PROJETO COMPARTILHAR

Coordenação: Bartyra Sette e Regina Moraes Junqueira

www.projetocompartilhar.org

 

 

SIQUEIRA ARANHA

 

 

Bartyra Sette

 

Domingos Pedrosa e Ana Lamim foram moradores em Mogi das Cruzes em finais do século XVII. Ana faleceu em 20-03-1725 e foi inventariada por Domingos no mesmo ano.

Tiveram dois filhos, um dos quais já falecido:

SAESP - Inventarios de Moji das Cruzes: 2º Cartório de Mogi das Cruzes -

Ana Lamim mulher de Domingos Pedrosa moradores no termo desta vila

Autos aos 06-04-1725

Declarante Domingos Pedrosa

Faleceu aos 20-03 deste presente ano com testamento, ficaram dois filhos machos ja casados a saber: João de Siqueira Aranha, ja defunto, cc Caterina de Siqueira, ja defunta cujo tiveram um casal de filhos a saber João de Siqueira Aranha, solteiro e Maria de Figuera cc Manoel de Tabora. E outro filho do dito inventariante por nome Manoel de Siqueira cc Domingas Correa Pinto.

 

1- João de Siqueira Aranha faleceu abintestado em 07-01-1725 deixando um casal de filhos, tutelados pelo avô paterno. Foi casado com Caterina de Siqueira sua inventariante. Catarina já era falecida em 1725 (inventário da sogra)

Paroquia de Sant'Ana de Mogi ds Cruzes-SP, aos --- de janeiro de 1715 fal. João de Siqueira Aranha, abintestado.

 

SAESP Inventarios de Moji das Cruzes: 2º Cartório de Mogi das Cruzes -

Inventariado João de Siqueira Aranha - 1715

Faleceu aos 07-01 da dita era sem testamento.

Filhos: João de 13 anos, e Maria de 11

 

Autos aos 05-02-1715 - Catarina de Siqueira, dona viuva

Termo de curadoria: Domingos Pedrosa, pai do defunto.

 

Autos de Causa Civil e Libelo 14-12-1715

Autor: Sargento Mor Tome Moreira Velho, morador na vila de Mogi.

Reus: Catarina de Siqueira e seus filhos menores e o tutor Domingos Pedrosa

Motivo: Divida de 46$000 rs do defunto

Sentenca do Sargento Mor Tome Moreira Velho contra a viuva Catarina de Siqueira e seus filhos e curador Domingos Pedroso.

 

Autos de Causa Civil e Libelo  23-11-1715

Autor Cap. Sebastiao da Fonseca Pinto

Idem. De 54 $000 rs

Ficaram dois filhos: João de Siqueira = e Maria de Siqueira mulher de Manoel

 

Aos 12-07-1726 contra Catarina de Siqueira, viuva que ficou de João de Siqueira Aranha.

Autos de Causa Civil e Libelo  1715

Autor: Marco da Fonseca Pinto

Idem. De 58 $000 rs

 

Autos de Causa Civil e Libelo  14-12-1715

Autora: D. Ana Ribeira, dona viuva, moradora na cidade de S. Paulo

Motivo: divida de 150 oitavas de ouro

 

Procuração aos 20-06-1713 S. Paulo

Que faz Ana Ribeira, dona viuva

Procuradores nomeados: Jose Ramos da Silva, Jorge Lopes, Luiz Teixeira de Azevedo, Duarte de Tavora (Gamboa), Gabriel Fernandes, Aleixo Manoel Ferreira.

 

Citação dos herdeiros de João de Siqueira Aranha aos 29-06-1716 na fazenda da viuva Catarina de Siqueira e citei: Mel. de Tavola seu genro; e João de Siqueira, menor seu filho e tutor Domingos Pedrosa.

 

1-1 João de Siqueira, com 13 anos em 1715

1-2 Maria, com 11 anos. Maria de Siqueira (ou de Figuera) casou com Manoel de Tavola.

 

2- Manoel de Siqueira Aranha estava casado com Domingas Correa Pinto, filha de Francisco Martins e Ana de Torres. Manoel faleceu em Mogi aos 17-10-1746.

Paroquia de Sant'Ana de Mogi ds Cruzes-SP, aos 17-10-1746 fal. Manoel de Siqueira Aranha marido q foi de Domingas Correa, fregues desta freguesia. Sepulytado nesta matriz, seus testamenteiros Miguel da Costa de Godoy e Domingos de Almeida Ramos, moço e o Cap. Mor Jose Leite de Siqueira

O casal teve grande geração, citada esparsamente na GP. Entre eles:

2-1 Manoel de Siqueira Aranha aos 24-11-1733 casou com Joana Correa Gomes, filha de Geraldo Fernandes Nogueira e da falecida Catarina Gomes Correa. Geração em SL. 7º, 334, 3-10.

Paroquia de Sant'Ana de Mogi ds Cruzes-SP, aos 24-11-1733 Manoel de Siqueira Aranha, f.l. Manoel de Siqueira Aranha e Domingas Correa Pinta = cc Joana Correa Gomes, f.l. Geraldo Fernandes Nogueira e Catarina Gomes Correa, falecida. Todos nts e moradores nesta.

2-2 Branca Correa de Siqueira (ou de Siqueira Aranha) aos 09-02-1734 casou com Francisco Correa Rabello, f. de José Correa de Souza e D. Antonia de Jesus, naturais do Rio de Janeiro, freguesia N. Sra da Piedade.

ACMSP Dispensas Matrimoniais ano 1733-1734

Francisco Correa Rabello e Branca Correa de Siqueira - 26-janeiro-1734

Francisco Correa Rabello, morador na vila de Mogi, f.l. de Jose Correa de Souza e de s/m D. Antonia de Jesus, natural da cidade do Rio de Janeiro, batizado na freguesia de N. Sra da Piedade - Branca Correa de Siqueira, f. de Manoel de Siqueira Aranha e de s/m Domingas Correa, nts da vila de Mogi - Justificação de estado livre e desimpedido do contraente,

Testemunhas.

 

Paroquia de Sant'Ana de Mogi ds Cruzes-SP, aos 09-02-1734 Francisco Correa Rabello, f.l. Jose Correa de Souza e D. Antonia de Jesus, nts do Rio de Janeiro = cc Branca Correa de Siqueira, f.l. Manoel de Siqueira Aranha e Domingas Correa, Nts desta vila.

 

Francisco, já falecido em 1763, e Branca tiveram os filhos, q.d.:

2-2-1 Maria do Rosario, natural de Mogi das Cruzes, casou com José Rodrigues da Silva, natural de Pouso Alto-MG, filho do falecido Lourenço da Silva Tourinho e Maria Fragosa de Melo. Geração na família "Lourenço da Silva Tourinho".

2-2-2 Quiteria Maria de Jesus casou com Lourenço Silva Tourinho, irmão inteiro de José Rodrigues supra citado. Geração na família "Lourenço da Silva Tourinho", neste site.

2-2-3 Rosa Maria de Jesus, natural de Santa Barbara-MG, casou com Francisco Xavier da Silva, filho de Jacinto de Mello e Maria Tourinho da Silva ou Fragosa de Mello, neto paterno de Antonio de Mello e Mariana Cabeleiros, neto materno de Lourenço da Silva Tourinho e Maria Fragoso de Mello - família supra citada.

Encontramos um filho do casal:

2-2-3-1 Antonio, batizado na Campanha em 15-05-1763.

Igreja Santo Antonio (Campanha, Minas Gerais) aos 15-05-1763 Antonio, f.l. Francisco Xavier da Silva, n/b na freg. do Pouso Alto e Rosa Maria de Jesus, n. da freg. de S. Barbara todos deste bispado; padr.: Antonio Luiz Ferreira, solteiro e Bernarda Gertrudes Rosa mulher de João de Mello Viveiros. Np de Jacinto de Mello, já defunto e Maria da Silva Tourinho, nm Francisco Correa Rabello, já defunto e Branca de Siqueira Aranha.

2-2-4 Francisca Correa de Jesus, natural de Santa Barbara-MG, casou com Miguel Pinto Ribeiro, natural de Pouso Alto, filho de Batista Pinto e Ana Ribeiro Rodovalho. Geração em Aportes à GP: Anna Ribeiro Rodovalho- SL V, 568, 2-1

2-2-5 José Francisco Correa, natural de Santa Barbara-MG, casou com Ana Barbosa, natural de Atibaia-SP, filha de Domingos Affonso de Escudeiro, natural de Atibaia e Maria Barbosa, natural de Nazaré. Pais de, e.o.:

2-2-5-1 Ana, batizada em Santa Ana do Sapucai em 25-07-1767.

Silvianopolis, MG aos 25-julho-1767 nesta matriz de Santa Ana do Sapucai  bat a Ana, f.l. de Jose Francisco Correa, n/b na freguesia de Santa Barbara Bispado da cidade de Mariana e de s/m Ana Barbosa, bat. na freguesia de S. João de Atibaia Bispado de S. Paulo; avos paternos Francisco Correa Rabelo, de naturalidade incognita e Blanca de Siqueira, n. desta freguesia; maternos Domingos Affonso de Escudeiro, n. da dita freguesia de S. João e Maria Barbosa, n. da freguesia de Nazareth do Bispado de S. Paulo; foram padrinhos Luiz Pereira da Cunha, solteiro, e Blanca de Siqueira viuva de Francisco Correa Rabelo, todos moradores nesta freguesia.

 

2-3 Pedro de Siqueira Aranha foi primeira vez casado com Teresa Cardosa de Jesus, falecida em Mogi aos 17-12-1742. Em 1745 com 30 anos, Pedro tirou provisão para se casar, como casou aos 13 de julho do mesmo ano, com Luzia Correa Pinta, batizada em 27-02-1740, filha de Joana Pinta (ou Correa) e pai incognito (Antonio Correa Pinto, segundo casamento da filha Izabel).

ACMSP Dispensas Matrimoniais ano 1745  

Pedro de Siqueira e Luzia Correa 09-julho-1745

Certidões:

- aos 17-dezembro-1742 faleceu Teresa Cardoza de Jesus, mulher que foi de Pedro de Siqueira Aranha, Sepultada na capela da Senhora da Escada. Não fez testamento por não ter de que.

- aos 27-fevereiro-1730 bat na capela de N. Sra da Ajuda a Luzia, f. de Joana Pinta, da casa de Antonio Pinto, foram padrinhos João Rodrigues Card[----] e Izabel Correa.

Depoimento do contraente: Pedro de Siqueira Aranha, natural da vila de Santa Ana das Cruzes, f. de Manoel de Siqueira Aranha e de Maria Castilho, de idade que disse ser de 30 anos.

 

Paroquia de Sant'Ana de Mogi ds Cruzes-SP, aos 13-07-1745 Pedro de Siqueira Ar.ª (Aranha) viuvo de Teresa Cardo--- = cc Luzia Correa Pinta f. de [------------] e pai incognito [---------------]

Pedro e Teresa tiveram os filhos, q.d.:

2-3-1 Angela de Siqueira, natural de Mogi das Cruzes e freguesa da vila de Itu. Em 1771 tirou provisão para se casar com Pascacio Dias Leme, com 25 para 26 anos, filho de Domingas de Miranda e pai incognito. Pascacio casou primeira vez em 05-02-1758 com Maria Cardosa, batizada em Nazare em 23-11-1745 e falecida em Mogi em 17-01-1771, filha de Manoel Peres Cardoso, natural das minas e de s/m Veronica de Moraes, natural de Jundiai.

ACMSP Dispensas Matrimoniais ano 1771

Pascacio Dias Leme e Angela de Siqueira 25-maio-1771

Pascacio Dias Leme viuvo de Maria Cardosa. Angela de Siqueira, f.l. de Pedro de Siqueira Aranha e de s/m Teresa Cardosa, ja defunta, n/b nesta freguesia e freguesa da vila de Itu.

- Mogi das Cruzes - aos 17-janeiro-1771 no bairro da Paraiba do termo desta vila faleceu Maria Cardosa, natural e moradora nesta, casada com Paschacio Dias Leme, de idade 50 anos, pouco mais ou menos, foi sepultada na igreja da aldeia de N. Sra da Escada,

- aos 06-janeiro-1743 anos bat a Angela, f. de Pedro de Siqueira e de s/m Teresa Cardosa, foram padrinhos Mateus da Costa, casado e Izabel An.tes de Miranda, solteira, todos desta freguesia. Mogi 15-maio-1771

 

Paroquia de Sant'Ana de Mogi das Cruzes-SP, aos 04-06-1771 Pascacio Dias Leme, n. desta, viuvo de Maria Cardosa e f. pai incognito e Domingas de Miranda = cc Angela de Siqueira, n. desta, f.l. Pedro de Siqueira e Teresa Cardosa, np Manoel de Siqueira Aranha e Domingas Correa, nm não souberam.

 

ACMSP Dispensas Matrimoniais ano 1758

Pascacio Dias Leme e Maria Cardosa aos 30-janeiro-1758

Maria Cardosa f. de Manoel Peres Cardoso e de Veronica de Moraes, bat na freguesia de N. Sra de Nazare.

- aos 23-novembro-1745 nesta matriz bat a Maria, f. de Manoel Cardoso e de s/m Veronica de Moraes, foram padrinhos Domingos de Escudeiro e s/m Maria Barbosa, todos moradores desta freguesia. Nazare 28-dezembro-1757.

 

Autos de Justificação do batismo do contraente: filho de Domingas de Miranda, solteira e de pai incognito, fregues e batizado nesta freguesia de Mogi das Cruzes, havera 25 ou 26 anos.

Testemunhas.

Segundo o assento de casamento do filho de Maria Cardoso e Pascacio, este era filho de João Dias e Domingas Antunes:

- Francisco Dias Cardoso, filho de Pascacio Dias Leme e Maria Cardosa, np João Dias e Domingas Antunes, nm Manoel Cardoso e Veronica de Moraes, em Mogi das Cruzes aos 25-02-1778 casou com Ana Correa de Oliveira, n. Taubate, f.l. Jose Correa Leme e Izabel da Cunha de Oliveira, np José Correa e Izabel Cardosa, nm Jose Lopes da Cunha e Barbara Ribeira.

Paroquia de Sant'Ana de Mogi das Cruzes-SP, aos 25-02-1778 Francisco Dias Cardoso, n. desta, f.l. Pascacio Dias Leme e Maria Cardosa, np João Dias e Domingas Antunes, nm Manoel Cardoso e Veronica de Moraes = cc Ana Correa de Oliveira, n. Taubate, f.l. Jose Correa Leme e Izabel da Cunha de Oliveira, np Jose Correa e Izabel Cardosa, nm Jose Lopes da Cunha e Barbara Ribeira.

 

2-3-2 Maria de Siqueira Aranha, batizada em 12-04-1733. Aos 21-06-1779 casou com Miguel Lopes Maciel, natural de Jacarei, viuvo de Joana Correa de Moraes falecida em Mogi aos 22-12-1765.

ACMSP Dispensas Matrimoniais ano 1779

Miguel Lopes Maciel e Maria de Siqueira Aranha - aos 09-junho-1779

Miguel Lopes Maciel, viuvo de ----- Correa - Maria de Siqueira Aranha, f. de Pedro de Siqueira Aranha e de Teresa Cardosa, ja defunta, natural da vila de Mogi das Cruzes.

- aoss 22-dezembro-1765 faleceu Joana Correa mulher de Miguel Lopes Maciel, sepultada na aldeia da Senhora da Escada.

- aos 12-abril-1733 nesta matriz bat a Maria, f. de Pedro de Siqueira Aranha e de s/m Teresa Cardosa, foram padrinhos o Cap. Tome Pimenta de Abreu, casado e Maria de Godoy, solteira, todos naturais e moradores nesta freguesia,  Mogi das Cruzes primeiro-maio-1779

 

Paroquia de Sant'Ana de Mogi das Cruzes-SP, aos 21-06-1779 Miguel Lopes Maciel, n. Jacarei e viuvo de Joana = cc Maria de Siqueira, f.l. Pedro de Siqueira Aranha e Teresa Cardosa, falecida, e todos moradores nesta.

 

Joana Correa de Moraes e Miguel Lopes Maciel tiveram, pelo menos, o filho:

- João Lopes Correa, em Mogi aos 11-01-1763, casou com Barbara de Chaves, natural de Mogi, filha de Manoel de Chaves e Maria Dias, naturais de Jacarei.

Paroquia de Sant'Ana de Mogi das Cruzes-SP, aos 11-01-1763 João Lopes Correa cc Barbara de Chaves, ambos nts da vila de Jacarei, ela f.l. Manoel de Chaves e Maria Dias, todos nts de Jacarei e a contraente de Mogi. O contraente f.l. Miguel Lopes Maciel e Joana Correa de Moraes.

 

Pedro e Luzia tiveram os filhos, q.d.:

2-3-3 Pedro de Siqueira Aranha, batizado em 05-08-1756. Em 21-01-1772 casou com Ana da Conceição, batizada em 24-01-1740 em Santo Amaro, filha João Pires e Gertrudes da Rosa. Comparar com João Pires de Siqueira filho Antonio Pires de Siqueira e Felipa Leme, ambos servos de Jose Fernandes, que casou aos 27-09-1738 com Gertrudes da Rosa, filha natural da falecida Joana de tal.

ACMSP Dispensas Matrimoniais ano 1771

Pedro de Siqueira Aranha e Ana da Conceição aos 21-dezembro-1771

Pedro de Siqueira Aranha, f.l. de Pedro de Siqueira Aranha e de s/m Luzia Correa, nts desta vila de Mogi e de presente fregueses da vila de Jacarei. Ana da Conceição, f. de João Pires e de s/m Gertrudes da Rosa, ja defunta, nts e bts na freguesia de Santo Amaro e de presente moradores nesta de Mogi das Cruzes.

- aos 05-08-1756 na aldeia de N. Sra da Escada bat a Pedro, f. de Pedro de Siqueira Aranha e de s/m Luzia Correa Pinta, foram padrinhos Sebastião de Siqueira Caldeira, solteiro e Maria das Neves, casada, todos desta freguesia. Mogi 27-agosto-1771

- aos 24-janeiro-1740 bat a Ana, f.l. de João Pires e de s/m Gertrudes da Rosa, da casa de Maria de Mattos, foram padrinhos Francisco Furtado Simões, casado e Maria Gomes, mulher de Andre de Oliveira, moradores nesta freguesia de Santo Amaro.

 

Paroquia de Sant'Ana de Mogi das Cruzes-SP, fls 135 aos 21-01-1772 Pedro de Siqueira Aranha, natural desta e morador em Jacarei, f.l. Pedro de Siqueira Aranha e Luzia Correa Pinta, np Manoel de Siqueira Aranha e Domingas Correa Pinta, nm Antonio Correa Pinto e sua mulher digo e Ana da Conceição, solteira= cc Ana da Conceição, n. de Santo Amaro e moradora nesta vila, f.l. João Pires e Gertrudes da Rosa, np Antonio Pires e Maria da Rosa, nm João Pires e Maria da Rosa. Test.: Manoel de Siqueira Aranha cc Angela Soares, e Felis da Cunha Nogueira cc Branca das Neves.

Obs. vários enganos na declaração dos avós.

 

Santo Amaro, matrimonios; Aos 27-09-1738 se receberam João Pires de Siqueira, filho de Antonio Pires de Siqueira e Felipa Leme, servos da casa de Jose Fernandes; cc. Gertrudes da Rosa, filha natural de Joana, já defunta, moradora na casa de Clara de Mattos. T.: Manoel Rodrigues de Arzão e Tomas Paes Colonna.

 

2-3-4 João de Siqueira Aranha, batizado em 10-06-1757. Aos 05-07-1778 casou com Antonia Pinta da Costa, batizada em 23-06-1762, exposta em casa de Dionisio de Siqueira.

ACMSP Dispensas Matrimoniais ano 1778

João de Siqueira Aranha e Antonia Pinta da Costa 23-junho-1778

- Aldeia de N. Sra da Escada: aos 23-junho-1762 bat Antonia, exposta em casa de Dionisio de Siqueira, e de -----ra Cardoza, q de fora lha repuzeram de pais incognitos, foram padrinhos Domingos Leite e s/m Mecia Pedrosa moradores nesta aldeia.

- aos 10-junho-1757 nesta matriz bat a João, f. de Pedro de Siqueira Aranha e de s/m Luzia Correa Pinta, foram padrinhos João Minz Barroso e Ignacia Paes de Barros, todos moradores desta freguesia, Mogi 14-junho-1778

 

Paroquia de Sant'Ana de Mogi das Cruzes-SP aos 05-07-1778 João de Siqueira Aranha, n. desta, f.l. Pedro de Siqueira Aranha e Luzia Correa, neto de João de Siqueira Aranha = cc Antonia Pinta da Costa, n. desta, f. de pais incognitos, exposta em casa de Dio[danificado] Siqueira. Test.: Salvador Machado Lima e Francisco Pinto do Rego, casados.

2-3-5 Izabel Maria, aos 17-07-1781, casou com Francisco Martins de Campos, natural de S. Paulo, filho de Carlos José de Campos Coelho, natural de Viseu e Helena Martins de Jesus, neto paterno de João de Campos Coelho e de Francisca de Almeida, da mesma cidade, neto materno de Santos Martins e Izabel Fernandes - família Francisco Fernandes de Faria, neste site.

Paroquia de Sant'Ana de Mogi das Cruzes-SP, aos 17-07-1781 Francisco Martins de Campos, n. S. Paulo, f.l. Carlos Jose de Campos e Helena Martins de Jesus, np Santos Martins europeu e Izabel Martins de Jesus, nm não soube = cc Izabel Maria, f.l. Pedro de Siqueira Aranha e Luzia Correa Pinta, np Manoel de Siqueira Aranha n. desta vila e Maria Cardosa, nm Antonio Correa Pinto e Joana Correa, todos desta vila.

Obs.: os citados avós paternos do orador são os maternos.

 

2-3-6 Ana Maria Aranha, batizada em Jacarei aos 02-abril-1769. Em 1799 tirou provisão para se casar com João Gonçalves Lira, batizado em Jacarei em 0803-1760, filho de Antonio Gonçalves Agostim e Inácia de Oliveira Preta - família Mateus Fernandes Agostim, neste site.

2-4 Ana Pedrosa, batizada em abril de 1719. Com provisão de 1745 e registro em Mogi das Cruzes, aos 15-08-1745 casou com Miguel da Costa de Godoy, filho de Jorge da Costa Pina e Mariana Freire de Vasconcelos. Geração em SL. 6º, 102, 3-3.

Paroquia de Sant'Ana de Mogi das Cruzes-SP, aos [-- ]de abril 1719 Ana, f.l. Manoel de Siqueira Aranha e Domingas Corrrea, padr.: Gabriel Frz de -------- e Catarina P. do Prado.

 

Paroquia de Sant'Ana de Mogi ds Cruzes-SP, aos 15-08-1745 Miguel da Costa f.l. Jorge da Costa Pina e Mariana Freire = cc Ana Pedrosa, f.l. Manoel de Siqueira Aranha e Domingas Correa todos nts e moradores desta.

 

Guarulhos, SP Igreja N. Sra da Conceição aos 15-08-1745 com licença do Vigario de Mogi onde os contraentes são fregueses. Miguel da Costa de Godoy, f.l. Jorge da Costa Pina e Mariana Freire de Vasconcellos = cc Ana Pedrosa, f.l. Manoel de Siqueira Aranha e Domingas Correa. Ambos naturais e fregueses de Sta. Ana de Mogi.

 

2-5 Isabel Corrêa Aranha foi primeira vez casada com João de Oliveira das Neves, falecido afogado no Rio das Mortes. Em 09-05-1769, com provisão, casou com José da Silva Cravo, de 56 anos, filho de Pascoa Pinheira e pai incognito, viúvo de Maria de Siqueira falecida em 1763.

ACMSP Dispensas Matrimoniais ano 1767

João da Silva Cravo e Isabel Correa 19-outubro-1767

Justificante Isabel Correa, viuva e natural desta vila de Santa Ana de Mogi das Cruzes onde é moradora, de idade de quarenta e tantos anos, filha de Manoel de Siqueira Aranha e de s/m Domingas Correa Pinta, e que tinha 26 anos pouco mais ou menos quando se casou e que só uma vez fora casada e neste consorcio que viveu quatro anos. Que seu marido João de Oliveira das Neves morrera afogado no Rio das Mortes, porque alem de outras noticias, veio uma carta de seu cunhado Miguel da Costa de Godoy informando (...) e que teria ela 20 anos pouco mais ou menos quando se casou, e hoje se acha com 41 ou 42 anos.

Testemunhas:

- Aleixo Leme de Almeida Ramos, casado, natural desta vila de Santa Ana, de idade 20 anos.

- Manoel da Costa Ribeiro,viuvo, natural e morador desta freguesia, de idade 31 anos.

 

Autos de casamento: 21-abril-1769.

 

João da Silva Cravo, viuvo de Maria de Siqueira, filho de Pascoa Pinheira e pai incognito = Isabel Correa, f.l. de Manoel de Siqueira Aranha e de s/m Domingas Correa. A contraente viuva de João de Oliveira, todos naturais e fregueses desta vila de Santa Ana das Cruzes de Mogi.

Fr. João Monteiro de São Pedro, religioso de N. Sra do Carmo, superior presidente no convento desta cidade certifico que: sendo sacristão mor no convento de Mogi das Cruzes na era de 1763 dei sepultura na Igreja de N. Sra do Carmo daquela vila a Maria de Siqueira, com licença que me apresentou João da Silva Cravo (...). S. Paulo 19-abril-1769

Depoimento do contraente: 21-abril-1769 (...) de idade que disse ser de 56 anos, e que sendo de idade de 26 anos, pouco mais ou menos, se casara na aldeia de Barueri com Maria de Siqueira, em cujo consorcio vivera 22 anos pouco mais ou menos, e que sendo moradores na vila de Mogi das Cruzes ali falecera e fora sepultada,

 

Paroquia de Sant'Ana de Mogi de Cruzes-SP, aos 09-05-1769 João da Silva Cravo, n. desta, f. de Pascoa Pinheira, viuvo de Maria de Siqueira = cc Izabel Correa Aranha, f.l. Manoel de Siqueira Aranha e Domingas Correa, viuva de João de Oliveira, neta paterna Domingos Pedroso e Ana Lamim, nm Francisco Martins e Ana de Torres. Test.: Salvador de Siqueira Aranha, solteiro filho de Manoel de Siqueira Aranha e Domingas Correa, e Angelo Pereira de Alvarenga cc Rosa

 

          José faleceu em 20-11-1784. Izabel casou novamente, aos 24-12-1787 em Guarulhos, com Salvador da Cunha Pontes, filho dos falecidos Manoel da Cunha Lobo e Izabel de Pontes, viúvo de Izabel Fernandes Paes - família Nunes de Pontes, neste site.

ACMSP Dispensas Matrimoniais ano 1787

Salvador da Cunha Pontes e Isabel Correa Aranha 04-dezembro-1787

Salvador da Cunha Pontes, f.l. de Manoel da Cunha Lobo, ja defunto e de s/m Izabel de Pontes, ja defunta, viuvo de s/m Izabel Fernandes Paes. Isabel Correa Aranha, f.l. de Manoel de Siqueira Aranha e de s/m Domingas Correa Pinta, ja defuntos, O contraente n/b nesta vila de Santa Ana de Mogi das Cruzes e fregus de N. Sra da Conceição dos Guarulhos e a contraente viuva de seu marido João da Silva Cravo, natural e fregue4sa desta mesma vila.

- aos 20-novembro-1784 faleceu Jose da Silva Cravo, n. desta vila de Mogi e morador no bairro do Taboão, casado com Izabel Correa Aranha, de idade 80 anos, pouco mais ou menos, Sepultado na capela de S. Alberto, não fez testamento por ser pobre.

- aos 20-fevereiro-1787 faleceu Izabel Fernandes Paes, n. e freguesa desta freguesia da Conceição, de idade de 70 anos, casada com Salvador da Cunha Pontes. Conceição dos Guarulhos 3-dezembro-1787

 

Guarulhos. SP Igreja N. Sra da Conceição. Aos 24-12-1787 nesta matriz e testemunhas Manoel Pereira de Magalhães, casado e fregues de Mogi das Cruzes, e Simão Antonio dos Reis, casado e fregues desta freguesia. Salvador da Cunha Pontes, fregues desta e morador no bairro da capela, viuvo de Izabel Fernandes Paes sepultada nesta matriz = cc Izabel Correa Aranha, freguesa de Mogi das Cruzes, viuva de João da Silva Cravo sepultado na capela de Santo Alberto de Mogi das Cruzes.

 

2-6 Salvador de Siqueira Aranha, solteiro em 1769, testemunha no casamento da irmã Izabel.

 

2-7 Miguel Correa Aranha, batizado em 1724. Em 1757 tirou provisão para se casar com Izabel da Fonseca Pinto, batizada em 03-02-1737, filha de João de Pontes Pinto e de s/m Maria da Silva de Aguiar - família "Sebastião da Fonseca Pinto". Geração em SL. 8º, 114, 6-3.

ACMSP Dispensas Matrimoniais ano 1757

Miguel Correa Aranha e Izabel da Fonseca Pinta 05-fevereiro-1757

Miguel Correa Aranha, f.l. de Manoel de Siqueira Aranha e de s/m Domingas Correa Pinta. Izabel da Fonseca Pinta, f. de João de Pontes Pinto e de s/m Maria da Silva Aguiar, todos naturais e moradores na freguesia de Santa Ana das Cruzes de Mogi.

- aos vinte [danificado] março de mil setecentos e vinte e quatro bat Miguel, f. de Manoel de Siqueira Aranha e de s/m Domingas Correa, foram padrinhos Jose Leite de [-----] e Micaela Correa de Lemos.

- aos 03-fevereiro-1737 bat a Izabel, f; de João de Pontes e de s/m Maria da Silva, padrinhos Salvador da Cunha Gago e Catarina Pinta, casados, todos desta freguesia

2-8 Teresa batizada em 10-09-1726.

Paroquia de Sant'Ana de Mogi das Cruzes-SP, aos 10-09-1726 Teresa, f.l. Manoel de Serqueira Aranha e Domingas Correa, padr.: Miguel Fragoso de Mattos e Maria de Lima.

2-9 Tomé Correa Aranha batizado em 28-12-1728. Em S. João del Rei aos 24-12-1768, casou com Rita Maria de Nazaré, aí batizada em 08-09-1750, filha de Joana Ferreira de Castilho e seu primeiro marido João Gonçalves Fontes.

Paroquia de Sant'Ana de Mogi das Cruzes-SP, aos 28-12-1728 Tome, f.l. Manoel de Siqueira Aranha e Domingas Correa Pinta, padr.: Acenso Dias Leme e Potencia da Cunha.

 

(inicio muito danificado) Matriz de Nossa Senhora do Pilar e Capelas Filiadas, em altar portatil aos 24-12-1768 Tome [---] A[-----], de Santana das Cruzes de Mogi-SP, f.l. Manoel de Siqueira Aranha e Domingas Correa Pinto = cc Rita Maria de Nazare, n/b na freg. N. Sra do Pilar, f.l. João Gonçalves Fontes, falecido e Joana Ferreira de Castilho.

 

Matriz de Nossa Senhora do Pilar e Capelas Filiadas, cap. N. Sra de Nazare aos 08-09-1750 Rita Maria, f.l. João Gonçalves Fontes e Joana Ferreira, padr.: Padre Francisco Fernandes Mendes.

 

Joana Ferreira de Castilho

 

          Muito provavelmente Tome casou segunda vez com Leonor Fernandes e foram pais de:

2-9-1 Francisco, batizado na capela de S. Gonçalo em 27-12-1766

Campanha, MG aos 27-12-1766 na capela de S. Gonçalo, filial desta matriz da Campanha, bat a Francisco, f.l. de Tome de Siqueira Aranha, n. da freguesia de Mogi das Cruzes Bispado de S. Paulo, e de Leonor Fernandes, n. desta freguesia; foram padrinhos Pedro Antonio, casado e Ignacia Maria, casada.

 

 

=======================================================================

 

DESENTRONCADOS

 

 

Domingos de Siqueira Aranha e Maria Pedrosa de Oliveira foram moradores em Mogi das Cruzes na primeira metade do século XVIII onde batizaram, pelo menos, o filho:

 

1d- João de Siqueira Aranha, batizado em 17-10-1745. Em 1767 já estava casado na Campanha do Rio Verde.

ACMSP Dispensas Matrimoniais ano 1767

Autos de uns banhos a favor de João de Siqueira Aranha - 17-fevereiro-1767

João de Siqueira Aranha, morador do arraial de Santo Antonio da Campanha do Rio Verde Bispado de Mariana, f.l. de Domingos de Siqueira Aranha e de Maria Pedrosa de Oliveira . Para se casar no dito arraial lhe foi preciso dar fiança a certidão de batismo da vila da Sra Santa Ana de Mogi das Cruzes deste bispado donde o suplicante é Natural.

Certidão: aos 17-outubro-1745 na capela de N. Sra da Escada bat a João, f. de Domingos de Siqueira e de s/m Maria Pedrosa, foram padrinhos Lourenço Leme e Maria da Silva todos desta freguesia.

Muito provavelmente o casado com Felipa da Rocha de Toledo, batizada em Carrancas aos 04-03-1738, filha de Clemente da Rocha, natural da Parnaiba-SP e de Joana de Toledo, natural de Itaberava-MG, casados em Carrancas em 12-09-1735. Clemente filho natural de Manoel da Rocha e Natalia de Lima; Joana filha natural do Tenente Bento Castelhanos e Felipa, criola forra.

Igreja Nossa Senhora da Conceição (Carrancas, Minas Gerais) aos 04-03-1748 Felipa, f.l. Clemente da Rocha e Joana de Toledo, padr.: Francisco Correa n. das Ilhas e Angela de Toledo, solteira filha de Francisco Xavier da Silva, desta freguesia.

 

Igreja Nossa Senhora da Conceição (Carrancas, Minas Gerais) aos 12-09-1735 Clemente da Rocha, f. nat. de Manoel da Rocha e Natalia de Lima bastarda, n/b vila de Parnaiba; = cc. e Joana de Toledo, f. nat. do Ten. Bento Castilhanos e Phelipa Preta, crioula forra; ela contraente bat. freg. de Sto Antonio da Itaberaba.

Tiveram os filhos, batizados na Campanha, q.d.:

1d-1 Mariana em 18-09-1767.

Campanha, MG bat 1762-1774 im 95 aos 18-09-1767 na capela de S. Gonçalo bat a Mariana, f.l. de João de Siqueira Aranha, n/b em Mogi das Cruzes Bispado de S. Paulo, e de Felipa da Rocha, n/b nas Carrancas; foram padrinhos Ignacio Xavier e Ursula Francisca de Toledo, solteiros filhos de Francisca Xavier da Silva. Nasceu aos dez dias do dito mes,

1d-2 Maria em 29-06-1769. Maria Teresa de Jesus aos 10-11-1782 casou com João Pereira da Rocha, batizado em Carrancas aos 15-02-1758.

Campanha, MG aos 29-06-1769 na capela de S. Gonçalo bat a Maria, f.l. de João de Siqueira Aranha, n/b em Mogi das Cruzes Bispado de S. Paulo, e de Felipa da Rocha, n/b nas Carrancas; foram padrinhos Francisco de Salles e s/irmã Ana de Toledo.

 

Campanha, MG aos 10-11-1782 nesta matriz se receberam João Pereira da Rocha, f.l. de João Pereira de Carvalho e de Angela Maria da Rocha, natural da freguesia das Lavras = com Maria Teresa de Jesus, f.l. de João de Siqueira Aranha e de s/m Felipa da Rocha de Toledo, natural e batizada nesta freguesia da Campanha,

 

Igreja Nossa Senhora da Conceição (Carrancas, Minas Gerais) aos 15-02-1758 João n. aos 06, f.l. João Pereira de Carvalho Cruz n. Ititiaia e Angela Maria da Rocha n. vila de S. Jose deste bispado, padr.: João de Toledo, solteiro morador na Campanha e Maria de Ramos mulher de Jose [cortado] do Couto, todos moradores desta freguesia.

          João Pereira da Rocha, irmão inteiro de Antonio batizado em Carrancas em 24-01-1753, eram filhos de João Pereira de Carvalho Cruz, natural de Itatiaia-MG e de Angela Maria da Rocha Antão, natural da freguesia de Santo Antonio da vila de S. José, netos paterno de Manoel Pereira de Carvalho, natural do reino e de Antonia Pereira de nação Mina, solteira, netos materno de José da Rocha Antão, natural do reino e de Ana, mina solteira.

Igreja Nossa Senhora da Conceição (Carrancas, Minas Gerais) aos 24-01-1753 nasceu Antonio, f.l. João Pereira de Carvalho Cruz n. da freg. de Ititiaya e Angela Maria da Rocha Antam n. freg. de Santo Antonio da vila de S. Jose, np Manoel Pereira de Carvalho natural do reino e Antonia Pereira de nação Mina, solteira, moradores que foram na Ititiaya, materno de Jose da Rocha Antam n. do reino e Ana, mina solteira. Foi batizado no oratorio do Deserto Dourado aos 12-02 do mesmo ano, padr.: Jose da Costa e s/m Bernardina Rodrigues de Oliveira, fregueses desta.

 

2d- Inacio Siqueira Aranha, natural de Mogi das Cruzes, casou com Rosa Izabel (de Siqueira ou Carvalho), filha de Ana Nogueira. Pais de, batizados na Campanha, q.d.:

2d-1 Ana, em 15-08-1770.

Campanha, MG aos 15-08-1770 na capela de S. Gonçalo bat a Ana, f. de Inacio da Silveira(sic) Aranha e de s/m Rosa de Carvalho, foram padrinhos po Ten. Francisco de Sales e D. Maria da Costa, solteira.

2d-2 Madalena, em 14-01-1777.

Campanha, MG aos 14-01-1777 na capela de S. Gonçalo bat a Madalena, f.de Inacio Aranha e D. Roza Izabel de Siqueira, foram padrinhos o Revdo Jose Xavier da Silva Toledo e Rita Angela de Cassia, solteira, irmã do dito

2d-3 Francisco, em 17-11-1782.

Campanha, MG aos 17-11-1782 na capela de S. Gonçalo bat sub conditione por ter sido batizado em casa a Francisco, de dez dias, f.l. de Inacio Siqueira Aranha, n. de Mogi das Cruzes Bispado de S. Paulo e de Rosa Izabel de Siqueira, n. desta freguesia; avos paternos Domingos de Siqueira e Maria Pedrosa, maternos Ana Nogueira e seu marido cujo nome se não lembra. Foram padrinhos Jose Pedro da Silva, solteiro filho de D. Teresa Angelica de e Toledo, e D. Joaquina Clara do Nascimento, mulher de Pascoal Rodrigues

 

_______________________________________________________________________________________________________

 

 

Joana Ferreira de Castilho

 

 

Bartyra Sette

 

Joana Ferreira, filha de Cosme Ferreira e Maria Velho (Maria Velho de Moraes) casou duas vezes. Primeira vez, aos 10-11-1736 em São João del Rei, casou com João Gonçalves Fontes, natural de S. Pedro de Donões Arc. Braga, filho de Domingos Dias e Maria Gonçalves e viúvo de sua primeira mulher Joana Moreira.

Matriz de Nossa Senhora do Pilar e Capelas Filiadas, cap. da Conceição aos 10-11-1736 João Gonçalves Fontes, da freg. S. Pedro de Donoens Arc. Braga, f.l. Domingos Dias e Maria Gonçalves, e viúvo de sua primeira mulher Joana Moreira = cc Joana Ferreira, batizada na capela do Rio Grande desta comarca, f.l. Cosme Ferreira e Maria Velho. Test.: Inacio Pereira da Cunha e João Rodrigues Moreira.

 

João Gonçalves Fontes faleceu com testamento e foi inventariado em 1756. Compareceram seis filhos, sendo um póstumo.

- Gonçalo, batizado em 19-10-1747, não é citado.

Matriz de Nossa Senhora do Pilar e Capelas Filiadas, cap. N. Sra de Nazare aos 19-10-1747 Gonçalo, f.l. João Gonçalves Fontes e Joana Ferreira, padr.: Inacio Pinto Guimarães e Maria Velha de Moraes, viuva.

1 - Maria Clara da Conceição

2 - Ana Ferreira

3 - Quitéria

4 - Rita

5 - Madalena

6 - João, póstumo

 

Durante a inventariança, aos 05-12-1761 Joana casou segunda vez com Francisco da Mata Brandão (Francisco da Silva Brandão), natural de Guaratingueta-SP, filho dos falecidos Antonio Rodrigues e Maria de São Pedro. Francisco foi o tutor de seus enteados.

Matriz de Nossa Senhora do Pilar e Capelas Filiadas, cap. da Conceição aos 05-12-1761 Francisco da Mata Brandão, da freg. S. Antonio de Guaratingueta-SP, f.l. Antonio Rodrigues e Maria de São Pedro, falecidos = cc Joana, viuva de João Gonçalves Fontes, f.l. ? e dfe Maria ?, falecida. Test.: Manoel Francisco ? e Jose Vaz da Silva.

 

Museu Regional de São João del Rei

Tipo de documento: inventário Ano: 1756 Caixa: 592

Inventariado: João Gonçalves Fontes

Inventariante: Joana Ferreira de Castilho

Local: paragem da Ibituruna Pequena, termo da vila de São João del Rei

Transcrito por: Edriana Aparecida Nolasco a pedido de Adonias Ribeiro Franco Jr.

Fl 01

Inventário dos bens que ficaram por falecimento de João Gonçalves Fontes de quem é testamenteiro e inventariante a viúva sua mulher dona Joana Ferreira Castilho

 

Fl 02v - Filhos -

01 – Maria Clara da Conceição, de idade de 15 anos

02 – Ana Ferreira, de idade de 13 anos

03 – Quitéria, de idade de 11 anos

04 – Rita, de idade de 6 anos

05 – Madalena de idade de 3 anos

[06- João, filho póstumo depois acrescentado]

 

Fl 03v Bens de raiz

Um sítio em que vive com suas casas de vivenda cobertas de capim com seus matos e espinhos que parte de uma banda com Domingos Lopes Batista e da outra com Ignacio Pinto e da outra com o ajudante José da Rosa Ferreira – 200$000

Um título de provisão de águas e terras minerais de gupiara dentro do mesmo sítio em que era sócio o dito falecido em igual parte com Ignacio Pinto Guimarães, o que não tem avaliação por estar em litígio

Outro título de veio do mesmo córrego em que era sócio o dito falecido com o mesmo Ignacio Pinto Guimarães e Manoel Pereira da Costa, o que não tem avaliação por estar em litígio

 

Fl 04 - Procuração

Data: 28-07-1756

Local: paragem chamada a Ibituruna Pequena

Que faz: dona Joana Ferreira de Castilho (viúva do inventariado)

Procuradores nomeados: Doutor José da Silveira de Souza, Doutor Alexandre da Silva Barros e aos solicitadores Brás Alves Antunes e Simão Lopes da Silva

 

Fl 07 - Auto de contas

Data: 21-11-1758

Local: vila de São João del Rei, Minas e comarca do Rio das Mortes

Dos órfãos:

A órfã Maria da Conceição se acha em idade de 17 anos, pouco mais ou menos;

A órfã Ana Ferreira tem idade de 15 anos, pouco mais ou menos;

A órfã Quitéria tem idade de 13 anos, pouco mais ou menos;

A órfã Rita tem idade de 8 anos, pouco mais ou menos;

A órfã Madalena tem idade de 5 anos, pouco mais ou menos.

Há mais outro órfão por nome João que nasceu posterior a morte de seu pai o qual não acha descrito no inventário no título dos filhos do defunto mas era igualmente seu herdeiro como as demais e que as ditas órfãs se acham vivendo na companhia da viúva sua mãe com todo o recolhimento e honestidade ocupando-se naqueles ministérios que lhes são próprios e que o dito órfão João era de idade de 2 anos pouco mais ou menos o qual a dita sua mãe está criando de leite.

 

Fl - 12 - Diz Ignacio Pinto Guimarães que sendo nomeado tutor dativo dos órfãos que ficaram por falecimento do defunto João Gonçalves Fontes tem passado muitos anos que exerce a dita tutela e tem dado suas contas e porque tem doze filhos debaixo de seu pátrio poder e por todas as leis merece ser escuso de semelhante ônus (...).

 

Fl 18 - Auto de contas

Data: 19-11-1762

Local: vila de São João del Rei, Minas e comarca do rio das Mortes

Tutor: Gaspar Francisco da Fonseca

Dos órfãos

A órfã Maria da Conceição havia se casado com Bento de Brito Costa.

A órfã Ana Ferreira se achava em idade de 19 anos em companhia de sua mãe a qual é demente;

A órfã Quitéria se achava casada com Antônio Rodrigues sem licença deste juízo por ter fugido da companhia de sua mãe;

A órfã Rita se achava em idade de 13 anos em companhia de sua mãe com boa educação;

A órfã Madalena se achava com a idade de 9 anos em companhia de sua mãe com boa educação;

O órfão João se achava com a idade de 7 anos em companhia de sua mãe.

 

Fl 25 - Diz Bento de Brito Costa casado com Maria Clara da Conceição órfã que ficou de João Gonçalves Fontes que fazendo-se inventário há anos de seus bens até o presente dos mesmos não se fez partilha (...).

Fl 26 - Diz Francisco da Silva Brandão como tutor dos órfãos seus enteados que ficaram por falecimento de João Gonçalves Fontes que fazendo-se inventário dos bens deste casal há mais de nove anos entre estes (...).

 

Fl - 30v - Auto de contas

Data: 11-07-1768

Local: vila de São João del Rei, Minas e comarca do rio das Mortes

Tutor: Francisco da Silva Brandão

 

Dos órfãos

A órfã Maria se acha em idade de 27 anos, pouco mais ou menos e casada;

A órfã Ana terá de idade pouco mais ou menos 25 anos e se acha vivendo em companhia dele tutor e sua mãe e se não ocupa em coisa alguma por ter falta de juízo mentecapta e ele tutor a assiste com todo o necessário para sustento e vestuário;

A órfã Quitéria fugiu da companhia de sua mãe e se acha casada com Antônio Dias Nogueira homem pardo, de menos qualidade, que a dita órfã se casou sem licença deste juízo e hoje há de ter 23 anos mais ou menos e se acha moradora com o dito seu marido no sítio do Patrício Lopes junto a Ibituruna;

A órfã Rita se acha com a idade de 18 anos pouco mais ou menos vivendo em companhia dele tutor e sua mãe que lhe dá todo o bom ensino e educação e se ocupa em fiar algodão;

A órfã Madalena se achava com a idade de 15 anos pouco mais ou menos assistindo em companhia dele tutor e sua mãe que lhe dá todo o bom ensino e educação e lhes assistem com o sustento e vestuário necessário e também se ocupa em fiar algodão e era solteira;

O órfão João terá de idade 12 anos pouco mais ou menos vivendo em companhia dele tutor e sua mãe que lhe dá todo o bom ensino e educação e se ocupa em trabalhar junto com ele tutor e dois negros velhos no estado de solteiro.

 

Fl 35 - Diz Quitéria Gonçalves filha que ficou do falecido João Gonçalves Fontes casada atualmente com Antônio Dias Nogueira que por morte de seu dito pai se procedeu a inventário de seus bens (...).

 

Fl 41 - Diz Rita Maria filha legítima de João Gonçalves Fontes e de Joana Ferreira de Castilho que se acha órfã do dito seu pai e contratada para casar com Thomé Correia natural da vila de Mogi do bispado de São Paulo e como não pode fazer sem licença deste juízo (...).

 

Monte mor – 612$966

Líquido – 490$464

Meação – 245$232

Para cada herdeiro – 40$872

 

Fl 61 - Diz Bento de Brito Costa por cabeça de sua mulher Maria Clara da Conceição que por falecimento de João Gonçalves Fontes pai da dita sua mulher se fez por este juízo inventário dos bens (...).

Fl 62 - Certifico que vendo os livros findos de casamentos desta paróquia em um deles a folha 138 achei um assento do teor seguinte:

Aos 22-06-1760 ao meio dia nesta matriz de Nossa Senhora do Pilar de São João del Rei feitas as denunciações na forma do Sagrado Concílio sem se descobrir impedimento como constava da Provisão do Reverendo Doutor Vigário da Vara na minha presença e das testemunhas abaixo nomeadas se casaram por palavras de presente Bento de Brito e Costa natural e batizado na freguesia de Santa Maria de Paredes Conselho de Coira Comarca de Valença do Minho arcebispado de Braga, filho legítimo de Francisco de Brito e de sua mulher Gregória Maria da Costa, já defunta, com Maria Clara da Conceição natural e batizada nesta freguesia de Nossa Senhora do Pilar de São João del Rei, filha legítima de João Gonçalves Fontes já defunto e de sua mulher Joana Ferreira de Castilho e logo receberam as bênçãos na forma do ritual romano. O Vigário Matheus Antônio Salgado

 

Fl 63 - Diz Francisco da Silva Brandão como tutor dos órfãos que para haver de casar a órfã Rita com Thomé Correia foi necessário vesti-la (...).

Fl 71 - Certifico que vendo o livro que serve de assentos de casamentos nele a folha 65v e 66 achei um assento do teor seguinte:

Aos 24-12-1768 pelas duas horas da tarde no Altar portatil do padre Francisco Fernandes Mendes desta freguesia feitas as denunciações na forma do Sagrado Concílio Tridentino sem se descobrir impedimento como constava da Provisão do Reverendo Doutor Vigário da Vara na presença do Reverendo Francisco Fernandes Mendes de licença do reverendo Vigário desta freguesia e das testemunhas José da Silva Lima e Francisco da Silva Brandão que assinaram na Provisão se casaram por palavras Tomé Correa Aranha, natural e batizado na freguesia de Santa Ana da Cruz da vila de Mogi bispado de São Paulo, filho legítimo de Manoel de Siqueira Aranha e de Domingas Correa Pinto, e Rita Maria de Nazaré natural e batizada nesta freguesia e filha legítima de João Gonçalves Fontes já defunto e de Joana Ferreira de Castilho, e não receberam bênçãos por não ser em tempo de que fiz este assento que assino. Antônio Martins Coelho

 

Fl 78 - Diz Antônio Dias Nogueira por cabeça de sua mulher Quitéria Gonçalves que por falecimento de João Gonçalves Fontes pai da mulher do suplicante se procedeu as partilhas (...).

Fl 80 - José Barbosa Pereira Coadjutor da freguesia de Santo Antônio da vila de São José da comarca do Rio das Mortes.

Certifico que revendo os livros dos Assentos dos Casamentos da Freguesia desta Vila nele a folha 15v se acha um do teor seguinte:

Aos 19-04-1762 na capela do arraial do Corgo filial da matriz da vila de São José com Provisão do Muito Reverendo Doutor José Sobral e Souza Vigário da Vara desta Comarca do Rio das Mortes e com licença do Reverendo Vigário da dita Vila de São José Manoel de Pinho Cândido, o Reverendo Jacinto Ferreira da Cunha assistiu ao Matrimônio que com suas palavras celebraram com palavras de presente não havendo impedimento algum Antônio Dias Nogueira, filho natural de Ana Maria Nogueira e de pai incógnito, natural e batizado na freguesia da vila de São João del Rei, com Quitéria Gonçalves filha legítima de João Gonçalves Fontes já defunto e de Joana Ferreira, natural e batizada na dita freguesia da vila de São João del Rei da mesma Comarca, sendo testemunhas que estavam presentes João Afonso de Andrade e Antônio da Mota Gonçalves e receberam as bênçãos nupciais, de que fiz este assento por outro que veio do dito Reverendo Jacinto Teixeira em que me assinei. O Coadjutor José Barbosa Pereira

 

Fl 87 - Auto de contas

Data: 12-01-1774

Tutor: Francisco da Silva Brandão

Fl 87v

As órfãs Maria da Conceição, Rita e Madalena se acham casadas com licença deste juízo e se acham em companhia de seus maridos.

A órfã Ana terá de idade 30 anos pouco mais ou menos e vive na companhia dele tutor seu padrasto e de sua mãe com bom procedimento e que não se lhe pode nunca ensinar o que deve saber uma mulher por razão de ser falta de vista e mentecapta.

O órfão João terá de idade 17 anos pouco mais ou menos e que vive na companhia dele tutor seu padrasto e de sua mãe e que se ocupa no exercício de roça com ele tutor para sustentação e vestuário da casa o qual vive com bom procedimento, sujeição e obediência tanto dele tutor quanto da sua mãe sem ter ação livre.

 

Joana Ferreira de Castilho e seu primeiro marido foram pais de:

 

1- Maria Clara da Conceição batizada em 27-10-1739. Aos 22-06-1760 casou com Bento de Brito e Costa, natural e batizado na freguesia de Santa Maria de Paredes Conselho de Coira Comarca de Valença do Minho arcebispado de Braga, filho legítimo de Francisco de Brito e de sua mulher Gregória Maria da Costa, já falecida (inserido no inventário paterno). Com geração.

Matriz de Nossa Senhora do Pilar e Capelas Filiadas, cap. N. Sra da Conceição da Barra aos 27-10-1739 Maria, f.l. João Gonçalves Fontes e Joana Ferreira, padr.: Francisco Viegas de Meneses, solteiro.

 

2- Ana Ferreira, com 13 anos em 1756. Solteira em 1774, cega e mentecapta.

 

3- Quitéria Gonçalves, batizada em 01-03-1744. Em 19-04-1762, casou com Antonio Dias Nogueira, filho natural de Ana Maria Nogueira (certidão no inventário paterno).

Matriz de Nossa Senhora do Pilar e Capelas Filiadas, cap. N. Sra de Nazare aos 01-03-1744 Quiteria, f.l. João Gonçalves Fontes e Joana Ferreira, padr.: ---- Martins, solteiro e Ana Maria de Siqueira mulher de Francisco Gonçalves.

4- Rita Maria de Nazaré, batizada em 08-09-1750. Aos 24-12-1768 casou com Tomé Correa Aranha, batizado em Mogi das Cruzes em 28-12-1728, filho de Manoel de Siqueira Aranha e Domingas Correa Pinta - família Siqueira Aranha.

Matriz de Nossa Senhora do Pilar e Capelas Filiadas, cap. N. Sra de Nazare aos 08-09-1750 Rita Maria, f.l. João Gonçalves Fontes e Joana Ferreira, padr.: Padre Francisco Fernandes Mendes.

 

5- Madalena Gonçalves Ferreira, com 3 anos em 1756. Aos 25-11-1773 casou com Estevão da Costa Coutinho, natural da Conceição dos Guarulhos-SP, filho natural de Sebastião da Costa Coutinho e Ursula Dias. Com geração.

Matriz de Nossa Senhora do Pilar SJDR e capelas filiadas aos 25-11-1773 matriz, Estevão da Costa Coitinho, f. natural de Sebastião da Costa Coitinho e Ursula Dias, n/b na freg. N. Sra. da Conceição dos Guarulhos Bispado de S. Paulo; = cc. Magdalena Gonçalves Ferreira, f.l. João Gonçalves Fontes e Joana Ferreira de Castilho, n/b nesta freguesia de N. Sra do Pilar.

 

6- João, póstumo. Solteiro em 1774.