PROJETO COMPARTILHAR

Coordenação: Bartyra Sette e Regina Moraes Junqueira

www.projetocompartilhar.org

 

 

Maria de SIQUEIRA

Aportes à Genealogia Paulistana

(atualizado em 05-maio-2013)

 

 

SL. 7º, 529, 4-2 Maria de Siqueira, C.c. Domingos Soares, f.o de André de Oliveira e de Maria Soares. Teve q. d.:

5-1 Maximiano Soares de Siqueira, casado em 1773 em Mogi das Cruzes com Catharina Pedroso de Alvarenga, f.ª de Manoel da Fonseca Coelho e de Anna Pedroso de Alvarenga. V. 5.º pág. 287.

5-2 Domingos Soares de Siqueira, que foi o 2.º marido de Domingas de Lima do Prado

 

SL. 3º, 172, 4-1 Domingas de Lima, 2.ª vez casou com Domingos Soares de Siqueira f.º de Domingos Soares e de Maria de Siqueira. Tit. Siqueiras Mendonças. Faleceu Domingas de Lima em 1793 e teve: Do 2.º marido, Domingos Soares, os f.ºs seguintes:

5-9 Angela Soares que foi casada com Manoel de Siqueira Aranha f.º de outro de igual nome e de Joanna Nogueira. Com geração em Tit. Arzam.

5-10 Domingos Soares, 1793 era viúvo de Andreza Nunes, com quem casou em 1766 em Jacareí, f.ª de Albano Rodrigues Moreira e de Anna Bicudo

5-11 José Soares

5-12 Joaquim Soares

5-13 Manoel Soares de Siqueira casou 1.º em 1767 em Mogi das Cruzes com Anna Maria f.ª de Pantaleão Ribeiro e de Maria Leite de Siqueira, em Tit. Dias; 2.ª vez em 1776 na mesma vila com Gertrudes Maria Pinto f.ª de Diogo Pinto do Rego. Tit. Pretos

 

 

Regina Junqueira

Bartyra Sette

 

Maria (de Candia) de Siqueira, com 34 anos em 1733, era filha de Miguel Dias de Siqueira e sua primeira mulher Benta de Candia ambos inventariados em Mogi das Cruzes, esta em 1701, e Miguel em 1733 com testamento de 13-06-1732, família “Manoel de Siqueira Caldeira”, neste site.

 

Maria casou com Domingos Soares, deixaram Mogi das Cruzes e foram para Aiuruoca. Tanto em Mogi quanto em Aiuruoca  tiveram outros filhos que não constam da Genealogia Paulistana.

 

Encontramos no sul de Minas Gerais vários descendentes do casal:

 

1- Maximiano Soares de Siqueira e Catarina da Fonseca, relacionado por Silva Leme. Encontramos descendentes do casal em Aiuruoca:

1-1 Ana Joaquina Emerenciana, natural da freguesia de Aiuruoca onde aos 05-03-1810, casou com Manoel Correa Rangel, filho de Custódio Correa Rangel e Maria Francisca de Carvalho

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG, cas. - aos 05 março 1810 matriz - Manoel Correa Rangel, f.l. de Custodio Correa Rangel e Maria Francisca de Carvalho; c/ Anna Joaquina Emerencianna, f.l. de Maximiano Soares de Siqueira e Catharina d'Affonseca. Ns. e bts. nesta freguesia.

          Ana Joaquina e Manoel tiveram, q.d.:

1-1-1 Teodolindo batizado aos 21-12-1810

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos- aos 21 dez 1810 matriz, Theodolindo (?), f.l. de Manoel Correa Rangel e Anna Joaquina Emerenciana, padr.: revdo Francisco Lopes Guimarães e d. Maria Esmeria Thomasia.

 

Foram irmãos inteiros de Manoel Correa Rangel, filhos de Custódio e Maria Francisca:

I- Mariano Correa Rangel aos 25-08-1807 casou  Bernarda Maria de Campos, filha de Jerônimo de Campos Silva e Ana Maria da Silva. Geração na família “Juliana de Oliveira Cunha”.

II- Ana Francisca da Conceição aos 09-02-1807 casou com Jose Moreira Cide, filho de Jerônimo Moreira Cide e Maria Pereira de Jesus. Com geração.

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG, cas. - aos 09 fev 1807 Alagoa - Joseph Moreira Cide, f.l. de Jeronimo Moreira Cide e Maria Pereira de Jesus; = c/ Anna Francisca da Conceição, f.l. de Custodio Correa Rangel e Maria Francisca de Carvalho.

Ns. e bts. nesta freguesia.

III- Custódia batizada aos 24-06-1790

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos-  aos 24 junho 1790 Lagoa, Custodia, f.l. de Custodio Correa Raangel e Maria Francisca de Carvalho, padr.: Domingos de Carvalho Ferreira e Anna Joaquina mulher de Manoel Ferreira Ribeiro. Todos desta freguesia.

IV- Silvéria batizada aos 01-01-1798

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos- aos 01 janeiro 1798 Lagoa, Silveria, f.l. de Custodio Correa Rangel e Maria Josefa de Carvalho, padr.: Manoel Ferreira Ribeiro casado e, Maria Lucianna, filha de Manoel Ferreira de Carvalho.

2- Domingos Soares. Foi legatário do irmão Inácio Soares de Serqueira.

2-1 Manoel Soares, falecido antes de 1784, deixando ao menos uma filha que, por disposição testamentária do tio avô Inácio, deveria herdar a parte deixada para seu avô Domingos, depois da morte deste.

 

3- Maria de Cerqueira, como em seu inventário, “da Cândida" (Candia) de Siqueira, ou Siqueira, pelo nome não se perca nem se confunda com outras homônimas. Esta foi batizada em Mogi das Cruzes aos 21-07-1718, filha de Domingos Soares e Maria de Siqueira. Não consta da genealogia Paulistana.

De Genere de Francisco Lopes Guimarães, [fl101v] - [Cópia do registro de batismo da avó materna]

(...) Aos 21/07/1718 batizei / e pus os santos óleos a inocente Ma/ria filha de Domingos Soares, e sua / mulher Maria da Candida de Siqueira / padrinhos Miguel Dias de Siqueira / [fl102] e Maria Fernandes No/gueiras = o Padre Filoz Sanches Barreto/ (...)

          Deve ter ido para o sul de minas com a família porque “casou nas minas” com João Lopes do Espírito Santo, batizado aos 19-05-1709 na freguesia de S. Martinho do Bispado de Coimbra, filho de João Lopes e Ana Antonia.

De Genere de Francisco Lopes Guimarães, [fl. 95] - [Cópia do registro de batismo do avô materno]

João filho de Jo/ão Lopes e de sua mulher Anna Antonia, do lugar de Mui/nhos nasceu aos 17/05/1709, foi / batizado aos 19 do dito mês e ano, foram padri/nhos Antonio Alves de mui/nhos, e Ursula Francisca de / Camalhão (...) O padre Miguel Ferreira do Valle //

          Em sua terra natal João Lopes exercia o oficio de sapateiro e tamanqueiro, “e porque uma moça quererada dele auzentou-se para a América e passado alguns anos apregou-se na mesma freguesia para casar em /ultramar, e depois vieram cartas a seus pais noticiando-lhe que tinha filhos e bens de fortuna” (declaração do processo ‘de genere” do neto Francisco Lopes Guimarães)

          O casal se estabeleceu em Aiuruoca onde formaram fazenda ao pé da Serra do Papagaio. Foram o tronco dos “Lopes de Siqueira” dessa região.

          Maria faleceu aos 20-09-1749 e teve inventário aberto no ano seguinte pelo viúvo no sitio em que moravam. Segundo seu inventário (neste site), Maria e João tiveram três filhos:

3-1 Joaquim Lopes de Siqueira, nascido por 1745, com cinco anos na abertura do inventário de sua mãe. Casou com Joana Maria da Silva.

          Foram proprietários do Sitio Congonhal na Freguesia da Aiuruoca do Termo da Vila de Santa Maria de Baependi, onde Joaquim ditou seu testamento aos 17-12-1819 e faleceu aos 23-01-1820.

B7: Igreja N. Sra. da Conceição - Aiuruoca: obitos - aos 23 janeiro 1820 - matriz - septuagenario, c/test., Joaquim Lopes de Siqueira, lavrador, branco, viuvo de Joanna Maria da Silva, sepultado a 24.

Filho leg. de João Lopes do Espirito Santo e Maria Candida de Siqueira, falecidos, n. e b. na freg. de N. Sra. da Conceição de Aiuruoca.

testamenteiros: 1- m/filho Joaquim; 2- Ignacio; 3- Gabriel; 4- Fernando; 5- Manoel; 6- Anna Joaquina, todos meus filhos e unicos universais herdeiros.

          Segundo seu inventário e testamento, neste site, foram pais de:

3-1-1 Joaquim Lopes de Siqueira, capitão, inventariante dos bens de seu pai. No censo de 1831, solteiro, declarou ter 48 anos.

Mapa de População, distrito de Aiuruoca - 10 nov. 1831; 6º quarteirão, fogo 6-

Joaquim Lopes de Siqr.ª, br., 48 anos, solteiro, lavrador.

 

         Joaquim faleceu em 27-11-1841 com testamento registrado no Livro de Óbitos de Aiuruoca.

B7: Aiuruoca-MG obitos com alguns testamentos s/n- 27 novembro 1841, com 56 anos Joaquim Lopes de Siqueira.

F.l. de Joaquim Lopes de Siqueira e Joanna Maria da Silva, falecidos, n. e b. freg. Aiuruoca.

Testamenteiros: meus irmãos: 1- Gabriel Lopes, 2- Manoel, 3-Ignacio.

no texto: meus irmãos: Gabriel, Fernando, Ignacio e Anna cc. Antonio Jose Ferreira. Registrado aos 27 dezembro 1841.

3-1-2 Inácio Lopes de Siqueira

3-1-3 Gabriel Lopes de Siqueira. Comparar com:

Mapa de População, distrito de Aiuruoca - 10 nov. 1831; 6º quarteirão, fogo 7-

Gabriel Lopes de Siqr.ª, br. 38 anos, cc., lavrador.

- Maria Candida, 18 anos, cc.

- Anna, 3 anos, solteira.

-Maria, 1 ano.

3-1-4 Fernando Lopes de Siqueira, batizado em 04-04-1796. Em 1822 requereu dispensa deconsanguinidade em 3º grau misto de 2º para se casar com Ana Izabel de Toledo (ou da Conceição), filha do Alf. Manoel Lopes Guimarães (ou de Siqueira) e Ângela Bernarda de Toledo, 3-2-4-2 abaixo.

Aiuruoca, MG livro misto 1822

abril de 1822 Fernando Lopes de Siqueira e Ana Izabel - consanguinidade em 3º grau misto de 2º pq o pai da oradora é primo co irmão do orador

Depoimento dos contraentes;

Fernando Lopes de Siqueira, f.l. Joaquim Lopes de Siqueira e Joana Maria da Silva, falecidos. Ana Izabel de Tolledo, f.l. Alf. Manoel Lopes Guimarães e D. Angela Bernarda de Toledo, já falecida. Ambos nts e batizados nesta freguesia.

No L. 6 p.81 se acha: aos 04-04-1796 nesta matriz de Aiuruoca bat a Fernando, f.l. Joaquim Lopes de Siqueira e Joana Maria da Silva, que nasceu aos 26 de março do dito ano. Fui padrinho (Revdo Francisco de Paula Rodrigues) e Ana Esmeria Mathildes mulher de Bento Teixeira Pinto todos desta fregusia.

No L. 7 p. 127 se acha: aos 16 dias do mes de maio de mil oitocentos e dois [fim da pg]

102) dois anos nesta matriz de Aiuruoca batizei sub conditione por duvida do batismo feito em casa por Francisco Garcia Soares e pos os santos oleos a Ana Izabel, inocente f.l. do Alf. Manoel Lopes Guimarães e D. Angela Bernarda de Mendonça; foram padrinhos o mesmo Francisco Garcia e D. Ana Joaquina de Toledo avó materna. E para constar fiz este assento. O Vig. Gabriel da Costa Rezende.

Aiuruoca 13-04-1822

Testemunhas:

1ª Francisco Gomes Alves, natural e morador nsta freguesia, homem branco, casado e vive de agricultura, de idade 36 anos, parente da oradora e disse: é verdsde que Ana Maria de Siqueira é irmã de Joaquim Lopes pai do orador e aquela Ana Maria é mãe de Manoel Lopes pai da oradora - 3º grau misto de 2º. A oradora é órfã de mãe

2ª Bernardo Jose Carneiro, homem pardo, casado, natural da cidade de Mariana e morador mnesta fregusia onde vive de negocio de fazenda seca, de idade 42 anos.

3ª João Antonio da Silva Guimarães, homem branco, casado, natural da freg. de S. Jorge termo da vila de Guimarães Arc. Braga, morador nesta freg. onde vive de sua agencia de idade de 48 anos

         O casal comparece no censo de 1831 com vários filhos, entre eles:

Mapa de População, distrito de Aiuruoca - 10 nov. 1831; 6º quarteirão, fogo 8-

Fernando Lopes de Siqr.ª br., 36 anos, cc., lavrador;

-Anna Isabel, br., 28 anos, cc;

- Anna, br., 7 anos;

-Antonio, 5 anos

- Francisco 3 anos

-Jose 2 anos e

-Maria 1 mes.

3-1-4-1 Maria, batizada aos 25-12-1831, padrinho o avô materno.

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG -- batismos, aos 25 dez 1831 MARIA, f.l. de Fernando Lopes de Siqueira e Anna Izabel da Conceição, bat. em pressa por Manoel Lopes de Siqueira avô materno o qual assistiu como padrinho e Silveria Generosa de Barros.

3-1-5 Manoel Lopes de Siqueira em 26-05-1823 casou com Ana Rita de Andrade, filha de Custódio de Souza Pinto e Ana Esméria de Andrade. Ana Rita não é citada no testamento materno em 1858, família “João Gonçalves de Mello”.

S. Vicente de Minas, MG - Igreja S. Vicente Ferrer - aos 26-05-1823 Manoel Lopes de Siqueira, f.l. do fal. Joaquim Lopes de Siqueira e . Joana Maria da Silva = cc D. Ana Rita de Andrade, f.l. Custodio de Souza Pinto e D. Ana Esmeria de Andrade, Test.: Antonio Jose Ferreira e Francisco Jose de Andrade.

Comparar com Manoel Lopes de Siqueira em 1831 casado com Silveria Generosa.

Mapa de População, distrito de Aiuruoca - 10 nov. 1831; 6º quarteirão, fogo 9, Manoel Lopes de Siqr.ª, br., 34 anos, cc.  lavrador;

- Silveria Generosa, br. 22, cc;

-Anna 5 anos

- Manoel, 2 anos,

-Maria 3 meses.

3-1-6 Ana Joaquina da Silva, que recebeu umas terras em Mato Dentro como legado do pai. Casou com Antonio José Ferreira. (informação no testamento do irmão Joaquim). Antonio José teve um primeiro casamento, provavelmente com Maria Justina de Toledo, falecida em 1821 sem geração, filha de Manoel Nunes de Mendonça e Ana Joaquina de Toledo. Família “Francisco Felix Correa”.

         Antonio José, portugues e filho de Manoel da Silva Neves e Caetana Maria Ferreira, faleceu em Aiuruoca aos 27-11-1869, viúvo e octagenário. Teve da segunda mulher ao menos:

3-1-6-1 Ana Delfina casada com Antonio Ferreira de Andrade, citada no testamento do pai. Pais de:

3-1-6-1-1 Ana, casada com Gabriel Lopes de Siqueira

3-1-6-1-2 Maria

3-1-6-1-3 Antonio

3-1-6-1-4 Balbina

B7: Aiuruoca-MG, - obitos com alguns testamentos -. aos 27 novembro 1869 faleceu octogenario, com testamento abaixo transcrito, Antonio Jose Ferreira viuvo de D. Anna Joaquina da Silva.

testamento (danificado) trechos:

Eu, Antonio José Ferreira, f.l. de Manoel da Silva Neves e Caetana Maria Ferreira, n. em Portugal.

Testamenteiros: 1- Antonio Ferreira de Andrade; 2- Gabriel Lopes de Siqueira.

Anna Delphina havida do 2º casamento, os quais são: Anna cc. Gabriel Lopes de Siqueira; Maria, Antonio e Balbina, todos filhos legitimos da dita minha filha Anna Delphina e Antonio Ferreira de Andrade, meus herdeiros. Registrado aos 28 novembro 1869

3-2- Ana Maria de Siqueira, nascida em Aiuruoca por 1747. Casou com o Capitão Francisco Antonio Lopes (Guimarães), nascido aos 13-09-1736 na freguesia de Sto. Estevão de Guimarães, filho de Francisco Lopes de Barros e Ana Maria Fancisca. Foram moradores em Pouso Alto onde, já viúva, Ana Maria faleceu aos 27-02-1834 e foi sepultada no dia primeiro de março, com testamento registrado no Livro de Óbitos de Pouso Alto:

Arquivo da Cúria Diocesana de Campanha - Livro de óbitos de Pouso Alto 1822-1883 - POA LO-01 - Testamento inserido no Livro de Óbitos

Testadora: Ana Maria de Siqueira

Data do testamento - 03 de setembro de 1829

Local - Freguesia de Pouso Alto

Anotado por: Moacyr Villela

Sepultada na matriz de Pouso Alto a 01 de março de 1834, faleceu a 27 de fevereiro. Viúva do Capitão Francisco Lopes Guimarães acompanhada por seu filho o padre Francisco Lopes Guimarães.

Trechos do testamento - natural da Freguesia de Aiuruoca, moradora em Pouso Alto, filha legitima de João Lopes do Espírito Santo e de Maria de Siqueira já falecidos. Fui casada com o Capitão Francisco Lopes Guimarães e cujo matrimonio tivemos os filhos: Padre Francisco Lopes Guimarães, Capitão Joaquim Lopes, Capitão Inácio Lopes, falecido e com filhos, Alferes Manoel Lopes, Alferes Fernando Lopes, Alferes Jose Joaquim, Alferes Antonio Lopes  Dona Ana Joaquina e Dona Maria Esmeria .

Deixo a meu neto Francisco de Borja.....

Escrito em 03 de setembro de 1829

Declarou os filhos:

3-2-1 Francisco Lopes Guimarães, padre. Francisco e seus irmãos Joaquim, Inácio e Manoel Lopes Guimarães habilitaram-se às ordens sacerdotais em 1798, processo neste site. Nele encontramos alguns parentes depondo em Mogi das Cruzes, donde eram naturais e moradores:

- Ângelo Dias de Siqueira, 70 anos, primo irmão de Maria de Siqueira.

- Domingos de Siqueira Godinho, 60 anos, filho de um irmão de Maria de Siqueira, bisavó dos habilitandos.

3-2-2 Joaquim Lopes, capitão. Joaquim Lopes Guimarães como aparece no processo “De Genere” 1798 de Francisco Lopes Guimarães e seus irmãos.

         Comparar com: Capitão Joaquim Lopes Guimarães, casado com Ana Josefa de Santana, faleceu sem testamento em Serranos aos 31-08-1864 e foi inventariado pela viúva em 28 de setembro do mesmo ano em Aiuruoca. Compareceram no inventário, neste site, oito filhos.

1- Maria Esméria de Aquino casada com Antonio José Vieira, moradores na Freguesia dos Quatis Termo de Barra Mansa-RJ.

2- José Joaquim Lopes casado, morador nos Quatis Termo de Barra Mansa.

3- Ignacia Bernardina Moreira casada com João Evangelista Rodrigues e ela moradora neste Município em companhia dela inventariante e o marido nos Quatis do Termo da Barra Mansa.

4- Joaquim Lopes Guimarães, solteiro, de idade de vinte anos.

5- Ana Joaquina casada com Joaquim José Lopes, morador no Termo da cidade de Resende-RJ.

6- Clara Esmeraldina Moreira casada com Joaquim do Nascimento, morador neste Termo.

7- João Batista de Guimarães, solteiro, de idade de dezesseis anos.

8- Antonio Lopes Guimarães, solteiro, de idade de quatorze anos.

 

         Salvo pouco provável coincidência de nomes, Capitão Joaquim Lopes Guimarães aparece como pai de:

3-2-2-1 Ana Berarda de São José, exposta a Joaquim Lopes de Siqueira. Aos 12-06-1810 casou com o Alferes Bernardino José de Faria, filho de Henrique João de Faria e Inácia dos Reis Pimentel, neto paterno de Manoel de Faria e Josefa Maria do Bom Sucesso, neto materno de Andre Fernandes Chaves e Inacia dos Reis Pimentel. Geração na família “André Fernandes Chaves”. Em 1831 Bernardino José e Ana Beralda moravam em Aiuruoca onde tinham por vizinhos Joaquim, Gabriel, Fernando e Manoel Lopes de Siqueira moradores no 6º quarteirão nos fogos 6,7,8 e 9 respectivamente.

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG, cas. - aos 12 jun 1810 - Livramento - alf. Bernardino Joseph de Faria, f.l. de Henrique João de Faria e Ignacia dos Reis Pimentel; c/ d. Ana Berarda de São Joseph, exposta a Joaquim Lopes de Siqueira e filha do capitão Joaquim Lopes Guimarães. Ns. e bts. nesta freguesia.

 

Mapa de População, distrito de Aiuruoca - 10 nov. 1831; 6º quarteirão, fogo 10

Bernardino Jose de Faria, br., 65 anos, cc. lavrador;

-Anna Berarda, br., 39 anos, cc.

Brs. solteiros:

-Maria, 14 anos;

-Joaquim, 9 anos;

- Rita, 9 anos;

- Francisco, 7 anos;

- Jose, 6 anos;

- Antonio 5 anos;

- Ignacio 4 anos;

3-2-3 Capitão Inácio Lopes Guimarães, nascido em Aiuruoca aos 28-06-1770 e onde aos 24-11-1806 casou com Genoveva Luisa Gonçalves, filha do Capitão João Luiz Gonçalves e Maria Ângela. Faleceu antes de sua mãe, deixando filhos. Geração na família “Alferes João Luiz Gonçalves”.

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos-  aos 08 julho 1770 paroquia N. Sra. da Conceição  --- da freg. de Aiuruoca, IGNACIO, q.nasceu em 28 junho, f.l. do Ldo. Franco. Antonio Lopes e s/m Anna Maria de Seqr.a; padrinhos Ignacio Soares de Seqra. e Theresa Vieira da Costa. Aiuruoca --- de julho de 1770.

3-2-4 Alferes Manoel Lopes Guimarães aos 10-11-1800 casou com Ângela Bernarda de Mendonça e Toledo, filha do Guarda Mor Manoel Nunes de Mendonça e Ana Joaquina de Toledo. Família “Francisco Felix Correa”.

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG, cas. - aos 10 nov 1800 - Gupiara - alf. Manoel Lopes Guimarães, f.l. do cap. Francisco Lopes Guimarães e d. Anna Maria de Siqueira; c/ d. Angela Bernarda de Mendonça e Toledo, f.l. do Guarda Mor Manoel Nunes de Mendonça e d. Anna Joaquina de Toledo. Ns. e bts. nesta freguesia.

         No censo de 1831, viúvo, Manoel declarou 62 anos.

Censo 1831 Guapiara - 2º quarteirão: 2

Manoel Lopes Guimarães, Branco, 62, viuvo, roceiro

Antonio Lopes, Branco, 26, solteiro, roceiro

Amelio, Branco, 22, solteiro, roceiro

1 cativo

         Manoel e Ângela tiveram os filhos batizados em Aiuruoca, q.d.:

3-2-4-1 Joaquim aos 12-06-1797.

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos- aos 12 junho 1797 matriz, Joaquim, filho legitimo por matrimonio ---- seguinte, do alferes Manoel Lopes Guimarães e de d. Angela Bernarda de Toledo; padr.: Joseph Ferreira dos Santos casado e, d. Maria Justina de Toledo filha do guarda mor Manoel Nunes de Mendonça.

3-2-4-2 Ana Izabel de Toledo, batizada em 16-05-1802. Em 1822 requereu dispensa de consanguinidade em 3º grau misto de 2º para se casar com Fernando Lopes de Siqueira, filho de Joaquim Lopes de Siqueira e Joana Maria da Silva. Geração em 3-1-4 supra.

3-2-4-3 Antonio Lopes, batizado aos 12-03-1804

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos- aos 12 março 1804 matriz, Antonio, f.l. do alf. Manoel Lopes Guimarães e d. Angela Bernarda de Toledo; padr.: Joseph Ferreira dos Santos e d. Thereza Joaquina de S. José, filha do guarda mor Manoel Nunes. Nasceu  aos (nove ?) setembro 1803.

3-2-4-4 Maria, aos 09-03-1806

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos- aos 09 março 1806 Maria, f.l. do alf. Manoel Lopes Guimarães e d. Angela Bernarda de Toledo; padr.: Joaquim Lopes de Siqueira e d. Anna Maria de Siqueira.

3-2-4-5 Amalio aos 10-01-1810

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos-aos 10 jan 1810 matriz, Amalio, f.l. do alf. Manoel Lopes Guimarães e d. Angela Bernarda de Toledo, padr.: revdo Gabriel Lopes Guimarães e d. Maria Esmeria Thomasia d'Aquino filha de d. Anna Maria de Siqueira.

3-2-5 Fernando Lopes, alferes, batizado na Matriz de Aiuruoca aos 18-03-1773

B7:  Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos-  aos 18 março 1773 matriz, FERNANDO n. em outo do dito, f.l. de Francisco Antonio Loppes Guimarães e s/m Anna Maria de Sequeira, padr.: João Loppes do Spirito Santo seo avo materno e Anna Vieira de Sequeira, solteira prima segunda do baptizando.

3-2-6 José Joaquim Lopes Guimarães, batizado em Aiuruoca aos 05-03-1775. Casou na capela do Turvo aos 24-11-1813 com Simplicia Florisbela, filha de Manoel Pereira e Maria Francisca de Jesus, por esta neta materna de Domingos Francisco Machado de Azevedo e Ana Maria do Rozario (família Antonio Vieira de Moraes, Cap 1º § 1º)

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos- - aos 05 março 1775 matriz, JOSE JOAQUIM, f.l. de Francisco Antonio Loppes Guimarães e s/m Anna Maria de Sequeira; padr.: o p. Coadjutor Miguel Esteves de Lima e Francisca Leite de Moraes mulher do sargento mor Francisco Barbosa de Lima.

 

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG, cas. - aos 24 nov 1813 cap. Turvo - Alf. Jose Joaquim Lopes Guimarães, f.l. do cap. Francisco Antonio Lopes e d. Anna Maria de Siqueira; c/ D. Simplicia Florisbella, f.l. do Cap. Manoel Pereira e D. Maria Francisca.Ns. bts e moradores nesta freguesia. 

3-2-7 Antonio Lopes, batizado aos 04-11-1778.

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos, aos 04 outubro digo novembro 1778 matriz - Antonio, f. l. do licenciado Francisco Antonio Lopes n. da freguesia de Sto. Estevam de Guimarães e de Anna Maria de Sequeira, n. da freg. de Aiuruoca; np de Francisco Lopes e Anna Maria Francisca, naturais da referida freguesia de Sto Estevam; nm ----(rasgado e borrado) do Spirito Santo e Maria S--- natural da vila de Mogi das Cruzes; padr.: alf. Joachim Jose Correa de Toledo, solteiro e, Antonia Coitinho de Andrade mulher de Ignacio --ves de Sequeira, moradora esta freguesia de Baependi.

3-2-8 Ana Joaquina

3-2-9 Maria Esméria, batizada aos 17-03-1784. Maria Esmeria Thomasia d'Aquino madrinha do sobrinho Amalio, filho de Manoel.

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos-  aos 17 março 1784 matriz, Maria Esmeria, f.l. do lic. Francisco Lopes Guimarães e Anna Maria de Siqueira; padr.: Agostinho Francisco dos Santos e Gervasia Ve--- de Siqueira, mulher do alf. Joaquim Jose  -----

3-2-10 Gabriel, nascido em Aiuruoca aos 20-02-1777 e aí batizado no dia 2 de Março do mesmo ano. Provavelmente falecido na infância, já que não foi citado no testamento de Ana Maria. 

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos-  aos 02 março 1777 matriz, GABRIEL n. aos 20 fevereiro, f.l. de Francisco Antonio Lopes Guimarães n. freg. de Sto. Estevão da vila de Guimarães e Anna Maria de Siqueira n/b freg. Aiuruoca; np de Francisco Lopes e Anna Maria ella da referida vila de Guimarães; nm de João Lopes do Spirito Santo e (Anna) Maria Candida de Siqueira n. da vila de Mogi, bispado de Paulo; padr.: Francisco filho do dito Francisco Antonio Lopes e, D. Ignacia Marianna de Soisa filha do Cap. Roque de Soisa Magalhaens.

 

Neto de Ana Maria de Siqueira que recebeu um legado dela:

-Francisco de Borja

 

3-3 Matheus, com um ano em 1749. Faleceu sem descendência, talvez na infância, porque seu irmão José Joaquim em testamento declarou que no inventario do pai herdaram apenas ele e o cunhado:

“Declaro que por falecimento de meu pai foi Testamenteiro o Capitão Francisco Lopes Guimarães, meu cunhado e único co-herdeiro”.

 

4- Inácio Soares de Serqueira, natural e batizado em Aiuruoca, filho de Domingos Soares e Maria de Siqueira, natural e batizado em Aiuruoca, o que comprova terem seus pais mudado de Mogi para o sul de Minas, onde os filhos provavelmente cresceram.

          Inácio casou com Antonia Coutinha de Andrade e teve com ela o filho Francisco que faleceu. Em 1784, Inácio ditou seu testamento deixando seus bens para a mulher e alguns irmãos, legados para a sobrinha Ana Maria e afilhados. Na ocasião não tinha descendentes vivos.

          Comparar com: S.L. 8º, 100, 4-5 Antonia Coutinho (filha de Gaspar Monteiro de Andrade e Maria Coutinho do Rosario) casada com Ignacio de Loyola, morador em Baependi.

 

          Inácio faleceu aos 13-04-1791, com testamento copiado no livro de óbitos da Matriz.

B7: Baependi - Óbitos - aos 13-04-1791 fal. Ignacio Soares de Serqueira, n. freguesia de Aiuruoca, com seu solene testamento, cc. D. Antonia Coutinha de Andrade.

Eu, Ignacio Soares de Serqueira, n/b na freguesia da Aiuruoca, Minas e Comarca do Rio das Mortes Bispado de Mariana, f.l. Domingos Soares e Maria de Candia de Siqueira, já defuntos.

Testamenteiros: 1º ao Sr. Lcd. Fran.co Lopes Guim.es, 2º a meu irmão Maximianno Soares de Serqueira, em 3º ao Alf. Joaquim Jose Correa de Toledo, em 4º a minha mulher Antonia Coutinha de Andrade.

Sou cc. Antonia Coutinha de Andrade de cujo matrimônio tivemos um filho por nome Francisco, o qual é falecido e não temos até o presente herdeiro forçado, e havendo-o a este o nomeio e instituo por meu ou por meus únicos e universais herdeiros de tudo o que por minha morte se achar ou me pertencer nas duas partes de minha meação,e não havendo filho ou filha do dito matrimônio, nomeio e instituo por herdeiro das ditas duas partes a meu irmão Maximiniano Soares, Felix Soares, Dom.os Soares e minha mulher Antonia Coutinha de Andrade e minha sobrinha Anna Maria de Serqueira em igual parte, das duas declaradas (...)

- a referida minha sobrinha Anna Maria se acha cc. o Ldo. Francisco Lopes Guim.es.

- a parte que tocar a meu irmão Dom.os Soares, quero que em sua vida tenha uso fruto e por sua mortes fique a uma neta do dito, filha de Manoel Soares já defunto.

Bens: um sitio na paragem chamada Morro do Xapéu na Precicaba de baependi; escravos; fazenda de criação de gado e deste a metade é de meu irmão Felix Soares que vovalmente nos associamos.

- da 3ª parte da minha meação disponho dela da maneira seguinte:

- a minha afilhada Joaquina, enjeitada em minha casa deixo de esmola 100.000 réos;

- a meu afilhado Ignacio, f. do Ldo. Franciso Lopes Guim.es e a minha sobrinha Anna Maria de Serqueira 50.000 que ficara em m/aos de seu pai até idade de emancipação.

- deixo também a uma menina por nome Anna, filha da referida minha sobrinha Anna Maria de Serq.ra, 50.000.

Missas: 50 missas pela minha alma no Convento de Taubaté, pela alma de meu pai no Convento de Taubaté, idem pela mãe.

Por não poder escrever este meu testamento pedi ao Rdo. João de Azevedo Costa, vigário encomendado desta freguesia (...).

Aiuruoca 30-01-1784

Ignacio Soares de Serqueira

 

5- Felix Soares, nomeado co-herdeiro de Inácio, em meio aos irmãos deste, Domingos Soares e Maximiliano Soares. Sócio de Inácio em um sitio no morro do Chapéu, ou no gado que lá estava.

“um sitio na paragem chamada Morro do Xapéu na Precicaba de baependi; escravos; fazenda de criação de gado e deste a metade é de meu irmão Felix Soares que vovalmente nos associamos.”