PROJETO COMPARTILHAR

Coordenação: Bartyra Sette e Regina Moraes Junqueira

www.projetocompartilhar.org

 

 

Os irmãos PINHEIRO

 

 

Fabricio Gerin

 

 

Viveram na vila de S. Paulo em meados do século XVII os irmãos Francisco Pinheiro (Gordi) e João Pinheiro (Barregão):

Departamento do Arquivo do Estado de São Paulo

Inventários e Testamentos não publicados

Pesq.: Fabricio Gerin/Bartyra Sette

inventario Domingos Lopes Lima 1668. (na familia “Os irmão Furtado”)

aos 09-01-1669 nesta vila de S. Paulo apareceu João Pinheiro a quem o dito Juiz deu a ganhos por seu pedimento por tempo de um ano a razão de 8% de 32$000 rs, para o que obrigou sua pessoa e bens moveis e de raiz havidos e por haver dos quais fez hipoteca de uma morada de casas que tem nesta vila [----] do Prado que com ele parte e da outra banda com Francisco Pinheiro seu irmão. Apresentou por seu fiador ao dito seu irmão Francisco Pinheiro. (aa) Francisco Pinheiro e João Pinheiro.

 

 

Cap. 1º - Francisco Pinheiro Gordi

Cap. 2º - João Pinheiro Barregão

 

 

Cap. 1º - Francisco Pinheiro Gordi

 

Francisco Pinheiro Gordi, natural de Cananéia (termo de casamento do neto Bento) casou com Maria Vaz Cardoso, natural de Nazaré Paulista, filha de Manoel Cardoso e Catarina Rodrigues - família “Gaspar Vaz Guedes”,, neste site.

Foram moradores em Nazaré Paulista onde ambos faleceram com testamento. Francisco em 07-06-1715 e Maria em 14-05-1717

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 07-06-1715 fal. Francisco Pinheiro Gordim, testamenteiros a Marcelino Pinheiro e ao Revdo Padre Manoel Cardoso e a João de Siqueira Caldeira

 

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 14-05-1717 fal. Maria Cardosa, testamenteiros a Pedro Pinheiro e a Marcelino Pinheiro Cardoso.

Maria e Francisco tiveram sete filhos que SL descobriu, entre eles:

S.L. 1º, 85, 2-1; Maria Vaz Cardoso falecida em 1717 foi casada com Francisco Pinheiro Gordi, que faleceu em 1715 na freguesia de Nazareth, e teve q. d.:

3-1 Pedro Pinheiro Gordi

3-2 Marcellino Pinheiro Cardoso

3-3 José Pinheiro Cardoso

3-4 Francisco Pinheiro Cardoso

3-5 Catharina Pinheiro

3-6 Josepha Pinheiro Gordi

3-7 Anna Gordilho

 

1-2 Marcelino Pinheiro Cardoso, testamenteiro dos pais. Foi o segundo marido de Isabel Garcez de Godoy, filha de Jorge Moreira e Isabel Garcez de Siqueira. Geração na família “Godoys”, neste site.

1-3 José Pinheiro, natural da Conceição dos Guarulhos. Em Nazaré Palista aos 27-06-1715 casou com Messia Correa de Oliveira, filha de Francisco Correa, natural da Conceição dos Guarulhos e Luiza de Orens Palha, natural de Nazaré.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 27-06-1715 Jose Pinheiro f.l. Francisco Pinheiro Gordim e Maria Cardosa = cc Messia Correa de Oliveira f.l. Francisco Correa e Luiza de Orens

         Luiza de Orens Palha, filha de Francisco Barreto Palha natural do Rio de Janeiro e Messia Ribeiro, natural de S. Paulo, foi primeira vez casada com Paulo da Silva de Alvarenga, viúvo de Maria Ribeiro, inventariado em 06-01-1686. Geração na família “Antonio Alvares Couceiro”.

         Segunda vez aos 03-11-1686 Luiza casou com Francisco Correa, natural de S. Paulo, filho de Francisco Correa de Oliveira e Angela da Motta, neto paterno de Simão da Motta Requeixo inventariado em 15-04-1650 (SAESP vol. 44º) e Maria Barbosa.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré a margem: Francisco Correa com Luzia de Orens Palha. Aos 03-11-1696(sic: corria o anode 1686) cc. Francisco Correa, natural da vila de São Paulo, f. l. Francisco Correa de Oliveira e Angela da Motta = cc Luiza de Orens Palha, natural e moradora desta freguesia, f.l. Francisco Barreto Palha natural do Rio de Janeiro e Messia Ribeiro n. da vila de S. Paulo e moradora nesta freguesia.

          Francisco Correa de Oliveira testou em Dezembro de 1686 e foi inventariado em 18-03-1687 no bairro de Cahaucaia termo da vila de S. Paulo. Declarou seu casamento com Angela da Motta com geração de seis filhos:

I- Juliana de Oliveira casada com Tome Portes, moradores em Taubaté.

II- Simão da Motta, já falecido, foi repesentado por seus três órfãos. Simão foi inventariado em 02-07-1687por sua viúva Ana Maria de Siqueira. compareceram três filhos. Em 1696 a viúva casou novamente e já era falecida em 1714.

II-1 Ana Maria de 7 anos. Casou com Manoel de Camargo Ortiz e tiveram filho único.

II-2 Maria de 4. Maria Antunes de Siqueira casou com Manoel Nunes de Siqueira.

II-3 Domingos de 10 meses, faleceu em menoridade.

Departamento do Arquivo do Estado de São Paulo

Inventários e Testamentos não publicados

Pesq.: Fabricio Gerin/Bartyra Sette

Simão da Mota

Autos aos 02-07-1687 nesta vila de S. Paulo em casas e morada de ------ de Siqueira.

Declarante [molhado]

(aa João Cubas Preto)

 

Titulo dos herdeiros:

Ana Maria de 7 anos

Maria de 4

Domingos de 10 meses.

 

Termo de curadoria a Manoel de Amaral.

Curadoria a Francisco Correa de Oliveira aos 17-03-1696 nesta vila de S. Paulo como curador e tutor dos orfãos que ficaram de seu irmão Simão da Mota, por se haver casado a viuva que ficou do dito defunto.

Aos 26-04-1696 Curadoria a Antonio do Prado por haver desistido Francisco Correa.

 

Autuação de Inquiricao de Testemunhas por parte de Manoel Nunes de Siqueira 14-01-1714 cidade de S. Paulo

Diz Manoel Nunes de Siqueira, morador na vila de Mogi, que ele quer justificar em como é casado com Maria Antunes de Siqueira, filha legitima de Simão da Mota e Ana Maria de Siqueira, ja defuntos. E como faleceu de menoridade um cunhado dele suplicante chamado Domingos por cuja causa tem ele suplicante meação nesta legitima por serem vivos só dois herdeiros.

Testemunhas:

1 [molhado] João Bicudo ---- (...) aos costumes disse que Maria Antunes de Siqueira fora casada com um seu ----. (...) sabia que Domingos, irmão dela, falecera de menor idade ha muitos anos e que pertencia a legitima dos ditos seus pais as duas irmãs as quais era ela Maria Antunes de Siqueira e outra defunta que fora casada com Manoel de Camargo Ortiz.

 

2 Luiz Soares Ferreira de sessenta ---- anos. Aos costumes disse nada.

3 Jose Raposo da Silveira, 65 anos, parente em 3 grau da mulher -----. (...) ficaram duas filhas herdeiras, uma delas a mulher do justificante e outra que ja era falecida, que fora casada com Manoel de Camargo Ortiz de cujo matrimonio lhe ficara um filho.

4 Inacio Lopes Munhoz, cincoenta e dois anos.

 

III- Manoel Correa, já falecido em 1687, foi representado pela filha:

III-1 Angela, menor.

IV - Izabel.

V- Luzia de Oliveira casada com Pedro de Gouvea.

VI- Francisco Correa casado com Luiza de Orens Palha com seis filhos citados em SL. 8, 231, 3-1. Entre eles, batizados em Nazaré Paulista:

VI-1 Maria em 18-07-1689.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 18-07-1689 bat Maria, f.l. Francisco Correa e Luiza de Orens Palha, padr.: Mateus de Siqueira Antunes e Margarida da Affonseca.

VI-3 Rosa, em 27-08-1693.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 27-08-1693 bat Rosa, f.l. Francisco Correa e Luiza de Orens Palha, padr.: Alvaro Barreto e Maria Ribeira de Siqueira.

VI-4 Messia Correa de Oliveira casada aos 27-06-1715 com José Pinheiro.

VI-6 Escolastica Correa de Oliveira batizada em 25-12-1695. Aos 02-07-1715, dispensados no 4º gau de consanguinidade simples em linha lateral, casou com Manoel Preto Cardoso, filho de Manoel Preto e Izabel Cardosa.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 25-12-1695 bat Escolastica, f.l. Francisco Correa de Oliveira e Luzia de Orens, padr.: João Lopes de Lima e Gabriela Ortiz.

 

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 02-07-1715 Manoel Preto Cardoso f.l. Manoel Preto e Izabel Cardosa= cc Escolastica Correa f. Francisco Correa e Luiza de Orens

 

(RMJ) - ACMSP V 6- Est 4 Gav 1

Manoel Preto de Oliveira e Escholastica Correa de Oliveira - 05-10-1714, entrada no RJ. 04-07-1714 em SP

Parentes em 4o gau de consanguinidade simples em linha lateral

Antonio de Siqra e Frco de Siqra foram irmãos.

De Antonio procedeo Mel Bicudo de Siqra e deste Manoel Preto de Oliveira pai do orador.

De Francisco de Siqra procedeo Messia Ribra de Siqra e desta nasceo Luiza de Orens mãe da oradora Escolastica Correa de Oliveira.

Test e.o.

Domingos da Sa Santa Maria, casado, 53 anos parente da oradora em 4o grau de afinidade

Escolástica faleceu em Nazaré em 07-07-1715.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 07-07-1715 fal. Escolastica Correa, testamenteiros a seu marido Manoel Preto e a Jose do Amaral Cardoso.

 

José Pinheiro e Messia Correa de Oliveira tiveram oito filhos descritos em SL. 1, 85, 3-3: Encontramos, batizados em Nazaré:

1-3-1 Maria, em 30-04-1715.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 30-04-1715 bat Maria, f.l. Jose Pinheiro e Messia Correa, padr.: Francisco Pinheiro Gordim e Luiza de Orens.

1-3-2 Maria, em 06-03-1717

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 06-03-1717 bat Maria, f.l. Jose Pinheiro Cardoso e Messia Correa, padr. Sebastião Subtil de Oliveira e Maria Ribeira.

1-3-3 Escolastica Pinheiro Cardoso, batizada em 04-09-1719. Em 28-06-1715 casou com Salvador Lopes da Cunha, filho de Jose Lopes Fernandes e Maria Gonçalves do Rosario. Geração em Aportes à GP: Salvador Lopes da Cunha - SL II, 20, 5-1.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 04-09-1719 bat Escolastica, f.l. Jose Pinheiro e Messia Correa, padr.: Jorge Garcia e Maria Correa.

1-3-4 Bento Rodrigues Cardoso, batizado em 29-06-1722. Aos 15-02-1765 casou com Ana Maria da Cunha, natural dos Guarulhos, filha de Domingos Vaz Cardoso, natural de Mogi das Cruzes e de Maria da Cunha, natural dos Guarulhos, neta paterna de Domingos Vaz de Lima, natural de Santos e Luzia Pedroza, natural de Mogi das Cruzes, neta materna de Antonio da Cunha de Macedo, natural de Mogi das Cruzes e de Ana da Fonseca, natural da Conceição dos Guarulhos.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 29-06-1722 bat Bento, f.l. Jose Pinheiro e Messia Correa Correa, padr.: Salvador Lopes e Maria de Siqueira Cardosa.

 

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 15-02-1765 nesta matriz Bento Rodrigues Cardoso, natural desta freguesia, f.l. Jose Pinheiro Cardoso e Messias Correa, aquele natural da freguesia da Conceição dos Guarulhos e esta desta freguesia, ambos desta moradores, neto paterno de Francisco Pinheiro Gordi natural da vila de Cananea, e de s/m Maria Cardosa natural e moradora desta freguesia e ambos já defuntos, neto materno de Francisco Correa da Veiga natural da freguesia da Conceição e de s/m Luzia de Orens natural desta freguesia e que foi desta moradora, ambos ja defuntos = cc Ana Maria da Cunha n. da freg. de N Sra da Conceição dos Guarulhos, f.l. Domingos Vaz Cardoso n. de Mogi das Cruzes e de Maria da Cunha n. da freg. da Conceição dos Guarulhos, neta paterna de Domingos Vaz de Lima n. da vila e Praça de Santos e Luzia Pedroza n. de Mogi das Cruzes, aquele ja defunto, e neta materna de Antonio da Cunha de Macedo, ja defunto e natural de Mogi das Cruzes e s/m Ana da Fonseca n. da Conceição dos Guarulhos. Test.: Manoel Jose da Silva e Pedro Carvalho, casados.

1-3-5 Rita em 09-05-1725.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 09-05-1725 bat Rita, f.l. Jose Pinheiro e Messia Correa, padr.: Jose Nogueira e Maria da Cunha.

1-3-6 Januario em 02-07-1727.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 02-07-1727 bat Januario, f.l. Jose Pinheiro e Messia  Correa, padr.: Francisco Pinheiro e Josefa Pinheira.

1-3-7 José em 25-03-1735.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 25-03-1735 bat Jose, f.l. Jose Pinheiro Cardoso e Messia Correa de Oliveira, padr.: Vicente Nunes de Siqueira e Dorotea de Moraes, casados, todos nts e moradores nesta.

1-3-8 Rosa Pinheiro Cardoso casou com Alf. Manoel Jose da Silva, natural da vila de Santarem-PT. Entre seus filhos:

1-3-8-1 Maria Rosa da Silva, natural de Nazaré Paulista onde aos 30-10-1780 casou com Claudio de Moraes Navarro, dai natural, filho do Cap. Marcello Pires de Moraes, natural dessa freguesia e Margarida Nunes de Siqueira, natural da Conceição dos Guarulhos, neto paterno de Francisco Velho de Moraes, natural da cidade de S. Paulo e de Maria Bicuda de Britto, natural de Nazaré, neto materno de Domingos Nunes Paes, natural de Mogi das Cruzes e de Luiza de Siqueira, natural de S. João de Atibaia.

Nazare Paulista-SP Igreja N Sra de Nazare aos 30-10-1780 nesta igreja matriz e testemunhas Cap. Domingos Joseph Duarte Passos, casado com Escolastica Maria de jesus, e o Alf. Manoel Manoel Joseph da Silva, digo, e Ignacio dos Santos de Moraes casado com Mathildes de Jesus Maria, meus fregueses. Se receberam Claudio de Moraes Navarro, natural desta freguesia, f.l. do Cap. Marcello Pires de Moraes, natural desta freguesia e Margarida Nunes de Siqueira, natural da freguesia da Sra da Conceição dos Guarulhos, npaterno de Francisco Velho de Moraes, nat. da cidade de S. Paulo e de Maria Bicuda de Britto, natural desta mesma fregusia, e por parte materna de Domingos Nunes Paes, natural de Mogi das Cruzes e de Luiza de Siqueira nat. de S. João de Atibaia = cc Maria Rosa da Silva, f.l. do Alf. Manoel Jose da Silva, natural da vila de Satarem, partes de Portugal e de Rosa Pinheira natural desta fregusia e ja defunta, neta paterna de Manoel Jorge e Ana da Silva nts da mesma vila de Santarem, neta materna de Joseph Pinheiro Cardoso, cuja naturalidade se não sabe com certeza e de Messia Correia de Oliveira, natural desta freguesia, e a contraente tambem natural desta mesma freguesia.

 

1-4 Francisco Pinheiro em Nazaré aos 27-08-1715 casou com Joana da Cunha de Siqueira, ai batizada em 20-01-1694, filha de Antonio Fernandes Camacho (ou Antonio Bicudo) e de Izabel da Cunha de Siqueira (ou Izabel de Lemos) em aportes à GP: Sebastião Fernandes Camacho- SL VI, 338, 3-1.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 27-08-1715 Francisco Pinheiro f.l. Francisco Pinheiro e Maria Cardosa = cc Joana da Cunha de Siqueira f. Antonio Bicudo e Izabel de Siqueira.

 

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 20-01-1694 bat Joana, f.l. Antonio Fernandes Camaxo e Izabel de Lemos, padr.: Jose de Lemos e Izabel Bicuda.

          Segundo SL. 1, 90, 3-4, faleceu Francisco Pinheiro em 1742 e teve pelo inventario (C. O. S. Paulo) os 4 f.os. seguintes:

1-4-0 Estanislau, batizado em 11-04-1716, não é mencionado.

Nazaré Paulista, SP igreja n. Sra de Nazaré aos 11-04-1716 bat a Estanislao, f.l. Francisco Pinheiro e Joana de Siqueira, padr.: Francisco Velho de Moraes e Izabel da Cunha.

1-4-1 Antonia, batizada em 22-06-1723.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 22-06-1723 bat Antonia, f.l. Francisco Pinheiro e Joana Bicuda, padr.: Jose Pinheiro e Joana de Medeiros.

1-4-2 Mariana em 26-10-1724.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 26-10-1724 bat Mariana, f.l. Francisco Pinheiro e Joana Bicuda, padr.: Domingos de Santa Maria e Maria Bicuda.

1-4-3 Felipe Cardoso Pinheiro em Guarulhos aos 10-12-1750 casou com Antonia de Moraes da Cunha, filha do Cap. Cristovão da Cunha de Moraes e Joana do Prado

Guarulhos, SP Igreja N. Sra da Conceição Aos 10-12-1750 nesta igreja de N. Sra da Conceição dos Guarulhos, sendo eu mesmo uma das testemunhas (o Vig. Antonio Jose de S. Francisco) e Inacio Rodrigues Pinto e Cap. Gabriel Barbosa de Lima. Felipe Cardoso Pinheiro, f.l. Francisco Pinheiro Cardoso e Joana da Cunha, natural morador e fregues da Freguesia de Nazare = cc Antonia de Moraes da Cunha, f.l. Cap. Cristovão da Cunha de Moraes e Joana do Prado, natural moradora e freguesa desta freguesia.

1-4-4 Quiteria Pinheira em 1746 pediu dispensa para se casar com João Pereira de Avelar, filho de Estevão Pereira de Avelar e Francisca Machada.

RMJ Dispensas Matrimoniais - LDS ACMSP ano 1746  4-32-195

João Pereira de Avellar e Quiteria Pinheira

Ele filho de Estevão Pereira de Avelar e Francisca Machada

Ela filha de Francisco Pinheiro e Joana Bicuda. No termo de concessão está que é Joana Bicuda da Cunha.

Banhos corridos na Freguesia de Nazareth. O padre não encontrou os batizados dos contraentes nos livros de Nazareth.

Testemunha e/o: Belchior de Pontes, 55 anos parente do Justificante de quem foi padrinho de batismo

 

1-5 Catarina Pinheira em Nazaré aos 09-10-1707 casou com Sebastião Sutil de Oliveira. Em Itu aos 24-09-1725 casou com Antonio de Quadros, filho de Bartolomeu de Quadros e da falecida Ana Correa.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 09-10-1707 Sebastião Subtil de Oliveira cc Catarina Pinheira, test.: Sebastião Machado e João Gomes.

 

Itu-SP [na era de 1725] Antonio de Quadros, f.l. de Bertholomeu de Quadros e de Ana Correa, ja defunta = cc Catarina Pinheira, f.l.de Francisco Pinheiro e de s/m Maria Cardosa, ja defuntos, naturais da cidade de S. Paulo. E o contrante desta propria vila. Test.: Manoel Araujo, D.os Machado, Maria Cardosa, Margarida da Silva, todos moradores desta propria vila - aos 24 de setembro da sobredita era.

1-6 Josefa Pinheira casou com Batista Maciel de Almeida, filho de Batista Maciel e Ana da Cunha - família “Batista Maciel”. Pais de, q.d.:

1-6-1 João, batizado em Nazaré Paulista aos 19-12-1706.

Nazaré Paulista, SP igreja N Sra de Nazaré aos 19-12-1706 bat João, f.l. Batista Maciel da Cunha e Josefa Pinheira, padr.: João da Cunha Lobo e Catarina Pinheira.

1-6-2 Ana em 15-07-1708.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 15-07-1708 bat Ana, f.l. Batista Maciel de Almeida e Josefa Pinheira, padr.: Cap. Baltazar da Silva e Maria Telles.

1-6-3 Pedro em 18-07-1708.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 18-07-1708 bat Pedro, f.l. Batista Maciel de Almeida e Josefa Pinheira, padr.: Cap. Domingos Lopes de Camargo e Maria Cardosa.

1-6-4 Domingos em 23-04-1710.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 23-04-1710 bat Domingos, f.l. Batista Maciel e Josefa Pinheira, padr.: Marcelino Pinheiro e Maria de Freitas.

1-6-5 Marcelo Pinheiro em Itu aos 23-09-1727 casou com Josefa Aranha, filha de João Aranha Sardinha e Silva e Teresa Bicuda.

Itu-SP [na era de 1727] Marcelo Pinheiro, f.l. de Baptista Maciele de Josepha Pinheira de Almeida, naturais da freguesia de N. Sra de Nazare de Atibaia se recebeu com Josepha de Aranha f.l. de Juam Aranha Sardinha e Silva e Teresa Bicuda, no oratorio de Juam Aanha; foram padrinhos Antonio de Quadros, Manoel Cardoso, Izabel Martins e Maria de Chaves - aos 23 de setembro da sobredita era.

1-7 Ana Gordilha casou com Sebastião Rodrigues, natural de S. Paulo, filho de João Rodrigues Fernandes e Joana Simoa Rodrigues. Sebastião foi inventariado em 1697, familia “Joana Simoa Rodrigues”.

 

 

 

Cap. 2º - João Pinheiro Barregão

(atualizado em 04-maio-2016)

 

João Pinheiro Borregão foi casado com Catarina do Prado, filha de Francisco Rodrigues e Antonia Furtado, família “Furtado, os irmãos Luiz e Leonel”. João faleceu com testamento em Nazare Paulista em 06-11-1696. Nomeou testamenteiros os filhos Francisco, João e Baltazar.

Nazaré Paulista, SP igreja n. Sra de Nazaré aos 06-11-1696 fal. João Pinheiro e deixou por testamenteiros a Francisco Rodrigues, João Pinheiro e Baltazar Pinheiro seus filhos.

 

Filhos

1- João Pinheiro do Prado

2- Ana, batizada na Sé de São Paulo em 28-03-1657.

Ana - Batizada aos 28/03/1657 na Sé de São Paulo,f. de João Pinheiro e Catarina do Prado – padrinhos: Miguel Gil e Bernardina Rodrigues).

3- Domingas Pinheiro

4- Izabel Pinheiro

5- Maria Pinheiro

6- Catarina Pinheira

7- Francisco Rodrigues do Prado

8- Antonia Furtado

9- Balthazar Pinheiro do Prado

10- Felipa do Prado

 

 

 

 

2-1 João Pinheiro do Prado, natural de São Paulo, com 93 anos em 1748.

João Pinheiro do Prado - Em 1748, na freguesia de São João de Atibaia, foi testemunha no Processo de genere et moribus de Inácio de Azevedo Silva, onde se diz: João Pinheiro do Prado, homem casado, natural da cidade de São Paulo e morador nesta freguesia de Nossa Senhora de Nazaré, que vive de suas lavouras, de 93 anos.

          Em Nazaré aos 11-02-1692 casou com Juliana Maciel, natural da Conceição dos Guarulhos, filha de João Maciel e Isabel Fernandes Pimentel.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 11-02-1692 João Pinheiro, f.l. Joam Pinheiro Barregam e Catarina do Prado, = cc Juliana Maciel, f.l. João Maciel e Izabel Fernandes. Test.: Manoel Cardoso e Sebastião Machado;

 

Juliana Maciel - Em 1748, na freguesia de São João de Atibaia, foi testemunha no Processo de genere et moribus de Inácio de Azevedo Silva, onde se diz: Juliana Maciel da Cunha, mulher casada, natural da freguesia de Nossa Senhora da Conceição, que vive de suas lavouras, e moradora nesta freguesia de Nossa Senhora de Nazaré, de 70 anos.

          João faleceu em 04-09-1750 e foi inventariado em 13 de outubro do mesmo ano

SAESP - João Pinheiro do Prado -1750

Autos: 13/10/1750, sítio do defunto, na freguesia de Nossa Senhora de Nazaré - inventariante: Juliana Maciel - faleceu aos 04/09/1750

 

Herdeiros: Raimundo, leso; Antonia Furtada casada com João de Godoy; a defunta Ana Gordilha, casada que foi com Francisco Cubas (deixou 1 filha, Margarida de Siqueira, casada com João Paes da Silva); o defunto Mateus Pinheiro (deixou filhos: Sebastiana Nunes de Siqueira, casada com Inácio da Silva, ausente; Maria Teles de Menezes, casada com José de Azevedo; José, de 14 anos)

 

13/01/1752 - Diz José Nunes de Siqueira, morador na freguesia de Nossa Senhora de Nazaré, termo desta cidade, f.l. de Mateus Pinheiro e de sua mulher Isabel Nunes de Siqueira, que agora se habilitou neste juízo de órfãos para se lhe poder entregar sua legítima que lhe tocou de seu avô João Pinheiro

          Juliana, viúva, faleceu aos 23-10-1754 com testamento de 4 de setembro do mesmo ano e inventário aberto aos 12-11-1754. Declarou naturalidade, filiação, o estado de viúva e os filhos de seu casal.

Juliana - Faleceu aos 23/10/1754, com testamento de 04/09/1754 (testamenteiros: Manoel Barbosa de Lima, João Paes da Silva e Manoel Pereira da Silva – ordena que seu corpo seja sepultado na freguesia de Nossa Senhora de Nazaré, que é sua Matriz – declara que é natural da freguesia de Nossa Senhora da Conceição dos Guarulhos, filha legítima de João Maciel e Isabel Fernandes Pimentel; declara que é viúva de João Pinheiro do Prado, e tiveram os filhos: Mateus Pinheiro, já defunto, Antonia Furtado, já viúva, Raimundo incapaz, Ana Godinha[sic], já defunta – abertura: 23/10/1754), e inventário aberto aos 12/11/1754 na vila de São Paulo.

Declarante: João Paes da Silva, casado com Margarida de Siqueira, neta da defunta inventariada Juliana Maciel, viúva que ficou de João Pinheiro do Prado, do qual se acha inventário neste Juízo – declarou que a dita defunta sua avó faleceu aos 23/10/1754 com testamento, posto que não aprovado por a inventariada falecer em paragem remota e não haver tabelião – fora casada somente com o dito defunto João Pinheiro.

Herdeiros:

Ele inventariante e sua mulher Margarida de Siqueira, filha de Ana Godinha e de Francisco Cubas do Prado;

Antonia Furtado, filha da inventariada, viúva que ficou de João de Godoy;

Raimundo, filho da inventariada, incapaz, desassisado e de maior idade;

Os herdeiros que ficaram do defunto Mateus Pinheiro, filho da inventariada, que foi casado com Isabel Nunes de Siqueira, cujos herdeiros são: Sebastiana da Silva, neta da inventariada, casada com Inácio ausente; José Nunes, neto da inventariada, casado com Mariana, filha de Sebastião Lopes; Maria Teles, neta da inventariada, casada com José de Azevedo – tutor e curador do mentecapto Raimundo: o mesmo João Paes da Silva.

- Dizem José de Azevedo, José Nunes de Siqueira e Sebastiana Nunes de Siqueira, como herdeiros da defunta Juliana Maciel, avó deles suplicantes, que para efeito de arrecadar em suas partes que lhes tocou em folha de partilhas, lhe é preciso por em praça a escrava Gertrudes mulata, 19/02/1755 – Dizem José de Azevedo, José Nunes e Sebastiana Nunes, moradores na freguesia de Nossa Senhora de Nazaré, que no inventário da defunta sua avó Juliana Maciel se adjudicou aos suplicantes uma escrava por nome Gertrudes, a qual querem os suplicantes que saia arrematada, 04/09/1755 – Dizem José de Azevedo, Sebastiana Nunes de Siqueira e José Nunes de Siqueira, da freguesia de Nazaré, herdeiros da defunta Juliana Maciel, que eles suplicantes tem nesta cidade uma mulata por nome Gertrudes em praça, para cada um arrecadar na parte que na dita tem, 11/10/1755, presentes os suplicantes José de Azevedo, José Nunes e Sebastiana Nunes, moradores da freguesia de Nossa Senhora de Nazaré, termo desta dita cidade, os quais são herdeiros da defunta sua avó Juliana Maciel, filhos e genro do defunto Mateus Pinheiro, filho da dita defunta, o dito José Nunes, por não saber escrever, assina com sua cruz, pela dita Sebastiana Nunes não saber escrever, a seu rogo assina o dito José de Azevedo, que também o faz por si como herdeiro e cabeça de casal da herdeira sua mulher Maria Teles, irmã dos dois herdeiros acima declarados .

 

João Pinheiro do Prado e Joana de Siqueira tiveram o filho natural:

2-1-1b José Pinheiro do Prado, natural de Nazaré, casou com Domingas de Siqueira. Faleceu aos 03-04-1731 com 35 anos, vitima de mordida de cobra.

Matriz de Nossa Senhora de Nazaré de Nazaré Paulista/SP Jozeph Pinheiro do Prado. Aos três de abril de mil e settecentos e trinta e três annos faleceu da vida prezente Jozeph Pinheiro do Prado filho natural de João Pinheiro e marido de Domingas de Siqueira, e filho de Joanna de Siqueira de idade de trinta e sinco annos pouco mais ou menos natural e morador desta freguezia, foi sepultado seo corpo nesta Matris com os sacramentos da Penitencia e Extremaunção e sem poder tomar a Sagrada Eucharistia pelos contínuos vômitos movidos de hua peçonhenta dentada de cobra; não fes testamento por pobre, e por esmolla lhe fis o enterro de graça. O Vigr.o Jozeph de Morais e Ag.ar.

Domingas de Siqueira, viúva, teve com Domingos Pinheiro, hmem casado, a filha:

I- Inácia, batizada em 16-07-1735.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 16-07-1735 bat a Inacia, filha de Domingas de Siqueira, viuva, e se deu por pai a Domingos Pinheiro, casado, ambos moradores desta freguesia. Fora padrinhos Matias Fernandes Veremos, solteiro filho da Europa e assistente nesta freguesia, e Izabel Nunes, casada natural e moradora desta.

 

João Pinheiro do Prado e sua mulher Juliana Maciel tiveram os filhos, batizados em Nazaré:

- Antonia Furtado

- Mateus Pinheiro

- Raimundo

- Ana Gordilho

- Maria da Cunha, não é citada no inventário paterno.

- João, batizado em 05-07-1717, também não é mencionado.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 05-07-1717 bat a João, f.l. João Pinheiro do Prado e Juliana Maciel, padr.: Padre Antonio Casado e Maria Ribeira de Camargo.

 

2-1-1 Antonia Furtada Pinheira em 16-07-1720 casou com João de Godoy, filho de Cristovão da Cunha e Ana Moreira Graces.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 16-07-1720 João de Godoy f.l. Cristovão da Cunha e Ana Moreira Graces(sic) = cc Antonia Furtada Pinheira f.l. João Pinheiro do Prado e Juliana Maciel.

          Antonia, viúva e com cerca de 90 anos, faleceu em Nazaré aos 18-07-1783.

Faleceu aos 18/07/1783 em Nazaré Paulista (Antonia Furtado Pinheiro, viúva de João de Godoy Moreira, moradora no bairro do Ribeirão Acima, natural desta freguesia, de 90 anos – não fez testamento por não ter de que – foi seu corpo sepultado dentro desta Igreja Matriz, na terceira ordem das sepulturas, abaixo das grades da comunhão).

2-1-2 Mateus Pinheiro do Prado, batizado em 02-10-1694, casou com Isabel Nunes de Siqueira.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 02-10-1694 bat Mateus, f.l. João Pinheiro do Prado e Juliana Maciel, padr.: João Pinheiro e Izabel Fernandes.

          Já falecido em 1750, Mateus foi representado no inventário paterno por seus três filhos:

2-1-2-1 Sebastiana Nunes de Siqueira (ou da Silva), ausente, já casada com Inácio da Silva, natural de Santo Amaro, filho de Antonio da Silva e Agostinha Rodrigues. Pais de, pelo menos:

2-1-2-1 Ana Maria Pinheiro foi a primeira mulher de José Lopes da Silva, filho de Sebastião Lopes de Medeiros e Escolastica Fernandes Tenorio. Geração na família Clemente Álvares Cap 7º, neste site.

2-1-2-2 Maria Teles de Menezes casada com José de Azevedo Vieira, natural de S. Pedro da Nogueia Arc. de Braga. José faleceu em Nazaré em 21-04-1783 com 95 anos declarados. Com geração.

Faleceu aos 21/04/1783 em Nazaré Paulista (José de Azevedo Vieira, casado com Maria Teles de Menezes, natural de São Pedro da Nogueira, Arcebispado de Braga, de 95 anos – morreu sem testamento, por não ter de que – foi seu corpo sepultado na capela dos crúzios, por haver dúvida se é ou não irmão).

2-1-2-3 José com 14 anos em 13-10-1750. José Nunes de Siqueira em 1752 se habilitou para receber a legitima do avô paterno. José Nunes de Siqueira depois José Nunes Pinheiro casou com Mariana Lopes de Siqueira, filha de Sebastião Lopes e Escolastica Fernandes Tenoria.

         José faleceu em Camanducaia aos 11-12-1795 com 69 anos declarados.

Faleceu aos 11/12/1795 na freguesia de Nossa Senhora da Conceição de Camanducaia, no bairro do Rio Acima, José Nunes Pinheiro, natural de Nazaré, de 69 anos, filho de Mateus Pinheiro e Isabel Maria, já falecidos, foi casado com Mariana Lopes de Siqueira, freguesa desta Matriz – sepultado dentro desta Matriz, no meio da Igreja, da parte da epístola – não tinha de que testar.

Entre os filhos de José e Mariana, batizados em Nazaré Paulista:

2-1-2-3-1 Manoel Lopes de Siqueira, batizado aos 09-01-1752. Casado aos 12-06-1770 com Maria de Moraes, filha de Manoel do Prado de Moraes e de Margarida Pires Cardosa, neta por parte paterna de Francisco Saraiva de Moraes, e de sua mulher Luzia Monteira, e pela parte materna de Francisco Cardoso de Camargo, e de sua mulher Maria Cubas (também Maria Ribeiro Salvago) - família “Andre Rodrigues Saraiva”, neste site.

 (Matriz de Nossa Senhora de Nazaré de Nazaré Paulista/SP) M.el. Aos nove dias do mês de janeiro de mil e setesentos e sincoenta e dois annos nesta Igreja de Nossa Senhora de Nazareth; baptizei e pus os santos óleos a Manoel innocente, filho legitimo de Jozeph Nunes de Siqueira e de sua mulher Mariana Lopes; e foram padrinhos seus avós Sebastiam Lopes e Izabel Nunes de Siqueira todos moradores e freguezes desta freguezia e para constar fis este assento era ut supra. Joze Roiz Rebello.

 

(Matriz de Nossa Senhora de Nazaré de Nazaré Paulista/SP) Manoel Lopes de Siqueira e Maria de Morais. Aos doze de junho de mil settecentos e settenta annos as quatro horas da tarde pouco mais ou menos nesta Igreja da Senhora de Nazareth feitas as denunciaçoins nos lugares competentes na forma do Sagrado Concilio Tridentino e Constituição do Bispado sem se descubrir impedimento algum, e com provizão corrente do Muito Reverendo Senhor Doutor Vigario Capitular Matheus Lourenço de Carvalho, na prezença de mim Parocho e das testemunhas abaixo asignadas o Tenente Antonio Luis Ferreira cazado com Leonor de Oliveira e Sebastião Lopes de Siqueira cazado com Escolastica Fernandes pessoas conhecidas se cazarão em face de Igreja por palavras de prezente solemnemente Manoel Lopes de Siqueira filho de Joze Nunes Pinheiro, e de sua mulher Mariana Lopes neto por parte paterna de Matheus de Pinheiro, e de sua mulher Izabel Nunes e por parte materna de Sebastiam Lopes e de sua mulher Escolastica Fernandes com Maria de Morais filha de Manoel do Prado, e de sua mulher Margarida Pires Cardosa neta por parte paterna de Francisco Saraiva de Morais, e de sua mulher Luzia Monteira, e pela parte materna de Francisco Cardoso de Camargo, e de sua mulher Maria Cubas ambos naturais e moradores desta freguezia de Nazareth e logo lhes dei as bençoins conforme os Ritos e Ceremonias da Santa Madre Igreja e Ritual Romano, de que tudo para constar fis este termo, que por verdade asignei. Jozeph Lopes de Ag.ar. Ant.o Lois Frr.a. Sebastiam Lopes.

 

2-1-2-3-2 João batizado em 21-11-1754, teve por madrinha a tia materna.

(Matriz de Nossa Senhora de Nazaré de Nazaré Paulista/SP) João. Aos vinte e hum dias do mês de novembro de mil e setecentos e sincoenta e quatro annos nesta Igreja de Nossa Senhora de Nazareth baptizei e pus os santos óleos ao innocente Joam filho legitimo de Jozeph Nunes de Syqueira e de sua mulher Marianna Lopes ambos moradores desta freguezia e della naturaes: foram padrinhos Jozeph Cardozo de Moraes, e Maria Lopes molher solteira filha de Sebastiam Lopes de Syqueira todos moradores e freguezes desta freguezia de que fis este ascento no mesmo dia, mês, e era ut supra. O Vigr.o Ignacio Xavier Mor.a.

          João Lopes Tenório, aos 27-05-1783 em Bragança Paulista-SP, casou com Margarida de Moraes, filha de Matias Lopes Pereira, e de Francisca Cardosa de Moraes.

(Matriz de Nossa Senhora da Conceição de Bragança Paulista/SP) João Lopes e Margarida de Moraes. Aos vinte e sete dias do mês de maio de mil e setesentos e oitenta e três annos, nesta Matris de Nossa Senhora da Conceição de Jagoari, pelas sinco horas da tarde, precedendo as deligencias do estilo, não rezultando impedimento algum, com provizam do Reverendissimo Senhor Doutor Vigario Geral Gaspar de Souza Leal, em minha prezença, e das testemunhas João Lopes da Silva e João Domingues Maciel cazados freguezes desta freguezia se cazarão por palavras de prezente por marido e mulher João Lopes Tenorio natural da freguezia de Nazareth e freguês de Camandocaia, e de prezente morador no bairro de Jacarehy desta freguezia de Jagoari filho de Joze Nunes Pinheiro e de sua mulher Maria Lopes de Siqueira naturais da freguezia de Nazareth e Margarida de Morais natural da dita freguezia de Nazareth e fregueza desta dita freguezia, moradora no dito bairro de Jacarehy desta freguezia filha de Matias Lopes Perera, e de sua mulher Francisca Cardoza de Morais naturais de Nazareth, e dos avos assim do contraente como da contraente nenhuma noticia me deram, e menos de suas naturalidades; e logo no mesmo dia receberam as bençoins, de que fis este assento que asinei, com as ditas testemunhas asima declaradas. O Vigr.o Bern.do de S. Payo Barros. João Dom.es Maciel. João Lopes da S.a.

João faleceu em Camanducaia em 18-08-1796.

Faleceu aos 18/08/1796 na freguesia de Nossa Senhora da Conceição de Camanducaia, no bairro do Rio Acima (João Lopes Tenório, natural de Nazaré, de 44 anos, f.l. de José Nunes e Mariana Lopes, foi casado com Margarida de Moraes, freguesa desta Matriz – sepultado dentro desta Matriz – não fez testamento, e pouco tinha que testar).

 

2-1-2-3-3 Maria, batizada em 06-05-1767 em Nazaré Paulista

(Matriz de Nossa Senhora de Nazaré de Nazaré Paulista/SP) Maria. Aos seis dias do mês de mayo de mil e setecentos e sincoenta e sete annos nesta Matrix de Nossa Senhora de Nazareth baptizei e pus os santos óleos a innocente Maria filha legitima de Jozeph Nunes de Syqueyra e de sua molher Marianna Lopes naturaes e moradores desta freguezia: foram padrinhos Sebastiam Lopes homem cazado, e Margarida de Syqueyra molher de Joam Pays da Sylva moradores desta freguezia, de que fis este ascento no mesmo dia, mês, e era ut supra. O Vigr.o Ignacio Xavier Mor.a.

2-1-2-3-4 Antonio Nunes Pinheiro batizado em 24-08-1759. Em Bragança Paulista aos 06-08-1782 casuo com Helena Maria de Moraes, filha de Jeronimo Nunes Pedroso e Inácia Pires de Moraes, neta paterna de outro Jeronimo Nunes Pedroso e Mecia Vaz da Cunha, e neta materna de Manoel do Prado de Moraes e Margarida Pires Cardosa - família “Andre Rodrigues Saraiva”, neste site.

(Matriz de Nossa Senhora de Nazaré de Nazaré Paulista/SP) Ant.o. Aos vinte e quatro dias do mês de agosto de mil e setecentos e sincoenta e nove annos nesta Matriz de Nossa Senhora de Nazareth baptizei e pus os santos óleos ao innocente Antonio filho legitimo de Joze Nunes de Siqueira e de sua molher Marianna Lopes naturaes desta freguezia: foi madrinha Margarida de Siqueira molher de Joam Pais todos moradores de Nazareth e para constar fis este assento era ut sup. Antonio da Sylveira Cardozo.

 

(Matriz de Nossa Senhora da Conceição de Bragança Paulista/SP) Ant.o Nunes Pinheiro e Elena M.a de Morais. Aos seis dias do mês de agosto de mil e setesentos e oitenta e dous annos nesta Matris de Nossa Senhora da Conceiçam de Jagoari, pelas duas horas e meia da tarde precedendo as deligencias do estillo, não rezultando impedimento algum, com provizam do Reverendissimo Senhor Doutor Vigario Geral Gaspar de Souza Leal em minha prezença e das testemunhas, o Fiel Baptista Caetano de Mello, e Antonio de Souza de Morais casados, aquele freguês de Camandocaia, e este desta freguezia se cazaram por palavras de prezente por marido e mulher Antonio Nunes Pinheiro natural da freguezia de Nossa Senhora de Nazareth e freguês de Nossa Senhora da Conceiçam de Camandocaia, filho de Joze Nunes Pinheiro e de sua mulher Mariana Lopes de Siqueira naturais da dita freguezia de Nazareth e Elena Maria de Morais natural de Nazareth e fregueza desta freguezia filha de Geronimo Nunes Pedrozo, e de sua mulher Ignacia Pires de Morais esta natural da Conceiçam dos Goarulhos e aquele de Nazareth: o contraente he neto por parte paterna de Mateus Pinheiro, e de sua mulher Izabel de Siqueira esta natural de Nazareth e aquele me não sabem dizer sua naturalidade e por parte materna de Sebastiam Lopes de Siqueira e de sua mulher Escolastica Fernandes naturais da vila de Atibaia. A contraente he neta por parte paterna de Geronimo Nunes Pedrozo e de sua mulher Mecia Vaz da Cunha esta natural dos Goarulhos, e aquele de Nazareth e por parte materna de Manoel do Prado de Morais, e de Margarida Pires Cardoza esta natural da Conceiçam dos Goarulhos e aquele da sidade de Sam Paulo; e logo no mesmo dia receberam as bençoens de que fis este assento que assinei com as ditas testemunhas assima declaradas. O Vigr.o Bern.do de S. Payo Barros. Bap.ta Caetano de Melo. Antonio de Souza de Morais.

 

Antonio faleceu em Camanducaia aos 25-12-1815.

Faleceu aos 25/12/1815 em Camanducaia (Antonio Nunes Pinheiro, casado com Helena Maria de Moraes, de 58 anos, morador da capela de Nossa Senhora do Carmo, filial desta freguesia – sepultado naquela capela, dentro).

2-1-2-3-5 Ana Maria de Siqueira batizada em Nazaré aos 14-01-1762. Em Camanducaia aos 17-10-1780 casou com José Nunes de Moraes, filho de Jeronimo Nunes da Cunha e Inácia Pires de Moraes, já citados, - família “Andre Rodrigues Saraiva”, neste site.

(Matriz de Nossa Senhora de Nazaré de Nazaré Paulista/SP) Anna. Aos catorze de janeiro de mil setecentos e secenta e dous annos nesta Igreja de Nossa Senhora de Nazareth baptizey a Anna filha de Jozeph Nunes Pinheiro e de sua mulher Marianna Lopes, e lhe pus os santos óleos: foy madrinha Catharina de Godoy Morera cazada, todos desta freguezia, de que fis este assento. O Vigario Manoel de Barros.

 

Aos 17/10/1780 na Matriz de Nossa Senhora da Conceição de Camanducaia, (José Nunes de Moraes, f.l. de Jerônimo Nunes da Cunha e Inácia Pires de Moraes, com Ana Maria de Siqueira, f.l. de José Nunes Pinheiro e Mariana Lopes de Siqueira, ambos naturais da freguesia de Nazaré, e a contraente moradora nesta freguesia).

José faleceu aos 21-09-1795:

Aos 21/09/1795 em Camanducaia (no bairro do Rio Acima, José Nunes de Moraes, natural de Nazaré, de 30 anos, era casado com Ana Maria de Siqueira – sepultado dentro desta Matriz, não tinha de que testar).

2-1-2-3-6 Sebastião Lopes de Siqueira batizado aos 18-03-1764 em Nazaré Paulista onde aos 27-07-1785 casou com Josefa Maria de Moraes, filha de Martinho Pires de Moraes e de Maria de Sousa, neta por parte paterna de Mateos Vaz Cardozo e de Maria Alvez de Almeida e pela materna de Domingos de Sousa, natural da Ilha da Graciosa e de Escolastica de Camargo

(Matriz de Nossa Senhora de Nazaré de Nazaré Paulista/SP) Sebastiam. Aos dezoito dias do mês de março de mil e settecentos e sesenta e quatro annos nesta Matris de Nossa Senhora de Nazareth baptizei e pus os santos óleos ao innocente Sebastiam filho de Joze Nunes Pinheyro e de sua mulher Marianna Lopes, naturais desta freguezia: foram padrinhos Sebastiam Lopes de Siqueyra, cazado, e Thereza de Moraes, viuva de Antonio Cardozo todos moradores desta freguezia de que fis este assento no mesmo dia, mês, e era ut supra. O Vigr.o Antonio Ferr.a de Meyrelles.

 

(Matriz de Nossa Senhora de Nazaré de Nazaré Paulista/SP) Sebastião Lopes de Siq.ra e Jozefa Maria de Morais. Aos vinte e sete dias do mez de julho de mil, setecentos, e oitenta, e sinco annos, nesta Igreja Matriz de Nossa Senhora de Nazareth pelas duas horas da tarde, feitas as trez canônicas admoestaçoins nos lugares competentes na forma do Sagr. Concil. Trident. e Constit. do Bispado sem rezultar impedimento algum, e por provizão corrente do R.mo Snr. D.or Vigr.o Geral, e Juiz dos Casamentos, Gaspar de Souza Leal, estando eu presente, e as testemunhas abaixo assignadas, o Cappitão Antonio Gonçalves da Cunha, da Villa de Atibaya, e Antonio Nunes Pinheiro, casado, e freguez do Arrayal de Camandaocaya, ambos de mim reconhecidos, se-receberão solemnemente por palavras de prezente por marido, e mulher na forma da Santa Igreja, Sebastião Lopes de Siqueira, natural desta freguesia, e freguês do Arrayal de Camandaocaya, filho legitimo de José Nunes Pinheiro, e de Marianna Lopes de Siqueira, naturais desta mesma freguesia; neto por parte paterna de Matheos Pinheiro do Prado, e Izabel Nunes de Siqueira; e pela materna de Sebastião Lopes de Siqueira, e de Escolastica Fernandes Tenoria, esta de Atibaya, e os mais desta freguesia: com Jozefa Maria de Morais, filha legitima de Martinho Pires de Morais, e de Maria de Sousa, todos naturais desta freguesia: neta por parte paterna de Matheos Vaz Cardozo, natural desta freguesia, e de Maria Al.z de Almeida, natural da cidade de São Paulo: e pela materna de Domingos de Sousa, natural da Ilha da Gracioza, e de Escolastica de Camargo, natural desta freguesia, donde he freguez a contrahente, e moradora no bairro da Cappella. E logo lhes-dey as bênçãos nupciais na forma da Santa Igreja, e Ritual Romano. Do que para constar fiz este termo, em que me assigney com as sobreditas testemunhas. O Vigr.o Jozé de Freitas Silva. Antonio Gl.z da C.a. Ant.o Nunes Pinhero.

 

2-1-2-3-7 Teresa Joaquina de Siqueira batizada aos 20-12-1766 em Nazaré Paulista. Em Camanducaia aos 13-05-1783 casou com Manoel Antonio de Camargo, filho de Duarte do Prado Leme e Rosa Ortiz de Camargo.

(Matriz de Nossa Senhora de Nazaré de Nazaré Paulista/SP) Thereza. Aos vinte dias do mês de dezembro de mil settecentos e sesenta e seis annos nesta Matrix de Nossa Senhora de Nazareth baptizei, e pus os santos óleos a Thereza, filho de Joze Nunes Pinheiro, e de sua mulher Marianna Lopes, naturaes desta freguezia, neta paterna de Salvador Nunes digo de Matheos Pinheyro e de sua mulher Izabel Nunes, já defuntos, naturaes desta freguezia, e neta materna de Sebastião Lopes de Medeyros natural desta freguezia, e de sua mulher Escholastica Fernandes, natural da freguezia de Atibaya: foram padrinhos Felis Pedrozo Leme, e sua mulher Anna Vas da Cunha, a qual por nam saber ler, nem escrever não se assignou e o padrinho se assignou com seo signal todos moradores e freguezes desta freguezia; de que fis este assento no mesmo dia, mês, e era ut supra. O Vigr.o Antonio Ferreyra de Meyrelles. Felis Pedrozo Leme.

 

Aos 13/05/1783 na Matriz de Nossa Senhora da Conceição de Camanducaia, Manoel Antonio de Camargo, f.l. de Duarte do Prado Leme e Rosa Ortiz de Camargo, natural e batizado nesta freguesia, com Teresa Joaquina de Siqueira, natural da freguesia de Nazaré, f.l. de José Nunes Pinheiro e Mariana Lopes de Siqueira, todos desta freguesia.

 

2-1-2-3-8 José Nunes da Silva em Camanducaia aos 09-06-1789 casou com Maria Nunes de Moraes, natural de Nazaré, filha de Jerônimo Nunes de Moraes e Inácia Pires de Moraes, já citados, - família “Andre Rodrigues Saraiva”, neste site.

Aos 09/06/1789 na Matriz de Nossa Senhora da Conceição de Camanducaia, José Nunes da Silva, natural da freguesia de Nazaré e freguês desta freguesia, f. de José Nunes Pinheiro e Mariana Lopes de Siqueira, naturais da dita freguesia de Nazaré e moradores desta freguesia, e Maria Nunes de Moraes, natural também de Nazaré e freguesa desta freguesia, f. de Jerônimo Nunes de Moraes e Inácia Pires de Moraes, esta natural da Conceição dos Guarulhos, e aquele de Nazaré – o contraente é n.p. de Mateus Pinheiro do Prado e Isabel Nunes de Siqueira, naturais de Nazaré, e n.m. de Sebastião Lopes de Siqueira e Escolástica Fernandes, naturais da vila de Atibaia – a contraente é n.p. de Jerônimo Nunes Pedroso e Mécia Vaz da Cunha, esta natural da Conceição dos Guarulhos e aquele de Nazaré, e n.m. de Manoel do Prado de Moraes e Margarida Pires Cardoso, esta natural da Conceição dos Guarulhos, e aquele de São Paulo).

2-1-2-3-9 Salvador Lopes da Silva em Bragança Paulista aos 03-09-1793 casou com Joana Maria de Oliveira, filha de Manoel Gomes da Silva e de Roza de Oliveira, neta paterna de Antonio Gomes Ferreira e de Escolastica Nogueira naturais de Mogi das Cruzes, neta materna de Antonio de Lima e Serqueira natural de São Paulo e Francisca de Siqueira natural da Atibaya - família “Miguel Fernandes Nogueira”.

 (Matriz de Nossa Senhora da Conceição de Bragança Paulista/SP) Salvador Lopes da S.a e Joana M.a de Oliv.ra. Aos três de setembro de mil setecentos e noventa e três nesta Matris de Jaguari feitas as denunciaçoins pellas duas horas da tarde sem impedimento com despaxo em minha prezensa e das testemunhas Jeronimo Nunes da Cunha e Manoel Lopes de Siqueyra se recebeu em matrimonio Salvador Lopes da Silva natural e baptizado na freguezia de Nazareth filho legitimo de Jozé Nunes Pinheyro e de sua mulher Maria Lopes de Siqueyra neto pella parte paterna de Matheos Pinheyro do Prado e de Izabel Nunes de Siqueyra naturaes de Nazareth pella parte materna de Sebastião Lopes de Siqueyra e de Escolastica Fernandes Tenoria naturaes de Nazareth com Joana Maria de Oliveyra natural e baptizada nesta freguezia filha legitima de Manoel Gomes da Silva, e de Roza de Oliveyra neta pella parte paterna de Antonio Gomes Ferreyra e de Escolastica Nogueyra naturais de Mogi das Cruzes pella materna de Antonio de Lima e Serqueyra natural de São Paulo e Francisca de Siqueyra natural da Atibaya e logo receberão as bençoins do que para constar fis este assento que asignei com as testemunhas. O Vigr.o Jozé Joaq.m da S.a. Crus de + Jeronimo Nunes da Cunha.

2-1-2-3-10 Joaquim Lopes da Silva casou aos 27-01-1795 em Nazaré Paulista com Maria Gertrudes Galvão, filha de Martinho Pires de Moraes, e de sua mulher Maria de Souza, já citados.

(Matriz de Nossa Senhora de Nazaré de Nazaré Paulista/SP) Joaquim Lopes da S.a com M.a Gertrudes Galvão. Aos vinte e sette dias do mês de janeiro de mil settecentos noventa e sinco annos nesta Igreja Parochial da Senhora de Nazareth feitas as deligencias do estilo sem impedimento com despaxo do Muito Reverendo Senhor Doutor Arsipreste Paulo de Sousa Roxa Vigario Capitular deste Bispado de tarde se receberão em face da Igreja em minha prezença e das testemunhas o Alferes Antonio Ferras de Morais casado e Antonio Nunes Pinheiro, casado e aqui moradores e bem conhecidos, Joaquim Lopes da Silva filho de Jozé Nunes Pinheiro, e de sua mulher Mariana Lopes de Siqueira, neto por parte paterna de Matheus Pinheiro e de sua mulher Izabel da Costa, todos nacionais desta freguezia com Maria Gertrudes Galvão filha de Martinho Pires de Moraes, e de sua mulher Maria de Souza; neta por parte paterna de Francisco Cardozo de Camargo, e de Maria Salvago Galvão, e pela materna de Domingos de Souza, e de sua mulher Escolastica de Camargo, todos nacionais desta menos os que se ignorava, assim como os avos maternos do contrahente, sendo ambos os contrahentes nacionais e fregueses desta Igr.a onde logo lhes dei as bensoins na forma do Ritual Romano, de que fis este assento que com as testemunhas assignei. O Vigr.o Alexandre Luis de S. Payo. Ant.o Ferras de Moraes. Ant.o Nunes Pinheiro.

 

2-1-3 Raimundo, batizado em 06-02-1797. Incapaz

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 06-02-1707 bat Raimundo, f.l. João Pinheiro e Juliana Maciel, padr.: João Maciel da Cunha e Antonia Furtada.

2-1-4 Ana Gordilha do Prado foi a primeira mulher de Francisco Cubas do Prado. Francisco casou segunda vez com Maria Barbosa de Lima, filha de Gabriel Barbosa de Lima e Ana Leme de Lima, com geraçã ona família “Gapar João Barreto”, o filho.

          Já falecida em 1750, Ana foi representada no inventario paterno pela filha:

2-1-4-1 Margarida de Siqueira, natural de Nazaré. Em Conceição dos Guarulhos aos 01-06-1745 casou com João Paes da Silva, natural da freguesia de Canedo, filho de Manoel Pinto da Silva e Ana Paes. João foi o inventariante de Juliana Maciel, avó materna de Margarida.

Guarulhos, SP (corria o ano de 1745) aos 01 de junho de mil setecentos e quarenta e [danificado] nesta igreja  João Paes da Silva, n. da freg. de Canedo Bispado de [danificado] e fregues da cidade de S. Paulo, f.l. Manoel Pinto da Silva e Ana Paes = cc Margarida de Siqueira n. e freguesa desta, f.l. Francisco Cubas do Prado e de sua primeira mulher Ana Gordilha do Prado.

2-1-5 Maria, batizada em 20-05-1713.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 20-05-1713 bat Maria, f.l. João Pinheiro e Juliana Maciel, padr.: Jorge Moreira e  Felipa do Prado

          Maria da Cunha em 1748 requereu dispensas para se casar com Antonio Pontes de Oliveira, filho de Antonio Forão de Pontes e Rosa de Medeiros. Não é citada nem repesentada no inventário materno.

RMJ Dispensas Matrimoniais - ACMSP -ano 1748  04-40-242

Antonio Pontes de Oliveira e Maria da Cunha - 15-02-1748

Ele filho de Antonio Foram de Pontes e Roza de ---deiros quer casar com Maria da Cunha filha de João Pinheiro do Prado e Juliana da Cunha Maciel moradores na Freguesia de Nazareth porem Catarina Cardosa, viúva de Francisco Saraiva, disse nos proclamas que o contraente a emprenhara depois de viúva.

 

2-3 Domingas Pinheira em Nazaré aos 23-06-1688 casou com Sebastião Alves, naturaldo Ro de Janeiro, filho de Policarpo Dias e Maria da Espinha.

LDS Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 23-06-1688 Sebastião Alves, mosso pardo natural do Rio de Janeiro, f.l. de Policarpo Dias e Maria da Espinha = cc Domingas Pinheira, n. desta freguesia, f.l. Joam Pinheiro Barregam . Test.: Francisco Rodrigues e João Pinheiro.

 

2-4 Izabel Pinheira em Nazaré aos 18-11-1686 casou com Domingos Ribeiro de Alvarenga, filho de Estevão Ribeiro de Alvarenga e Catarina do Prado, neto paterno de Diogo Martins da Costa e Isabel Ribeiro de Alvarenga, esta falecida com testamento e inventariada em 09-12-1687- família “Isabel Ribeiro de Alvarenga”.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 18-11-1686 Domingos Ribeiro de Alvarenga, f.l. Estevão Ribeiro de Alvarenga e Catarina do Prado = cc Izabel Pinheira, f.l. Joam Pinheiro Barregam e Catarina do Prado,. naturais todos da vila de S. Paulo e moradores nesta freguesia. Test.: Antonio Pedroso de Alvarenga e Gaspar Vaz Cardoso.

          Domingos foi inventariado por Izabel, na morada do sogro em Atibaia, aos 22-03-1692. Compareceram três filhas.

Departamento do Arquivo do Estado de São Paulo

Inventários e Testamentos não publicados

Pesq.: Fabricio Gerin/Bartyra Sette

Domingos Ribeiro de Alvarenga

Autos aos 22-03-1692 na paragem chamada Atibaia termo da vila der S. Paulo, sitio e morada de João Pinheiro Barregam.

Declarante a viuva Izabel Pinheira. Assina a seu rogo seu pai João Pinheiro

Titulo dos Herdeiros:

Catarina de 5

Maria de 3

Maria de cinco meses.

 

Procurador ad liden a João Pinheiro Barregam (de s/filha Izabel Pinheira) e Manoel Lopes de Alvarenga, procurador de suas sobrinhas orfãs.

Aos 04-07-1692 apareceu Baltazar Pinheiro do Prado, por ordem de sua irmã viuva Izabel Pinheira, (...).

          Izabel casou segunda vez com Capitão Paschoal Delgado de Camargo e faleceu em Nazaré em 10-03-1701. Pascoal faleceu em 20-03-1703.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 10-03-1701 faleceu Izabel Pinheira, testamenteiro ao Padre Manoel Cardoso.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 20-03-1703 fal. Pascoal Delgado.

 

Filhos de Izabel e Domingos Ribeiro:

2-4-1 Catarina do Prado batizada em 12-01-1687. Com 5 anos em 1692. Segundo SL. 5, 349, 4-1, casou com Estevão Vaz de Lima, de Santos. Ambos já falecidos em 18-08-1768 (casamento da neta Escolástica filha e Luiza) e tiveram geração de doze filhos. Entre eles:

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 12-01-1687 bat Catarina f.l. Domingos Ribeiro e Izabel Pinheira, padr.: João Pinheiro e Catarina do Prado.

2-4-1-1 Angelo Vaz de Lima, batizado aos 27-05-1703. Casou com Paula da Silva Franco, filha de Manoel Franco de Brito e Apolonia da Silva - família Braz de Piña.

Matriz de Nossa Senhora de Nazaré de Nazaré Paulista/SP) Angelo. Aos vinte e sette de mayo de mil e settecentos e três annos bautizei, e pus os santos óleos a Angelo filho de Estevão Vas e de sua mulher Catharina do Prado: forão padrinhos Pascoal Delgado e Izabel Bicuda. João de Roxas Pedroso.

         Geração do casal em SL. 5, 349, 5-1, entre eles

2-4-1-1-4 Gaspar Vaz de Lima, natural de Nazaré, em Atibaia aos 06-07-1762 casou com Antonia Gomes, filha de Antonio Gomes Ferreira e Escolastica Nogueira. Geração na família “João Gomes Ferreira”.

2-4-1-2 Maria Pinheira casou com Antonio de Góes Maciel, batizado em Nazaré aos 16-01-1717, filho de Antonio de Góes Maciel e Francisca Machada e Silva. Pais de 13 filhos citados em SL. 5, 353, 5-3, entre eles:

Nazaré Paulista, SP igreja n. Sra de Nazaré aos 16-01-1717 bat Antonio, f.l. Antonio de Goes e Francisca Machada e Silva, padr.: Domingos Gonçalves Murzilho e Domingas Moreira

2-4-1-2-5 Leonor Maciel aos 21-01-1765 em Nazare Paulista, casou com Miguel da Cunha de Macedo, natural da Conceição dos Guarulhos, filho do falecido Antonio da Cunha de Macedo e de Ana da Fonseca, natural da Conceição dos Guarulhos, neto paterno dos falecidos Francisco Martins e s/m Nataria da Cunha, neto materno dos falecidos João Gomes Ferreira e sua primeira mulher Maria da Fonseca Pinta - família “João Gomes Ferreira”, neste site.

2-4-1-3 Domingos batizado em 20-08-1706.

2-4-1-4 José em 11-03-1711.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 11-03-1711 bat Jose, f.l. Estevão Vaz e Catarina Ribeira, padr.: Antonio Franco de Brito e Ana Cardosa.

2-4-1-5 Luiza de Lima batizada em 08-09-1713. Casou com Marcelo Pimenta de Escudero, natural de Atibaia, filho de Andre Mendes de Escuderos e Vicencia Pimenta. Geração na família “Antonio Rodrigues Baião”.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 08-09-1713  bat Luiza f, Estevão Vaz e Catarina Ribeira, padr.: Paulo Pereira e Gabriela de Ortiz.

2-4-1-6 Manoel Vaz de Lima batizado em 16-12-1716. Aos 18-05-1734 casou com Luzia Pedrosa de Moraes, filha de Inacio Dias Pedroso e Maria Mendes de Mattos. Geração em SL. 5, 352, 5-2

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 16-12-1716 bat Manoel, f.l. Estevão Vaz e Catarina Ribeira, padr.: Jose Barbosa e Maria Ribeira.

 

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 18-05-1734 Manoel Vaz de Lima f.l. Estevão Vaz de Lima e Catarina do Prado moradores desta freguesia = cc Luzia Pedrosa de Moraes f.l. Inacio Dias Pedroso e Maria Mendes de Mattos nts e moradores desta freguesia.

2-4-1-7 Antonia batizada em 11-05-1725.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 11-05-1725 bat Antonia, f.l. Estevão Vaz, padr.: Jacinto de Azevedo e Antonia Delgada de Camargo.

2-4-1-8 João Vaz de Lima em Atibaia-SP aos 24-08-1755 casou com Rita Martins do Prado, filha de Sebastião Martins do Prado e Maria Lopes de Camargo

Atibaia,SP Igreja S. João Batista - Aos 24/08/1755, João Vaz de Lima, filho de Estevam Vaz de Lima, já defunto e Catharina do Prado, naturais de Nazaré, com Rita Martins do Prado, filha de Sebastião Martins do Prado e Maria Lopes de Camargo, naturais desta

2-4-1-9 Suzana Pinheira de Lima aos 27-07-1750 casou com Martinho Lopes do Prado, filho de Sebastião Martins do Prado e Maria Lopes de Camargo

Atibaia,SP Igreja S. João Batista - Aos 27-07-1750, Martinho Lopes do Prado, natural desta, filho de Sebastião Martins do Prado e s/m Maria Lopes de Camargo, com Suzana Pinheira de Lima, filha de Estevam Vaz de Lima e Catharina do Prado, naturais de Nazaré. Test.: Salvador Cardoso Ribeiro e Domingos Afonso de Escudeiros

Sebastião Martins e Maria Lopes falaceram em Atiabaia, ele em 02-01-1781 e ela em 22-11-1782.

Atibaia,SP Igreja S. João Batista - Aos 02/01/1781, nesta Freg. de Atibaia, faleceu da vida presente com os sacramentos da penitencia e extremo unção, somente por estar alienado dos sentidos, Sebastião Martins, viúvo(sic) de idade de 90 anos mais ou menos, foi recomendado e sepultado no adrio desta Matriz onde era freguês.

 

Atibaia,SP Igreja S. João Batista- Aos 22/11/1782, faleceu Maria Lopes, viúva de oitenta anos mais ou menos, foi recomendada e acompanhada por mim à irmandade dos pretos e sepultada na Capela do Senhor do Rosário, por ser irmã daquele.

2-4-1-10 Antonio Vaz de Lima, batizado em Nazaré em 17-07-1734. Em Atibaia aos 30-07-1753 casou com Isabel do Prado de Camargo, irmã inteira de Martinho Lopes do Prado supra citado.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 17-07-1734 bat Antonio, f.l. Estevão Vaz de Lima e Catarina do Prado, padr.: João Rodrigues Side e Paula Franca, casados e todos nts e moradores desta.

 

Atibaia,SP Igreja S. João Batista - Aos 30/07/1753, Antônio Vaz de Lima, natural de Nazaré, filho de Estevam Vaz de Lima e Catharina do Prado, com Isabel do Prado de Camargo, natural desta Freguesia, filha de Sebastião Martins do Prado e Maria Lopes de Camargo, todos dessa Freguesia. Test. Lourenço Franco do Prado e Martinho Lopes do Prado

         Isabel, viúva com 48 anos, faleceu em Atibaia aos 04-10-1776.

Atibaia,SP Igreja S. João Batista - Aos 04/10/1776, faleceu Isabel do Prado, natural e moradora desta vila, com idade de quarenta e oito anos, viúva por falecimento de Antônio Vaz de Lima. Sepultada dentro desta matriz

2-4-1-11 Ana Vaz de Lima casou duas vezes. Primeira vez com Manoel Pinto Guedes, natural de Atibaia, filho de Clemente Pinto Guedes e Maria Machado.

         Manoel faleceu em Atibaia aos 20-04-1747 com testamento de 04-04-1747. Declarou naturalidade, filiação, o casamento com Ana Vaz com a geração de quatro filhos, foi inventariado em 22-11-1749. Geração na família “Pinto Guedes” Cap. 3º § 7º.

Nazaré Paulista-SP. Aos vinte dias do mês de abril de mil e setecentos e quarenta e sette annos faleceo da vida prez.te M.el Pinto Guedes, casado com Anna Vas; e morreo com o sacram.to da penitencia e extremunçam por não haver oportunid.e p.a mais, e fes testam.to e foi sepultado defronte do púlpito, em tumba e duas cruzes junto ao portão da grade e p.a constar fis este assento era ut supra. Joze Roiz Rebello.

         Ana casou segunda vez com Bento Correa de Lemos, filho de José de Góes e Moraes e Teresa Correa. Foram moradores em Mogi mirim. Ana já era falecida em 10-01-1770.

ACMSP Processo Matrimonial 4-47-291 – Bento Correa de Lemos e Anna Vaz de Lima, 1750: Diz Bento Correia de Lemos que ele suplicante se acha denunciado para haver de casar com Ana Vaz de Lima, viúva que ficou de Manoel Pinto Guedes – “Com o favor de deos quer cazar Bento Correa de llemos ...gitimo de Jose de gois de Morais e de sua molher Thereza ... de Jezus, com Ana vas de lima viúva q. ficou por ... de Manoel pinto filha legitima de Estevam vas de lima já defunto e de sua molher Caterina do Prado, a contraente na.. e moradora na freguezia de Nazaré e o contraente nat... e morador nesta v.a de Santa Ana das Cruzes de Mogy

– aos 25/05/1725, em Mogi, batizei Bento, filho de José de Góes e Teresa de Jesus – padrinhos: Fernando de Andrade e Antonia Correia –

 Quer casar Bento Correia de Lemos, f.l. de José de Góes de Moraes e Teresa Correia de Jesus, moradores na freguesia e vila de Santana de Mogi das Cruzes, com Ana Vaz de Lima, viúva que ficou de Manoel Pinto Guedes, moradora e freguesa de Nossa Senhora de Nazaré

aos 20/04/1747, em Nazaré, faleceu Manoel Pinto Guedes, casado com Ana Vaz, fez testamento e foi sepultado defronte do púlpito, em tumba e duas cruzes junto ao portão da grade).

Bento Correa de Lemos passou a segundas núpcias com Fabiana Garcia (Fabiana de Lima), com geração.

- Mapa de População da freguesia de São José de Mogi Mirim – 1767: Bento Correia de Lemos 35 anos (sic) soldado na Companhia de pé vive de lavouras; Fabiana Garcia 26 anos / f.o / Antonio 15 anos / e possue em bens 8$000.

- Mapa de População da freguesia de São José de Mogi Mirim – 1775, bairro do Montevidio: Bento Correia soldado de pé 52 anos / Fabiana de Lima 20 anos / f.a / Francisca 7 anos / Joana 5 anos; tem cavalo 1, gado 2] [Mapa de População da freguesia de São José de Mogi Mirim – 1776, bairro do Montevidio: Bento Correa de Lemos auxiliar 50 anos / Fabianna Garcia 30 anos / f.os / Joana 6 anos / Francisca 7 anos / bens nada.

- Mapa de População da freguesia de São José de Mogi Mirim – 1777: Bento Correia de Lemos 51 anos / Fabiana Garcia 31 anos / f.os / Joana 7 anos / Francisca 8 anos.

 

Ana e Bento tiveram, pelo menos:

2-4-1-11-1 Margarida, batizada aos 05-07-1753 em Mogi-mirim.

Batizada aos 05/07/1753 em Mogi-mirim, Margarida, f.l. de Bento Correia de Lemos e Ana Vaz de Lima, moradores desta freguesia – padrinhos: João Manoel de Góes e Moraes, solteiro, e Antonia Correia de Queiroz, solteira, filha de Maurício Ferreira.

 

2-4-2 Maria com 3 anos em 1692. Maria do Prado aos 15-10-1706 casou com Manoel Nunes da Fonseca.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 15-10-1706 Manoel Nunes da Affonseca cc Maria do Prado f. Domingos Ribeiro e Izabel Pinheira, test.: Baltazar da Silva e Batista Maciel.

2-4-3 Maria, batizada em Nazaré aos 08-09-1691, com cinco meses em 1692. Maria da Assunção Pinheira aos 04-06-1709 em Nazaré casou com José Pires Ribeiro, filho de Manoel Pires Antunes e Maria Ribeira, família “Pedro Martins”

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 08-09-1691 bat Maria, f. Domingos Ribeiro de Alvarenga e Izabel Pinheira, padr.: João Lopes de Lima e Felipa Pinheira.

 

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 04-06-1709 Jose Pires f.l. Manoel Pires e Maria Ribeira = cc Maria da Assunção Pinheira f.l. Domingos Ribeiro e Izabel Pinheira.

Foram moradores na Conceição dos Guarulhos onde batizaram os filhos, q.d.:

2-4-3-1 Domingos batizado em 04-03-1710

Batizado aos 04/03/1710 na Conceição dos Guarulhos -Domingos, f.l. de José Pires e Maria da Assunção Pinheiro – padrinhos: Francisco Pires e Maria Ribeiro.

2-4-3-2 Manoel Pires do Prado, batizado em 24-05-1711. Casou em 1736 com Isabel Pedroso, filha de Antonio de Góes Leme e Gracia Pedroso de Alvarenga, neta paterna de Albano de Góes e Antonia Cardosa, neta materna de Belchior Moreira e Ana de Alvarenga; família “Albano de Góes”.

Batizado aos 24/05/1711 na Conceição dos Guarulhos, Manoel, filho de José Pires e ... Assunção Pinheiro – padrinhos: Antonio Lopes de Medeiros e Antonia Furtado.

 

Processo Matrimonial 1736: Manoel Pires do Prado, f.l. de José Pires Ribeiro e Maria da Assunção Pinheiro, fregueses desta freguesia de Nossa Senhora da Conceição e nela batizado, com Isabel Pedroso, f.l. de Antonio de Góes Leme e Grácia Pedroso de Alvarenga, fregueses da freguesia de Nossa Senhora da Penha de Araçariguama.

2-4-3-3 Antonio Pires do Prado em 1743 casou com Maria de Moraes Dornelas, filha do falecido Capitão Roque de Siqueira Ferreira e Cristina Maria de Moraes

Batizado aos 15/01/1713 na Conceição dos Guarulhos Antonio, filho de José Pires e Maria Ribeiro – padrinhos: Manoel Pires e Joana de Peralta.

 

Processo Matrimonial 1743: Antonio Pires do Prado, f.l. de José Pires Ribeiro e Maria da Assunção Pinheiro, com Maria de Moraes Dornelas, f.l. do Capitão Roque de Siqueira Ferreira, já defunto, e Cristina Maria de Moraes, todos fregueses desta freguesia de Nossa Senhora da Conceição.

2-4-3-4 Isabel batizada em 12-04-1714.

Batizada aos 12/04/1714 na Conceição dos Guarulho, Isabel, filha de José Pires e Maria da Assunção – padrinhos: Domingos do Prado e Maria Ribeiro.

2-4-3-5 Maria Pires do Prado, batizada em Guarulhos aos 14-02-1717. Faleceu na freguesia de Jaguari em 25-02-1794 com 60 anos, viúva de Francisco Pedroso de Moraes. Geração em SL. 7, 17, 4-9.

Batizada aos 14/02/1717 na Conceição dos Guarulho, Maria, filha de José Pires e Maria da Assunção Pinheiro – padrinhos: Miguel Pires e Ana Pires).

Faleceu aos 25/02/1794 na freguesia de Jaguari, Maria Pires do Prado, natural da Conceição dos Guarulhos, de 60 anos, viúva de Francisco Pedroso de Moraes, do bairro de Guaripocava.

2-4-3-6 Antonia Pires do Prado batizada em 14-02-1719. Caso com José Pereira de Pontes, filho de Roque Pereira de Pontes e Thereza Vaz Sardinha. Geração na família Nunes de Pontes Cap. 1º § 3º.

Batizada aos 14/02/1719 na Conceição dos Guarulhos, Antonia, filha de José Pires e Maria da Assunção Pinheiro – padrinhos: Domingos Pires e Maria ....

2-4-3-7 Josefa, batizada aos 30-04-1721.

30/04/1721 na Conceição dos Guarulhos, Josefa, filha de José Pires e Maria da Assunção Pinheiro – padrinhos: o Capitão João Pinheiro do Prado e Teresa Ribeiro.

2-4-3-8 Gertrudes, batizada em 17-07-1726.

Batizada aos 12/03/1724 na Conceição dos Guarulhos, Gertrudes, filha de José Pires e Maria da Assunção Pinheiro – padrinhos: José de Santa Maria e Isabel Pires.

2-4-3-9 Rosa em 10-07-1726.

Batizada aos 17/07/1726 na Conceição dos Guarulhos, Rosa, filha de José Pires Ribeiro e Maria da Assunção Pinheiro – padrinhos: Manoel de Miranda Silva e Antia Pires.

 

2-4 Izabel Pinheira e Paschoal Delgado de Camargo tiveram, q.d.:

2-4-4 Mariana, batizada em 01-01-1696.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 01-01-1696 bat. Mariana, fl.l. Pascoal Delgado e Izabel Pinheira, padr.: Marcelino de Camargo e Maria Ribeira.

 

2-5 Maria Pinheiro, filha de João Pinheiro Barregão e Catharina do Prado. Em Nazaré aos 09-07-‘690 casou com Marcelino de Camargo, filho de Pascoal Delgado, inventariado em 26-06-1688 (SAESP vol.22º) e sua primeira mulher Mariana de Camargo inventariada em 10-11-1680 (SAESP vol.22º)

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 09-07-1690 Marcelino de Camargo, f.l. de Pascoal Delgado e Mariana de Camargo = cc Maria Pinheira, n. desta freguesia, f.l. Joam Pinheiro Barregam e Catarina do Prado, todos moradores e nts destas partes de S. Paulo Test.: Antonio Pereira de Avellar e Jose de Camargo;

2-6 Catarina Pinheira em 10-01-1694 casou com Jose Delgado, irmão inteiro de Pascoal Delgado supra citado.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 10-01-1694 Jose Delgado, f.l. Pascoal Delgado e Margarida de Camargo =- cc Catarina Pinheira, f.l. Joam Pinheiro Barregam e Catarina do Prado, todos fregueses desta freguersia de Nazare. Test.: Francisco de Camargo Pimentel e Joam Telles Fogassa.

          Catarina faleceu em 20-05-1704. José foi seu testamnteiro.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 20-05-1704 fal. Catarina Pinheira, testamenteiros a seu marido Jose Delgado e a Martinho Delgado

Entre os filhos de José e Catarina:

2-6-1 Mariana batizada em 20-11-1694.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 20-11-1694 bat Mariana, f.l. Jose Delgado e Catarina Pinheira, padr.: Marcelino de Camargo e Catarina do Prado.

 

2-7 Francisco Rodrigues do Prado batizado na Sé de São Paulo em 25-02-1654. Aos 21-11-1686 casou com Catarina da Luz Cortez, filha de João Lopes de Medeiros e Mariana da Luz, família Braz de Pinã.

Batizado aos 25/02/1654 na Sé de Paulo, Francisco, filho de João Pinheiro e Catarina do Prado – padrinhos: Francisco Pinheiro e Antonia Furtado.

 

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré a margem: Francisco Rodrigues do Prado e Catharina Cortes. Aos 21-11-1686 Francisco Rodrigues do Prado, f.l. João Pinheiro Barregam e Catharina do Prado = cc Catharina Cortez, f.l. João Lopes de Medeiros e Mariana da Luz, todos nts de São Paulo e moradores desta freguesia. Test.: Francisco Pinheiro e João Amaro.

Entre os filhos de Francisco e Catarina, nascidos em Nazaré:

2-7-1 Antonia Rodrigues do Prado aos 21-06-1734 casou com Antonio Ribeiro de Godoy, filho de Gaspar Ribeiro Salvao e Izabel Graces de Godoy.Geração na familia Gaspar Ribeiro Salvago.

Matriz de Nossa Senhora de Nazaré de Nazaré Paulista/SP) Antonio Ribeyro de Godoy com Antonia Rodrigues do Prado. Aos vinte e hum de junho de mil settecentos e trinta e quatro annos feitas as denunciaçoins na forma do Sagrado Concilio de Trento sem se descubrir impedimento algum e com licença do Reverendo Doutor Vigario da Vara da Comarca na minha prezença e das testemunhas Francisco Pinheiro do Prado e Jozeph Nogueira Cardozo homens cazados e moradores desta freguezia se cazarão em face da Igreja por palavras de prezente solemnemente Antonio Ribeyro de Godoy filho legitimo de Gaspar Ribeyro Salvago e de sua mulher Izabel Graces de Godoy moradores do Bairro de Nossa Senhora da Penha com Antonia Rodrigues do Prado filha legitima de Francisco Rodrigues do Prado e de sua mulher Catharina da Lux Cortes moradores desta freguezia de Nossa Senhora de Nazareth de que tudo para constar fis este termo em que asignei. O Vigr.o Jozeph de Morais e Ag.ar. Fran.co Pinh.ro do Prado. Jozeph Nog.ra Cardozo]

2-7-2 João, batizado em 10-04-1688

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 10-04-1688 bat João, f.l. Francisco Rodrigues do Prado e Catarina Portes, padr.: Cap. Zuzarte Lopes de Medeiros e Maria Lopes.

2-7-3 Mariana em 17-09-1692.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 17-09-1692 bat. Mariana, f.l. Francisco Rodrigues e Catarina Cortes, padr.: Marcelino de Camargo e Catarina do Prado.

2-7-4 Pedro em 20-11-1694.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 20-11-1694 bat Pedro, f.l. Francisco Rodrigues do prado e Catarina Cortes, padar.: Pascoal Delgado e Gabriela Ortiz de Camargo.

2-7-5 Joana em 04-07-1701.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 04-07-1701 bat Joana, f.l. Francisco Rodrigues do Prado e Catarina Cortes, padr.: Baltazar Pinheiro do Prado e Catarina Pinheira.

2-7-6 Rosa em 03-08-1704.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 03-08-1704 bat Rosa, f.l. Francisco Rodrigues do Prado e Catarina Cortes, padr.: o padre batizante e Izabel Bicuda.

2-7-7 Luzia em 19-04-1710.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 19-04-1710 bat a Luzia, f.l. de Francisco Rodrigues do Prado e Catarina Cortes; foi madrinha Maria de Camargo

2-7-8 Verissimo Rodrigues teve com a india Maria Pedrosa a filha natural:

2-7-8-1 Rita do Prado, batizada em Nazaré em 12-09-1736. Com do impedimento de 4º grau de consanguinidade misto com o 3º, se casou com José Pinto Guedes, filho de Manoel Pinto Guedes e Ana Vaz de Lima - 2-4-1-1 supra.

2-8 Antonia Furtado aos 05-02-1696 casou com Manoel Maciel da Cunha, filho de João Maciel Rodrigues e Izabel Fernandes.

Nazaré Paulista, SP igreja N. Sra de Nazaré aos 05-02-1696 Manoel Maciel da Cunha, f.l. João Maciel Rodrigues e Izabel Fernandes =- cc Antonia Furtada, f.l. Joam Pinheiro Barregam e Catarina do Prado, todos moradores desta freguersia de Nazare. Test.: Jeronimo da Veiga e Pascoal Delgado de Camargo.

Manoel e Antonia tiveram, pelo menos:

2-8-1 Maria Pinheiro, inventariada em 30-04-1738, foi a primeira mulher de Antonio Correa Pinto, filho de Francisco Martins de Gouvea e Ana Pedroso de Alvarenga, família Antonio Alvares Couceiro.

 

2-9 Balthazar Pinheiro do Prado, sargento mor, casou com Maria Rodrigues da Cunha. Geração em SL, 5, 210, 4-4, entre eles:

2-9-1 Antonio Rodrigues do Prado casou com Maria de Godoy, filha do falecido Baltazar de Godoy de Medeiros e Maria Rodrigues Barbosa. Requereu a legitima da mulher em 27-09-1740, família “Joana Simoa Rodrigues”.

2-9-2 João Pinheiro do Prado, em Mogi das Cruzes em 28-07-1745, casou Maria Cardosa, viuva de Manoel Vieira Tavares e filha de fulano da Silva e Catarina Cardosa.

Casamentos - Paroquia de Sant'Ana de Mogi ds Cruzes-SP, aos 28-07-1745 João Pinheiro do Prado, f.l. Sarg. Mor Baltazar Pinheiro do Prado e Maria Rodrigues Cunha, nts e moradores da freg. de Jacarei = cc Maria Cardosa, viuva de Manoel Vieira Tavares e f.l. de -------  da Silva e Catarina Cardosa.

 

2-10 Felipa do Prado casou com Carlos Pedroso inventariado em 11-06-1685.

Departamento do Arquivo do Estado de São Paulo

Inventários e Testamentos não publicados

Pesq.: Fabricio Gerin/Bartyra Sette

Carlos Pedroso

Autos aos 11-06-1685 nesta vila de S. Paulo em casas e morada de João Pinheiro.

Declarante a viuva Felipa do Prado. Assina a seu rogo seu pai João Pinheiro

Titulo dos Filhos: Miguel de 4 e a viuva prenha.

Curadoria ao Cap. João Pinheiro.

2-10-1 Miguel com 4 anos em 1685.

2-10-2 um por nascer.