PROJETO COMPARTILHAR

Coordenação: Bartyra Sette e Regina Moraes Junqueira

www.projetocompartilhar.org

 

 

Luiz Marques da Fonseca

(atualizado em 04-junho-2013)

 

 

Bartyra Sette

 

 

Capitão Luiz Marques da Fonseca nasceu na vila de Santarem-PT e foi batizado aos 03-02-1681, filho de Antonio Marques e Maria da Fonseca.

 

Já no Brasil, casou pelos meados do século XVIII com Rosa Maria de Bessa natural do Rio de Janeiro, filha de Domingos de Bessa e Vicência de Mello

 

Naturalidade do casal encontrada no batismo da neta Inácia (família “Miguel Rodrigues da Costa”) e ascendência no “De Genere” do neto Manoel José, neste site.

Inacia, f.l. de João Rois da Costa natural da freguesia de S. Miguel das Marinhas Termo da vila de Espozende Arc. de Braga e de Felicia Maria da Fon.ca natural de Prados; np de Miguel Rois da Costa e Ignacia Pires, da mesma freguesia de S. Miguel das Marinhas; nm do Capitão Luiz Marques da Fon.ca natural da vila de Santarem e de D. Rosa Maria de Bessa natural do Rio de Janeiro. Padr.: ldo. Sebastião Correa, solteiro

 

No sul de Minas Gerais, em Lavras, encontramos filhos do casal:

 

1- Francisca Maria da Fonseca batizada em 13-06-1728, ou Francisca de Almeida (no matrimônio da filha Luiza)

Prados, Mg Igreja N Sra da Conceição bat. aos 13-06-1728 nesta matriz bat a Francisca, f.l. Luiz Marques da Fonseca e Roas Maria, padr.: Estevão Rodrigues, morador na vila de S. Jose, e Ana da Cunha mulher de Luiz Gonçalves Gaya desta freguesia.

Casou com Cap. Manoel dos Santos e Castro, natural da freguesia do Salvador da vila de Serpa comarca da cidade de Beja Arc. Évora, filho de Manoel Fernandes de Castro e Luiza Maria.

Nota – Manoel dos Santos e Castro solicitou e recebeu provisão e despacho favoravel do Conselho Ultramarino para assumir o oficio de escrivão da Câmara de São João del Rei em 21 de agosto de 1739 – ( doc 3066 caixa 37 Avulsos do AHU referentes a capitania de Minas Gerais)

 

          Cap. Manoel fez seu testamento no Arraial da Ibitipoca em 07-06-1760. Faleceu aos 11-05-1783 e foi inventariado por Francisca em 19 de agosto do mesmo ano. Declarou sua naturalidade, filiação, matrimônio, filiação da conjuge e os sete filhos do casal (inventário neste site, colaboração de Moacyr Villela).

Igreja Nossa Senhora da Piedade (Barbacena-MG) aos 11-05-1783 fal. Cap. Manoel dos Santos Crasto(sic), casado com Francisca Maria da Fonseca. Sep. na Cap. de N. Sra. da Conceição da Ibitipoca filial desta matriz da Borda do Campo

1-1 Angela Rosa do Sacramento, solteira com 30 anos em 1783.

1-2 Joana Teodora dos Santos 25 anos casada com José Dias Pinto Reymão, filho de Jose Pinto Reymão e Maria Dias da Assunção, família “José Pinto Reymão“.

1-3 Eugenia Felicia dos Santos de 22 anos casada com Antonio Dias Pinto, irmão inteiro de José Dias supra citado.

1-4 Mariana Vicência de Mello com 18 anos, solteira.

1-5 Clara Maria de Castro com 15 anos, tambem solteira;

1-6 Luiza Maria de Castro com 13 anos em 1783. Aos 01-11-1789 casou com Joaquim Dias Pinto, irmão inteiro de Antonio Dias Pinto e José Dias Pinto Reymão supra citados, família “José Pinto Reymão“.

1-7 Ana Francisca de Castro, 8 anos em 1783.

 

2- Manoel, batizado em 04-06-1730

Prados, Mg Igreja N Sra da Conceição bat. aos 04-06-1730 bat a Manoel, f.l. Luiz Marques da Foncequa e Rosa Maria, foram padrinhos João da Costa Vilolasboas e Clara Maria de Mello, mulher de Jose Vaz Caldas, da vila e freguesia de S. Jose.

 

3- Vicência Jacinta da Fonseca (Bessa), batizada aos 27-07-1732 na Matriz de Prados-MG onde, aos 04-10-1753 casou com o Capitão Manoel José Vieira, filho do Capitão José Vieira de Viveiros, natural de Lisboa e Francisca Maria Correa de Miranda, batizada em 24-07-1706 na Candelária-RJ, neto paterno de Manoel Vieira de Viveiros e de Maria Josefa, neto materno do Capitão Mor João Soares de Miranda e de Dona Urbana Grinalda de Azevedo Coutinho; por Urbana, bisneto de Domingos de Azeredo Coutinho e Maria Leite Cavalcante (ou Campos) (PFRJ, vol.1º, 160, 1-8;).

             Manoel Vieira de Viveiros, pai do Capitão José, natural da Ilha da Madeira e batizado na Freguesia de Santa Ana era filho de outro Manoel Vieira de Viveiros e Ana Teixeira. Casou com Maria Josefa, da Freguesia de Nossa Senhora da Pena e batizada na Freguesia de São José e  filha de João de Marguram e de Maria de Azevedo. Manoel e Maria Josefa tiveram, também, a filha:

I- Maria Egipciaca, batizada em 1696, casou com o Alferes Luís Antonio da Silva, batizado em 1682, ele batizado na Freguesia de Santa Justa e ela na Freguesia de São José. Alferes Luiz era filho do Capitão João da Silva de Carvalho e de Dona Maria de Távora, naturais desta cidade, batizado na Freguesia de Santa Engracia e filho de Luis da Silva de Carvalho e de Dona Faustina de Roxas e ela natural do lugar de Caparica, batizada na Freguesia de Nossa Senhora do Monte e filha de Dom Felipe Moura e de Isabel de Moura. Foram pais de, certidões inseridas no De Genere de Manoel José Vieira, Primos do pai do habilitando: Sr. Manoel Vieira de Viveiros:

I-1 Manoel José de Távora, batizado aos 13-03-1728

- Manoel José de Távora: natural da cidade de Lisboa, batizado na Freguesia de Nossa Senhora da Pena no ano de mil setecentos e vinte e oito, morador na mesma cidade nas casas da Inquisição, filho legítimo do Alferes Luís Antonio da Silva e de Dona Maria Egipciaca, naturais da mesma cidade, ele batizado na Freguesia de Santa Justa no ano de mil seiscentos e oitenta e dois e ela na Freguesia de São José no ano de mil seiscentos e noventa e seis, ambos já falecidos há muitos anos moradores na Rua dos Loureiro Freguesia de Nossa Senhora das Mercês.

 

Certidão: Aos treze dias do mês de Março de mil setecentos e vinte e oito nesta Paroquial Igreja de Nossa Senhora da Pena batizei a Manoel, que nasceu aos vinte e nove de Fevereiro antecedente e é filho de Luis Antonio da Silva e de sua mulher Maria Egipciaca moradores no Campo (...) foi padrinho Antonio Jose de Miranda e madrinha por procuração Dona Francisca Xavier (...).

 

I-2 João Carlos da Silva

- João Carlos da Silva, Cavaleiro Professo na Ordem de Cristo, assistente nos Passos da Inquisição desta cidade, batizado na Freguesia de Nossa Senhora da Pena, filho legítimo do Alferes Luís Antonio da Silva e de Dona Maria Egipciaca, ambos naturais desta cidade, ele batizado na Freguesia de Santa Justa e ela na de São José e moradores na Rua do Loureiro Freguesia de Nossa Senhora das Mercês; neto paterno do Capitão João da Silva de Carvalho e de Dona Maria de Távora, naturais desta cidade, batizado na Freguesia de Santa Engracia e filho de Luis da Silva de Carvalho e de Dona Faustina de Roxas e ela natural do lugar de Caparica, batizada na Freguesia de Nossa Senhora do Monte e filha de Dom Felipe Moura e de Isabel de Moura - Neto materno de Manoel Vieira de Viveiros e de Maria Josefa, naturais ele da Ilha da Madeira e batizado na Freguesia de Santa Ana e filho de outro Manoel Vieira de Viveiros e de Ana Teixeira e ela natural desta cidade, batizada na Freguesia de São José e filha de João de Marguram e de Maria de Azevedo e moradores que foram na Freguesia de Nossa Senhora da Pena, (...).

 

I-3 Padre Frei Felipe da Encarnação, sacerdote professo na Ordem dos Pregadores

(...) seu avô o Capitão José Vieira de Viveiros era irmão de Dona Maria Egipciaca mãe do Reverendo Padre Frei Felipe da Encarnação, sacerdote professo na Ordem dos Pregadores, primo legítimo do sobredito Manoel José Vieira, pai do habilitando (...).

 

 

Vicencia e Capitão Manoel foram moradores na Fazenda das Águas Verdes do Sapucaí Aplicação da Capela de Nossa Senhora das Dores do Pântano Freguesia das Lavras do Funil onde Vicência, viúva, faleceu aos 14-06-1807.

          Foram filhos do casal, segundo inventário de Vicência (neste site):

 

3-1 Francisca Joaquina Correa de Miranda, batizada em 04-02-1755. Aos 22-04-1777 casou com o Tenente João Pinto de Magalhães, filho de Joaquim Pinto de Magalhães e Maria Barbosa da Silveira; família “Joaquim Pinto de Magalhães”.

B7: Igreja Nossa Senhora da Conceição (Carrancas, Minas Gerais) aos 04-02-1755 cap. Sta Ana, Francisca, f.l. Manoel Jose Vieira e D. Vicencia Jacinta de Afonseca nts da freg. dos Prados, np Jose Vieira de Viveiros n. de Lisboa e D. Francisca Correa de Miranda n. do Rio de Janeiro, materna do Cap. Luiz Marques de Afonseca n. vila de Santarem e D. Rosa Maria n. da Ilha Grande Bispado do Rio de Janeiro, padr.: Jose Vieira e s/m D. Francisca Maira todos moradores desta.

 

          Francisca faleceu em 21-03-1804 e foi inventariada pelo viúvo em 1807 (inventário neste site). João em 1807 era viúvo e morador na sua Fazenda do Senhor Bom Jesus dos Aflitos, Freguesia de Santa Ana das Lavras do Funil.

          Francisca teve segundo os inventários dois filhos:

3-1-1 Capitão Francisco Pinto de Magalhães, casado. Provavelmente o Capitão Francisco, inventariado em 1827, casado com Ana Teodora Villela, com geração na família “Villela” Cap. 8º.

3-1-2 Ana Joaquina de Magalhães foi casada duas vezes. Primeira vez com José da Motta Ribeiro e segunda vez com Cristovão Lino de Albuquerque, filho do Capitão José de Mello Lins e Albuquerque. Ana faleceu aos 26-03-1806 e foi inventariada pelo viúvo em 02-09-1807.Teve, segundo seu inventário (neste site) os filhos:

Com José da Motta o filho único:

3-1-2-1 Constantino, tutelado do tio materno e posteriormente do Capitão Bento Ferreira de Brito.

 

Com Cristóvão os gêmeos

3-1-2-2 João, com ano e cinco meses em 1807. Tutelado do avô paterno.

3-1-2-3 Francisco sepultado em 25-11-1806 na Freguesia de Nossa Senhora da Conceição de Congonhas do Campo

 

3-2 Reverendo Manoel José Vieira, inventariante materno, batizado em Santa Ana das Lavras do Funil-MG em 28-08-1757. Habilitado às Ordens Sacras em Mariana em 13-08-1786. “De Genere”, neste site, onde apresentou as certidões referentes a seus ascendentes..

De Genere Manoel Jose Vieira 13-08-1786: Certidão

Paróquia de Santa Ana das Lavras do Funil

Aos vinte e oito dias do mês de Agosto de mil setecentos e cinquenta e sete na Capela de Santa Ana, filial desta freguesia, o Padre Francisco Jorge Martins de minha licença batizou e pôs os santos óleos a Manoel, filho legítimo de Manoel José Vieira, natural da vila de Sabará e de sua mulher Vicência Jacinta de Afonseca. Foram padrinhos Domingos Rodrigues da Silva e Dona Isabel Buena. Assistindo e tocando o batizado na pia Dona Francisca de Morais, viúva, por procuração da dita Dona Isabel Buena, todos moradores desta freguesia (...).

 

3-3 Tenente José Luís Marques da Fonseca, ausente no Serro do Frio, casado.

 

3-4 Rosa, batizada aos 09-03-1763. Casou com Joaquim José da Silveira

B7: Igreja Nossa Senhora da Conceição (Carrancas, Minas Gerais) aos 09-03-1763 Rosa n. aos 27-02, f.l. Cap. Manoel Jose Vieira n. freg. Rossa Grande e Vicencia Jacinta n. da freg. dos Prados, padr.: Cap. Luiz Marques de Afonseca avô da batizada

 

3-5 Maria Egiciaca casada com o Alferes João Pinto

 

3-6 Luiza Antonia da Fonseca (ou Vieira), batizada em 30-08-1768. Aos 03-03-1783 casou com o Capitão Bento Ferreira de Brito, natural da Freguesia de São João de Brito, Termo da Vila de Guimarães, Comarca da cidade de Braga, filho de Manoel Ferreira e Custódia Luíza

B7: Igreja Nossa Senhora da Conceição (Carrancas, Minas Gerais) aos 30-08-1768 cap. Rosario, Luiza, f.l. Manoel Jose Vieira n. Roça Grande e D. Vicencia Jacinta de Afonseca n. da freg. dos Prados, padr.: Antonio Jose do Valle por pp a Narciso ---------- Afonseca, e Felicia Machado ------ por pp a D. Ana Felicia.

 

B7:Casamentos - Sta Ana das Lavras do Funil, aos 03-03-1783 na Ermida do Sr. Bom Jesus dos Aflitos, filial desta matriz, Bento Ferreyra Brito, f.l. de Manoel Ferreira e Custodia Luiz, n/b na freg. de S. Joam de Brito Bispado de Braga; = cc. Luiza Antonia de Affonseca, f.l. Cap. Manoel Joseph Veyra e Dona Vicencia Jacinta de Affonseca, n/b na freg. de Lavras.

 

          Capitão Bento faleceu aos 16-03-1827, com testamento assinado na Fazenda da Pedra Branca em 15 de Fevereiro de 1826 (neste site). Declarou naturalidade, filiação, matrimonio, a única filha legítima e três filhos naturais tido em estado de solteiro e descritos na família “Manoel e Bento Ferreira de Brito”.

          Luiza e Capitão Bento tiveram a filha única:

3-6-1 Ana Luisa Ferreira casada com o Alferes Joaquim Silvério Marques.

 

3-7 Narcisa Antonia Vieira, viúva do Capitão Bernardo José Carneiro. Geração na família “Amaro de Mendonça Coelho” Cap. 11, 8.

 

3-8 Feliciana, batizada em 08-07-1771. Casou como Alferes Domingos Vieira de Freitas

B7: Igreja Nossa Senhora da Conceição (Carrancas, Minas Gerais) aos 08-07-1771 cap. N. Sra do Rosario, Feliciana, f.l. Manoel Jose Vieira n. vila Real do Sabara e D. Vicencia Jacinta de Afonseca n. da freg. dos Prados, padr.: Dr. Jose ---- da Silva por pp ao Ajudante Manoel Marques, e D. Perpetua Antonia de Azevedo Coutinha por pp a D. Francisca Joaquina Corra de Miranda. Os padrinhos são moradores em vila Real do Sabara e os mais todos desta.

 

3-9 Joaquim Antonio Vieira, solteiro, de idade de trinta anos, ausente em o Serro do Frio.

 

3-10 Ana Felícia da Fonseca (ou da Conceição) aos 10-11-1767 casou com o Capitão Manoel Francisco de Toledo, natural de S. João del Rei, filho de Gaspar Francisco Ferreira e Gertrudes Maria de Toledo.

B7: casamentos - Igreja Nossa Senhora da Conceição (Carrancas, Minas Gerais) aos 10-11-1767 Manoel Francisco de Toledo, n. freg. N. Sra do Pilar da vila de S, João del Rei, f.l. Gaspar Francisco Ferreira e Gertrudes Maria de Toledo; = cc D. Ana Felícia da Conceição, n. da freg. dos Prados deste bispado, f.l. Cap. Manoel Jose Vieira e D. Vicencia Jacinta Afonseca.

          Ambos já falecidos em 1807, deixaram a filha:

- Felicia, batizada no mesmo dia que sua irmã baixo (gemeas?), padrinhos o avô paterno e avó materna. Não é citada no inventário da avó materna, somente sua irmã abaixo:

B7: Igreja Nossa Senhora da Conceição (Carrancas, Minas Gerais) aos 28-02-1771 cap. N. Sra do Rosario, Felicia, f.l. Manoel Francisco de Tolledo n. da freg, S, João del Rei e Ana Felicia de Afonseca n. freg. dos Prados, padr.: Gaspar Francisco Ferreira e D. Vicencia Jacinta de Afonseca mulher do Cap. Manoel Jose Vieira.

3-10-1 Laureana Felícia da Fonseca. batizada em 11-09-1769, padrinhos o avo materno e avó paterna.. Aos 24-05-1788 casou com o Capitão José Luiz de Figueiredo, filho de Manoel Lourenço Mancebo e Helena Leite de Figueiredo, neto paterno de Manoel Lourenço Raphael e Barbara de São Joseph, ambos da vila da Praia da Ilha Terceira do Bispado de Angra, neto materno do Alf. Luiz de Figueiredo, de Portugal e Maria Leite de Figueiredo, batizada em Congonhas do Campo do Bispado de Mariana, família “Manoel Lourenço Rafael”.

B7: Igreja Nossa Senhora da Conceição (Carrancas, Minas Gerais) aos 11-09-1769 cap. Rosario, Lauriana, f.l. Manoel Francisco de Toledo e Ana Felicia, padr.: Cap. Manoel Jose Vr.ª e Gertrudes Maria de Toledo avós da batizada.

 

B7: Casamentos - Freguesia de N.S. da Conceição das Carrancas e Sta Ana das Lavras do Funil, aos 24-05-1789 Ermida das Três Pontas, filial desta, Capitão Jose Luiz de Figueiredo, f.l. Manoel Lourenço e Elena Leyte de Figueiredo, n/b na vila de S. Jose; = cc. D. Laurianna Felicia de Affonceca, f.l. do Tenente Manoel Francisco e D. Anna Felicia de Affonceca, n/b nesta freguesia

 

4- Antonio Marques da Fonseca casou com Maria da Fonseca Cabral, filha de Manoel Fonseca Cabral e Isabel da Cruz. Antonio faleceu aos 12-08-1778 com inventário aberto em 04-09 do mesmo ano pela viúva, na Fazenda Palmital da Freguesia de Nossa Senhora da Conceição dos Prados, Termo da Vila de São José onde moravam.

Igreja Nossa Senhora da Conceição (Prados, Minas Gerais) - óbitos - matriz,  aos 12-08-1778 Antonio Marques da Fonseca, casado com Maria da Fonseca Cabral, sepultado dentro desta matriz dos Prados.

 

          Maria casou segunda vez aos 11-10-1781 com José Ferreira da Fonseca filho de Manoel Ferreira Coelho e Maria da Fonseca. José era viúvo de Luzia da Conceição. Família “Gonçalo de Almeida Collaço”.

B7: Prados, Minas Gerais (e capelas filiadas) - casamentos - Capela do Padre Gaspar filial da Matriz da Vila de S. José, aos 11-10-1781 Jose Frr.ª da Fonceca, f.l. de Manoel Ferreira Coelho e D. Maria da Fonceca, viuvo que ficou de Luzia da Conceição; = Maria da Fonceca Cabral, f.l. de Manoel da Fonceca Cabral e Isabel da Cruz, viuva que ficou de Antonio Marques da Fonceca. Ambos moradores nesta.

José Ferreira da Fonseca faleceu aos 03-03-1807. Teve com Maria, pelo menos, a filha:

Prados, MG obitos - aos 03-03-1807 faleceu Jose Ferreira da Affonseca, casado com Maria da Affonseca Cabral, sepultado dentro desta matriz de Prados das grades para cima.

I- Maria Francisca de Paula na matriz de Prados aos 24-10-1804 casou com Antonio Ferreira de Carvalho, filho do Ajudante João Ferreira de Carvalho e D. Maria Felisarda de Santa Ana.

B7: Prados, Minas Gerais (e capelas filiadas) - casamentos - matriz aos 24-10-1804 Antonio Ferreira de Carvalho, f.l. do Ajudante João Ferreira de Carvalho e D. Maria Felisarda de Santa Ana = Maria Francisca de Paula, f.l. de Joze Ferreira da Fonseca e Maria da Affonseca Cabral. Nts/bts na freguesia de Prados.

 

Antonio e Maria tiveram três filhos batizados em São José, certidões inseridas no inventário de Antonio (neste site):

4-1 Manoel Marques da Fonseca batizado aos 29-11-1772, padrinho o avô materno.

Capela de Nossa Senhora do Pilar desta Freguesia de São José

Aos vinte e nove dias do mês de Novembro do ano de mil setecentos e setenta e dois batizei e pus os santos óleos a Manoel, filho legítimo de Antonio Marques da Fonseca e de Maria da Fonseca Cabral, neto por parte paterna de Luis Marquez da Fonseca e de Dona Rosa Maria de Bessa e pela materna neto de Manoel da Fonseca Cabral e de Isabel da Cruz, que havia nascido aos dezesseis dias do dito mês de Novembro e foram padrinhos Manoel da Fonseca Cabral, seu avô e [parte danificada]

 

          Manoel casou aos 11-05-1793 com Joana Teresa de Mello, nascida em Barbacena, filha de Manoel de Mello Costa e Theresa Margarida do Nascimento

B7: Prados, Minas Gerais (e capelas filiadas) - casamentos - Ermida do Mestre de Campo, filial da matriz de Prados aos 11-05-1793 Manoel Marques da Foncequa, f.l. de Antonio Marques da Foncequa e Maria da Affonsequa Cabral, n/b na capela do Padare Gaspar = Joanna Theresa de Mello, f.l. de Manoel de Mello Costa e Theresa Margarida do Nascimento, n/b vila Barbacena.

 

          Joana, viúva, faleceu septuagenária aos 31-07-1841 com testamento. Declarou que de seu matrimônio:”existem sete filhos”.

S. Jose del Rei e capelas filiadas, óbitos, matriz aos 31-07-1841 fal. D. Joana Tereza de Mello, mulher branca, viuva de Manoel Marques d’Affonseca, de idade de septuagenaria. Foi sepultada ao 01-08 do dito ano. Fez testamento.

Testamento:

(...) sou natural da freguesia de Santa Ana do Garambéo mas moradora nesta da vila de S. Jose, f.l. de Manoel de Mello e Teresa Margarida, já falecidos. Sou viuva de Manoel Marques d’Affonseca de cujo matrimonio existem sete filhos.

Testamenteiros: em 1º meu filho Jacob Marques d’Affonseca, em 2º meu compadre Jose Ferreira Junior, e em 3º a Jose Marcellino.

Instituo herdeiro do restante da minha terça a meu filho Jacob Marques d’Affonseca.

Fazenda de S. Francisco da Barra da freguesia da vila de S. Jose, aos 17-07-1841

Abertura aos 31-07-1841.

 

          Entre os filhos do casal:

4-1-1 Antonio Marques de Mello nascido em Prados, onde aos 31-01-1819 casou com Ana Luiza Bernardina de Senne, viúva de Domingos Lopes da Silva

B7: Prados, Minas Gerais (e capelas filiadas) - casamentos - Ponta do Morro aos 31-01-1819 Antonio Marques de Mello, f.l. de Manoel Marques da Fonseca Cabral e Joana Thereza, n/b freguesia de Prados = Anna Luiza Bernardina de Senne, viuva do falecido Domingos Lopes da Silva.

4-1-2 Jacob Marques da Fonseca, 1º testamenteiro materno e herdeiro da terça.

4-1-3 Maria Teresa do Espírito Santo foi a segunda mulher de Domingos Francisco Torres, filho de outro e Joana Pereira da Mota. Geração na família “Domingos Francisco Torres”.

4-2 Ana Joaquina Marques batizada aos 25-03-1775. Aos 23-07-1800 casou com Francisco de Souza Rodrigues, natural de Aiuruoca, filho de Manoel Rodrigues de Souza e Ana Maria de Jesus

B7: Prados, Minas Gerais (e capelas filiadas) - casamentos - matriz aos 23-07-1800 Francisco de Souza Rodrigues, f.l. de Manoel Rodrigues de Souza e Anna Maria de Jesus, n/b freguesia de Aiuruoca = Anna Joaquina Marques, f.l. de Antonio Marques da Affonseca e Maria da Affonseca Cabral, n/b freguesia da vila de S. Jose.

 

          Em 1831 comparecem no censo Francisco com 61 anos e Ana com 54, com vários filhos

censo 1831 Prados-MG, fogo 256

FRANCISCO DE SOUZA RODRIGUES, chefe do fogo, masculino, branca, 61, casado, agricultor

ANNA JOAQUINA, cônjuge, feminino, branca, 54, casado

MANOEL, filho, masculino, branca, 25, solteiro

JOZE, filho, masculino, branca, 16, solteiro

CELESTINO, filho, masculino, branca, 14

JOAO, filho, masculino, branca, 12

JOAQUINA, filho, feminino, branca, 19

9 escravos

 

          Entre os filhos do casal:

4-2-1 Rita Cândida de Jesus aos 01-03-1824 casou com José Rodrigues Monte, filho de Antonio Rodrigues Monte e Bernardina Francisca de Paula, neto paterno Jose Gonçalves Monte e Rosa Felicia de Jesus, neto materno de Vicente José da Silveira e Maria Rita de Jesus (família “Rodrigues Dantas” Cap. 1º)

B7:  Prados, Minas Gerais (e capelas filiadas) - casamentos - matriz aos 01-03-1824 Joze Rodrigues Monte, f.l. de Antonio Rodrigues Monte e Bernardina Francisca de Paula = Ritta Candida de Jesus, f.l. de Francisco de Souza Rodrigues e Anna Joaquina Marques. Nts/bts freg. Prados.

 

4-2-2 Maria Querubina de Jesus aos 06-09-1824 casou com Antonio Teixeira Jr., filho de Antonio Teixeira de Carvalho e Izabel Constancia, família “Souza Caldas”.

B7: Prados, Minas Gerais (e capelas filiadas) - casamentos - Livramento aos 06-09-1824 Antonio Teixeira Jr., f.l. de Antonio Teixeira de Carvalho e Izabel Constancia da [dobra] = Maria Querubina de Jesus, f.l. de Francisco de Souza Rodrigues e Anna Joaquina Marques. Nts/bts freg. Prados.

 

         Em 1831 comparecem no censo com vários filhos, Antonio com 34 anos e Maria Querubina com 26:

censo 1831 Prados-MG, fogo 260,

ANTONIO TEIXEIRA JUNIOR, chefe do fogo, masculino, branca, 34, casado, criador de gado

MARIA QUERUBINA, cônjuge, feminino, branca, 26, casado

ANNA, filho, feminino, branca, 7

FRANCISCO, filho, masculino, branca, 5

QUERINO, filho, masculino, branca, 3

MARIA, filho, feminino, branca, 1

4 escravos

THOMAS, dependente, masculino, crioula, 32, solteiro, jornaleiro

ANTONIO, dependente, masculino, crioula, 28, solteiro, jornaleiro

MANOEL, dependente, masculino, parda, 35, solteiro, jornaleiro

 

4-3 Joaquina Maria da Fonseca batizada aos 22-12-1776. Aos 13-07-1796 casou com Manoel Dias Ladeira, filho de João Dias Ladeira e Maria Josepha de Santa Eufrasia, neto paterno de Manoel Dias Ladeira e Maria Souza Caldas, neto materno de Batista de Caldas Castro e Luisa de Souza Cordeiro (família “Manoel Dias Ladeira”)

B7: Prados, Minas Gerais (e capelas filiadas) - casamentos - matriz aos 13-07-1796 Manoel Dias Ladeira, f.l. de João Dias Ladeira e Maria Josepha = Joaquina Maria da Fonceca, f.l. de Antonio Marques da Fonseca e Maria da Fonceca Cabral. Nts. da freguesia de Prados.

 

5- Felícia Maria da Fonseca, batizada em 25-07-1735. Casou com o Capitão João Rodrigues da Costa, filho de Miguel Rodrigues da Costa e Ignácia Pires. Geração na família “Miguel Rodrigues da Costa”.

Prados, MG Igreja N Sra da Conceição bat. aos 25-07-1735 nesta matriz bat a Felicia, f.l. Luiz Marques da Fonseca e Rosa Maria, desta freguesia. Padr.: Jose Ferreira, da vila de S. Josae e Barbara Pereira mulher de Jose de ----- da vila de S. Jose.

 

6- Narciso Marques de Bessa, habilitado no Rio de Janeiro

De Genere Manoel Jose Vieira 13-08-1786: (...) sua avó Dona Rosa Maria de Bessa é filha de Domingos de Bessa e de sua mulher Vicência de Mello - e a mesma Dona Rosa é mãe de Narciso Marques de Bessa tio do habilitando, o qual se habilitou há mais de 40 anos no Rio de Janeiro (...).

 

7- Luiz em 23-02-1739

Prados, MG Igreja N Sra da Conceição bat. aos 23-02-1739 nesta matriz bat a Luiz, f.l. Luiz Marques da Fonseca e Rosa Maria, padrinhos Leandro da Silva e Faria(?) com pp a João Gonçalves de Moura, desta freguesia, e Ana da Cunha desta freguesia.