleceo do coração.

 

L. 1 - 1853 / 1858 - Batizados - fl. 6 - Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Quatis de Barra Mansa; 16.12.1853 - Allinda - n. 4.11.1852 - fl. de Francisco Ferreira Franco e D. Domicianna Maria da Conceição - np. de Custódio Ferreira da Silva e D. Escolástica Maria Franco - nm. do Alferes José Cordeiro Silva Guerra e D. Maria Izabel, já fallecida, nat. da província de São Paulo - fp. o Revdo. Pe. Ignácio Ferreira Franco e Nossa Senhora.

 

5-1-7-1 Analia Leite Franco casou com seu primo Luiz Ferreira Franco 5-1-7-2 abaixo

5-1-7-2 José Leite Ribeiro de Almeida, em Quatis aos 02-04-1914, casou com Maria Rodrigues Gomes, filha de João Rodrigues Gomes e Maria Augusta Gomes

Livro nº 3 de casamentos paroquiais de Quatis, Folha 62 - 02/04/1914 José Leite Ribeiro de Almeida e Dona Maria Rodrigues Gomes.

Ele, solteiro, filho de Francisco Leite Ribeiro de Almeida e Dona Altina Franco d'Almeida Leite, natural dessa freguesia e ela, solteira, filha de João Rodrigues Gomes e Maria Augusta Gomes

Testemunhas: Lindolpho Leite Ribeiro de Almeida e João Rodrigues Gomes (Pesq. Terezinha de Jesus Nunes de Souza)

 

5-1-8 Maria Cândida de Almeida Leite, aos 24-05-1853 casou com Firmino Ferreira Franco, filho de Francisco Ferreira Franco e Domiciana Maria da Conceição já citados.

(Pesq. Plinio Marcondes Carvalho) lv. 1, fls. 24 aos 24 maio 1853 Firmino Ferreira Franco, f.l. de Francisco Ferreira Franco e Domicianna Ferreira Franco, n. e bat. na freguesia de N. Sra. do Rosario, com Maria Candida de Almeida Leite, f.l. do falecido Jose Leite Ribeiro e Maria Claudina de Jesus, n. e bat. nesta freguesia de São Joaquim. Testemunhas: Francisco Ferreira Franco e João Alves Carrijo

5-1-8-1 Francisco Ferreira Franco, batizado aos 01-09-1824 em Quatis-RJ. Em S. Joaquim aos 29-11-1863, casou com Luiza Alexandrina Teixeira, filha do Capitão Antonio Teixeira Pinto Sobrinho e Maria Luisa de Oliveira. Segunda vez casou com Albertina Leite Franco (família “Os Barbosa Lima” I- Cap. 10º, § 5º)

5-1-8-2 Luiz Ferreira Franco casou com Analia Leite Franco 5-1-6-1 supra. Tiveram, q.d.:

5-1-8-2-1 Noemia, nascida aos 29-08-1893.

Cartorio de Registro Civil São Joaquim, Barra Mansa, RJ, lv. A-2, Fls. 85 nº 136 aos 03 setembro 1893 declarante Luiz Ferreira Franco casado em Quatiz com Analia Leite Franco, ambos naturais deste estado, lavradores e residentes neste distrito.

Nasceu aos 29 de agosto, feminino, branca, Noemia, filha do declarante.

Avos paternos major Firmino Ferreira Franco e Maria Candida Leite Franco; maternos Francisco Leite Ribeiro de Almeida e Altina Franco de Almeida Leite.

5-1-8-3 Rita Leite Franco casou com Joaquim Rodrigues Teixeira de Sampaio, filho de José Rodrigues Pinto de Sampaio e Honória Maria da Conceição Teixeira. Geração na família “Os Barbosa Lima” I- Cap. 10º, § 7º.

5-1-8-4 Alipio Ferreira Franco casou com Maria da Glória de Abreu, filha de Anacleto Leite de Abreu Toledo e Francisca Carolina de Mattos, neta paterna de Jose Ventura de Abreu e Felicidade Perpetua do Sacramento, neta materna de Antonio Jose de Mattos e Anna Josepha de Souza Leite (família “Os Teixeira de Souza” -Josefa de Souza Monteiro.

Entre seus filhos:

5-1-8-4-1 Pedro, nascido aos 30-06-1894.

Cartorio de Registro Civil Amparo, Barra Mansa, RJ, Brasil, lv. A-4, Fls. 60v. nº 119 aos 05 julho 1894 declarante Alipio Ferreira Franco. Nasceu aos 30 junho na fazenda Santa Luiza de sua propriedade, branca, masculino, Pedro, 6º filho do declarante e Maria da Gloria de Abreu Franco, fazendeiros, naturais e residentes neste distrito. Avos paternos Firmino Ferreira Franco falecido e Maria Candida Leite Franco; maternos Anacleto Leite de Abreu falecido e Francisca Carolina Mattos de Abreu.

 

5-2- Maria Venância (ou Cândida), 22 anos em 1823.

5-3- Ana Zeferina, 21 anos

5-4- Mariana Carlota (ou Custódia) de Almeida Leite, aos 26-11-1818 casou com José Bento Ferreira (Guimarães) neste capítulo, § 2º, 7-2.

B7: SJDRei, aos 26-11-1818 matriz, Jose Bento Ferreira, f.l. Cap. Bento Jose Ferreira e D. Ignacia Candida de Jesus, n/b na freg. Aiuruoca; = cc. Mariana Custodia de Almeida, f.l. do Sar. Mor Joaquim Leite Ribeiro e D. Jacinta Maria de Almeida.

          Em 1856 Mariana registra terras em Barra Mansa.

S Sebastião, Barra Mansa, RJ (1854-1857) lv. 10, fls. 23, 32-  28 fev 1856, no lugar Anno Bom, e confronta com: com. Jose Justinianno Silva, D. Balbina Cressiana de Souza e seus filhos, Jose Pereira Leal, João Gomes Marcondes, Diogo Barbosa Lima. Marianna Carlota de Almeida Leite Guimarães e Filhos.

6- Capitão Antonio Leite Ribeiro, natural de São João del Rei. Casou em Aiuruoca aos 08-05-1797 com Bernardina Constança de Barros, natural de Aiuruoca, filha do Capitão José de Barros Monteiro, natural da Freguesia de S. Martinho Bispado do Porto e Ana Teresa da Assunção, natural de Prados, neta paterna Manoel Ribeiro de Barros e Rosa Monteiro, neta materna de Francisco Rodrigues Goulart, da Ilha do Pico e Leonor da Assunção, de Prados.

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG, cas.- aos 08 maio 1797 Antonio Leite Ribeiro, f.l. do Sargento mor Joseph Leite Ribeiro e D. Escolastica Maria de Jesus, n. e b. freg. de S. João del Rei; c/ Bernardina Constança de Barros, f.l. do Cap. Joseph de Barros Monteiro e D. Anna Theresa da Assumpção, n. e b. nsta freg. de Aiuruoca.

 

Igreja  N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos-  aos 14 set 1777 FRANCISCO, f.l. do cap. Joze de Barros Monteiro n. freg. de S. Martinho de Aliviado do bisp. do Porto e Anna Teresa da Assunçam n. da freg. Sra. Conceição dos Prados; np de Manoel Ribeiro de Barros n. da dita freg. de S. Martinho e s/m Rosa Monteiro n. da freg. de Sto. Martinho de Fornos bispado do Porto; nmaterno de Francisco Rodrigues Goulart n. da Ilha do Pico e s/m Leonor da Assunção n. da freg. dos Prados; padr.: Revdo. Matias Pinto de Andrade e D. Margarida Clara de Azevedo mulher de Manoel Marinho de Moura.

 

Foram moradores em Conceição da Barra:

Censo Nazare, freguesia de N.S. Conceição da Barra, 1831, fogo 93

ANTONIO LEITE RIBEIRO, chefe do fogo, branco, 56, casado

BERNARDINA CONSTANCIA, cônjuge, branco, 52, casado

CONSTANCIA BERNARDINA, dependente, branco, 20,solteiro

FRANCISCO THOMAS LEITE, dependente, branco, 18, solteiro

JOSE BERNARDO LEITE, dependente, branco, 16, solteiro

BERNARDINA DE BARROS, dependente, branco, 14, solteiro

CUSTODIO LEITE, dependente,branco, 12, solteiro

97 escravos

 

Bernardina faleceu aos 08-05-1839 e Capitão Antonio aos 16-05-1848. O inventário conjunto do casal foi aberto aos 19-01-1855 em São João del Rei pelo filho Capitão José Bernardino Leite Ribeiro. Deixaram casa em Nazaré, a Fazenda Ribeiro Lindo (ou Fundo), partes na Fazenda de Nazaré, a fazenda Gavião e Serra Negra, situada no município do Patrocínio-MG, a fazenda que foi de Miguel José da Silva em Caconde nas margens do Rio Pardo município da Vila de Caldas, a Fazenda Sete  Lagoas na Vila Franca do Imperador na província de São Paulo, entre outras.

Dez filhos, entre vivos e falecidos, constam do inventário (neste site) do casal:

6-1 Luciano Leite Ribeiro.

6-2 Maria Cândida de Barros

6-3 Francisca Bernardina do Sacramento

6-4 Mariana Osória Leite.

6-5 Constança Bernardina Pereira Leite

6-6 Francisco Thomas Leite Ribeiro

6-7 José Bernardino Leite Ribeiro

6-8 Ana Bernardina Leite

6-9 Bernardina Constança de Barros Leite

6-10 Custódio Leite Ribeiro.

 

 

6-1 Luciano Leite Ribeiro, batizado em 19-08-1798. Casou com Ana Jesuína Cândida Teixeira Leite, filha de Francisco José Teixeira e Francisca Bernardina do Sacramento Leite Ribeiro  8 abaixo.

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos- aos 19 ago 1798 Turvo, Luciano, f.l. de Antonio Leite Ribeiro e Bernardina Constancia de Barros; padr.: sargento mor Joseph Leite Ribeiro com pp. que apresentou o cap. Joseph de Barros Monteiro e s/m d. Anna Theresa da Assumpção. Todos desta freguesia.

 

Luciano já era falecido em 06-10-1853 quando sua viúva assina procuração. “Luciano Leite Ribeiro juntamente com sua mulher, em data de vinte e seis de Abril do ano de mil oitocentos e cinquenta e dois por Escritura, fizeram renúncia da herança que lhes competia por falecimento dos inventariados seus pais recaindo essa mesma herança em favor de seus sobrinhos abaixo declarados”: filhos de suas irmãs Francisca, Mariana, Ana, Bernardina e Maria.

 

6-2 Maria Cândida de Barros, batizada aos 30-09-1799, casou três vezes.

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos- aos 30 set 1799 Turvo, Maria, f.l. de Antonio Leite Ribeiro e Bernardina Constancia de Bayrros; padr.: Alf. Francisco Pinto de Magalhães e D. ---ciana filha do Cap. Jose de Bayrros; o padrinho da freguesia de S. João e os mais desta freguesia.

          Em primeiras núpcias com Joaquim José Pereira. Segunda vez com Francisco Potenciano da Silva falecido em Batatais em 1841, filho de Manoel Francisco Potenciano e Laureana Zeferina Leonarda de São José, família “João Francisco da Silva”. Terceira vez, Maria Cândida casou com Antonio Glauceste Junqueira

 

          Filhos de Maria Cândida e Joaquim José, q.d:

6-2-1 José Pereira Leite, nascido em Conceição da Barra, com 18 anos em 1834, quando depôs no processo de dispensa matrimonial de sua irmã Mariana Cândida do Sacramento. Era então morador em Cana Verde, Batatais-SP. Em 1846 foi chamado para assumir a curatela de suas irmãs menores, filhas do segundo casamento de sua mãe. Já era falecido em 1862.

“Solteiro, natural da freguesia da Conceição da Barra Bispado de Mariana e morador na da Cana Verde, vive da lavoura, e de idade disse ter 18 anos; disse ser irmão da oradora e primo do orador em quarto grau (...) (aa) Joze Pereira Leite.”

 

“Diz Virginia Cândida Augusta Leite que ela suplicante não tem tutor para responder, pois o seu tutor era o finado Jose Pereira Leite e com seu falecimento ficou a suplicante sem tutor e por isso espera que V. Sa. suprima essa falta como for de lei e justiça.

Deferindo a replica, responda o curador geral, convindo passa-se o alvará de licença. Batatais 17-06-1862”

 

6-2-2 Mariana Cândida do Sacramento. Batizada em Batatais-SP, onde casou com seu primo em quarto grau misto de terceiro, Camilo de Lelis da Silva, filho de Manoel Francisco Potenciano, e Laureana Zeferina Leonarda de São José, neste capitulo § 4º-3. Mais informações na família “João Francisco da Silva”.

 

6-2-3 Bernardina Flora de Barros, herdeira do tio Luciano. Em 1837 requereu dispensa de consangüinidade para casar com José Francisco Potenciano, irmão inteiro de Camilo de Lellis supra e também de seu padrasto Francisco Potenciano da Silva.  Em 1855 era viúva. Geração na familia “João Francisco da Silva”.

 

Maria Cândida e Francisco Potenciano tiveram três filhas arroladas no inventário dele (neste site)  e também nomeadas no inventário dos avós maternos, todas solteiras em 1855, idades mais ou menos e também herdeiras do tio Luciano. Eram tuteladas por Joel Pereira Leite e moradores no Termo da Vila de Batatais.

6-2-4 Iria com sete anos quando do inventário do pai, 16 anos em 1855. Iria Placedina de Barros em 1864 estava casada com Francisco Antonio de Rezende, moradores em Batatais-SP.

6-2-5 Maria, com 15 anos em 1855. Maria Cândida de Barros aos 15-04-1860 em Batatais-SP casou com Francisco das Chagas Terra, filho de Francisco Joaquim Terra e Emerenciana Frausina das Dores; família “Miguel Lopes da Silva”.

6-2-6 Virginia, com 14 anos no inventário da avó paterna. Virginia Cândida Augusta Leite aos 18-06-1862 em Batatais casou com José Simão de Azevedo, filho de Simão Antonio de Azevedo.

6-3 Francisca Bernardina do Sacramento, casada com Manoel Tomás de Aquino, filho do Capitão Tomás de Aquino Alves falecido com testamento (neste site) aberto em 23-12-1840, neto paterno de Gregório José Alves e Catharina Maria do Espírito Santo. Geração na família “Gregório José Alves”.

          Em 1831 moravam no Turvo onde Manoel era Juiz de Paz:

censo do Turvo 5-12-1831, 13º Quarteirão,  27

Manoel Tomas de  A(quino) *, branco, 35, casado

* escrutinador assembleia 1834, 124 votos.primeiro Juiz de Paz eleito

Francisca Bernardina, branco, 27, casado

Antonio, branco, 11

Iria, branco, 10

Mariana, branco, 9

Joaquina, branco, 8

Anna, branco, 6

Francisco, branco, 2

Entre seus filhos, os abaixo foram herdeiros do tio Luciano:

6-3-1 Joaquim Leite de Aquino, casado Ana Ricardina de Aquino, moradores em São José do Rio Preto.

6-3-2 Maria Leopoldina de Aquino Leite, casada com seu tio materno Capitão José Bernardino Leite Ribeiro

6-3-3 Bernardina Constança de Aquino, casada com Manoel Mancio de Aquino, moradores no Distrito de São José do Rio Preto município da Vila de Santo Antonio do Paraibuna Comarca do Rio Paraibuna.

6-3-4 Ana Esméria de Aquino, solteira, com 24 anos em 1855.

6-3-5 Constança Bernardina de Aquino, solteira, 16 anos.

6-3-6 Rosalina Augusta de Aquino, 14 anos.

6-4 Mariana Osória Cândida Leite, aos 28-07-1825, casou com Joaquim Rodrigues de Aquino, irmão de Manoel Thomás de Aquino supra, família citada. Joaquim em 1855, tutor de seus filhos menores, residia no Distrito de São José do Rio Preto Termo da Vila de Santo Antonio do Paraibuna Comarca do Rio Paraibuna, Minas.

Mariana já era falecida em 1855 e foi representada pelos filhos, situação em 19-01-1855 idades cerca de:

6-4-1 Mariana Alexandrina, casada com Tomás José Cândido Laranja, moravam no Distrito de São José do Rio Preto. Herdeira do tio Luciano

6-4-2 Francisca Osória Leite, casada com Ildefonso Monteiro de Barros

6-4-3 Ana Ricardina de Aquino Leite, casada com Joaquim Leite de Aquino

6-4-4 Thomas de Aquino Leite, solteiro, com vinte anos.

6-4-5 José Bernardino de Aquino Leite, solteiro, dezoito anos.

6-4-6 Ambrosina Cândida de Aquino, solteira, dezesseis anos. Herdeira do tio Luciano

6-4-7 Delfina Amélia de Aquino Leite, solteira, quinze anos. Herdeira do tio Luciano

6-4-8 Joaquina Carolina de Aquino, treze anos. Herdeira do tio Luciano

6-4-9 Joaquim Rodrigues de Aquino Júnior, nove anos.

6-5- Constança Bernardina de Barros Leite (ou Pereira Leite), casada com o viúvo Ildefonso José Pereira, o qual faleceu depois dos inventariados e deixou filhos. Ildefonso era filho de Manoel Pereira e Sá e Maria Francisca de Jesus § 1º, 1-8 deste capítulo.

6-6- Francisco Thomás Leite Ribeiro casado com Leopoldina Cândida de Barros, em 1854 eram moradores na Freguesia de Santo Antonio de Pádua Termo da cidade de Campos dos Goitacases.

6-7- José Bernardino Leite Ribeiro, inventariante dos pais. Casado com sua sobrinha Maria Leopoldina de Aquino Leite 3-4 supra.

6-8- Ana Bernardina Leite casada com o Coronel Pedro Pereira do Couto. Em 1831 moravam em Conceição da Barra:

Censo Nazare, freguesia de N.S. Conceição da Barra, 1831, fogo 94

PEDRO PEREIRA DE COUTO, chefe do fogo, branco, 28, casado

ANNA BERNARDINA, cônjuge, branco,16, casado

          Em 1852 eram moradores no Distrito do Bom Despacho, Termo de Pitangui.

Ana e Coronel Pedro tiveram, legatárias do tio Luciano, as filhas:

6-8-1 Amélia Augusta do Couto Leite, casada com Francisco Xavier Lopes Cansado. Em 1854, quando passam procuração, o casal era morador na Paróquia da Senhora Santa Ana do Rio de São João Acima Termo da Vila de Pitangui.

6-8-2 Placedina, solteira, com oito anos pouco mais ou menos em 1855.

6-9- Bernardina Constança de Barros Leite casada com o Tenente Gabriel Gonçalves Lopes, filho do Alferes José Gonçalves Lopes e Francisca Maria de Jesus. Tenente Gabriel foi casado em primeiras núpcias com Rita Vitalina de Andrade, família “João Alves Campos”.

          Bernardina e Gabriel em 1852 eram moradores no Distrito de Nazaré quando passam procuração. Bernardina faleceu 10-03-1887 e foi inventariada no mesmo ano. Teve, segundo seu inventário (neste site) sete filhos, situação em 24-05-1887:

6-9-1 Antonio Gabriel Gonçalves Leite, casado com Dona Malvina Augusta Alves Leite.

6-9-2 Ricardina Augusta Leite, com quatorze anos pouco mais ou menos em 1855, legatária do tio Luciano. Solteira em 1887.

6-9-3 Gabriela Augusta Leite casada com Geraldo Theodoro de Carvalho.

6-9-4 Francisco Gabriel Gonçalves Leite, casado com Maria Olimpia Ferreira Leite.

6-9-5 Carlos Augusto Gonçalves Leite, casado com Maria Romualda das Chagas Leite.

6-9-6 José Eugênio Gonçalves Leite, solteiro, demente.

6-9-7 Gabriel Gonçalves Leite, casado com Maria Umbelina de Nazaré.

6-10- Custódio Leite Ribeiro, casado com Iria Placedina de Aquino Leite. Em 1855 eram moradores no Distrito de São José do Rio Preto.

 

7- Maria Custódia da Assumpção, aos 15-06-1794, casou com Francisco Pinto de Magalhães, filho de Bento Pinto de Magalhaes e Maria do Rosário Accioli de Albuquerque (família “Bento Pinto de Magalhães”).

(RMJ) Matriz de Nossa Senhora do Pilar SJDR e capelas filiadas - Aos quinze de Junho de mil setecentos e noventa e quatro nesta villa de Sam Joam de El Rei pelas quatro horas da tarde feitas as Canônicas diligencias sem se descobrir impedimento algum como consta da Provisam do Revdo Doutor vigário da Vara em presença das testemunhas o Capam digo Capitam Gonçalo Frerreira de Freitas e Capitam Luiz Cardoso Fortes e outras muitas administrei o Sacramento do Matrimonio que por palavras de prezente celebraram Alferes Francisco Pinto de Magalhaens filho legitimo de Bento Pinto de Magalhaens e Dona Maria do Rozario Archiol de Albuquerque = e Dona Custodia da Assupção filha legitima do Sargento Mor Jose Leite Ribeiro  e Dona Escolástica Maria de Jesus, ambos naturais e baptizados nesta Freguesia e meos Paroquianos e logo lhes dei as bençoens na forma do Ritual Romano.

O Vigº Anto Costa de Almda Villas Boas

          Francisco faleceu aos 10-05-1820, sem testamento e teve, segundo seu inventário (neste site) os filhos, situação em 03-07-1820:

7-1 Ana Custódia de Magalhães, solteira de 25 anos em 1820 (SL: 6º, 272, 6-2).

7-2 Francisca de Paula de Magalhães aos 24-10-1814 casou com Manuel José da Costa Machado, natural da freguesia de Santa Eulalia, filho de Manoel José da Costa e Ana Rita.

B7: Casamentos - SJDRei, aos 24-10-1814 Capela de Nazaré, Manoel Jose da Costa, f.l. Manoel Jose da Costa e Ana Rita, n/b na freg. S. Eulalia; = cc. D. Francisca de Paula de Magalhães, f.l. Alf. Francisco Pinto e D. Maria Costodia.

Pais de, pelo menos:

7-2-1 Pedro José da Costa Machado, batizado em 05-05-1822. Aos 28-09-1843 casou com Mariana Jesuína da Rocha, filha do Cap. José Moreira da Rocha e Maria Josefa da Conceição; família “Antonio Furquim”.

Matriz de Nossa Senhora do Pilar e Capelas Filiadas, aos 05-05-1822 Pedro, f.l. Alf. Manoel Jose da Costa Machado e D. Francisca de Paula de Magalhães, padr.: Alf. Joaquim Castro Souza e s/m D. Mariana Candida de Jesus.

 

Matriz de Nossa Senhora do Pilar e Capelas Filiadas aos 28-09-1843 Pedro Jose da Costa Machado, branco desta, f.l. do falecido Manoel Jose da Costa Machado e Francisca de Paula Magalhães = cc Mariana Jesuina da Rocha, branca desta, f.l. Cap. Jose Moreira da Rocha e Maria Josefa da Conceição. Test.: Cap. Francisco Jose Teixeira, casado e Sabino de Almeida Magalhães, casado.

 

7-3 José Leite de Magalhães, de 20 anos. Em 1829, provavelmente, era o casado com Ana Silvéria da Matta, filha de José Antonio Pereira e Joana Silvéria da Matta (Família “Domingos Antonio Pereira”, neste site)

7-4 João Leite, de 18 anos.

7-5 Francisco Leite, de 17 anos.

7-6 Antonio, de 12 anos. Antonio Leite Pinto casou com sua prima irmã Maria Jesuína Leite Ribeiro, filha de Floriano Leite Ribeiro e Ana Josefa de Souza, 12 abaixo. Foram moradores em Valença,RJ. Geração em “Os Teixeira de Souza, Cap 1º.

7-7 Maria, de idade de 10 anos.

7-8 Mariana, de idade de 7 anos (SL: 6º, 272, 6-2)

7-9 Delfina, de 4 anos. Comparar com Delfina Leocádia de Almeida Magalhães Pinto, casada com Sabino de Almeida Magalhães, família “Bento Pinto de Magalhães.

 

8- Francisca Bernardina do Sacramento Leite Ribeiro, batizada em 12-07-1779, casou com Francisco José Teixeira, filho de Francisco José Teixeira e Ana Josepha de Souza. Geração na família “Os Teixeira de Souza”.

S. João del Rei-MG e capelas filiadas bat aos 12-07-1779 na capela de N. Sra da Madre de Deus bat a Francisca, fl. de Jose Leite Ribeiro e Escolastica Maria de Jesus; foram padrinhos o Revdo Dr. Jose Batista da Silva e Ana Teixeira Leite, solteira, todos desta freguesia.

 

9- Francisco Leite Ribeiro, batizado em 13-08-1780, casou duas vezes.

S. João del Rei-MG e capelas filiadas bat aos 13-08-1780 na capela de N. Sra da Madre de Deus bat a Francisco, fl. de Jose Leite Ribeiro e Escolastica Maria de Jesus; foram padrinhos o Revdo Jose dos Santos Porto e Maria Francisca, solteira, da freguesia da Aiuruoca e os mais desta freguesia.

          Primeira vez aos 04-02-1811, Francisco casou com Teresa Angélica de Jesus, natural da freguesia de Simão Pereira-MG, filha de José Vidal Barbosa e Rita Teresa de Jesus. Geração na família “Domingos Gonçalves Chaves e Micaela dos Anjos Coutinho” (inventário publicado in Familia Vidal Leite Ribeiro por Armando Vidal Leite Ribeiro, resumo neste site).

Casamentos Barbacena - Cachoeira aos 04-02-1811 Francisco Leite Ribeiro, f.l. de José Leite Ribeiro e D. Escolastica Maria n/b capela Madre de Deus da freguesia de São João; = Theresa Angelica de Jesus, filha de José Vidal Barbosa e D. Ritta Thereza, n/b na freguesia de Simão Pereira.

Segunda vez casou, com contrato de arras, com Francisca Caetana de Oliveira. Francisco faleceu com testamento (publicado in opus citada, resumo neste site) aberto aos 16-05-1844, com geração de ambos os matrimônios.

 

10- Custódio Ferreira Leite, barão de Aiuruoca, batizado em 23-12-1781.

S. João del Rei-MG e capelas filiadas aos 23-12-1781 na capela da Madre de Deus bat a Custodio, f.l. de Joze Leite Ribeiro e Escolastica Maria de Jesus, foram padrinhos Jose Maria da Silva e Teresa, solteira, prima do batizado e da freguesia de Aiuruoca.

          Aos 25-10-1811 na matriz de Resende-RJ, casou com Teresa Maria de Magalhães Velosa, filha do Tenente Coronel Henrique de Magalhães Louzada e Maria Josefa.

25-10-1811 na Matriz de Resende pelo Padre Jose Antonio Martins de Sá. Alferes Custodio Ferreira Leite, n/b na Capela da Madre de Deus filial de S. João del Rei, f.l. do Sargento Mor Jose Leite Ribeiro, já falecido e Escolastica Maria de Jesus; = cc. Tereza Maria de Magalhães Veloza, n/b na Corte do Rio de Janeiro, f.l. do Tenente Coronel Henrique Vicente de Magalhães Louzada e Da. Maria Josefa, já falecidos (acervo Itamar Bopp - ficha 1105)

 

11- Anastácio Leite Ribeiro, batizado em 15-08-1787.

S. João del Rei-MG e capelas filiadas bat aos 15-08-1787 na capela de N. Sra da Madre de Deus bat a Anastacio, fl. de Jose Leite Ribeiro e Escolastica Maria de Jesus; foram padrinhos o Cap. João Teixeira Marinho e D. Maria Teodora, viuva, todos desta freguesia exceto o os padrinhos que são da freguesia da Aiuruoca.

          Aos 01-03-1813 no Garambeo, casou com Maria Esméria do Sacramento, filha de Francisco de Paula Souza e Ana Maria.

Casamentos Barbacena - Garambeo aos 01-03-1813 Anastassio Leite Ribeiro, f.l. de José Leite Ribeiro e Escolastica Maria, n/b na freguesia de São João; = e D. Maria Esmeria do Sacramento, f.l. de Francisco de Paula Souza e de D. Anna Maria, n/b na dita capela

 

12- Floriano Leite Ribeiro, batizado em 01-03-1790.

S. João del Rei-MG e capelas filiadas aos 01-03-1790 na capela de N. Sra da Madre de Deus bat a Floriano, fl. de Jose Leite Ribeiro e Escolastica Maria de Jesus; foram padrinhos Jose Maria da Silva e D. Margarida Clara de Azevedo, todos desta freguesia.

          Casou com Ana Josefa de Souza, filha de Manoel da Costa Rios e Esméria Teixeira de Souza. Foi morador em São João Del Rei onde administrava os bens de sua mãe de quem foi inventariante. Mais tarde mudou para Rio Bonito RJ. Geração na família “Os Teixeira de Souza” - Ana Esmeria Teixeira de Souza.