PROJETO COMPARTILHAR

Coordenação: Bartyra Sette e Regina Moraes Junqueira

www.projetocompartilhar.org

 

 

VIVEIROS

(atualizado em 26-janeiro-2017)

 

 

Regina Moraes Junqueira

 

 

Familia originária de Ponta Delgada da Ilha de São Miguel nos Açores onde, no lugar de Capella, hoje freguesia, nasceram Sebastião de Oliveira e Maria Travassos. Eles casaram na Paroquial Igreja de N Sra da Apresentação aos 31-01-1664, ele filho de Gaspar de Viveiros e da falecida Ana de Oliveira, Maria filha do falecido Francisco Travassos e Maria de Benavides.

Região Autonoma Açores, São Miguel, Ponta Delgada, Capelas.

Em o derradeiro dia do mês de Janeiro de mil seiscentos e setenta e quatro anos ... Sebastiam de Luveira fl de Gaspar de Viveiros e de Anna de Luveira Já defunta com Maria Travassos fl de Francisco Travassos já defunto e sua mulher Maria de Benavides. Testemunhas: Antonio Alvres de Aguiar, Pº da Costa, Mel Ferraz, todos moradores nesta freguesia.

Sebastião e Maria seguiram morando na mesma freguesia onde batizaram os filhos, q.d:

- Maria Travassos aos 11-11-1674. Solteira em 1708 quando foi madrinha da sobrinha homônima abaixo.

Maria- aos 11-11-1674 fl de Sebastiam de Oliveira e Maria Travassos. Padrinhos: Miguel de Souza Travassos e sua irmã Ana de Benavides

-.Sezilia de Viveiros, aos 09-04-1676. Solteira em 1692 quando foi madrinha:

Cezilia, aos 19-04-1676, fl de Sebastião de Oliveira e Maria Travassos. Padrinhos: Miguel de Souza e Izabel de Benavides.

 

13-01-1692 - Maria, filha de Manoel de Viveiros Cousseros e sua mulher Izabel de Benavides. Padrinhos: Sebastião de Oliveira e sua filha Sezilia de Viveiros.

- Guiomar, aos 13-02-1678

Guiomar- aos 13-02-1678 , fl de Sebastiam de Oliveira e Maria Travassos. Padrinhos: Miguel de Souza Travassos e Izabel de Benavides

- Gertrudes batizada aos 12-02-1679. Gertrudes de Viveiros casou aos 05-09-1703 com Francisco de Mello de Aguiar, natural de Ajuda da Bretanha, filho de Antonio de Mello e Maiana Cabeleiras.

Gertrudes - Aos 12-02-1679, fl de Sebastiam de Oliveira e Maria Travassos. Padrinhos: Jacinto de Andrada e Anna Monteira

 

Região Autonoma Açores, São Miguel, Ponta Delgada, Capelas em 05-09-1703 - Francisco de Mello de Aguiar natural do lugar de Bertanha Parochial de N Sra de Ajuda e morador em Capellas filho de Antonio de Mello e de Mariana Cabeleiras - cc - Gertrudes de Viveiros, natural e moradora neste lugar Parochial de N Sra da Apresentação, fl de Sebastião de Oliveira e sua mulher Maria Travassos, já defunta.Test.:P.e Jeronimo Ledo de Araujo e Francisco Tavares Mesas, desta freguesia.

No mesmo lugar batizaram ao menos, q.d:

João nascido aos 20-08-1704, batizado quatro dias depois

Ponta Delgada, Capellas, Batismos Joam filho de Francisco de Mello e sua mulher Gertrudes de Viveiros deste lugar de Capellas naceo aos 20-08-1704, batizado nesta parochial de Nossa Senhora da Apresentação aos 24 do mesmo mês.

Maria nasceu aos 14-02-1708 e foi batizada aos 19 do mesmo.

Ponta Delgada, Capellas, Batismos Maria fl de Francisco de Mello e Gertrudes de Viveiros do lugar de Capellas n 14-02-1708 bat aos 19. Padrinhos: Antonio de Viveiros e Maria Travassos ambos irmãos e filhos família de Sebastião de Oliveira – Testemunhas:---  --- Pacheco e Antonio de Mello a(vô) ---no da bautizada

- Manoel, aos 23-11-1681. Manoel de Viveiros, solteiro em 1700.

Manoel - Aos 23-11-1681 - fl de Sebastiam de Oliveira e Maria Travassos. Padrinhos: Miguel de Souza Travassos e sua irmam Anna de Benavides

 

Gertrudes f de Manoel de Souza Benavides e Barbara de Oliveira b 10-03-1700. Padrinhos: Manoel de Viveiros e Gertrudes de Viveiros filhos familia de Sebastiam de Oliveira e de Maria Travassos sua mer moradores neste mesmo lugar

- Antonio, aos 10-08-1684, segue no Cap 1º.

- Francisco, aos 29-03-1687.

Francisco - 29-03-1687- fl de Sebastiam de Oliveira e Maria Travassos. Padrinhos: Francisco Tavares e Anna de Benavides.

- Guimar (sic) aos 11-11-1690.

11-11-1690 - Guimar fa de Sebastiam de Oliveira e Maria Travassos. Padrinhos: Francisco Tavares Muzas e Maria Glz

- Ana, aos 18-03-1695.

Aos 18-03-1695 baptizei Anna filha de Sebastiam de Oliveira e Maria Travassos. Padrinhos: Francisco Tavares Mezas e Maria Glz

 

No Sul de Minas Gerais encontramos:

Cap 1. Antonio de Viveiros de Oliveira

Cap 2. João de Mello de Viveiros

 

 

 

 

Cap. 1º

Antonio de Viveiros de Oliveira

atualizado em 25-novembro-2015)

 

 

Bartyra Sette

Colaboração: Paola Dias

 

 

Antonio de Viveiros de Oliveira, filho de Sebastião de Oliveira e Maria (Benavides) Travassos, nasceu no Lugar das Capelas (hoje freguesia), Ponta Delgada, Ilha de São Miguel, Foi batizado na Paroquial Igreja de Nossa Senhora da Apresentação aos 10-09-1684.

Açores, São Miguel, Ponta Delgada, Capellas, - Anto em os dez dias do mês de Setembro de mil seisentos e oitenta e coatro baptizei Antonio fo de Sebastiam de Oliveira e de sua mulher Maria Travassos foram padrinhos Frco da Costa Travassos e Izabel de Benavides de Souza fiz e assignei dia et era at supra – O Cura Manoel de Souza de Aguiar.

 

Em 1708, com 24 anos de idade, Antonio morava com seus pais em Ponta Delgada na condição de filho família (batismo da sobrinha Maria). Mais tarde veio para o Brasil, onde casou três vezes.

 

Primeira vez com Genebra Machado, natural da cidade de S. Paulo. Em segundas com Bernarda Rodrigues de Gouvea, filha de João Rodrigues Villa Verde e Josefa de Gouvea de Oliveira. Bernarda faleceu em 13-04-1755 e foi inventariada pelo viúvo em 04-05-1756. Sem geração, herdaram seus pais moradores em Cunha-SP. Família “João Rodrigues Villa Verde”,neste site.

 

Terceira vez casou com Quitéria da Cunha Pontes (notar SL. 7º, 387, 2-1 Lourenço de Amores do Prado casado com Luiza da Cunha Pontes pais de, entre outros, Manoel Vieira de Pontes; Quiteria da Cunha Pontes; Luiza (ou Luzia) de Amores)

 

Antonio faleceu com testamento ditado no Sítio da Boa Vista em 09 de Junho de 1759 e aberto aos 19 do mesmo mês, onde não mencionou o segundo matrimonio. Nomeou como 1º testamenteiro seu sobrinho João de Mello de Viveiros e em 2º seu cunhado Manoel Vieira de Amores, deixou legado para a cunhada “Deixo a minha cunhada Luíza Maria dez mil réis.”. Foi inventariado no mesmo ano por Quitéria (inventário neste site).

 

Antonio e Genebra tiveram duas filhas:

1- Maria de Viveiros de Oliveira

2- Escolástica de Viveiros Machada

 

Com Quitéria teve as filhas:

3- Rita

4- Ana, póstuma

 

1- Maria de Viveiros de Oliveira (ou Machado), natural de Pouso Alto, casou com Manoel Antonio, natural de S. Julião Termo de Barcelos, filho de Miguel Antonio e s/m Maria Gomes naturais e moradores na freguesia de S. Julião do Calendario, termo de Barcelos Arc. de Braga.

          Maria faleceu em 01-05-1748 em Pouso Alto, com testamento “que não foi aprovado”, inventariada pelo viúvo. Deixou de seu casal três filhos, situação em 04-08-1749 (inventário neste site):

1-1 Bárbara, de oito para nove anos, natural de Pouso Alto-MG. Bárbara Maria de Viveiros, em Cunha aos 18-02-1763, casou com Antonio Figueira, natural de Guaratinguetá, filho do Capitão Manoel Lopes Figueira, natural da Freguesia de Figueira Bispado de Coimbra e Joana da Silva, natural de Guaratinguetá batizada aos 13-07-1693, neto paterno de Felipe Lopes, natural da cidade do Porto e de s/m Antonia Nunes natural da freguesia da Figueira, Foz do Mondego Bispado de Coimbra e moradores na dita freguesia da Figueira, neto materno de Antonio Tavares de Mello, n. da vila de Guaratingueta e de s/m Ana da Silva n. da vila e freguesia de Jundiai e moradores na dita de Guaratingueta.

          Segundo Silva Leme, Antonio casou segunda vez com Margarida Maria da Palma (SL. 3º, 82, 5-7)

          Bárbara e Antonio foram pais de, naturais de Cunha-SP, q.d.:

1-1-1 Ana Antonia de Viveiros aos 23-10-1787 casou com Carlos Pedroso da Silveira, filho de José Borges dos Santos e Maria Miguel da Silveira, neto paterno de João Borges natural de Ponte de Lima e Ines de Andrade, de Guaratingueta, neto materno de Leopoldo da Silveira e de Helena da Silva, naturais de Taubaté

ASBRAP 10-61, fls. 35 aos 23-10-1787 Carlos Pedroso da Silveira, n. b. Cunha, f. de Jose Borges dos Santos e de Maria Miguel da Silveira, np de João Borges n. em Ponte de Lima e de Ines de Andrade, n. em Guaratingueta, nm de Leopoldo da Silveira e de Helena da Silva, naturais de Taubaté= com Ana Antonia de Viveiros, n.b. Cunha, fa. do Cap. Antonio Figueira e de Barbara Maria de Viveiros, n. em Pouso Alto. tt. Manuel Lopes da Silva e Manuel Monteiro Ferraz.

1-1-2 João Antonio de Viveiros Figueira, batizado aos 15-08-1765 em Cunha. Em 1797 habilitou-se às Ordens Sacras:

SP. SP AC,SP Parte A Aplicação Sacerdotal (genere et moribus) ano 1797

Habilitando João Antonio de Viveiros Figueira 04-09-1797

Diz João Antonio de Viveiros Figueira, f.l. do Cap. Antonio Figueira, natural da freguesia de N. Sra da Conceição de Cunha, e de s/m Barbara Maria de Viveiros, n. da capela de N. Sra da Penha da Boa Vista da freguesia de N. Sra da Conceição do Pouso Alto, neto paterno do Cap. Manoel Lopes Figueira n. da vila Figueira da Foz do Mondego Bispado de Coimbra e de s/m Joana da Silva, n. da vila de Guaratingueta Bispado de S. Paulo, neto materno de Manoel Antonio, n. da freguesia de S. Julião do Calendario Arc. de Braga Primaz, e de sua mulher Maria de Viveiros n. da capela de N. Sra da Penha da Boavista da freguesia de N. Sra da Conceição do Pouso Alto bispado de Mariana (...).

 

Certidões - Matriz de Cunha:

- aos 15-08-1765 nesta matriz bat a João, f. de Antonio Figueira e de s/m Barbara Maria de Viveiros, moradores no Jacuhi, foram padrinhos o Cap. Manoel Lopes Figueira, viuvo e Antonia Nunes, solteira, filha do mesmo Cap. Manoel Lopes e de s/m Joana da Silva moradores no dito Jacuhi, e todos fregueses nesta mesma freguesia.

- Lv. 2º de casamentos desta freguesia: aos 18-02-1763 na igreja matriz desta freguesia de N. Sra da Conceição do Facão e testemunhas Antonio Ferrão e Nuno da Silva Reis, ambos solteiros e moradores ao pé desta matriz, se receberam Antonio Figueira, f.l. do Cap. Manoel Lopes Figueira e Joana da Silva, natural da freg. de S. Antonio de Guaratingueta fregueses e moradores nesta dita freguesia do Facão = com Barbara Maria de Viveiros, f.l. de Manoel Antonio e Maria de Viveiros, n/b na freguesia de N. S. da Conceição dos Pousos Altos Bispado de Mariana. O contraente é neto paterno de Felipe Lopes, natural da cidade do Porto e de s/m Antonia Nunes natural da freguesia da Figueira, Foz do Mondego Bispado de Coimbra e moradores na dita freguesia da Figueira, e pela materna neto de Antonio Tavares de Mello, n. da vila de Guaratingueta e de s/m Ana da Silva n. da vila e freguesia de Jundiai e moradores na dita de Guaratingueta, tudo deste bispado de S. Paulo; e a contraente é neta paterna de Miguel Antonio e s/m Maria Gomes naturais e moradores na freguesia de S. Julião do Calendario, termo de Barcelos Arc. de Braga, e neta materna de Antonio de Viveiros n. da ilha de S. Miguel e de s/m Genebra Machada n. da cidade de S. Paulo e moradores da freguesia dos Pousos Altos Bispado de Mariana.

 

- avó paterna: (...) Vigario de Guaratingueta certifico que (...) aos 13-07-1693 bat Joana, f. de Antonio Tavares e s/m Maria da Silva Cortes, foram padrinhos Francisco Baldaya e Joana Tavares da Silva.

 

1-1-3 Antonio José de Viveiros aos 02-08-1792 em Campanha-MG casou  com Maria Antonia de Belem, filha de Manoel José de Azevedo e Ana Maria do Rosário; família Lourenço da Silva Tourinho.

B7: Campanha-MG - casamentos - matriz aos 02-08-1792 Antonio Jose de Viveiros, f.l. do Cap. Antonio Figueira e D. Barbara Maria de Vieveiros, n/b na freguesia do Facam da vila de Cunha Bispado de S.Paulo = Maria Antonia de Belem, f.l. de Manoel Jose de Azevedo e Anna Maria do Rosario, n/b nesta matriz.

         Antonio José foi sepultado em 01-05-1811.

Campanha, MG aos 01-05-1811 foi sepultado dentro desta matriz o Alf. Antonio Jose de Viveiros, casado com D. Maria Antonia de Belem.

Pais de, q.d.:

1-1-3-1 Ana, batizada em 13-02-1801.

Campanha, MG aos 13-02-1801 nesta matriz bat a Ana de oito dias, f.l. de Antonio Jose de Viveiros, n. da vila de Cunha do bispado de S. Paulo e de Maria Antonia de Belem, n. desta Campanha, avos paternos o Cap. Antonio Figueira e Barbara de tal, avos maternos Manoel Jose de Azevedo e Ana Maria do Rosario. Foram padrinhos Vicente Ferreira de Azevedo, solteiro e Teodora Silveria de Azevedo mulher de Manoel Gonçalves Leite. E o batizante foi o Revdo Bernardo da Silva Lobo.

1-1-3-2 Antonio em 05-02-1804.

Campanha, MG Igreja Sto Antonio. Aos 05-02-1804 nesta matriz bat a Antonio, f.l. Antonio Jose de viveiros e Maria Antonia de Belem. Foram padrinhos Jose de Oliveira e Mello e Maria do Carmo cc o Ajudante Jose Teixeira de Mello

1-1-4 Maria Eufrasia de Viveiros em Cunha aos 23-10-1787 casou com Manoel Pedroso de Toledo, filho de Teobaldo Moreira de Toledo e de Francisca Barbosa naturais de Guaratingueta, neto paterno de Manoel Pedroso e Maria Moreira, naturais de Taubaté, neto materno de Salvador da Mota e de Maria Bicudo Leme, naturais de Guaratingueta. Manoel Pedroso era viúvo de Maria Isabel Pires de Araújo.

ASBRAP 10-84, fls. 36 aos 23-10-1787 Manuel Pedroso de Toledo, viúvo de Maria Isabel Pires de Araujo, f. de Teobaldo Moreira de Toledo e de Francisca Barbosa naturais de Guaratingueta, np de Manuel Pedroso e Maria Moreira, naturais de Taubaté, nm de Salvador da Mota e de Maria Bicudo Leme, naturais de Guaratingueta; = com Maria Eufrasia de Viveiros, fa. do Cap. Antonio Figueira, n. em Cunha e de Barbara Maria de Viveiros, n. em Pouso Alto, np do Cap. Manuel Figueira, n. no lugar da Figueira de mondego, arcebispado de Coimbra, e de Joana da Silva, n. em Pindamonhangabam n.m. do Cap. Antonio de Viveiros e de Genebra Machado, naturais de pouso Alto, bispado de Mariana. Tt. Antonio de Araujo e Jose Manuel Pereira.

1-1-5 Teresa Maria de Viveiros aos 08-08-1786 em Cunha-SP casou com Manoel Pires de Sousa, nascido em Guaratingueta, filho de Matias Pires de Sousa, nascido na Praça de Chaves e de Maria do Rego Barbosa, natural de Guaratingueta, neto paterno de Gaspar Afonso e de Ana Gonçalves, naturais de Chaves, neto materno de Antonio da Mota e Helena Antunes do Prado, naturais de Guaratingueta.

ASBRAP 10-85, fls. 30v. aos 08-08-1786 Manuel Pires de Sousa, n. em Guaratingueta, f. de Matias Pires de Sousa, n. na Praça de Chaves, e de Maria do Rego Barbosa, n. em Guaratingueta, np de Gaspar Afonso e de Ana Gonçalves, naturais de Chaves, nm de Antonio da Mota e de s/m Helena Antunes do Prado, naturais de Guaratingueta; = com Teresa Maria de Viveiros, n. em Cunha, fa. do Cap. Antonio Figueira, n. em Guaratingueta, e de Barbara Maria de Viveiros, n. em Pouso Alto, np do Cap. Manoel Lopes Figueira, n. na freguesia de Figueira, bispado de Coimbra e de Joana da Silva, n. em Pindamonhangaba, nm de Manoel Antonio, n. em S. Julião, termo de Barcelos, e de Maria de Viveiros, n. em Pouso Alto, bisdpado de Mariana. Tt. Manuel Lopes da Silva e Manuel Antonio da Silva.

1-1-6 Vitória Maria de Viveiros, natural de Pouso Alto, em Cunha aos 28-01-1794 casou com Manoel Moreira de Alvarenga, natural de Parati-RJ, filho de Carvalho Mollem e Francisca Cardosa de Avila, naturais de Parati.

ASBRAP 10-84, fls. 54v. aos 28-01-1794 Manuel Moreira de Alvarenga, n.b. em Paraty, f. de Andre de Carvalho Mollem e de Francisca Cardosa de Avila, naturais de Paraty; = com Vitoria Maria de Viveiros, n. b. em Pouso Alto, fa. do Cap. Antonio Figueira, n. em Guaratingueta e de Barbara de Viveiros, n. em Pouso Alto; np do Cap. Manuel Lopes Figueira, n. no lugar da Figueira, arcebispado de Coimbra e de Joana da Silva, n, em Pindamonhangaba; nm do Cap. Antonio de Viveiros n, na Ilha de S. Miguel e de Genebra Machado, n. em Pouso Alto, bispado de Mariana. Tt. Manuel Rodrigues Correia e o Alf. Inacio de Toledo Silva.

 

1-2 Manoel, de quatro para cinco anos em 1749.

 

1-3 Maria, de um ano e quatro meses. Maria do Carmo de Viveiros casou com o Ajudante José Teixeira de Mello, natural da freguesia de S. Tiago Bispado de Lamego, filho de Domingos Teixeira de Mello e Esperança João.

Ajudante José Teixeira de Mello fez seu testamento na Nobre e Leal Vila da Campanha da Princesa em 12-12-1805 e foi sepultado em 24-03-1806. Declarou seis filhos de seu casal:

Campanha, MG Igreja Santo Antonio obitos - Copia do testamento com que faleceu o Ajudante Jose Teixeira de Mello.

Eu Jose Teixeira de Mello, f.l. de Domingos Teixeira de Mello e de Esperança João, ja falecidos, natural e batizado na freguesia de S. Thiago do Bispado de Lamego (...) faço e ordeno este meu testamento.

Testamenteiros em 1º lugar a minha consorte Maria do Carmo de Viveiros, em 2º lugar meu filho o Cap. Jose Teixeira de Mello, em 3º lugar meu outro filho Francisco Teixeira de Mello.

Sou casado com Maria do Carmo de Viveiros primeira nomeada minha testamenteira, de cujo matrimonio temos seis filhos a saber: Josefa = Maria = Antonia = Jose = Teresa = e Francisco, os quais são meus legitimos herdeiros.

Legados: a minha neta Maria, filha de minha filha Josefa e do falecido Antonio da Silva Reis, uma escrava por nome Policena e a outra minha neta, irmã daquela por nome Emiliana quero se dê outra escrava = deixo a minha neta Maria, filha de minha filha Antonia e de Francisco Jose de Azevedo (...). Na venda que fiz daz minha fazenda entrou uma escrava mulatinha por nome Angelica, de idade de 10 anos pouco mais ou menos, e porque esta é filha de Antonio Jose de Viveiros e este tem desejo de a libertar, peço a meu filho Cap. Jose Teixeira de Mello queira cooperar para este beneficio recebendo do dito Viveiros um escravo que lhe deve dar pela mulatinha.

Nobre e Leal Vila da Campanha da Princesa aos 12-12-1805 Jose Teixeira de Mello.

 

Campanha, MG aos 24-03-1806 foi sepultado dentro desta matriz o Ajudante Jose Teixeira de Mello, homem branco, casado.

1-3-1 Josefa Maria de Mello, batizada aos 30-06-1765 em Campanha onde aos 09-02-1791 casou com Alferes Antonio da Silva Reis.

B7:  Igreja Santo Antonio (Campanha, Minas Gerais)  Bat. aos 30-06-1765, Josefa, f.l. do Ajudante Jose Teixeira de Mello, n. da freg. de S. Tiago de Magueja Bispado de Lamego e Maria do Carmo, n. da freg. N. Sra. da Conceição do Pouso Alto deste bispado de Mariana, np Domingos Teixeira de Mello e Esperança João, nm Manoel Antonio e Maria de Viveiros, já defuntos; padr.: o Revdo. Coadjutor Bernardo da Silva Lobo e D. Joana Felicia Moreira mulher do Almotacel Caetano Jose de Almeida.

 

B7- Campanha-MG - casamentos - matriz aos 09-02-1791 Alferes Antonio da Silva Reis, f.l. de Tomas da Silva Reis e de Emiliana Maria de Toledo e Silva, n/b na freguesia do Facam na vila Nova de Cunha Bispado de S. Paulo = D. Josefa Maria de Mello, f.l. do Ajudante Joze Teixeira de Mello e D. Maria do Carmo, n/b nesta matriz.

 

         Alferes Antonio, natural de Cunha-SP, irmão de Catarina Maria dos Reis (casada em Cunha-SP aos 03-06-1786 com Manoel Aires do Amaral) filhos de Tomás da Silva Reis e Emiliana Maria de Toledo e Silva, netos paternos do Cap. Nuno dos Reis natural de Benfica Patriarcado de Lisboa e Ana da Silva natural de Guratingueta-SP, netos maternos de Luiz da Silva Porto, natural da cidade do Porto e Maria de Toledo Cortes, natural de Taubaté-SP (S.L. 5º, 559, 2-8)

(ASBRAP 10, 80 - fls. 30 pesq. Joaquim Roberto Fagundes) aos 03-06-1786 Manuel Aires do Amaral, f. de Manuel Francisco Aires e de Maria de Jesus, np de Manuel Francisco Aires e Isabel Francisca de Jesus, do lugar do Amial; nm de João de Paiva e Mariana de Paiva; = com Catarina Maria dos Reis, fa. de Tomaz da Silva Reis e Emiliana Maria de Jesus, np do Cap. Nuno dos Reis, n. em Benfica, Patriarcado de Lisboa, e de Ana da Silva, n. em Guaratingueta, nm de Luis da Silva Porto, n. da cidade do Porto, e de Maria de Toledo Cortes, n. na vila de Taubate. Tt. Cap. Jose Gomes de Siqueira e Ten. Luis da Silva Ferreira.

 

Josefa e Antonio tiveram os filhos, q.d.:

1-3-1-1 Maria Josefa dos Reis, natural de Cunha-SP, em Campanha aos 04-07-1807 casou com Antonio Xavier Mariano, daí natural, filho de Francisco Xavier Mariano e Ana Silvéria de Azevedo (ou de Queirós), em 2-5 do Cap. 2º e em aportes à GP “José Leme da Silva, capitão - SL II, 255, 3-5”.

B7: Campanha-MG - casamentos - aos 04-07-1807 Antonio Xavier Marianno, f.l. de Francisco Xavier Marianno e Anna Silveria de Azevedo, n/b nesta = D. Maria Josefa dos Reiz, f.l. do Alf. Antonio da Silva Reiz e D. Josefa Maria de Mello, n/b na freguesia da vila de Cunha do Bispado de S. Paulo.

          Antonio faleceu em 10-12-1857 com testamento redigido na fazenda das Águas Virtuosas do Lambari em 18-11-1855. Declarou nove filhos do seu casal:

CPA 04, Testamentos - Campanha da Princesa 1854-1871;

Registro do testamento com que faleceu Antonio Xavier Marianno, aos 10-12-1857 de quem é testamenteiro Antonio Xavier dos Reys.

Eu Antonio Xavier Marianno, n. da cidade da Campanha, f.l. de Francisco Xavier Marianno e D. Anna Silveria de Queiros, já falecidos, morador neste Distrito do Sr. Bom Jesus do Matozinhos do Lambary do municipio da cidade da Campanha.

Sou cc. Maria Josefa dos Reys de cujo consorcio tivemos os filhos seguintes: Maria = Antonio = Iria = Francisco = Francisca = João = Feliciana = Maria Generoza = Vicente, os quais são meus legitimos herdeiros dos dois terços dos meus bens.

Testamenteiros: 1º meu filho Antonio, 2º meu filho Francisco, 3º meu filho João.

Legados:

- a minha neta Francisca, f. de Francisco Fernandes, que se acha em minha casa 100$000;

- se dê de minha terça a minha filha Iria a quantia de 400$000 em uma crioulinha a sua escolha;

(...) da minha terça, depois de abatidos os legados e as esmolas, deixo o liquido que restar para minhas netas que se acharem solteira quando do meu falecimento, e que seus pais não disponham enquanto elas não se emanciparem.

Fazenda da Vargem Grande da Freguesia das Aguas Virtuosas do Lambary, 18-11-1855 Antonio Xavier Marianno

Aprovação 02-12-1855

Abertura 10-12-1857

Aceitação 16-12-1857 Antonio Xavier dos Reys

1-3-1-1-1 Maria. Maria Vitória dos Reis, batizada em 26-04-1809.a Casou com Antonio Joaquim de Aguiar, falecido a 26 de janeiro de 1866.

Campanha, MG aos 26-04-1809 bat a Maria, f.l. Antonio Xavier Mariano e Maria Josefa dos Reis, foram padrinhos Alf. Gaspar Jose de Paiva e Josefa Maria de Melo.

          Antonio foi inventariado pela viúva e compareceram 10 filhos do casal (inventário neste site):

1-3-1-1-1-1 Maria Vitória casada com João Xavier de Melo;

1-3-1-1-1-2- Ana Vitória casada com Antonio Jose da Silva Passos;

1-3-1-1-1-3 Graciana Cândida casada com João Cândido da Silva Nogueira. Graciana foi herdeira da tia Ana Josefa abaixo.

1-3-1-1-1-4 Maximiana, casada com Francisco Xavier Mariano;

1-3-1-1-1-5 Zeferina, casada com Procópio Cândido da Silva;

1-3-1-1-1-6 Antonio Joaquim de Aguiar Junior, legatário da tia Iria.

1-3-1-1-1-7 José Joaquim de Aguiar, solteiro, 27 anos;

1-3-1-1-1-8 João Xavier dos Reis, solteiro, 25 anos. 2º testamenteiro da tia Ana Josefa.

1-3-1-1-1-9 Joaquim Xavier dos Reis, solteiro, 21 anos;

1-3-1-1-1-10 Candido Jose dos Reis, solteiro, 14 anos.

1-3-1-1-2 Antonio Xavier dos Reis, batizado em 30-9-1810. 1º testamenteiro paterno.

Campanha, MG aos 30-09-1810 bat a Antonio, f.l. Antonio Xavier Mariano e Maria Josefa dos Reis, foram padrinhos João Xavier de Mello e Felizarda Maria de Jesus.

          Pai de, pelo menos:

1-3-1-1-2-1 Ana Rita, afilhada e legatária da tia Iria Josefa dos Reis, casada com João Rodrigues chamado João Campos.

1-3-1-1-3 Ana, batizada em 25-07-1812. Não é citada no testamento paterno.

Campanha, MG aos 25-07-1812 bat a Ana, f.l. Antonio Xavier Mariano e Maria Josefa dos Reis, foram padrinhos Domingos de Oliveira Carvalho e Maria Josefa de Mello.

1-3-1-1-4 Iria Josefa dos Reis. Faleceu com testamento aberto aos 16-01-1870. Solteira, sem filhos, instituio herdeiros os irmãos.

CPA 04, Testamentos - Campanha da Princesa 1854-1871

Registro do testamento com que faleceu Iria Josefa dos Reis, aberto aos 16-01-1870, de quem é testamenteiro Jose Carlos de Oliveira.

Eu, D. Iria Josefa dos Reis, f.l. dos finados Antonio Xavier Marianno e D. Maria Josefa dos Reys, n. desta freguesia onde tenho vivido.

Por não ter herdeiros forçados, pois nunca fui casada, deixo a meu afilhado Antonio Joaquim de Aguiar, filho do finado Antonio Joaquim de Aguiar a quinta parte de um de meus escravos que tiver ao tempo do meu falecimento.

Legados: a meu afilhado Joaquim filho de meu irmão Francisco Xavier, 100$000; a minha afilhada Maria Ignacia dos Reys, filha de m/irmã Francisca, 100$000; a m/afilhada Maria, filha de m/irmão Vicente Xavier, 100$000; a m/afilhada Anna Ritta, f. de m/irmão Antonio Xavier, cc. João Rodrigues chamado João Campos, 100$000; a m/afilhada, filha de m/irmã Maria Generosa, 50$000; a m/afilhada, filha da m/irmã Feliciana, e cc. Francisco Machado Vianna, 120$000.

Deixo a m/irmã Francisca, cc. Manoel Jose da Silva Passos, 100$000; a meu afilhado, f. de João Candido da Silva, de nome João 30$000; a Marianna crioula, que foi escrava de meus pais 6$000.

Deixo a m/irmã Maria Generosa, cc. Jose Carlos de Oliveira, as partes de terras e casas da fazenda da Vargem Grande que herdei de meus pais, somente em uso fruto e por sua morte passara a seus legitimos herdeiros.

Cumpridas todas as minhas disposições, do restante dos meus bens instituo por meus herdeiros a todos os meus irmãos e irmãs que me sobreviverem, em iguais partes, sendo a parte que couber a minha irmã Feliciana paga em dinheiro.

Testamenteiros: 1º Jose Carlos de Oliveira, 2º Manoel Jose da Silva Paços, 3º meu irmão Vicente Xavier dos Reys.

Arraial do Lambary, 08-10-1867 D. Iria Josefa dos Reys

Aprovação 08-10-1867

Abertura 16-01-1870

Aceitação 20-01-1870 Jose Carlos de Oliveira

1-3-1-1-5 Francisco Xavier. Provavelmente o casado com Maximiana 1-3-1-1-1-4 supra,

          Pai de, pelo menos:

1-3-1-1-5-1 Joaquim, afilhado e legatário da tia Iria Josefa dos Reis

1-3-1-1-6 Francisca casada com Manoel Jose da Silva Passos.

1-3-1-1-6-1 Maria Inacia dos Reis, afilhada e legatária da tia Iria Josefa,

1-3-1-1-7João

1-3-1-1-8 Feliciana

1-3-1-1-8-1 afilhada e legatária da tia Iria Josefa, casada com Francisco Machado Vianna.

1-3-1-1-9 Maria Generosa casada com José Carlos de Oliveira, 1º testamenteiro de Iria.

1-3-1-1-10 Vicente Xavier dos Reis. 3º testamenteiro da irmã Iria. Pai de, pelo menos:

1-3-1-1-10-1 Maria, afilhada e legatária da tia Iria Josefa.

 

1-3-1-2 Ana Josefa dos Reis, natural da Campanha. Faleceu solteira, com testamento aberto em 10-02-1873. Sem filhos instituiu sua universal herdeira a sobrinha Graciana.

Testamentos - Campanha da Princesa 1872-1897;

Registro do testamento com que faleceu D. Ana Josefa dos Reis, a 10-02-1873, testamenteiro João Candido da Silva Nogueira

Eu, D. Ana Josefa dos Reis, f.l. Antonio dos Reis Silva e D. Josefa Maria de Mello, n/b na freg. da cidade da Campanha. Sou solteira em cujo estado sempre me conservei e não tive filho algum e não tenho herdeiro legitimo pois meus pais há muito que faleceram. Declaro que estou de idade e em meu perfeito juizo.

Cumpridas minhas disposições, instituo por minha universal herdeira a minha sobrinha Graciana, filha de Antonio Joaquim de Aguiar, casada com João Candido da Silva Nogueira.

Testamenteiros: 1º João Candido da Silva Nogueira, 2º Jose Pereira e Costa, 3º a meu sobrinho João Xavier de Mello (...) e aquele que aceitar a testamentaria sendo o1º nomeado terá de premio 400$000 réis, e se for o 2º ou 3º terão somente a vintena que a lei dá.

Lambary, 01-07-1861 D. Anna Josefa dos Reys.

Aprovação 01-07-1861

Abertura 10-02-1873

Aceitação 01-03-1873 Alferes João Candido da Silva Nogueira, morador na freguesia do Lambary deste termo.

 

1-3-2 Maria, batizada aos 27-02-1768.

B7: Igreja Santo Antonio (Campanha, Minas Gerais)  Bat. aos 27-02-1768 Maria, f.l. do Ajudante Jose Teixeira de Mello, n. da freg. de S. Tiago de Magueja Bispado de Lamego e Maria do Carmo, n. de Pouso Alto deste bispado de Mariana, np Domingos Teixeira de Mello e Esperança João, nm Manoelo Antonio de Viveiros, digo Antonio e Maria de Viveiros; padr.: Revdo. Dr. Manoel Caetano Rodrigues e Ana Maria mulher de Antonio Luiz Ferreira.

         Maria Josefa Teixeira de Melo aos 11-11-1789 casou com José de Oliveira e Mello, filho natural do Cap. José de Oliveira, )., batizado aos 30-04-1722 no lugar da Fanadia, freguesia de São Gregório Magno, Vila de Óbidos, Patriarcado de Lisboa, filho de Manoel de Oliveira natural da Freguesia de Madalena em Lisboa e de Maria Josefa natural da Vila de Alvorninha dos Coutos de Alcobaça - família José de Góes e Moraes, neste site.

Campanha, MG Igreja Sto Antonio aos 11-11-1789 nesta matriz Jose de Oliveira e Mello, filho natural do Cap. Jose de Oliveira e mãe incognita = cc Maria Josefa de Mello, f.l.do Ajudante Jose Teixeira de Mello e D. Maria do Carmo. Ambos nts/bts nesta freguesia a Campanha do Rio Verde.

José e Maria Josefa tiveram os flhos, q.d.:

1-3-2-1 José de Oliveira de Mello aos 24-02-1808 casou com Josefa de Moraes Navarro, filha do Alf. Tomás Alves de Mello e Escolastica de Moraes Navarro. Geração in Aportes à GP: “Jose Leme da Silva”

Campanha, MG Igreja Sto Antonio aos 24-02-1808 Jose de Oliveira de Mello, filho leg. de Jose de Oliveira de Mello e D. Maria Teixeira de Mello = cc Josefa de Moraes Nabarro, f.l. do Alf. Tomas Alves de Mello e D. Escolatica de Moraes Nabarro. Ambos batizados nesta freguesia da Campanha.

1-3-2-2 Antonio Teixeira de Oliveira batizado em 07-07-1793

Campanha, MG Igreja Sto Antonio aos 07-07-1793 nesta matriz batizei sub conditione, por ter sido batizado pelo Revdo Jose Xavier de Toledo, a Antonio, f.l. de Jose de Oliveira Mello e Maria Josefa de Mello, foram padrinhos eu e Maria do Carmo avó do batizado. O Vig. Antonio de Sza. Monteiro Galvão.

          Com 26 anos em 1819, requereu dispensa de afinidade lícita para se casar com Veridiana Cândida de Oliveira. Veridiana era viuva de João de Deos, 1-3-4-2 abaixo.

Processo Matrimonial - Campanha-MG - Livro Misto 1810-1818

Oradores: Antonio Teixeira de Oliveira e Veridiana Candida de Oliveira, viuva de João de Deus.

Impedimento: 2º grau de afinidade.

Antonia Teixeira e Maria Teixeira são irmãs, filhas de Jose Teixeira de Mello. Maria é mãe do orador e de Antonia Teixeira nasceu João de Deus já defunto, marido que foi da oradora.

A oradora tem seis filhos pequenos

Testemunhas:

- Madalena Maria de Oliveira, mulher branca, solteira de idade de 53 anos natural, batizada e moradora nesta vila da Campanha.

 “...e não tinha sido raptada mas vive em casa de D. Madalena Maria de Oliveira onde tinha sido exposta.”

- Veridiana Candida de Jesus, mulher branca, viuva de João de Deos, moradora nesta vila da Campanha onde vive de sua lavoura

impedimento de afinidade licita em 2º grau em linha transversal igual. Que Antonio Teixeira e Maria Teixeira são inteiras e legitimas irmãs por serem filhas de Jose Teixeira de Mello. Q.; da dita Maria Teixeira nasceu o orador Antonio Teixeira de Oliveira, e daquela Antonia Teixeira nasceu João de Deos, já defunto e marido que foi da oradora.

termo de Apresentação aos 05-07-1819

Testemunha:

- Jose Carlos de Oliveira, homem branco, solteiro, natural e batizado nesta vila da Campanha de idade de 48 anos, morador nesta mesma vila, que vive de seu negocio.

- Luiza Eleodora da Silveira, mulher branca, solteira, de idade de 47 anos natural, batizada e moradora nesta vila da Campanha onde vive de sua agencia.

- Antonio Teixeira de Oliveira, homem branco, solteiro, natural e batizado nesta vila da Campanha, de idade de 26 anos e morador nesta dita vila, que vive de lavoura,

 

          Antonio casou com Teodora da Silveira Azevedo, filha de Manoel Jose de Azevedo e Ana Maria do Rosario, pais tambem de Maria Antonia de Belem mulher de Antonio José de Viveiros 1-1-2 supra, família Lourenço da Silva Tourinho.

          Teodora foi primeira vez casada com Manoel Gonçalves Leite, testou em 24-05-1846 e faleceu em 19-12-1848. Sem geração de ambos os matrimônios, deixou legados as sobrinhas e instituiu seu universal herdeiro ao marido Antonio Teixeira de Oliveira.

Testamentos - Campanha da Princesa 1846-1854

Registro do testamento com que faleceu D. Theodora Silveria de Azevedo aos 19-12-1848 de quem é testamenteiro seu marido Antonio Teixeira de Oliveira, morador nesta cidade.

Eu, Theodora Silveria de Azevedo, f.l. de Manoel Jose de Azevedo e Ana Maria do Rosario, ambos falecidos. Fui cc, em primeiras nupcias com Manoel Gonçalves Leite de quem não tive filhos alguns e nem os tenho de Antonio Teixeira de Oliveira com quem tratei segundo matrimonio e não tenho filhos naturais.

Testamenteiros 1º ao dito meu marido Antonio Teixeira de Oliveira, 2º ao Reverendo Vigario desta freguesia Antonio Felipe de Araujo, 3º a meu irmão Joam Antonio de Azevedo.

(...) herdeiro universal ao dito meu marido Antonio Teixeira de Oliveira.

Legados: a minha sobrinha Maria Vitoria um caxilio de ouro com seu cordão tambem de ouro, e uns brincos de pedra de crisolitas; a minha sobrinha e afilhada D. Barbara, cc. Bernardino Ribeiro, um relicario de ouro com duas varas de cordão também de ouro; a minha sobrinha e afilhada Maria Theodosia, um par de pulseiras de grisolitas com dois pares de botões tambem de crisolitas.

Cidade da Campanha 24-05-1846 Theodora Silveria de Azevedo.

Aprovação 25-05-1846

Abertura 29(sic)-12-1848

Aceitação 21-12-1848 Antonio Teixeira de Oliveira.

 

Antonio testou na Campanha em 08-07-1853 e faleceu no dia seguinte. Não declarou o casamento com Veridiana, apenas com Teodora da Silveira Azevedo. Sem geração, instituiu universal herdeiro ao irmão Manoel Antonio de Oliveira:

Testamentos - Campanha da Princesa 1846-1854

Registro do testamento com que faleceu An.to Teixr.ª de Oliveira a 09-07-1853 de quem é testamenteiro M.el de Oliveira Mello.

Eu, Antonio Teixeira de Oliveira, f.l. de Jose de Oliveira Mello e D. Maria Josefa de Mello, já falecidos, n/b nesta cidade.

Fui cc. D. Theodora da Silveira Azevedo, já falecida, e deste consorcio não tive filhos e por isso não tenho herdeiros que por Lei forçado seja.

Testamenteiros: 1º a meu irmão Manoel Antonio de Oliveira, 2º meu primo Alexandre Pinto de Menezes.

(...) instituo herdeiro de quanto me restar a meu primeiro testamenteiro Manoel Antonio de Oliveira.

Cidade da Campanha 08-07-1853

Aprovação: 08-07-1853

Abertura 09-07-1853

Aceitação: 14-07-1853 Manoel Antonio de Oliveira.

 

1-3-2-3 João, batizado em 05-01-1796.

Campanha, MG Igreja Sto Antonio aos 05-01-1796 batizei condicionalmente por ter sido batizado em casa, a João, f.l. de Jose de Oliveira Mello e Maria Josefa de Mello nts desta freguesia, neto paterno do falecido Cap. Jose de Oliveira, nmaterno do Ajudante Jose Teixeira de Mello e Maria do Carmo, foram padrinhos Jose Teixeira d Mello, solteiro e Ana Maria mulher de Antonio Luiz Ferreira.

1-3-2-4 Maria em 23-09-1802.

Campanha, MG Igreja Sto Antonio aos 23-09-1802 pos os santos oleos a Maria, batizada ao nascer por seu avô o Ajudante Jose Teixeira de Mello, filha leg. de Jose de Oliveira Mello e Maria Josefa de Mello nts desta freguesia, avos paternos incognitos e maternos o dito Ajudante e Maria do Carmo; foram padrinhos Francisco Jose Teixeira de Mello e Luiza Eleodora da Silveira, solteira filha de Ignacio Antonio da Silveira.

1-3-2-5 Vicente em 02-11-1808.

Campanha, MG Igreja Sto Antonio bat 1806-1808 im 71 aos 02-11-1808 bat a Vicente, f.l. de Jose de Oliveira Mello e Maria Josefa de Mello, foram padrinhos o Ten. Joaquim Ignacio e D. Ignacia filha do Sarg. Mor Thom[dobra]Joaquim; e foi batizado sub conditione por ter sido batizado em casa.

1-3-2-6 Manoel Antonio de Oliveira, testamenteiro e herdeiro do irmão Antonio. Casou com Maria Vitória Rodrigues, filha do Cap.Antonio José Rodrigues. Geração na família “Antonio Luiz de Medeiros”.

1-3-3 Teresa batizada aos 01-07-1770 em Campanha. Não é citada no testamento paterno.

B7: Igreja Santo Antonio (Campanha, Minas Gerais)  Bat. aos 01-07-1770, Teresa, f.l. do Ajudante Jose Teixeira de Mello, n. da freg. de S. Tiago de Magueija Bispado de Lamego e Maria do Carmo, n. freg. de Pouso Alto deste bispado de Mariana, np Domingos Teixeira de Mello e Esperança João, nm Manoelo Antonio e Maria de Viveiros; padr.: Revdo. Domingos da Silva Lobo e D. Maria Boena do Prado mulher do Licenciado Manoel de Paiva e Silva.

1-3-4 Antonia, batizada aos 13-10-1772.

B7: Igreja Santo Antonio (Campanha, Minas Gerais)  Bat. - aos 13-10-1772 Antonia nascida a doze dias, f.l. do Ajudante Jose Teixeira de Mello, n. da freg. de S. Tiago de Mageja Bispado de Lamego e Maria do Carmo de Viveiros, n. freg. de Pouso Alto deste bispado de Mariana, np Domingos Teixeira de Mello e Esperança João, nm Manoel Antonio e Maria de Viveiros, já defuntos; padr.: Revdo. Domingos da Silva Lobo com pp de Bento Ferreira da Silva, e D. Joana Teodora do Monte mulher do Cap. João Rorigues Moreira,

         Antonia Maria de Jesus (tambem Antonia Teixeira) aos 29-10-1798 casou com Francisco Manoel de Azevedo (citado como Francisco José no testamento do sogro), filho de Manoel José de Azevedo e Ana Maria do Rosario, família “Lourenço da Silva Tourinho”.

Campanha, MG aos 29-10-1798 nesta matriz Francisco Manoel de Azevedo, f.l. de Manoel Jose de Azevedo e Ana Maria do Rosario =a cc Antonia Maria de Jesus, f.l.do Ajudante Jose Teixeira de Mello e D. Maria do Carmo de Viveiros. Ambos os contraentes nts/bts nesta freguesia da campanha.

         Franciso Manoel e Antonia Maria tiveram filhos batizados na Campanha. Entre eles:

1-3-4-1 Maria, batizada em 14-02-1802. Legatária do avô materno: “deixo a minha neta Maria, filha de minha filha Antonia e de Francisco Jose de Azevedo”.

Campanha, MG aos 14-02-1802 nesta matriz bat a Maria, f.l. de Francisco Manoel de Azevedo e de Antonia Maria de Jesus, foram padrinhos Francisco Jose --- por pp q apresentou de Jose de Abreu, e D.Maria do Carmo, casada.

1-3-4-2 João de Deos, já falecido em 1820. Foi casado com Veridiana Cândida de Oliveira, exposta a Maria Madalena de Oliveira. Veridiana casou segunda vez, com dispensa de afinidade lícita, com Antonio Teixeira de Oliveira 1-3-2-2 supra. No processo de dispensa constou que Veridiana tinha seis filhos pequenos

1-3-5 Capitão José Teixeira de Mello, batizado em 13-11-1774. Aos 03-02-1809 casou com Maria Teixeira Palha, filha de Antonio Teixeira Palha e Josefa Rodrigues Ramos.

Campanha, MG aos 13-11-1774 nesta matriz bat a Jose nascido de oito dias, f.l. do Ajudante Jose Teixeira de Mello, n. da freguesia de S.Tiago de Mageja Bispado de Lamego e de Maria do Carmo, n. da freg. do Pouso Alto, avos paternos Domingos Teixeira de Mello e Esperança Joãoa, ja defuntos, maternos Manoel Antonio e Maria de Viveiros, ja defuntos. Padrinhos João Antonio de Azevedo, casado e Izabel Caetana de Faria, maulher de Domingos Rodrigues Afonso;

 

B7: Campanha-MG - casamentos - aos 03-02-1809 Capitão Jose Teixeira de Mello, f.l. do Ajudante Jose Teixeira de Mello e Maria do Carmo de Viveiros, n/b nesta = Maria Teixeira Palha, f. de Antonio Teixeira Palha e Josefa Rodrigues Ramos, n/b na freguesia de Congonhas do Campo.

1-3-6 Teresa Maria de Mello batizada aos 30-11-1777 em Campanha onde aos 13-10-1790 casou com Joaquim Pinto de Castilho, natural de Taubaté-SP, filho do Ajudante Francisco Tomás de Castilho e Rita Maria de Jesus.

Campanha, MG aos 30-11-1777 nesta matriz bat a Teresa nascida de dez dias, f.l. Ajudante Jose Teixeira de Mello, n. da freguesia de S.Tiago de Magueja Bispado de Lamego e de Maria do Carmo, n. da freg. do Pouso Alto, avos paternos Domingos Teixeira de Mello e Esperança João, maternos Manoel Antonio e Maria de Viveiros, ja defuntos. Padrinhos Ponciano Ferreira da Silva, solteiro e Inacia Antonia da Silveiar mulher de João Antonaio de Azevedo.

 

B7: Campanha-MG - casamentos -. matriz aos 13-10-1790 Joaquim Pinto de Castilho, f.l. do Ajudante Francisco Tomas de Castilho e D. Ritta Maria de Jesus, n/b na vila de Taubate Bispado de S. Paulo = D. Teresa Maria de Mello, f.l. do Ajudante Jose Teixeira de Mello e D. Maria do Carmo, n/b nesta freguesia.

 

1-3-7 Francisco Teixeira de Mello, batizado em 21-04-1785. 3º testamenteiro paterno.

Campanha, MG aos 21-04-1785 nesta matriz batizou condicionalmente por ter sido batizado em casa Farncisco de onze dias, f.l. Ajudante Jose Teixeira de Mello, n. da freguesia de S.Tiago de Magueja Bispado de Lamego e de Maria do Carmo, n. da freg. do Pouso Alto, avos paternos Domingos Teixeira de Mello e Esperança João, maternos Manoel Antonio e Maria de Viveiros. Padrinhos Cap. João da Fonseca e Josefa Maria de Mello irmã do batizado.

 

2- Escolástica de Viveiros Machado casou com João Fernandes de Freitas. João Fernandes casou segunda vez com Vitoria Nunes da Silva e faleceu em 15-12-1757. Foi inventariado em 07-07-1758 por Vitória (inventário neste site).

Vitória Nunes da Silva natural do Facão (Cunha)-SP, filha do Cap. Manoel Lopes Figueira e Joana da Silva, casou segunda vez com João Pereira Dias. Geração deste matrimônio na família “Francisco Martins Coelho”.

João Fernandes e Vitória tiveram três filhos:

I- João, com 5 anos em 1758.

II- José, com 3 anos. José Fernandes de Freitas e sua mulher Luiza Rosa de Moraes em 1796 passam procuração Arraial da Campanha do Rio Verde de Santo Antonio do Vale da Piedade. Geração na família “Antonio Borges da Costa”.

III- Maria com um ano. Maria Vitória de Freitas foi a primeira mulher do Tenente Manoel Borges da Costa. Falecida sem filhos, herdou sua mãe. Família “José de Faria Cardoso”.

 

        Escolástica e João Fernandes tiveram 3 filhos:

2-1 Maria Josefa de Jesus casou com Lourenço Dias Bravo. Maria Josefa faleceu em Pouso Alto e foi inventariada em 1758. Sem geração herdou seu avô materno “Declaro que tenho uma herança que herdar para o que já me habilitei por sentença cuja sentença se acha na Vila de São João del Rei no Juízo dos Órfãos para se proceder as Partilhas a qual herança é de uma minha neta por nome Maria Josefa, mulher que foi de Lourenço Dias Bravo”. (inventário neste site).

 

2-2 Francisco Fernandes de Oliveira com 10 anos em 1758. Francisco, viúvo de Joana Lemes da Silva, faleceu aos 09-08-1827 com testamento redigido na Fazenda dos Campos em 24-07-1827. Declarou cinco filhos de seu casal:

Baependi  Testamento 1819 a 1823,

Regisro do Testamento de Fran.co Fernd.es de Olivr.ª, de quem é seu testamenteiro Fran.co da S.ª Lemes = falecido aos 09-08-1827

Eu, Francisco Fernandes de Oliveira, n. da Freguesia de Pouso Alto, f.l. dos falecidos Joam Fernandes de Freitas e Escolastica de Viveiros.

Fui cc. Joana Lemes da Silva, já falecida, de cujo matrimonio tivemos cinco filhos que são: Antonio = Francisco = Maria = Ana = e Clara os quais são todos meus legitimos e universais herdeiros nas duas partes de meus bens.

Declaro que minha filha Ana se acha cc. Francisco da Silva Leme (...)

Declaro que minha filha Clara se acha cc. Ignacio Antonio Pinto (...)

Declaro que dei de dote a meu filho Antonio (...), e a meu filho Francisco (...) e bem assima minha filha Maria

Testamenteiros: 1º a meu genro Francisco da Silva Lemes, 2º a meu filho Antonio Jose Fernandes, 3º a meu sobrinho Joaquim Fernandes da Silva.

Legados pios, declara dividas.

Instituo herdeiras nos remanescentes de minha terça, em igual partem a minha filha Maria e a minha neta e afilhada Maria, filha de minha filha Clara.

Fazenda dos Campos, 24-07-1827 Francisco Fernandes de Oliveira.

Aprovação: 25-07-1927

Abertura: aos 09-08-1827 me foi entregue este testamento do falecido.

Aceitação: aos 27-08-1827 Francisco da Silva Lemes fez aceitação.

 

Arquivo: Forum de São Lourenço-MG

Pesq. Cristiano Corte Restitutti

Inventariado Francisco Fernandes de Oliveira [ou da Silva] ano 1828

Inventariante Francisco da Silva Lemes, genro

Local Fazenda dos Campos, Aplicação do Carmo na freguesia de Pouso Alto

Herdeiros 5 filhos.

1- Francisco Fernandes de Oliveira [Junior], casado com Maria do Rosario

2- Antonio Jose Fernandes, casado com Inacia Maria de Jesus

3- Maria Joaquina, solteira, 46 anos

4- Ana Antonia da Silva, casada com Francisco da Silva Lemes

5- Clara Lemes da Silva, casada com Inacio Antonio Pinto

 

Terras pertencentes à meação materna foram descontadas para calculo da terca paterna

 

Fui casado com Joana Lemos da Silva já falecida de cujo matrimonio tivemos cinco filhos que são meus legitimos e universais herdeiros.

Minha filha Ana se acha casada com Francisco da Silva Lemes eu eu dei em dote um escravo de nome Roque em preco de 130 mil. Minha filha Clara se acha casada com Inacio Antonio Pinto e lhe dei em dote a escrava Francsica 230 mil bem assim um poldro 16 mil e duas novilhas 8 mil. Dei em dote a meu filho Antonio, Rita Parda 120 mil bem assim a meu filho Francisco 64 ou 66 mil reis o que melhor contar de um recibo que por haver tinha em meu poder e bem assim a minha filha Maria Jose, Crioulo 80 mil.

Nomeio para meu testamenteiro Francisco da Silva Lemes, em segundo meu filho Antonio Jose Fernandes e em terceiro meu sobrinho Joaquim Fernandes da Silva.

Meu testamenteiro pagara todas as dividas. Deixo a NS da Aparecida uma Missa qu se mandara dizer a uma libra de cera?. sou Irmão da Irmandade da Ordem Terceira de S. Francisco da Vila de S. João Del Rei. Devo aos herdeiros de Maximiano Felix no Rio de Janeiro 6 mil reis e assim mais a um irmao do falecido Gonçalo Ferreira de Freitas 2400 e assim mais ao Capitao João de Sousa Caldas 3300 e assim mais a Casa do falecido João de Sousa Portes 14400. Mandara meu testamenteiro dizer 40 missas pelaminha alma. Deixo esmola para as obras da Capela de NS do Rosario do Arraial do Carmo 10 mil e para as obras da Capela de NS do Carmo no mesmo Arraial. Assim mais 10 mil para a Capela de S. Tome das Letras da freguesia de Carrancas.

Instituo por minhas herdeiras nos montes de minha terça em igual parte a minha filha Maria e minha neta e afilhada Maria filha da minha filha Clara. Fazenda dos Campos Aplicação do Carmo Freguesia de Pouso Alto, 24/7/27.

 

2-2-1 Antonio José Fernandes, natural de Baependi. Aos 21-04-1806 casou com Maria Teresa de Jesus, filha de Agostinho Fernandes e Ana Francisca de Jesus. Maria Teresa foi inventariada por Antonio em 1826. Geração na família Francisco Martins Coelho

Aiuruoca, MG aos 21-04-1806 na Capela dos Serranos se receberam Antonio Jose Fernandes, f.l. de Francisco Fernandes de Oliveira e Joana Leme da Silva, bat. na freguesia de Baependi = E Maria Teresa de Jesus, f.l. de Agostinho Fernandes e Ana Francisca de Jesus, n/b nesta freguesia. Testemunhas o Cap. João Fernandes da Silva e João Fernandes Marrtins.

         Antonio José 2º testamenteiro paterno, em 1828 estava casado com Inácia Maria de Jesus.

2-2-2 Francisco Fernandes de Oliveira casado com Maria do Rosario

2-2-3 Maria Joaquina, solteira, 46 anos em 1828. Co herdeira do remanescente da terça paterna.

2-2-4 Ana Antonia da Silva, aos 26-08-1802 casou com Francisco da Silva Lemes, filho do Furriel José da Silva Leme e Rosa Maria Goulart. Geração na família “Guilherme da Cunha Gago”.

B7: Campanha-MG - casamentos - matriz aos 26-08-1802 Francisco da Silva Leme, f.l. de Furriel José da Silva Leme e Roza Maria Gularte, n/b nesta = Anna Antonia da Silva, f.l. de Francisco Fernandes de Oliveira e Joanna Leme da Silva, n/b na freguesia de Pouso Alto.

2-2-5 Clara Lemes da Silva casada com Inácio Antonio Pinto. Pais de, pelo menos:

2-2-5-1 Maria, afilhada e legatária do avô materno.

 

2-3 Joaquim com 9 anos em 1758.

 

 

_____________________________________________________________________________________

 

Cap. 2º

João de Mello de Viveiros

(atualizado em 09-dezembro-2014)

 

João de Mello de Viveiros era natural da Ilha de Miguel Bispado de Angra. 

Comparar: João de Mello de Viveiros, testamenteiro do tio de Antonio de Viveiros de Oliveira, Cap 1º acima.

 

João casou com Bernarda Gertrudes Rosa natural da Ilha Terceira, do mesmo bispado.

 

Foram moradores na freguesia da Piedade (atual Lorena) Bispado de S. Paulo onde nasceram filhos que depois migraram para o Sul de Minas.

 

João e Bernarda já eram falecidos em 08-12-1777 (batismo da neta Floriana, filha de Francisco). Encontramos os filhos:

1- Tomás Alves de Mello, alferes.

2- Francisco Xavier Mariano

3- Ana Maria de Jesus

 

1- Alferes Tomás Alves de Mello nasceu em Lorena-SP. Casou com Escolástica Maria de Moraes Navarro, natural de Pitangui-MG, filha de José Leme da Silva e Gertrudes Maria de Moraes (ou Gertrudes de Siqueira de Moraes).

          Alferes Tomás foi sepultado dentro da matriz da Campanha em 27-02-1800. Escolastica faleceu com testamento feito na Fazenda do Lambari Grande em 29-10-1818. Declarou sete filhos vivos de seu matrimônio. Geração in Aportes à GP: José Leme da Silva, capitão - SL II, 255, 3-5

 

2- Francisco Xavier Mariano, tambem natural de Lorena, casou duas vezes. Primeira vez casou com Ana Silveria de Azevedo, natural das Congonhas do Campo, filha do Alferes José de Queiroz Ferreira, natural de Salvador da vila Cova arc. Braga e Teresa de Azevedo Correa, natural de N. Sra de Nazaré da Cachoeira, casados em Itabirito-MG em 13-01-1744. Neta paterna de Manoel Ferreira e Izabel de Oliveira Queiros, neta materna do Ten.Manoel de Azevedo Silva e Joana Correa de Brito.

Itabirito, MG (N Sra Itabira do Campo) Igreja N. Sra da Boa Viagem aos 13-01-1744 na capela S. Caetano distrito desta freguesia de N. Sra da Boa Viagem da Itaubira comarca de Vila Rica do Ouro Preto e testemunhas Martinho Delgado de Camargo e o Sarg. Mor Domingos de Amorim. Alferes Jose de Queiros Ferreira, f.l. Manoel Ferreira, ja defunto e Izabel de Oliveira Queiros, natural e batizado na freguesia do Salvador da vila Cova da Lixa de Amarante Arc. Braga e morador na freguesia das Congonhas = cc D. Teresa de Azevedo Correa, f.l. Ten. Manoel Azeve(sic) Silva e Joana Correa de Brito natural e batizada na freguesia de N., Sra de Nazare da Cachoeira.

 

          Segunda vez aos 25-11-1790 Francisco casou com Francisca Maria de Jesus, natural de Pitangui, filha de Ignacio da Costa Homem e de Ignacia Maria de Jesus, neta paterna de Tome Luiz Cardoso e Josefa da Luz, neta materna de Marcelo Rodrigues Tavora e Andresa Leme de Vasconcellos

Campanha, MG Igreja Sto Antonio aos 25-11-1790 nesta matriz Francisco Xavier Mariano, viuvo que ficou de Ana Silveria de Azevedo falecida e sepultada nesta mesma freguesia = cc Francisca Maria de Jesus, f.l. de Ignacio da Costa Homem e de Ignacia Maria de Jesus, n/b na vila de Pitangui deste bispado.

          Francisco faleceu em 30-12-1795 com geração de ambos os matrimônios. Geração com Francisca Maria de Jesus descrita na família “Marcelo Rodrigues Tavora”.

Campanha, MG Igreja Sto Antonio obitos 30-12-1795 foi sepultado dentro desta matriz Francisco Xavier Mariano morador neste arraial.

          Ana Silveria de Azevedo e Francisco tiveram os filhos, batizados na Campanha, q.d.:

2-1 Floriana Angelica de Azevedo batizada em 08-12-1777. Casou aos 16-04-1798 com Antonio da Silva Passos, filho de Manoel da Silva Passos e Maria Moreira da Silva ou Bicuda, neto paterno de Guilherme da Cunha Gago e Brigida Sobrinha de Aguiar, neto materno de Manoel Moreira de Aguiar e Helena da Silva. Geração na família “Sebastião Bicudo de Mendonça”.

Campanha, MG Igreja Sto Antonio aos 08-12-1777 nesta matriz bat a Floriana Angelica, nascida de dez dias, f.l. de Francisco Xavier Mariano, natural da Piedade-SP e Ana Silveria de Azevedo, natural da freg. das Congonhas deste bispado; avos paternos João de Mello e Bernarda Gertrudes já defuntos, avos maternos Jose de Queiroz Ferreira e Teresa de Azevedo Correa. Foram padrinhos Thomas Alves de Mello e D. Ana Maria mulher de Antonio Luiz Ferreira.

          Antonio faleceu aos 75 anos e foi sepultado aos 18-10-1815.

Campanha, MG Igreja Sto Antonio aos18-10-1815 falecendo de retenção de urina, de idade de 75 anos Antonio a Silva Passis, branco, casado, foi sepultado dentro desta matriz.

2-2 José Mariano de Queioz batizado em 04-04-1779. Aos 16-06-1802 casou com Mariana Sabina de Jesus, filha de José Mendes dos Santos e Ana Josefa da Conceição, neta paterna de Manoel Gomes e Maria Mendes, neta materna de Amaro Ferreira Neto e Escolastica Barbosa de Lima - família “Gaspar João Barreto", o filho.

Campanha, MG Igreja Sto Antonio nesta matriz aos 04-04-1779 bat a Jose, de doze dias, f.l. de Francisco Xavier Mariano, natural da Piedade-SP e Ana Silveria, natural da freg. das Congonhas do Campo; avos paternos João de Mello e Bernarda Gertrudes, avos maternos Jose de Queiroz e Teresa de tal. Foram padrinhos Antoino Luiz Ferreira e, Escolatica de Moraes casada com Thomas Alves.

2-3 Felizarda Maria de Jesus batizada em 18-06-1780. Aos 125-09-1800, dispensados no 2º grau de consanguinidade em linha transversal, casou com Tomaz Alves de Mello, filho do falecido Alferes Thomaz Alves de Mello e Escolástica de Moraes em 1 supra.

Campanha, MG Igreja Sto Antonio aos 18-06-1780 bat a Felizarda, de oito dia, f.l.de Francisco Xavier Mariano natural da freg. da Piedade Bispado de S. Paulo e de Ana Silveria de Azevedo, natural da freg. das Congonhas deste Bispado; np de João de Mello de Viveiros e Bernarda Gertrudes Rosa, ja defuntos, nmaterna de Jose de Queiroz Ferreira e Teresa de Azevedo Correa. Foram padrinhos Thomaz Alz de Mello e Maria do Carmo mulher do Ajudante Jose Teixeira de Mello.

2-4 Constantino Xavier Mariano batizado em 01-11-1781. Aos 18-04-1803 casou com Inacia Antonia da Silveira, filha de Julio Leme da Costa e Maria Luiza da Silva, neta paterna de Manoel da Costa Homem e Catarina Moreira, neta materna Gabriel Dias Cardoso e Inácia Pedrosa - família “Lourenço da Silva Tourinho”.

Campanha, MG Igreja Sto Antonio aos 01-11-1781 nesta matriz bat a Constantino, de nove dia, f.l. de Francisco Xavier Mariano e Ana Silveria natural deste bispado e ele do de S. Paulo; avos paternos Joam de Mello e Bernarda Gertrudes, avos maternos e freguesias não deram noticia. Forma padrinhos Jose Dias Torres e D. Gertrudes Angelica, solteira.

2-5 Antonio Xavier Mariano batizado em 14-08-1785. Aos 04-07-1807 casou com Maria Josefa dos Reis, natural de Cunha-SP, filha do Alf. Antonio da Silva Reis e Josefa Maria de Mello, neta paterna de Tómas da Silva Reis e Emiliana Maria de Toledo, neta materna do Ajudante José Teixeira de Mello e Maria do Carmo de Viveiros. Por Maria do Camo, bisneta de Manoel Antonio e Maria de Viveiros de Oliveira ou Machado, esta filha de Antonio de Viveiros de Oliveira Cap. 1º desta familia. Geração no Cap. 1º, 1-3-1-1.

Campanha, MG Igreja Sto Antonio aos 14-08-1785 nesta matriz da Campanha bat a Antonio, de oito dias, f.l. Francisco Xavier Mariano, natural da Piedade do Bispado de S. Paulo e Ana Silveria de Azevedo natural das Congonhas do Campo deste bispado de Mariana; avós paternos Joam de Mello e Bernarda Gertrudes, avos maternos o Alf. Jose de Queiroz e Teresa de Azevedo. Foram padrinhos Jose de Oliveira, solteiro e Ana Maria mulher de Antonio Luiz Ferreira.

2-6 João batizado em 24-06-1787.

Campanha, MG Igreja Sto Antonio aos 24-06-1787 nesta matriz bat a João, f.l. Francisco Xavier Mariano, natural da freguesia da Piedade do Bispado de S. Paulo e Ana Silveria de Azevedo natural da freguesia de N Sra da Conceição das Congonhas do Campo deste bispado de Mariana; avós paternos Joam de Mello de Viveiros e Bernarda Gertrudes da osa, avos maternos o Alf. Jose de Queiroz Ferreira e Teresa de Azevedo Correa. Foram padrinhos o Alf. Francisco Jose de Matos, solteiro e Ignacia Antonia da Silveira mulher de João Antonio de Azevedo.

2-7 Maria Silvéria, legatária da tia Ana Maria de Jesus: “Deixo de esmola a minha sobrinha Maria Silveria, filha do falecido meu irmão Francisco Xavier Mariano, dez oitavas de ouro”.

 

3- Ana Maria de Jesus natural de Pindamonhangaba-SP, casou duas vezes. Ana testou na Campanha da Princesa em 03-04-1805. Declarou naturalidade, filiação e os dois matrimônios, sem geração. Casou primeira vez com Antonio Luiz Ferreira. Segunda vez estava casada com José Antonio dos Santos, seu universal herdeiro.

Campanha, MG Igreja Sto Antonio - Copia do Testamento com que faleceu Ana Maria de Jesus: Eu Ana Maria de Jesus (...) sou natural da freguesia de Pindamonhangaba Bispado de S. Paulo, f.l. de João de Mello de Viveiros e de Bernarda Gertrudes da Rosa, ja falecidos. Fui casada com Antonio Luiz Ferreira de cujo matrimonio não tive filhos. E por ser falecido o dito meu marido, passei a segundas nupcias com Jose Antonio dos Santos com o qual sou presentemente casada.

Testamenteiros em 1º o dito meu marido Jose Antonio dos Santos, em 2º o Quartel Mestre Manoel Correa Lopes, em 3º a Jose Rodrigues Mendes.

Devo a uma preta por nome Francisca, escrava de minha irmã Escolastica, digo escrava de minha cunhada Escolastica, viuva de meu irmão Thomas, 22 oitavas. Encomenda missas e legados pios.

Deixo de esmola a minha sobrinha Maria Silveria, filha do falecido meu irmão Francisco Xavier Mariano, dez oitavas de ouro.

Instituo por meu universal herdeiro ao dito meu marido Jose Antonio dos Santos. Vila da Campanha da Princesa 03-04-1805