PROJETO COMPARTILHAR

Coordenação: Bartyra Sette e Regina Moraes Junqueira

www.projetocompartilhar.org

 

 

Araújo Martins e Araújo Sampaio

(atualizado em 09-abril-2016)

 

 

Moacyr Urbano Villela

 

Os “Araújo Martins” estiveram entre os primeiros moradores a receberem sesmarias na região do Rio Grande, na década de 1740. Em São Miguel do Cajurú e na região do Ribeirão das Pitangueiras. (transcrições das sesmarias de José de Araújo Martins – 1742, João de Araújo Martins – 1742 e de Francisco de Araújo Martins – 1767 e 1769, neste site.).

Eram vizinhos dos Carvalho Duarte no Cajuru, de Diogo Garcia, nas Pitangueiras, de Manoel Alves Valle no Rio Grande, entre outros pioneiros.

 

Domingos Velloso e Maria Araújo moradores que foram na Freguesia de Santiago de Sabariz, termo da Vila Verde, Arcebispado de Braga, tiveram ao menos dois filhos que deixaram geração na região de Carrancas-MG:

Cap 1º- José de Araújo Martins

Cap 2º- Maria de Araújo

 

 

Cap 1º José de Araújo Martins

(atualizado em 12-março-2016)

 

José de Araújo Martins, nascido na citada freguesia de São Tiago de Sabariz do arcebispado de Braga, proprietário da fazenda chamada O Ribeirão do Distrito da Aplicação da Capela do Cajurú, São Miguel e Almas, filial da freguesia de Nossa Senhora do Pilar e da fazenda Sesmaria na Capela do Espírito Santo.

José faleceu com testamento (neste site), redigido aos 20-03-1781, onde declara naturalidade, filiação, casamento. Deixou o remanescente da terça para: “filhos e filhas de meu sobrinho Belchior de Araújo Sampaio, moradores na Capela do Espirito Santo da Freguesia de Carrancas e pelos meus netos, filhos de meu filho Francisco”.

José foi casado com Joana Maria da Fonseca, natural de Pindamonhangaba, filha do Alf. Antonio do Amaral da Fonseca e de Isabel Vieira de Oliveira, família “Antonio do Amaral da Fonseca”, neste site.

Joana ditou seu Testamento em 1781 no sitio do “Ribeirão”, assinando, a rogo da Testadora, o Alferes João Garcia Duarte e faleceu a 16 de junho de 1789. Deixou o remanescente da terça para: “minhas sobrinhas, filhas de minha irmã Justa e de seu marido Manoel da Costa moradores na Freguesia da Aiuruoca, chamadas Antonia e a outra Isabel”. Deixou legados para: “minhas sobrinhas, Isabel,Ana e Maria, todas filhas do meu irmão Manoel do Amaral e de Maria Clara” (testamento neste site).

 

José e Joana foram pais do filho único:

1- Francisco de Araújo Martins (ou Martins de Araújo), morador na freguesia do Espírito Santo de Carrancas. Em 28-08-1754 casou com Luzia da Conceição.

Matriz de Nossa Senhora do Pilar e Capelas Filiadas, cap. Madre de Deus aos 28-08-1754 Francisco de Araujo Martins, f.l. Jose Araujo Martins e Joana Maria da Fonseca = cc Luzia da Conceição, desta, f.l. Manoel Alves Valle e Micaela Preta  de Moraes, test.: Antonio da Cunha de Carvalho e Manoel Marinho de Moura.

Francisco ditou seu testamento em 1804, na Fazenda da Sesmaria em São Vicente (disponível neste site), “em casas de meu filho Manoel Joaquim de Araújo”. Faleceu aos 26-06 do mesmo ano, sendo enterrado “em cova da fabrica” na Capela do Turvo.

Era então viúvo de Luzia da Conceição de quem teve onze filhos, nove dos quais viviam em 1804.

Luzia da Conceição, ou Luzia Rodrigues de Jesus (como esta no inventário paterno) era filha de Manoel Alves Valle, natural de Barcelos, Bispado de Braga, Portugal e de Maria (ou Micaela) Preta de Moraes, sua primeira mulher, neta paterna de João Alves Valle e de Maria Rodrigues (família “Manoel Alves Valle”)

 

Em seu testamento, Francisco também institui como sua herdeira Francisca, sua filha natural com Escolástica Ribeira.

1-1n Francisca

 

Filhos com Luzia da Conceição:

1-1 Miguel José Martins de Araújo, 3º testamenteiro dos avós paternos, falecido antes de 1804. Casou aos 22-10-1771 com Romana Maria de Jesus, batizada em 21-12-1748, filha de Manoel Vaz Lisboa, natural da Freguesia de Santo Estevão-Lisboa e Ana Maria de Jesus, natural de São João del Rei (família “Inácia de Jesus Mattos”).

(RMJ) Casamentos - Matriz de Nossa Senhora do Pilar SJDR, 22-10-1771 na Ermida de Manoel Marinho de Moura; Test: Padre Antonio de Moura e João Francisco de Azevedo. Miguel Martins de Araújo, nat da Freg de N Sra do Pilar, f. de Francisco Martins de Araújo e Maria dos Sanctos da Silveira(sic). C.c.Romana Maria de Jesus, nat da mesma freguesia, fl de Manoel Vaz Lisboa e Ana Maria de Jesus.

 

S.João del Rei, MG Batismos  aos 21-12-1748 na capela de N. Sra da Piedade do Rio Grande, bat. Romana, f.l. Manoel Vaz Lisboa e s/m Ana de Jesus; padr.: [danificado] mulher de Antonio Martins.

 

          Romana, já falecida em 1781, foi representada no inventário paterno pelos três filhos de seu casal. Miguel, viúvo, teve a filha natural 1-10-n4 abaixo.

1-1-1 Manoel, batizado na Capela de Porto do Turvo em Aiuruoca aos 30-11-1772. Com 8 anos em 1781

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos-  aos 30 novembro 1772 Porto do Turvo, MANOEL q.n. aos 15, f.l. de Miguel Martins de Araujo e s/m Romana Maria de Jesus n. da freg. de S. João del Rei; npaterno de ------; nmaterno de Manoel Vas Lisboa n. Lisboa, freg. de Santo Estevan de --- e s/m Anna Maria n. da freg. de S. João del Rei; padr.: Manoel Caetano da Costa e s/m Ignacia da --- Mattos.

 

1-1-2 Francisco Martins de Araújo, com 7 anos em 1781. Casou, na Capela do Turvo aos 16-10-1810, com Ana Zeferina, filha de Mamede de Souza e Mariana de Jesus.

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG, casamentos -  aos 16 out 1810 cap. Turvo - Francisco Martins d'Araujo, f.l. Miguel Martins d'Araujo e Romana Maria de Jesus; c/ Anna Zephyrina, f.l. de Mamede de Soisa e Mariana de Jesus.

Ns. e bts. nesta freguesia.

 

1-1-3 Joaquim Martins de Araújo, com 4 anos em 1781. Em 1807-04-1801, com dispensa de consaguinidade, casou com sua tia materna Maria Inácia Marcelina, filha de Manoel Vaz Lisboa e Ana Maria de Jesus, família “Inácia de Jesus Mattos”.

Curia Metropilana de Campanha, processo matrimonial de Joaquim Martins de Araujo e Maria Inácia Marcelina - 1800. De Manoel Vaz Lisboa e Ana Maria de Jesus nasceu Romana Maria de Jesus casada com Miguel Martins de Araújo e deste procedeu o orador.Dos Mesmos Manoel Vaz Lisboa e Ana Maria procedeu a oradora.

Oradora – é órfã de pai e mãe e vive em casa do orador.

 

Aiuruoca, MG matr - aos 07-04-1801 nesta matriz se receberam Joaquim Martins de Araujo, f.l. de Miguel Martins de Araujo e de Romana Maria de Jesus = e Maria Inacia Marcelina, f.l. de Manoel Vaz Lisboa e Ana Maria de Jesus. Nts. bts. e moradores nesta freguesia.

 

         Joaquim aos 27-11-1830 casou em segundas núpcias com Leonor Pires de Moraes, filha de Joaquim Pires de Moraes e Maria Benedita.

(digitação e revisão de Sergio Lane de Mello disponib. por Marcos Paulo Souza Miranda) Igreja Matriz de Nossa Senhora do Porto - Andrelândia MG, Lv. 1º de Casamentos, fls 3 A vinte sete de Novembro de mil oito centos e trinta pela húa hora da tarde nesta Capella do Turvo da Aiuruoca com licença do R.do Parocho a vista das testemunhas assignadas assisti ao Matrimonio de Joaquim Martins de Araujo, Viuvo de Maria Ignacia, e Leonor Pires de Moraes, filha de Joaquim Pires de Moraes, e Maria Benedicta, e logo lhes dei as bençãos nupciaes, e para constar fiz este assento que assignei.

P.e Arantes

Ildefonso Jose Per.a

João Gualberto de Carv.o

 

         Joaquim faleceu com testamento aos 13-06-1836,com geração de ambos os matrimônios (inventário neste site):

 

Joaquim e Maria Inácia tiveram os filhos (situação em 11-07-1836)

1-1-3-1 Joaquim Martins, casado

1-1-3-2 José Martins, casado, pais de pelo menos uma filha legatária do avô paterno “A minha neta e afilhada, filha de Jose Martins”.

1-1-3-3 João Martins, casado

1-1-3-4 Prodencio Martins de Araújo casou na Matriz de N Sra do Porto aos 20-11-1730 com Maria dos Passos. Teve ao menos um filho legatário do avô paterno “Ao neto e afilhado filho de Prodencio”.

(digitação e revisão de Sergio Lane de Mello disponib. por Marcos Paulo Souza Miranda) Igreja Matriz de Nossa Senhora do Porto - Andrelândia MG, Lv. 1º de Casamentos, fls 3. A vinte de Novembro de mil oito centos e trinta pelas duas horas da tarde nesta Capella do Turvo filial da Aiuruoca em virtude do Reverendo Parocho, a vista das testemunhas abaixo assignadas, e outras assisti ao Matrimonio que por palavras de presente, et in facie Ecclerio celebrarão Pudenciano Miz~ de Araujo, filho legitimo de Joaquim Miz~ de Ar.o, e Maria Ignacia, e Maria dos Passos, exposta a Theodora Maria do Carmo, e logo lhes dei as bençãos nupciaes, e para que conste fiz este assento que assignei.

P.e Arantes

Antonio Corcino de Ol.a

An.to Marques de Sz.a

1-1-3-5 Maria Inácia Marcelina casada com Francisco Antonio de Boaventura (Souza), filho de Antonia Pires de Moraes, família “Antonio Vieira de Moraes” Cap. 3º.

Pais de, pelo menos:

1-1-3-5-1 Joaquim, afilhado e legatário do avô materno.

1-1-3-6 Genoveva casada com Jerônimo Lopes

1-1-3-7 Ana (Marcelina de Mattos), casada com José Vaz Lisboa, pais de pelo menos uma filha legatária do avô materno “A minha neta e afilhada, filha de Jose Vaz. Ana faleceu antes de 1843, ano em que José Vaz, viúvo, casou com Francisca Teresa.

 (digitação e revisão de Sergio Lane de Mello disponib. por Marcos Paulo Souza Miranda) Igreja Matriz de Nossa Senhora do Porto - Andrelândia MG, Lv. 1º de Casamentos, fls  89 A vinte tres d'Agosto de mil oito centos e quarenta e tres nesta Matris do Turvo as tres horas da tarde, feitas as deligencias do estilo, em prezença das testemunhas Cezinandro Cesláo do Carmo, e Manoel Joaquim Mendanha, dispençados do impedimento de consanguinidade em terceiro gráo mixto de segundo, e d'affinidade illicita em primeiro lugar digo grao, recebi em Matrimonio, e abençoei os Contrahentes Joze Vas Lisboa, Viuvo de Anna Marcelina de Mattos, com Francisca Thereza, filha natural de Maria Thereza, ambos naturais desta Freguezia: de que, para constar fis este assento.

Manoel Joaq.m Mendanha

O Vig. Fran.co Joze de Sz.a  Montr.o

1-1-3-8 Floriana Inácia de Jesus aos 01-10-1833 casou com José Pires de Moraes, filho de outro e Ana Marcelina. Em 1836 estava casada com José Francisco de Andrade

(digitação e revisão de Sergio Lane de Mello disponib. por Marcos Paulo Souza Miranda) Igreja Matriz de Nossa Senhora do Porto - Andrelândia MG, Lv. 1º de Casamentos, fls 16 e 17 A hum de Oitubro de mil oito centos e trinta, e trez pelas onze horas do dia nesta Capella do Turvo em virtude da competente licença a vista das testemunhas abaixo assignadas e outras assisti ao Matrimonio que por palavras de presente, et in facie Ecclerio celebrarão, depois de dispensados dos impedimentos , com que se achavão ligados, Jose Pires de Moraes, filho de Jose Pires de Moraes, e Anna Marcellina, e Florianna Ignacia de Jesus, filha de Joaquim Miz~ de Araujo, e Maria Ignacia Marcellina, e logo lhes dei as bençãos nupciaes, para que conste fis este assento.

P.e Arantes

Indalecio Joze de Morais

João Baptista da Costa

Floriana e José Pires de Moraes tiveram, pelo menos, os filhos legatários do avô materno:

1-1-3-8-1 Joaquim: “A Joaquim, filho de José Pires de Morais - 9.000”

1-1-3-8-2 Fausta: “A Fausta, filha de José Pires de Morais - 10.000;”

 

1-1-3-9 Mariana, solteira, 13 anos, tutelada de Joaquim Pires de Moraes. Mariana Maria aos 01-12-1838 casou-se com João de Souza Castro, filho de João Pires e Ana de Souza.

Assento – Autorizado pelo senhor vigário capitular deste bispado, recebi em matrimonio a João de Souza Castro e Mariana Maria, aquele filho legitimo de João Pires e de Ana de Souza e esta de Joaquim Martins e Maria Inacia, Aiuruoca 01/12/1838 – coadjutor – Jose Esaú dos Santos.

 

Joaquim e Leonor tiveram a filha única:

1-1-3-10 Sebastiana, com 3 anos em 1836, tutelada do avô materno Joaquim Pires de Moraes.

 

Leonor casou em segundas núpcias aos 02-05-1840, dispensados do impedimento de consanguinidade duplicado e de afinidade licida em terceiro grau, com José Francisco da Silva, filho de Manoel Pereira e Simplicia Maria de Jesus.

(digitação e revisão de Sergio Lane de Mello disponib. por Marcos Paulo Souza Miranda) Igreja Matriz de Nossa Senhora do Porto - Andrelândia MG, Lv. 1º de Casamentos, fls 50  A dois de Maio de mil oito centos e quarenta nesta Matris do Turvo a húa hora da tarde, feitas as deligencias do estilo, e dispençados do impedimento de consanguinidade duplicado, e d'affinidade lícita em terceiro gráo, em prezença das Testemunhas Domingos Fernandes de Morais, e Francisco Mariano de Mendonça recebi em Matrimonio os Contrahentes Joze Francisco da Silva, filho legitimo de Manoel Pereira, ja falescido, e Simplicia Maria de Jezus, com Leonor Pires de Morais, viuva de Joaquim Martins; de que fis este assento para constar.

Dom.os Ferz. de Morais

Fran.co Marian

O Vig. Fran.co Joze de Sz.a  Montr.o

 

 

1-2 Francisco José de Araujo em Aiuruoca aos 23-11-1789 casou com Francisca Maria de Jesus, natural de Guaratinguetá-SP, filha de Manoel da Silva Leme e Maria Barbosa (SL. 5, 442, 3-2 e 444, 4-1)

Aiuruoca, MG Igreja N Sra da Conceição aos 23-11-1789 na Ermida do Espirito Santo filial da matriz de Santa Ana das Lavras do Funil feitas as denunciações nesta matriz da Aiuruoca onde os contraentes são moradores e testemunhas Jose Martins Alfena e Francisco de Araujo Martins se casaram Francisco Jose de Araujo, f.l. de Francisco de Araujo Martins e de Luiza(sic) da Conceição, nat/bat na freguesia da vila de S. João del Rei = cc Francisca Maria de Jesus, f.l. de Manoel da Silva Lemes e de Maria Barboza, nat/bat na vila de Guaratingueta Bispado de S. Paulo.

1-3 José de Araújo Martins, provavelmente o casado com Izabel Claudina de Jesus e pais da abaixo:

1-3-1 Ana Justina, aos 03-09-1825, casou com Baltazar de Castro Silva, natural de Mariana, filho de João de Castro Silva e Teresa Maria de Jesus.

(RMJ) Casamentos na Ermida de São Vicente depois Capela de São Vicente Ferrer-MG 03-09-1825 Baltazar de Castro Silva, nat de Mariana, filho de João de Castro Silva e Tereza Maria de Jesus; =  com Ana Justina, filha de José de Araújo Martins e Izabel Claudina de Jesus

 

1-3-2 Antonio Luiz de Araújo, aos 26-11-1825 dispensados do impedimento de consanguinidade em 4º grau mixto de 3º, casou com Maria Clara de Siqueira, filha de José Luiz da Costa e Maria Silvéria de Almeida.

S. Vicente de Minas, MG - Igreja S. Vicente Ferrer - aos 26-11-1825 dispensados do impedimento de consanguinidade em 4º grau mixto de 3º na linha transversal Antonio Luiz de Araujo, f.l. Jose de Araujo Miz e Izabel Claudina = cc Maria Clara de Siqueira, f.l. Jose Luiz da Costa e Maria Silveria de Almeida, nts e moradores na capela der S. Vicente

Pais de, q.d.:

1-3-2-1 Antonio Joaquim de Araujo em S. Joaquim-RJ aos 23-11-1859 casou com Bernardina Maria de Jesus, filha de Manoel Diniz de Medeiros e Eugenia Maria de Jesus.

S. Joaquim da Barra Mansa, RJ Lv. 1 de cas. fls. 47v aos 23-11-1859 Antonio Joaquim de Araujo, f.l. Antonio Luiz de Araujo e Maria Clara da freguesia da Bocaina = cc Bernardina Maria de Jesus, f.l. de Manoel Denis de Medeiros e Eugenia Maria de Jesus da freguesia  dos Quatis e atualmente meus paroquianos. Test.: Manoel Jacinto da Fonseca e Manoel Pereira da Fonseca.

1-3-3 Joaquim José de Araújo aos 26-06-1830 casou com Aureliana Emerenciana de Bastos, filha de Custódio Rodrigues da Veiga e Joaquina Rosa de S. Ana; família “Antonio e João Vieira da Maia” Cap. 1º

S. Vicente de Minas, MG - Igreja S. Vicente Ferrer - aos 26-06-1830 Joaquim Jose de Araujo, f.l. fal. Jose de Araujo Miz e Izabel Claudina = cc Aureliana Emerenciana de Bastos, f.l. Custodio Roiz da Veiga e Joaquina Roza de S. Ana. Ambos nts e moradores nesta freg. de Aiuruoca.

 

1-4 Manoel Joaquim de Araújo, batizado em 18-12-1764. Aos 19-02-1810 casou com Maria Josefa, natural de Aiuruoca, filha de Luiz Gonçalves da Costa e Maria Francisca Maciel (família Francisco Martins Boralho, neste site)

Matriz de Nossa Senhora do Pilar e Capelas Filiadas, cap. S. Miguel do Cajuru aos 18-12-1764 Manoel, f.l. Francisco de Araujo Martins e Luzia da Conceição, np Jose de Araujo Martins, da freg. Santiago Arc. Braga e Joana Maria da Fonseca, da vila de Bom Sucesso Bispado de S. Paulo, nm Manoel Alves Valle, da freg. ------ Carvoeiro Arc. Braga e Micaela --, de N. Sra do Desterro, padr.:  Jose -- e s/m Izabel Rodrigues de Jesus.

 

(RMJ) Casamentos na Ermida de São Vicente depois Capela de São Vicente Ferrer-MG, 19-02-1810 - Manoel Joaquim de Araújo, Nat de São João del Rei, f. de Fco. de Araújo Miz e Luzia da Comcam ; = com Maria Josefa, desta, filha de Luiz Glz da Costa e Mª Frca.

 

          Em 1808, quando correu seu processo matrimonial (neste site) Manoel tinha 45 anos e Maria Josefa 39, e já tinham entre ambos seis filhos. Maria Josefa tinha ainda mais um filho de outro relacionamento. Eram então moradores no Arraial de São Vicente e parentes em 4º grau misto de 3º.

          Antes de seu casamento, Maria Josefa tivera relações com um irmão e alguns primos de Manoel, que por sua vez também se relacionara com uma irmã e uma prima de Maria Josefa.

Curia Metropilana de Campanha, processo matrimonial de Manoel Joaquim de Araujo e Maria Josefa - 1808

Micaela Preta de Moraes e Maria de Moraes eram irmãs inteiras. De Micaela Preta nasceu Luiza de Conceição e desta nasceu Manoel Joaquim de Araújo. Orador;

Daquela Maria de Moraes nasceu Sebastiana Francisca e desta nasceu Maria Francisca e desta nasceu Maria Josefa, oradora.

O orador por fragilidade humana teve cópula com uma irmã inteira da oradora e com uma prima irmã da oradora

A oradora teve cópula com um irmão do orador, e mais três primos irmãos do orador e tendo ela um filho, foi o orador, padrinho do mesmo

A oradora teve seis filhos do orador

          Em 1831 com 63 anos, morava no fogo 43 de São Vicente Ferrer, onde era delegado, segundo o censo (neste site).

          Maria Josefa faleceu em 22-06-1828 e Manoel em 05-03-1837.

S. Vicente de Minas - Igreja S. Vicente Ferrer aos 22-06-1828 fal. e enfermidade uterina de idade sexagenaria faleceu Maria Josefa de Jesus casada com Manoel Joaquim de Araujo. Jaz dentro da capela de S. Vicente.

 

S. Vicente de Minas - Igreja S. Vicente Ferrer aos 05-03-1837 faleceu confessado e ungido de hidropsia de idade de 75 anos Manoel Joaquim de Araujo, viuvo.

          Manoel Joaquim teve seu inventario iniciado aos 27-06-1837 no Arraial de São Vicente (neste site). Em seu testamento nomeou por herdeiros de sua terça apenas os filhos legitimos, excluindo os que sua mulher tivera antes do casamento "porque eles já entraram na legitima materna, ficando meus herdeiros somente meus filhos legítimos".

          Segundo seu testamento e inventário (neste site), Manoel e Maria Josefa tiveram dois filhos legitimos, que em 1831 moravam com o pai:

1-4-1 Vicente Cândido de Araújo, com 18 anos e solteiro no censo de 1831. Em 1837, casado e ausente, por estar pronunciado em crime de morte

1-4-2 Ana, com 19 anos e solteira em 1831, em 1837 estava casada Laurentino José da Fonseca, inventariante do sogro.

Entre os filhos naturais de Manoel e Maria:

1-4-3 Maria Porcina de Araújo casou com Bernardo Ribeiro da Silva. Geração na família “os Ribeiro da Silva de Baependi”.

1-4-4 Sotero José de Araujo, aos 14-07-1830 dispensados do impedimento de consanguinidade em 3º grau mixto de 2º, casou com Matildes Cândida de Jesus, filha de Jose Francisco de Araujo e Maria do Nascimento.

S. Vicente de Minas, MG - Igreja S. Vicente Ferrer - aos 14-07-1830 dispensados da consanguinidade em 3º grau mixto de 2º Sotero(?) Jose de Araujo, f. de Manoel Joaquim de Araujo e Maria Josefa = cc Matildes Candida de Jesus, filha de Jose Francisco de Araujo e Maria do Nascimento. Nts e moradores nesta freguesia

 

1-5 Joana Martins, batizada em 07-01-176.

Aiuruoca, MG aos 07-01-1766 na capela das Carrancas, com licença, bat a Joana, f.l. de Francisco de Araujo Martins e Luzia de Morais da Conceição, foram padrinhos Manoel Jose Pinto e Ludovina Maria.

1-6 Mariana de Jesus, batizada em 18-03-1767. Aos 14-10-1782 casou com Manoel de Souza, natural de Baependi, filho de Antonio de Souza Zacarias e Maria Nunes

Aiuruoca, MG aos 18-03-1767 na capela do Divino Espirito Santo bat a Mariana, f.l. de Francisco de Araujo Martins e Luzia da Conceição, nasceu aos 4 de fevereiro do dito ano foram padrinhos João Teixeira de Araujo e Mariana Inacia de Jesus mulher de Antonio Machado -------.

 

Aiuruoca, MG aos 14-10-1782 na capela do Espirito Santo se receberam Manoel de Souza, f.l. de Antonio de Souza Zacarias e Maria Nunes, n/b em Baependi = E Mariana de Jesus, f.l. de Francisco de Araujo Martins e Luzia da Conceição, n/b nesta freguesia da Aiuruoca.

          Mariana já era falecida em 1804 (testamento paterno).

1-7 Antonio Joaquim de Araújo aos 25-10-1793 na matriz de S. João del Rei, com registro em Aiuruoca, casou com Maria Inácia, filha de Antonio José Diniz e Ana Maria de Araujo - Família Manoel Correa Mascarenhas.

Aiuruoca, MG aos 25-10-1793 na matriz de S. João del Rei, feitas as denunciações nesta de Aiuruoca onde os contraentes são moradores, e testemunhas Antonio Alves Valle e Miguel Joseph de Araujo, se casaram Antonio Joaquim de Araujo, f.l. de Francisco de Araujo Martins e de Luzia da Conceição = Com Maria Inacia, f.l. de Antonio Jose Diniz e Ana Maria de Araujo. Nts e bts nesta freguesia da Aiuruoca.

1-8 Maria do Rosário, casada com Francisco Rodrigues da Costa, legatária do avô paterno.

1-9 Ana Maria teve ao menos (com Fulano Pereira?):

1-9-1 Januário Pereira, com 22 anos em 1819 quando pediu dispensa para se casar com Ana Luzia de 18 anos, filha de Maria Jacinta, nmaterna de Salvador da Costa Abreu, por este bisneta de Justa Maria, irmã de Joana Maria, avó materna de Januário (processo matrimonial neste site).

Em 1831 moravam no fogo 11 em São Vicente Ferrer, ele com 38 anos, ela 22, na companhia de Miguel Pereira de 21 anos, e três crianças: Manoel, Umbelina e Rita (Censo de São Vicente Ferrer).

1-10 Cecília

1-11 Rita batizada em 14-06-1772.

Aiuruoca, MG aos 14-06-1772 na capela das Carrancas bat Rita, f.l. de Francisco de Araujo Martins e de s/m [-----------------------] foram padrinhos Manoel ----- Vaz e Aniceta Roiz, mulher de José Alves

1-12 Michaela Rosa de Jesus, batizada na Capela do Espirito Santo de Lavras. Em 1814 pediu dispensa de segundo grau, tanto de consaguinidade quanto de afinidade, para se casar com Antonio Tavares da Silva, filho de Domingos Tavares de Jesus e Ludovina Preta de Morais; família “Manoel Alves Valle”.

Antonio era então viuvo de Ana Roza (ou Rosa Maria) da Conceição. A dispensa por afinidade era necesária porque Antonio "conheceu casualmente uma sobrinha da oradora". Já a consanguinidade em segundo grau entre os oradores porque Ludovina Preta de Moraes (ou de Moraes Siqueira) era irmã de Luzia da Conceição, mãe de Michaela.

          Michaela não comparece com este nome no inventário paterno, mas em seu processo matrimonial (neste site) encontramos seu termo de batismo:

Assento – livro suplementar de batizados fl. 26 – Em 1776 pouco mais ou menos, na Capela do Espírito Santo da Freguesia de Lavras de licença, o padre Jose Manoel batizou ...a inocente Micaela, filha legitima de Francisco de Araujo Martins e Luzia da Conceição, foram padrinhos – Manoel Machado Toledo e Gertrudes Maria, mulher do mesmo. E por não se lançar o assento em tempo fiz esse – vigário Jose de Abreu e Silva.

 

Francisco de Araújo Martins deixou legados a vários netos e vários são os recibos na inventariança:

- minha neta Teresa, filha de Joaquim Pereira – 25$000 reis

- neta Teresa de Jesus, recibo datado de 1810 em São Vicente;

- netos: Manoel de Souza ..(?), Joaquim Francisco de Souza e Antonio Jose de Souza.

 

Neto de Francisco, sem filiação comprovada, mas sobrinho de Manoel Joaquim de Araujo:

 – José Francisco de Araújo, com 22 anos em 1808 quando pediu dispensa por afinidade ilicita e consaguinidade para se casar com Maria do Nascimento, de 21 anos, natural de Aiuruoca filha de Manoel do Nascimento (processo matrimonial neste site).

Curia Metropilana de Campanha, processo matrimonial de José Francisco de Araujo e Maria do Nascimento - 1808

Manoel do Nascimento e Maria Francisca são primos irmãos. De Manoel Nasceu a oradora e de Maria o orador.- consangüinidade em terceiro grau; A oradora conheceu casualmente Manoel Joaquim de Araújo, tio do orador e a Filisberto Pereira primo irmão do mesmo orador, bem como outro primo do mesmo chamado Jose Vi.(?).. e a Joaquim de Chaves primo irmão da mãe do orador.

O orador teve relação casual com Ana da Cunha, tia da oradora, também com Joaquina de Jesus e com Ana de Tal primas segundas da oradora e dele orador;

A oradora tem uma filha do orador

 

Em 1831 moravam em São Vicente Ferrer:

Censo de São Vicente Ferrer- fogo 30

José Francisco de Aro, branco, 42, casado, boiadeiro

Maria do Nascimento, branco, 35, casado, fiadeira

Joaquim Francisco,14

Antonio, 7

José,3

Ana 8

Luciana, 1

Manoel, 4

 

 

Cap 2º- Maria de Araújo

(atualizado em 01-maio-2016)

 

Domingos Velloso e Maria Araújo tiveram ao menos mais uma filha, Maria de Araujo casada com Vicente Francisco Sampaio pais de:

 

1- Belchior de Araújo Sampaio, natural da freguesia de S. Claudio de Geme conselho de Ria de Arregalados Arc. de Braga. Morador na Paragem das Pitangueiras, Aplicação do Divino Espírito Santo, freguesia de Carrancas, era vizinho de Julia Maria da Caridade. Foi legatário do tio José de Araújo Martins Cap. 1º.

          Em São João del Rei aos 27-01-1756 Belchior casou com Ana Rodrigues de Jesus, natural de São João del Rei, filha de Antonio Vieira da Maia e Antonia do Prado (família “Antonio e João Vieira da Maia”, neste site).

Matriz de Nossa Senhora do Pilar de S. João del Rei, MG e capelas filiadas aos 27-01-1756 nesta matriz se receberam Belchior de Araujo São Paio, n/b na freguesia de São Claudio de Geme Conselho de Ria de Arregalados Arc. Braga, f.l. de V[----]te Francisco São Paio e de Maria Veloza = e Ana Rodrigues de Jesus, n/b nesta freguesia, f.l. de Antonio Vieira da Maia e Antonia do Prado de Araujo. Testemunhas abaixo assinadas: Luiz Pedro da Silva e Antonio Miz. Coelho?

Belchior foi inventariado em 1766 e sua viúva convolou novas núpcias aos 29-04-1768 com Domingos Carvalho da Cunha, natural de S. João de Arnoia Arc. Braga, filho natural do Cap. Salvador Carvalho da Cunha e Tereza Vaz Velosa.

          Domingos faleceu aos 15-01-1786 e inventariado no mesmo ano. Ana faleceu com testamento redigido em 1804 onde declara filiação, ambos os matrimônios e os filhos de ambas as núpcias.

B7: casamentos - Igreja Nossa Senhora da Conceição (Carrancas, Minas Gerais) aos 29-04-1768 cap. Espirito Santo, Domingos Carvalho da Cunha, n. da freg. de S. João de Arnoia Arc. Braga, f. natural do Cap. Salvador Carvalho da Cunha e Teresa Velosa; = cc. Ana Rodrigues de Jesus, n. freg. S. João del Rei, f.l. Antonio Vieira da Maia e Antonia do Prado, e viuva de seu marido primeiro Belxior de Araujo Sampaio. Test.: Alf. João Ribeiro da Silva e Francisco Rodrigues Carneiro.

 

Belchior e Ana tiveram os filhos, segundo seus inventários (neste site):

1-1 José, batizado em Carrancas-MG em 20-01-1757. Já falecido em 1772, herdou sua mãe.

B7: Igreja Nossa Senhora da Conceição (Carrancas, Minas Gerais) aos 20-01-1757 Jose n. aos 08, f.l. Belchior de Araujo Sampaio n. S. Claudio de Geme Arc. Braga e Ana Rodrigues de Jesus n. S. João del Rei, np Vicente Francisco Sampaio e Maria de Araujo moradores e naturais de S. Claudio de Geme, nm Antonio Vieira da Maya e Antonia do Prado nts de S. João del Rei, padr.: Jose de Araujo Martins morador em S. João del Rei e os mais todos moradores nesta freguesia.

 

1-2 Maria, batizada em 18-04-1759. Maria Josefa do Espírito Santo casou em primeiras núpcias aos 29-01-1781 com Manoel Carvalho Bastos, filho de Manoel Carvalho e Antonia do Espírito Santo. Em segundas com Vicente Rodrigues Vieira.

B7: Igreja Nossa Senhora da Conceição (Carrancas, Minas Gerais) aos 18-04-1759 nesta igreja das Carrancas, Maria n. aos 06, f.l. Belchior de Araujo Sampaio n. freg. de S. Claudio de Geme Arc. Braga e Ana Rodrigues de Jesus n. da freg. S. João del Rei, padr.: Claudio Rodrigues da Veiga, todos moradores desta freguesia.

 

Lavras, MG Igreja Santa Ana aos 29/Jan/1781, Capela do Espírito Santo, Manoel Carvalho Bastos, f. de Manoel Carvalho e de Antônia do Espírito Santo, nat. e bat. na freg. de Carijós; c.c. Maria Josefa do Espírito Santo, f. de Melchior de Araújo e de Ana Rodrigues de Jesus, nat. e bat. na freg. de Lavras. TT: o Padre Alexandre Carlos Salgado e José Maria da Silva (pesq. Silvia Buttros)

1-3 Ana, com 6 anos em 1766. Ana Vitória de Sampaio, aos 14-09-1789, casou com o Alferes Antonio Luís da Silva de Oliveira, filho do Capitão Manoel Luiz da Silva e Maria de Oliveira, família “Manoel Luiz da Silva”.

Casamentos - Freguesia de N.S. da Conceição das Carrancas e Sta Ana das Lavras do Funil, aos 14-09-1789 Capela N. Sra Conceição Carrancas, filial desta, Antonio da Silva de Oliveyra, f.l. Capitão Manoel Luiz da Silva e Maria de Oliveyra, n/b freg. Aiuruoca; = cc. Anna Vitoria de Sam Payo, f.l. Melchior de Araujo Sam Payo e Anna Rodrigues, n/b freg. Lavras.

 

Capitão Manoel Luiz da Silva foi pai tambem de Manoel Luiz da Silva, padrinho do sobrinho Vitoriano abaixo:

Antonio Luís foi inventariado em 1825. Compareceram no inventário (neste site) oito filhos legítimos e dois naturais, todos (e mais genros e a viúva) de acordo com a partillha acordada na Barra do Ribeirão das Vacas aos 08-08-1825:

Filhos naturais de Antonio Luiz da Silva:

1-3-1n Vitoriano Luís da Silva, batizado em 14-08-1785, filho de Antonia, escrava do Capitão Manoel Luiz da Silva.

Em 1813/14 pediu dispensa de afinidade ilícita para se casar com Inácia da Silveira, natural de Baependi, filha legitima de João Jose Pereira e Ana Maria. Vitoriano tivera relações com Maria Antonia, irmã de Inácia, que por sua vez tivera relações com Antonio, 1-3-2 e com Manoel Luiz da Silva, tio paterno de Vitoriano.

Aiuruoca, MG livro misto 1815-1816

1814 - Vitoriano Luiz da Silva e Inacia da Silveira - imp. duplicado de afinidade ilicita em 1º grau de linha transversa pq o orador conheceu carnalmente uma irmã da oradora, e ela tambem um irmão do orador e assim mais um de afinidade ilicita em 2º grau misto de 1º a oradora conheceu tambem a um tio do orador.

Quer se casar Vitoriano Luiz da Silva, f. natural de Antonia escrava do Cap. Manoel Luiz da Silva, e Inacia da Silveira filha legitima de Joam Jose Pereira e Ana Maria, batizada em Baependi e aquele nesta freguesia onde são moradores.

No Lv. 5 de batizados a fls. 123: aos 14-08-1785 na capela da Sra do Porto do turvo desta freguesia bat a Vitoriano, f. natural de Antonia, crioula solteira, escrava do Cap. Manoel Luiz da Silva. Foram padrinhos Manoel Luiz da Silva filho do dito capitão, e Joana. O qual batizado Vitoriano, mulato, o Capitão Manoel Luiz da Silva, senhor da escrava Antonia crioula, que o dava por forro e liberto.

 

Inacia da Silveira, f.l. João Jose Pereira e Ana Maria, n/b na freg. de Baependi e de presente moradora nesta freguesia de Aiuruoca.

 

Aos 30-04-1814 no arraial de S. Vicente freguesia da Aiuruoca:

Vitoriano Luiz da Silva, filho natural do Alf. Antonio Luiz da Silva e Antonia crioula, n/b nesta freguesia e nela morador, de idade de 26 anos.

Itens:

Pq Maria Antonia, é irmã da oradora, e que o orador teve copula com aquela - afim em 1º grau transversal.

Pq a oradora teve copula com Antonio Luiz, irmão do orador, e com Manoel Luiz seu tio - afim em 1º e 2º transversal.

Q os oradores vivem em concubinadto

 

Testemunhas:

Joaquim Jose de Basto, homem branco, casado, idade 26 anos, natural desta freguesia da Aiuruoca, vive de seu negocio de tropa: (aa) Joaquim Jose de Bastos

Tome Rois da Veiga homem pardo, casado, 40 anos, n. desta freguesia, vive de cultura.

Custodio Roiz Veiga, homem branco, casado, 39 anos, natural e assistente nesta onde vive de seu oficio de lavrador.

 

Assentada aos 19-08-1813 Juramento dos oradores:

Vitoriano Luiz da Silva, homem pardo, solteiro, de idade 24 anos, natural desta freguesia

Inacia da Silveira, mulher mestiça, solteira, de idade 19 para 20 anos, q vive de seu trabalho

 

1-3-2n Pedro Luís, casado com Mariana Maria de Jesus

 

Ana Vitória e Alferes Antonio tiveram os filhos:

1-3-1 Joaquim Luís da Silva, aos 12-05-1819 casou com Francisca Bernardina de Paula, filha de Caetano de Carvalho Duarte Filho e Ana Maria Joaquina. Geração na família “Os Carvalho Duarte” Cap. 7º, § 5º.

1-3-2 Antonio Luís da Silva, casado com Maria Felizarda, filha de Inacio Pereira Goulart de Siqueira, falecido aos 21-05-1827 e Leonor Felizarda de Barros, falecida aos 01-10-1845 (inventários deste casal neste site), neta paterna de João Pereira Goulart e Isabel Nunes de Siqueira, neta materna de Jose de Barros Monteiro e Anna Thereza de Assumpção; família “Isabel Nunes de Siqueira”. Inácia Felizarda foi casada em primeiras núpcias, aos 20-06-1791, com José Ferreira Leite, filho do Sargento Mor José Leite Ribeiro e Escolastica Maria, com geração destas núpcias.

(B7) Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG, casamentos - aos 20 junho 1791 - Porto do Turvo - Joseph Ferreira Leite e Leonor Felizarda de Barros.

Ele f.l. do Sargento mor Joseph Leite Ribeiro e D. Escolastica Maria, n. e b. freg. de S. João del Rei.

Ela f.l. do Cap. Jose de Barros Monteiro e D. Thereza de Assumpção, n. e b. freg.nesta  de Aiuruoca.

 

         Maria Felizarda foi sepultada na matriz de S. Vicente Ferrer em Agosto de 1838. Foi representada no inventário materno (1845) por seus filhos.

S. Vicente de Minas - Igreja S. Vicente Ferrer. Em Agosto de 1838 sepultou-se no Adro desta matriz Maria Felisarda de Barros mulher de Antonio Luiz da Silva; faleceu de parto. E por não se ter feito este assento em tempo faço este, fundado em documentos e no testemunho de pessoas fidedignas. S. Vicente 15-03-1869. O Vig. Flavio Ribeiro de Almeida.

 

Antonio Luís faleceu aos 23-01-1869 e teve, segundo seu inventário (neste site), os filhos:

1-3-2-1 Mariana Felizarda Silva, com 20 anos em 1845. Casou com Domingos Pereira da Silva, moradores no Termo

1-3-2-2 Joaquim Luís da Silva, com 19 anos em 1845, faleceu solteiro, a 30 de janeiro de 1869, sem testamento e sem deixar herdeiros instituídos

1-3-2-3 José Luís da Silva, com 18 anos em 1845. Foi o inventariante paterno. Aos 24-01-1862 casou com Generosa Rosa de Jesus, filha de Antonio Xavier Soares e Maria Marques de Jesus; família “Alves Pedrosa” Cap. 5º

S. Vicente de Minas, MG - Igreja S. Vicente Ferrer - aos 24-01-1862 Jose Luiz da Silva, f. l. Antonio Luiz da Silva e Maria Felizarda de Barros = cc Generosa Rosa de Jesus, f.l. Antonio Xavier Soares e Maria Marques de Jesus. Test.: Zeferino Jose dos Santos e Severino Candido da Silva

          Generosa foi sepultada aos 26-12-1879, “morreu de morfeia”.

1-3-2-4 Ana Felizarda da Silva, com 16 anos em 1845. Solteira em 1869.

1-3-2-5 Zeferino Luís da Silva, com 14 anos. Em 1869 casado, no termo

1-3-2-6 Luciana Felizarda da Silva, com 12 anos. Em 1869 estava casada com Vicente Maciel da Costa , no Termo.

 

1-3-3 Luiza Florinda de Carvalho, viúva

1-3-4 Joaquina Cândida, com 28 anos em 1825

1-3-5 Belchior Luís da Silva, casado com Ana Rita de Mendonça. Belchior faleceu com testamento aos 19-11-1855 e foi inventariado em 1856 por seu genro Antonio Rodrigues da Silva que declara: “que a sogra esta perdendo do uso da razão “Contemplada na classe dos Furiosos. Expressa na ordenação Livro 4, titulo 113....”. Ana Rita foi tutelada por seu filho Joaquim Gonçalves de Mendonça segundo consta no inventário.

Belchior teve, segundo seu testamento e inventário (neste site) os filhos: “únicos herdeiros, os quais apesar de nascidos antes de meu casamento reconheço por meus filhos”

1-2-5-1 Cândido Luís da Silva, casado morador no termo

1-2-5-2 Mariana Cândida da Silva, casada com Antonio Rodrigues da Silva

 

1-3-6 Ana Rosa, com 25 anos em 1825. Em 22-11-1830 casou com Manoel Antonio Naves, filho de João Naves Damasceno e Ana Vitória de São Tomé. Geração na família “José Vieira da Cunha”.

1-3-7 Maria Justina da Conceição aos 23-04-1823 casou com Joaquim Bernardo Pereira, filho do Cap. Inácio Pereira Goulart de Siqueira e Leonor Felizarda de Barros. Geração na família “Isabel Nunes de Siqueira”.

1-3-8 Lauriana Cândida, batizada em 09-02-1806. Casou com Serafim Ribeiro da Silva

São Vicente de Minas, MG Igreja S. Vicente Ferrer aos 09-02-1806 bat a Laureana, f.l. Alf. Antonio Luiz da Silva e Ana Vitoria, padr.: Alf. Vituriano Luiz da Costa e Maria Luiza filha do Cap. João Luiz Costa, todos desta freguesia.

 

1-4 Joaquim, batizado em 17-05-1764. Capitão Joaquim de Araújo Sampaio, aos 06-09-1790, casou com Maria Teresa de Novaes, exposta em casa de Ana de Jesus.

B7: Igreja Nossa Senhora da Conceição (Carrancas, Minas Gerais) aos 17-05-1764 Joaquim n. aos 06, f.l. Belchior de Araujo Sampaio n/b na freg. S. Claudio de Geme Arc. Braga e Ana Rodrigues n/b na freg. de N. Sra do Pilar da vila de S. João del Rei, np Vicente Francisco e Sampaio e Maria de Araujo; padr.: Jose de Barros, viuvo e Antonia Rodrigues do Prado

 

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG, aos 06 setembro 1790 Serranos - Joaquim de Araujo de Sampaio e Maria Teresa de Novais.

Ele f.l. de Melxior de Araujo San Payo e Anna Rodrigues de Jesus, n. e b. freg. de Lavras do Funil.

Ela exposta em casa de Ana de Jesus, n. e b. freg. de Aiuruoca.

          Faleceu aos 23-05-1845 e foi inventariado por sua viúva. Segundo seu inventário (neste site) teve os filhos:

1-4-1 Francisco de Assis Sampaio morador no Termo de Resende-RJ, onde já estava em 1832 quando se casou com Maria Hipólita da Silva, filha de Manoel Joaquim Pinto e Ana Hipólita. Geração na família “João da Silva Braga”.

1-4-2 Joaquim Sampaio, casado, morador no Termo de Resende. Capitão Joaquim José de Sampaio casou com Claudina Rosa da Piedade. Tiveram os filhos, q.d.:

1-4-2-1 Maximiano Joaquim de Sampaio aos 30-05-1849 casou com Maria Rosária da Conceição, filha de Antonio Teixeira Pinto e Maria Madalena de Sampaio. Geração na família “Os Barbosa Lima” I- Cap. 10º, § 4º.

30-05-1849 na igreja de S:V. Ferrer do Rio Preto da Comarca de Resende, pelo Padre Joaquim Manoel de Toledo. Maximiano Joaquim de Sam Payo, f.l. Cap. Joaquim Jose de Sam Payo e Claudina Rocha da Piedade; = cc. Maria Rosaura da Conceição, f.l. Antonio Teixeira Pinto e Maria Magdalena de Sam Payo, moradores desta (Acervo Itamar Bopp ficha 2900)

1-4-2-2 Ricardina Rosa da Piedade, com 18 anos em 20-7-1856 na matriz de Resende-RJ casou com Luiz Gonzaga de Oliveira Novaes, com 22 anos, filho de Manoel Francisco de Oliveira e Maria Teresa de Novaes. Com geração.

20-07-1856, na igreja de S. V. Ferrer perante o Vig. Francisco de Souza Maia, Luiz Gonzaga de Oliveira, branco 22 anos; = cc. Ricardina Rosa da Piedade, branca, 18 anos, f.l. Cap. Joaquim Jose de Sampaio e Claudina Rosa da Piedade, falecida (Acervo Itamar Bopp ficha 2913)

          Luiz faleceu em S. Joaquim-RJ aos 22-08-1889.

B7: Cartorio de Registro Civil São Joaquim, Barra Mansa, RJ, lv. C-1, Fls. 35v. nº 83 aos 23 agosto de 1889 declarante Alfredo Gonzaga de Oliveira - filho.

Faleceu ontem seu pai Luiz Gonzaga de Oliveira Novaes, 52 anos, negociante, natural desta paroquia, filho de Manoel Francisco de Oliveira e Maria Thereza de Novaes falecidos, moradores desta paroquia.

Era casado com Ricardina Maria de Sampaio e deixa os filhos: Guilhermina Gonzaga de Oliveira Campbell 30, Alzira de Oliveira Campbell 29, Dr. Carlos Gonzaga de Oliveira 26, Alfredo Gonzaga de Oliveira 24, Maria Augusta de Oliveira 19, João Carlos Gonzaga de Oliveira 15, Americo Gonzaga de Oliveira 13, Francisco Gonzaga de Oliveira 11, Vasco Gonzaga de Oliveira 9, Lysandro Gonzaga de Oliveira 7, Luiz Gonzaga de Oliveira 4. Sem testamento, sincope cardiáca, emiterio da Irmandade dos Passos.

1-4-2-3 José Joaquim de Sampaio casou com Rita Maria de Jesus, filha de Antonio Rodrigues Pinto e Ana Rosa de Jesus. Pais de, entre outros:

1-4-2-3-1 Antonio Varcino de Sampaio casou com Julia Nunes da Conceição, filha de João Nunes Machado e Luiza Nunes da Conceição. Entre seus filhos:

1-4-2-3-1-1 João, nasceu em Jardinópolis-SP aos 15-09-1897.

B7: C.R.C. Jardinopolis-SP lv. A-2, Fls. 170 nº 595 aos 18 setembro 1897 declarante Antonio Valsino Sampaio. Nasceu aos 15 do corrente, masculino, João, filho do declarante e Julia Maria da Conceição naturais do estado do Rio de Janeiro, casados em Ribeirão Preto, SP; avos paternos Jose Joaquim de Sampaio e Ritta Maria de Jesus já falecidos; maternos João Nunes Machado falecido e Luiza Nunes da Conceição.

aa. Antonio Valçino Sampaio.

1-4-2-3-2 Idalina Rosa de Sampaio casou com Alfredo Fonseca Machado, filho de João Nunes Machado e Luiza Nunes da Conceição.

          Idalina faleceu, de sobre parto, aos 25-02-1900, com 32 anos declarados. Alfredo passou a 2as nupcias aos 18-02-1909 com Matilde da Silva, de 24 anos e filha de Juvenal Batista Moreno e Maria Amélia da Silva; com geração deste matrimônio.

L. 1 - 1889 / 1900 - Óbitos - fl. 190 v. - n. 687 - C.R.C. de São Vicente Ferrer - Resende / RJ

13.03.1900 - neste districto de São Vicente Ferrer - Resende / RJ - em meu cartório - me foi exibido attestado do Sub-Delegado, João Manoel  de Faria - attestando que no dia 25.02.1900 - 3 h. da tarde - falleceu, D. Idalina Rita da Fonseca - c/ 34 annos de idade - cc/ Alfredo da Fonseca Machado - sendo a morte proveniente de parto, conforme attesta o referido Sub-Delegado. Do que para constar, faço este termo. Eu, Martimiano Camillo  de Lellis - escrivão interino do Registro Civil. Escrevi e assino.(pesq. Plinio U. M. de Carvalho)

 

L. 1 - 14.01.1889 / 3.06.1911 - Casamentos - fl. 185. - n. 312 - C.R.C. de São Vicente Ferrer / Resende / RJ 18.02.1909 - 14 horas - em São Vicente Ferrer / Resende / RJ - test. Major Urbano Mascarenhas, empregado público no Est. de MG e Benedicto Gomes da Silva - nub. Cap. Alfredo da Fonseca Machado e D. Mathilde da Silva - elle, viúvo, 40 annos de idade - fl. de João Nunes Machado e D. Luiza Nunes da Conceição - ella, solteira, 24 annos de idade - fl. de Juvenal Baptista Moreno e D. Maria Amélia da Silva. não há parentesco

Escrivão Theodoro Fernandes Campos .(pesq. Plinio U. M. de Carvalho)

Idalina e Antonio tiveram, e.o.:

1-4-2-3-2-1 Manoel, nasceu em S. Vicente Ferrer-RJ aos 25-09-1893.

L. 2 - Nascimentos - fl. 34 v. - n. 690 - C.R.C. de São Vicente Ferrer - Resende / RJ

26.09.1893 - São Vicente Ferrer de Resende / RJ - compareceu, Mario José de Sampaio - declarou que : no dia de hontem ás 11 h. da noite - nasceu de Idalina Roza de Sampaio - cc/ Alfredo da Fonseca Machado - Manoel - np. de João Nunes Machado e D. Luiza Nunes da Conceição - nm. de José Joaquim de Sampaio e D. Ritta Maria de Sampaio, já fallecida (pesq. Plinio U. M. de Carvalho)

1-4-2-3-3 Joaquim José de Sampaio Sobrinho casou com Margarida Januaria de Andrade, filha de Manoel Joaquim de Andrade e Maria Emilia de Sampaio. Pais de, e.o.:

1-4-2-3-3-1 Oscar, nasceu em S. Vicente FErrer-RJ em 15-08-1894.

L. 2 - Nascimentos - fl. 68 v. - n. 786 - C.R.C. de São Vicente Ferrer - São Vicente Ferrer - Resende / RJ 16.08.1894 - São Vicente Ferrer de Resende / RJ - compareceu, Joaquim José de Sampaio Sobrinho - cc/ D. Margarida Januária de Andrade - declarou que hontem ás 9 h. da manhã - nasceu de s/m. - Oscar - np. de José Joaquim de Sampaio e D. Rita Maria da Conceição, já fallecida - nm. de Manoel Joaquim de Andrade, já fallecido e D. Maria Emilia de Sampaio (pesq. Plinio U. M. de Carvalho)

1-4-2-3-4 Mario José de Sampaio, batizado aos 16-03-1874. Aos 20-10-1894 casou com Laudelina do Nascimento Faria, de 18 anos, filha do Major José Manoel de Faria e Delmina do Nascimento. Com geração.

L. 1 - Batizados - fl. 4 e 4 v. - Igreja de Nossa Senhora da Conceição - Resende / RJ, 16.03.1874 - Mario - n. 25.12.1873 - fl. de José Joaquim de Sampaio e Rita Maria Sampaio - fp. Antonio Rodrigues Pinto e Roza de Souza Rodrigues. (pesq. Plinio U. M. de Carvalho)

 

L. 1 - Casamentos - fl. 100 v. - n. 130 - C.R.C. de São Vicente Ferrer / Resende / RJ

20.10.1894 - nesta Freguezia de São Vicente Ferrer de Resende deste Estado, ás 15 h., na sala da caza da escola publica do sexo masculino, residência temporária do Major José Manuel  de Faria, onde foi vindo o 1ð. Juiz de Paz, Cap. Antonio José  Borges da Silva, comigo escrivão de seo cargo adiante nomeado, testeumunhas, Alfredo da Fonseca Machado e Dr. Bruno José  dos Santos Nora - nubentes, Mario José  de Sampaio, 22 annos de edade, solteiro, fl. de José  Joaquim de Sampaio e de D. Rita Maria de Sampaio, c/ D. Laudelina do Nascimento Faria, 18 annos de edade, solteira, fl. do Major José  Manuel  de Faria e D. Delminda do Nascimento Faria, não há parentesco entre eles. Do que para constar lavrei este termo. Eu, José  Correa de Lima, escrivão de paz e Official do Registro Civil, o assignei.

Antonio José  Borges da Silva

Mario José  de Sampaio

Laudelina do Nascimento Faria

Alfredo da Fonseca Machado

Dr. Bruno José  dos Santos Nora (pesq. Plinio U. M. de Carvalho)

1-4-2-4 Claudina Rosa da Piedade casou na matriz de Resende aos 24-08-1854 com João Batista Xavier Soares, batizado aos 20-12-1829 e filho do Tenente Inácio Jerônimo do Rosário e Maria Inácia de Jesus. Família “Antonio Soares Louzada”.

1-4-2-5 Vitor Jose de Sampaio, com 24 anos aos 28-09-1859 casou e Francisca Romana Teixeira, filha de Bento Teixeira Pinto e Maria Rosa de Sampaio. Família “Os Barbosa Lima” I-Cap. 10º § 8º.

28-09-1859 na igreja de S. V. Ferrer perante o Vig. Francisco de Souza Maia, Victor Jose de Sampaio, 24 anos, n. e morador desta freguesia, f.l. Cap. Joaquim Jose de Sampaio e Claudina Rosa da Piedade, já falecida; = cc. Francisca Romana Teixeira, 18 anos, branca, natural e moradora desta freguesia, f.l. Bento Teixeira Pinto e Maria Rosa de Sampaio. Dispensados do impedimento de consanguinidde (Acervo Itamar Bopp ficha 2919)

1-4-2-6 Joaquim José de Sampaio Jr casou com Jacinta Maria das Dores, filha de Joaquim Teixeira Pinto e Maria Cândida do Nascimento (ou Sta Maria). Geração na família “Os Barbosa Lima” I-Cap. 10º § 7º.

1-4-2-7 Marinha Rosa da Piedade casou com Rufino José de Sampaio, filho de João Joaquim de Sampaio e Maria Claudina de Nazareth. 1--13 abaixo. Geração na família “Os Barbosa Lima” I-Cap. 10º § 2º.

1-4-3 Tristão José Sampaio, casado, morador no Termo de Resende. Comparar com o casado com Senhorinha Rosa de Sampaio no apadrinhamento abaixo:

21-05-1858 na matriz de Resende pelo Vigario da Vara Manoel da Fonseca Mello, Nicolao n. 06-12-1857, f.l.Francisco de Assis Sampaio e Maria Hipolita da Silva, padr.: Tristão Jose de Sampaio e s/m Da. Senhorinha Rosa de Sampaio (Acervo Itamar Bopp ficha 2512v)

1-4-4 Vicente Ferreira (ou Teixeira) Sampaio, morador no Termo de Resende. Aos 30-11-1834 na matriz de Resende-RJ casou com Ana Manoela de Sampaio, filha de Joaquim José de Sampaio e Manoela Rodrigues da Conceição

30-11-1834 na Matriz de Resende pelo Vigario Encomendado Francisco Fernandes de Oliveira capelão do Curato de S. Vicente Ferrer, Vicente Ferreira de Sampaio, com 21 anos, n/b no Curato de São Vicente Ferrer, f.l. do Capitão Joaquim de Araujo Sampaio e Maria Teresa de Novaes; = cc. Ana Manoela de Sampaio, 15 anos, n/b no dito Curato de S. Vicente Ferrer, f.l. do Capitão Joaquim Jose de Sampaio e Manoela Rodrigues da Conceição, já falecida. Test.: Joaquim Antonio Martins, br., cc., n. das Minas, 40 anos, morador do Curato; João Francisco Soares, br., solteiro,. n. do Curato, 17 anos; Domingos Jose de Novaes, br., cc., n. das Minas, 27 anos (Acervo Itamar Bopp ficha 1574)

Pais de, q.d.:

1-4-4-1 Joaquim Vicente de Sampaio aos 07-02-1863 casou com Ana Esméria da Conceição, filha de José Marcelino da Silva e Maria Claudina de Nazaré. Geração na família “Os Barbosa Lima” I-Cap. 10º § 2º.

1-4-4-2 Eugenia Manoela ou Maria de Sampaio, aos 07-09-1865 casou com Joaquim Rodrigues Pinto, filho de Antonio Rodrigues Pinto e Ana Rosa de Jesus.

07-09-1865 na matriz de S. V. Ferrer p. Pe. João Higino de Camargo Lessa, Joaquim Rodrigues Pinto, f.l. Antonio Rodrigues Pinto, falecido e Ana Rodrigues de Jesus; = cc. Eugenia Maria Sampaio, f.l. Vicente Ferreira Sampaio, falecido e Ana Manoela Sampaio  (Acervo Itamar Bopp ficha 2936)

Pais de, q.d.:

1-4-4-2-1 Faustino Rodrigues Pinto aos 17-06-1893 em Quatis-RJ casou Custodia Rosa Marinho, viúva de Francisco Bernardo Martins Vieira e filha de Narciso Alves Marinho e Alexina Rosa Marins. Família “José Correa da Costa”.

L. 2 - 1891 - Casamentos - fl. 53 v. - Igreja de N. Sra. do Rosário dos Quatis de Barra Mansa / RJ 17.06.1893 - Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário dos Quatis de Barra Mansa - á tarde - sem impedimentos - test. José Izidro Teixeira Leite e Hyeroclio Eloy Pessoa de Barros - nub. Faustino Rodrigues Pinto e Custódio Roza Vieira - elle, solteiro, com 26 annos de idade - fl. de Joaquim Rodrigues e Eugenia Manuela Sampaio - ella, viúva de Francisco Bernardo Martins Vieira - fallecido em 27.03.1891 (pesq. Plinio U. Marcondes de Carvalho).

1-4-4-2-2 Joana, nascida aos 19-10-1889, declarante seu irmão Faustino supra.

L. 1 - Nascimentos - fl. 49 - n. 142 - C.R.C. de São Vicente Ferrer - São Vicente Ferrer - Resende / RJ 21.10.1889 - neste distrito de São Vicente Ferrer - Resende / RJ - compareceu, Faustino Rodrigues Pinto - declarou que : no dia 19.10.1889 - ás 11 h. da noite - nasceu de s/mãe, D. Eugenia Manuella de Sampaio - nat. de São Vicente Ferrer de Resende / RJ - cc/ Joaquim Rodrigues Pinto - nat. de MG - Joanna - np. de Antonio Rodrigues Pinto, já fallecido e Ana Rosa de Jesús - nm. de Vicente Teixeira de Sampaio e D. Anna Manuella de Sampaio - já fallecidos (pesq. Plinio U. Marcondes de Carvalho).

 

1-4-5 Lauriana, casada com José da Silva, moradores no termo de Resende

1-4-6 Maria Madalena de Sampaio, casada com Antonio Teixeira Pinto, moradores em Resende. Geração na família “Os Barbosa Lima”, Cap. 10º § 4º.

1-4-7 Vitória Rita (ou Maria Umbelina) de Sampaio, casada com Francisco Inácio Xavier, moradores em Resende onde se casaram em 10-02-1819.

10-02-1819 na Matriz de Resende pelo Padre Francisco Xavier de Tolledo, Alferes Francisco Ignacio Xavier; = cc. Victoria Maria Umbelina de Sampaio, n/b em Santa Ana das Lavras do Funil do Bispado de Mariana, com 14 anos, f.l. do Capitão Joaquim de Araujo Sampaio e Maria Teresa de Novais, todos residentes nesta freguesia. Apresenta as testemunhas: Victorianno Jose de Tolledo, cc., n. de Guaratinguetá, 32 anos, que vive nesta freguesia de sua agencia, sabe ler e escrever; Antonio Rodrigues Pinto, n. de Camanducaia de S. Paulo, cc., morador nesta freguesia, que vive de suas lavouras, 26 anos, sabe ler e escrever; Manoel Joaquim Pinto, n. de Camanducaia, cc., que vive de sua agencia, 30 anos, sabe ler e escrever. (Acervo Itamar Bopp ficha 1230)

 

         Vitória, viúva, aos 24-02-1847 casou com Antonio Daniel Brancamps de Sobral, natural de Lisboa-PT, filho do Barão Hermano John Brancamps de Sobral e da Baronesa Dona Maria Theresa de Navaz Cerne.

24-02-1847 Igreja Matriz de S. Vicente Ferrer do Rio Preto, Comarca de Resende, pelas cinco horas da tarde, Antonio Daniel Brancamps de Sobral, n. de Portugal, f.l. do Barão Hermano John Brancamps de Sobral e da Baronesa Dona Maria Theresa de Navaz Cerne, nascido e batisado na freguesia da Sé de Lisboa, catedral; = cc. Dona Victoria Umbelina de Sampaio, viuva do Alferes Francisco Ignacio Xavier, todos moradores desta freguesia e foram habilitados pelo Muito Reverendo Vigario da Vara da Comarca de Resende, e depois de terem cumprido todos os quesitos da igreja e na presença das testemunhas abaixo assinadas recebeu a benção por ter tempo proprio e para constar fiz este assento e assino. Test.: Cap. Joaquim Jose de S.Payo, Antonio Jose Rodrigues Vianna, ambos moradores nesta freguesia. O Vigario Encomendado Joaquim Manoel de Toledo (Acervo Itamar Bopp ficha 2893)

1-4-8 Ana Rita de Sampaio casada com Antonio José Moura, moradores no Termo de Barra Mansa-RJ. Pais de, q.d.:

1-3-8-1 Adelaide Rosa de Moura casou com Manoel Carlos de Barros, filho de outro e Maria Luiza de Barros, já falecidos em 1866.

Pais de, q.d.:

1-4-8-1-1 Pedro, batizado em Barra Mansa-RJ aos 25-09-1866.

L. 6 - 1862 / 1867 - Batizados - fl. 130 - Igreja de São Sebastião - Barra Mansa / RJ, 25.09.1866 - em Oratório para esse fim preparado, em casa de residência de Manoel Carlos Barros - Pedro - nat. desta Freguezia - n. 3.04.1866 - fl. Manoel Carlos Barros e D. Adelaide Roza de Moura Barros - np. Manoel  Carlos Barros e Maria Luiza de Barros, já fallecidos - nm. Antonio  José de Moura e Anna Rita de Sampaio - fp. Dr. Pedro Augusto de Moura Carrijo  e D. Anna Roza Marcondes  de Moura (pesq. Plinio U. Marcondes de Carvalho)

1-4-9 Bárbara Cândida Jesuína (ou Faustina) de Sampaio casada com Matias Torres (Matias José Vieira Torres), moradores em Resende. Pais de, q.d.:

1-4-9-1 Ana Rita Sampaio aos 26-02-1849 casou com Felisbino Jose de Seixas, viúvo de Esméria Maria do Rosário.

26-02-1849 na igreja de S:V. Ferrer pelo Padre Joaquim Manoel de Toledo, Felisbino Jose de Seixas, viuvo de Esmeria Maria do Rosario; = cc. Ana Rita Sam Payo, f.l. Mathias Jose Vieira Torres e Barbara Candida Faustina de Sam Payo, moradores de Resende (Acervo Itamar Bopp ficha 2900)

1-4-10 Ana Fausta Miquelina de Sampaio casada com Antonio Rodrigues Pinto, neste Termo, ambos falecidos, deixaram herdeiros. . Antonio era natural de Camanducaia-SP e filho de Manoel João Pinto e Ana Francisca de Moraes, naturais de Pouso Alto

         Pais de, q.d.:

1-4-10-1 Maria, batizada aos 24-08-1815. Maria Teresa Sampaio casou com Gaspar da Rocha, filho de Manoel Soares Louzada e Gertrudes Maria da Conceição. Geração na família “Antonio Soares Louzada”.

24-08-1815 Maria, f.l. de Antonio Rodrigues Pinto, n. Camanducaia-SP e Ana Fausta Melina de Sampaio, n. das Lavras; np Manoel João Pinto e Ana Francisca de Moraes, naturais de Pouso Alto; nm Joaquim de Araujo Sampaio e Maria Teresa de Novaes, naturais de Lavras. Bat. na Matriz de Resende pelo Vig. José Antonio Martins de Sá (Acervo Itamar Bopp ficha 0913)

1-4-11 José Manoel de Sampaio, já falecido foi casado com Antonia, morador em Resende, deixando órfãos

1-4-12 Francisca de Paula (Benedita) de Sampaio, casada com Manoel Felipe Pinto, já falecida em Resende, deixou órfãos:

1-4-12-1 José Rodrigues Pinto de Sampaio, casou com Honória Maria da Conceição Teixeira. Foram moradores em Quatis-RJ e em Jardinópolis-SP onde José faleceu, viúvo, aos 28-06-1906.Geração na família “Os Barbosa Lima” Cap. 10º § 7º.

(B7) Lv. Registro de Terras nº 69 (S. Vicente Ferrer-Resende-RJ 1854-1869) fls.20 Luiz Jose da Silva, sou possuidor de uma parte de terras  no sito Omambuca, compradas a Jose Rodrigues Pinto de Sampaio, do lugar dos Quatis, 22 janeiro 1856

1-4-12-2 Antonio Rodrigues Pinto de Sampaio casou com Maria Eufrasia do Rosario.

          Antonio vendeu terras do sitio Serrote:

Lv. Registro de Terras nº 69 (S. Vicente Ferrer 1854-1869)  fls. 43, Cassemiro Rodrigues de Souza, parte de terras no sitio o Serrote, por compra que fiz a Antonio Rodrigues Pinto de São Paio e s/m Maria Rodrigues do Rosario, confrontando com: cap. Joaquim Jose de Sampaio, Jose Antonio Martins Sobreiro, Luiz Antonio Guimarães Salgado, Antonio de Padua Salgado, Estanislau Joaquim de Sampaio. 24 jan 1856

Pais de, q.d.:

1-4-12-2-1 Maria do Rosario Sampaio casou com Joaquim Pinto Rodrigues. Maria faleceu em Jardinópolis-SP aos 08-11-1905. Com geração.

B7: C.R.C. lv. C-6, Fls. 101v. nº 235 aos 09 novembro 1905 nesta vila de Jardinópolis, comarca de Batataes; declarante Geraldo Pinto Machado.

Faleceu aos 08 do corrente nesta Maria do Rozario Sampaio, feminina, branca, com 63 anos, natural do estado do Rio de Janeiro, filha de Antonio Rodrigues Pinto de Sampaio e Maria Eufrasia do Rosario. Casada com Joaquim Pinto Rodrigues deixa os filhos: Maria 36 anos, Delmina 30 anos, Miguel de 25 anos.

1-4-12-2-2 José Rodrigues Pinto Sobrinho casou com Maria Rita de Jesus, filha de Antonio Pedro Pinto e Maria do Carmo de Jesus. Entre seus filhos:

1-4-12-2-2-1 Maria Cândida de Jesus aos 23-02-1892 em S. Joaquim-RJ casou com Antonio Rodrigues Pinto de Sampaio, filho de Jose Rodrigues Pinto de Sampaio e Honoria Maria da Conceição Teixeira 1-3-12-1 supra.

1-4-12-2-2-2 Marilia, batizada em Quatis-RJ aos 14-07-1878.

L. 4 - Batizados - fl. 42 - Igreja de Nossa Senhora do Rosário - Quatis / RJ 14.07.1878 - Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário dos Quatis de Barra Mansa - Marilia - n. 21.06.1878 - fl. José Rodrigues Pinto Sobrinho e Maria Rita de Jesús - np. Antonio Rodrigues Pinto Sampaio e Maria Eufrasia do Rosário - nm. de Antonio Pedro Pinto e Maria do Carmo de Jesús - fp. Joaquim Teixeira Pinto Carvalho e Francisca de Paula Teixeira (pesq. Plinio U. Marcondes de Carvalho)

1-4-12-2-3 Eugenio Rodrigues Pinto de Sampaio casou com Ana Virginia de Sampaio, filha de João Batista de Seixas Soares e Claudina Rosa de Sampaio. Pais de, q.d.:

1-4-12-2-3-1 Paulina, nasceu em Jardinópolis-SP em 14-11-1900.

B7-C.R.C. Jadinopolis-SP lv. A-5, Fls. 179v. nº 525 aos 16 novembro 1900 declarante Eugenio Rodrigues Pinto de Sampaio.

Nasceu aos 14 do corrente, feminino, Paulina, filha do declarante e Anna Virginia de Sampaio, ele natural do estado do Rio de Janeiro e ela do estado de Minas Gerais, proprietarios, residentes neste distrito, casados em Santo Antonio do Passa Vinte, municipio de Ayuruoca, MG.

Avos paternos Antonio Rodrigues Pinto de Sampaio e Maria Eufrasia do Rosario; maternos João Baptista de Seixas e Claudina Rosa de Sampaio.

aa. Eugenio Rodrigues Pinto.

Obs. faleceu em Urupês, SP, lv. C-03, fls. 18, nº --6, aos 04 fevereiro 1985. Jardinopolis 18 março 1985.

1-4-12-2-4 Maria Rita de Sampaio, com 26 anos em 30-007-1867 quando se casou com Joaquim Pedro Rodrigues, de 24 anos e filho de Pedro Antonio Pinto e Maria Francisca de Jesus. Com geração.

30-07-1867 na matriz de S. V. Ferrer p. Vig. Joaquim de Jesus Lima, Joaquim Pedro Rodrigues, 24 anos, n/b na freg. de S. Joaquim, f.l. Pedro Antonio Pinto e Maria Francisca de Jesus ; = cc Da. Maria Rita de Sampaio, 26 anos, n/b em Santa Ana dos Tocos, f.l. Antonio Rodrigues Pinto de Sampaio e Maria Eufrazia do Rosario (Acervo Itamar Bopp ficha 2954)

1-4-12-2-5 Rosaria Maria de Sampaio casou com Joaquim Seixas Soares, natural de Passa Vinte-MG e filho de . João Batista de Seixas  Soares e Claudina Rosa da Piedade

          Entre seus filhos:

1-4-12-2-5-1 Leocadia, nascida em Quatis-RJ aos 22-06-1890 e batizada em 16-08 do mesmo ano.

L. 1889 / 1891 - Nascimentos - fl. 117 v. - n. 294 - C.R.C. de Quatis - Quatis / RJ 23.06.1890 - neste districto de Quatis / RJ - compareceu Joaquim de Seixas  Soares - natural de Passa Vinte / MG - mun. de Ayuruóca / MG - c/ São Vicente Ferrer de Resende / RJ - c/ D. Rosária Maria de Sampaio - natural de São Vicente Ferrer de Resende / RJ - declarou que : 22.06.1890 - 5 h. da manhã - nasceu de s/ mulher - fl. Leocádia - np. João Baptista de Seixas  Soares e Claudina Rosa da Piedade - nm.  Antonio  Rodrigues Pinto de Sampaio e s/m. Maria Euphrasia do Rosário - já fallecidos

BATISMO L. 5 - Batizados - fl. 88 - n. 162 - Igreja de Nossa Senhora do Rosário - Quatis / RJ 16.08. 1890 - Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário dos Quatis de Barra Mansa - Leocádia - n. 22.06.1890 - fl. Joaquim de Seixas Soares e Rosária Maria de Sampaio - np. João Baptista de Seixas Soares e Claudina Rosário da Piedade - nm. Antonio Rodrigues Pinto de Sampaio e Maria Eufrásia do Rosário - fp. Antonio Manoel de Faria e s/m. Aurea Coutinho de Faria (pesq. Plinio U. Marcondes de Carvalho)

1-4-12-3 Joaquim Rodrigues Pinto casou com Justina Maria da Conceição, filha de José da Conceição, já falecido em 1874 e Maria Angélica da Conceição. Pais de, q.d.:

1-4-12-3-1 José, batizado aos 06-01-1874.

L. 9 - 1872 / 1875 - Batizados - fl. 84 - Igreja de São Sebastião - Barra Mansa / RJ

6.01.1874 - Igreja de São Sebastião - Barra Mansa / RJ - José - n. 10.11.1873 - fl. Joaquim  Rodrigues Pinto e D. Justina Maria da Conceição - np. Manoel  Felippe Pinto e Francisca de Paula Benedicta, já fallecidos - nm.  José da Conceição, já fallecido e D. Maria Angélica da Conceição - fp. José Rodrigues Pinto de Sampaio e D. Honória Maria da Conceição (pesq. Plinio U. Marcondes de Carvalho)

1-4-12-4 Manoel Felipe Pinto casou com Ana Francisca de Jesus, filha de Pedro Antonio Pinto e Maria Francisca de Jesús, já citados. Pais de, q.d.:

1-14-12-4-1 Maria, batizada aos 06-11-1889.

L. 1 - Nascimentos - fl. 52 - n. 150 - C.R.C. de São Vicente Ferrer - São Vicente Ferrer - Resende / RJ 6.11.1889 - neste distrito de São Vicente Ferrer - Resende / RJ - compareceu, Manoel Felippe Pinto - cc/ Anna Francisca de Jesús - declarou que : no dia 30.10.1889 - nasceu de s/m. - Maria - np. de Manoel Felippe Pinto e Francisca de Paula Benedicta, já fallecidos - nm. de Pedro Antonio Pinto, já fallecido e Maria Francisca de Jesús (pesq. Plinio U. Marcondes de Carvalho)

1-4-13 João Joaquim de Sampaio, casado com Maria Claudina, já falecido em Resende, deixou órfãos. Geração na família “Os Barbosa Lima” Cap. 10º § 2º

         Os órfãos foram curatelados de Bento José Novaes.

 

1-5 Madalena, batizada em 16-09-1766. Madalena Francisca de Jesus, aos 28-11-1789, casou com João Tavares da Silva, filho de Domingos Tavares da Silva e Ludovina de Moraes de Serqueira. Geração na Família “Manoel Alves Valle”.

B7: Igreja Nossa Senhora da Conceição (Carrancas, Minas Gerais) aos 16-09-1766 cap. Espirito Santo, Madalena n. aos 06, f.l. Belchior de Araujo Sampaio n. de S. Claudio Arc. Braga e Ana Rodrigues, padr.: Romão Gil Gonçalves e Ana Maria, todos moradores desta.

 

Casamentos - Freguesia de N.S. da Conceição das Carrancas e Sta Ana das Lavras do Funil, aos 28-11-1789 Capela N. Sra. da Conceição das Carrancas filial desta matriz, João Tavares da Silva, f.l. Domingos Tavares da Silva e Ludovina de Moraes de Serqueira, n/b vila S. João; = cc. Magdalena Francisca, f.l. Melchior de Araujo Sam Payo e Anna Rodrigues de Jesus, n. freg. Lavras.

 

          Madalena casou segunda vez com Tomé Gonçalves de Souza, natural da Campanha, filho de José Gonçalves de Souza e Inácia Maria de Souza, família “Sebastião Gonçalves Pombeiro”.

 

 

 

Ana Rodrigues de Jesus e seu segundo marido Domingos Carvalho da Cunha, tutor de seus enteados, foram pais de, segundo seus inventários (neste site):

I- João Carvalho da Cunha, batizado em 18-04-1769. Com 17 anos em 1786.

B7: Igreja Nossa Senhora da Conceição (Carrancas, Minas Gerais) aos 18-04-1769 cap. Divino Espirito Santo, João n. aos 05, f.l. Domingos Carvalho da Cunha e Ana Rodrigues de Jesus, np Cap. Salvador Carvalho da Cunha e Teresa Vaz Velosa nts e bts na freg. Santo Andre de Molares Arc. Braga, nm Antonio Vieira da Maia n/b na vila de Pindamonhangaba e Antonia do Prado n. de Taubate ambos Bispado de S.Paulo, padr.: Alf. João Ribeiro da Silva.

II- Mariana Carvalho da Cunha (ou de Jesus), batizada em 13-05-1771. Casou com Manoel Joaquim de Brito.

B7: Igreja Nossa Senhora da Conceição (Carrancas, Minas Gerais) aos 13-05-1771 Mariana, f.l. Domingos Carvalho da Cunha e Ana Rodrigues de Jesus, np Salvador Carvalho da Cunha e Teresa Velosa nts da cidade de Braga, materna de Antonio Vieira da Maia e Antonia do Prado, padr.: Diogo Martins da Silva por pp a Custodio Rodrigues da Veiga, e Maria Rodrigues de Jesus mulher de Pedro Teixeira Machado.

         Pais de, q.d.:

II-1 Ana Teresa de Jesus aos 23-11-1807 casou com Francisco Silvério de Aguiar, filho de Nicolau Martins Saldanha e Maria Josefa de Aguiar. Família “Jacome Fernandes das Neves”.

III- Domingos Carvalho da Cunha, com 13 anos em 1786.

IV- Maria Carvalho da Cunha, com 12 anos. Casou com Manoel Soares Guimarães.

V- Joaquina Carvalho da Cunha (ou Joaquina Luiza da Conceição), com 9 anos. Casou com Manoel Borges Leal.

         Pais de, q.d.:

V-1 Ana, batizada em 12-05-1799.

Carrancas, MG Igreja N. Sra da Conceição aos 12-05-1799 na capela do Espirito Santo bat a Ana, f.l. de Manoel Borges Leal e Joaquina Luiza da Conceição, padr.: Domingos Carvalho da Cunha e Ana Rodrigues de Jesus, e por não aparecer este assento o lavrei aqui depois de informado.

V-2 Mariana Flauzina de Carvalho em 10-05-1824 na capela de Serranos casou com Joaquim Gonçalves de Mendonça, filho de Bonifacio Gonçalves da Costa e Ana Correa de Mendonça. Geração na família “Francisco Martins Borralho”.

V-3 Manoel, aos 09-04-1809

(B7) Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos- aos 09 abril 1809 Serranos, Manoel, f.l. de Manoel Borges Leal e Joaquina Luisa da Conceição, padr.: João Pereira --- e Isabel Francisca de ----

V-4 Francisco, aos 27-01-1811

(B7) Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos- aos 27 jan 1811 Serranos, Francisco, f.l. de Manoel Borges Leal e Joaquina Luisa da Conceição, padr.: Antonio e Clara, solteiros, filhos de Manoel Leal Borges.

V-5 Maria, aos 30-07-1815

(B7) Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos- aos 30 julho 1815 Serranos, MARIA, f.l. de Manoel Borges Leal e Joaquina Luiza da Conceição q. em necessidade foi batizada por Joaquim Furtado de Medeiros.

V-6 Bernardina, aos 06-01-1822

(B7) Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG --  batismos - aos 06 jan 1822 Serranos, BERNARDINA, f.l. de Manoel Borges Leal e Joaquina Luiza; padr.: Antonio Francisco Ramos e Romana Marcelina de Souza.