PROJETO COMPARTILHAR

Coordenação: Bartyra Sette e Regina Moraes Junqueira

www.projetocompartilhar.org

 

 

ALEXANDRE MOREIRA ALVARENGA

(atualizado em 19-maio-2016)

 

 

Moacyr Villela

 

 

Alexandre Moreira Alvarenga, natural de Taubaté, era filho de Domingos Ferreira Cide e Margarida de Brito, também naturais de Taubaté-SP.

 

Alexandre casou duas vezes. Primeiro com Maria Ribeira, natural de Pindamonhangaba, filha de Frederico da Costa Veloso, natural de Pindamonhangaba e de Ana Maria Torres natural de Taubaté.

 

Segunda vez casou com Ana Maria da Cunha, natural de Guaratinguetá-SP, irmã de Maria Barbosa citada em 6-1, filhas do Alferes João Machado Ludovico e Ana Maria da Cunha (SL. 3º, 48, 3-2 aonde foi omitida a filha Ana Maria)

 

Maria Ribeira faleceu em Itapicú, Freguesia de Pouso Alto, e foi inventariada pelo viúvo em 1762. Deixou segundo seu inventário (neste site) cinco filhos legitimos e uma filha natural:

-Ana, filha natural de Maria Ribeira, com 18 anos em 1762.

 

Alexandre, já falecido em 22-07-1771 (casamento da filha Maria da Conceição), foi inventariado pela viúva em 1772. Compareceram no inventário (neste site) os filhos de ambos os matrimônios.

 

Ana Maria em 1811 foi morar com seu filho Domingos em Areias-SP, onde faleceu em 1814 aos 67 anos.

 

Filhos com Maria Ribeira:

1- Maria Moreira

2- Maria da Conceição

3- Maria Josefa

4- Manoel Moreira Ribeiro

5- Francisca Ribeira

 

com Ana Maria:

6- Alexandre Moreira

7- Domingos da Silva Lemes (ou Moreira)

8- João Moreira de Brito

9- Ana Maria da Conceição

 

 

1- Maria Moreira casada com Felix Pinto de Castro. Felix foi preso logo após o casamento, por desertor da tropa paga do Rio de Janeiro e levado para o RJ, não retornando mais e sem noticias de seu paradeiro.

Maria faleceu em 02-01-1778 e foi inventariada no mesmo ano por Jerônimo Moreira Cide (inventário neste site). Deixou uma filha:

1-1 Ana Pinta de Castro, com 11 anos, em 1778. Em Aiuruoca aos 15-02-1779 casou com Manoel Ferreira de Carvalho, daí natural, filho de Domingos Carvalho Ferreira e Leonor Pereira citados em 3 abaixo.

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG, cas. - aos 15 fevereiro 1779 cap. Rosario - Manoel Ferreira de Carvalho e Anna Pinta de Castro.

Ele f.l. de Domingos Carvalho Ferreira e d. Leonor Pereira, n. e b. freg. Aiuruoca.

Ela f.l. de Felis Pinto de Castro e Maria Moreira, n. e b. freg. de Pouso Alto.

 

2- Maria da Conceição aos 22-07-1771 casou com Nicolau Rodrigues da Rosa, batizado em 13-12-1745 em Aiuruoca, filho de José da Rosa de Faria e Inácia Nunes de Siqueira.

inserida no inventário paterno:

Livro de casamentos Pouso Alto fl 43. A 22 de julho de 1771 na Capela do Capivari filial da matriz de Pouso Alto casou Nicolau Rodrigues da Rosa batizado na Freguesia de Aiuruoca, filho legitimo de Jose da Rosa de Faria e de Inácia Nunes de Siqueira com Maria Conceição natural de batizada em Pouso Alto filha legitima de Alexandre Moreira Alvarenga e Maria Ribeira já defuntos.

 

Aiuruoca, MG bat 1761-1772 im 231 aos 13-12-1745 na capela da Sra do Rosario da Lagoa bat a Nicolau, f.l. de Jose da Rosa de Faria e Ignacia Nunes de Siqueira, foram padrinhos Manoel de Azevedo  e [------------]

 

3- Maria Josefa Ribeira aos 22-07-1771 casou com Antonio João de Carvalho, batizado aos 23-07-1735 em Aiuruoca, filho de Domingos Carvalho Ferreira e Leonor Pereira.

inserida no inventário paterno:

Livro de casamentos mesmo dia: 22/07/1771 na Capela do Capivari casou Antonio João de Carvalho natural e batizado na Freguesia de Aiuruoca filho legitimo de Domingos Carvalho Ferreira e Leonor Pereira, com Maria Josefa filha legitima de Alexandre Moreira e Maria Ribeira.

 

Aiuruoca, MG aos 23-07-1735 bat a Antonio, f. de Domingos Carvalho Ferreira e D. Leonor de Azevedo, foram padrinhos Matias de Freitas e Souza, solteiro e Domingas Barbosa mulher de Miguel Antonio da Cunha, todos desta freguesia.

 

Domingos Carvalho Ferreira, natural da freguesia de S. Martinho do Campo termo e Bispado da cidade do Porto, filho dos falecidos João Carvalho Ferreira e Izabel Carvalho, casou em Aiuruoca aos 22-03-1752 com Leonor de Mendonça (também citada como Leonor Pereira, de Oliveira, e de Azevedo) filha de Jeronimo de Oliveira e Jeronima de Mendonça.

Aiuruoca, MG aos 22-03-1752 na capela da Sra do Rosario da Lagoa se receberam Domingos de Carvalho Ferreira, n. da freguesia de S. Martinho do Campo termo e Bispado da cidade do Porto,. f.l. de João Carvalho Ferreira e Izabel Carvalho, ja defuntos = com Leonor de Mendonça, n. da freguesia de N. Sra do Rosario do Sumidouro comarca da cidade de Mariana, f.l. de Jeronimo de Oliveira e Jeronima de Mendonça. Test.: Antonio Jose de Afonseca, solteiro e Jose Pinto de Miranda, solteiro, todos moradores nesta freguesia.

Foram irmãos inteiros de Antonio, filhos de Domingos e Leonor, que documentamos:

I- Brigida batizada em 21-06-1736.

Aiuruoca, MG aos 21-06-1736 na capela da Lagoa bat a Brigida, filha natural de Domingos Carvalho Ferreira e Leonor P-----, foram padrinhos Pascoal Gonçalves, solteiro e Ana Rodrigues filha de Jose Rodrigues Braga, todos desta freguesia,

II- Domingos, batizado aos 13-01-1738 na Capela do Rosário em Aiuruoca-MG.

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos- aos 13 jan 1738 Rosario, Domingos, f. de Domingos Carvalho Fer.ª e Leonor de Oliveira, solteiros, padr. Manoel Francisco dos Santos e Joanna Franca da Silva.

III- Maria, aos 20-01-1739

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos- aos 20 jan 1739 Rosario, Maria, f. Domingos Carvalho Ferreira e Leonor Pereira, solteiros, padr.: Jeronimo de Oliveira de Azeredo e s/mulher d. Jeronima Texeira.

IV- Manoel Ferreira de Carvalho casado com Ana Pinta de Castro 1-1 supra.

V- Ana Teresa de Carvalho batizada em 16-11-1744. Aos 07-07-1784 casou com João Leme da Silva, filho de Francisco Preto Pimentel e Joana Leme da Silva.

Aiuruoca, MG aos 16-11-1744 na capela da Sra do Rosario bat a Ana, f. de Domingos Carvalho Ferreira e D. Leonor Maria de Oliveira, foram padrinhos Miguel Cetano Chaves e Lucrecia Leme mulher de João da Cunha; e por se não lançar o assento em tempo, e a todo constar fiz este assento.

 

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG, cas. - aos 07 julho 1784 cap. Rosario da Lagoa - João Leme da Silva e Ana Teresa de Carvalho.

Ele f.l. de Francisco Pretto Pimentel e Joanna Leme da Silva; Ela f.l. de Domingos Carvalho da Silva digo Carvalho Ferreira e Leonor Maria de Oliveira. Ambos ns. e bs. nesta freguesia.

 

          Antonio casou segunda vez aos 20-10-1790 com Ana Lopes de Moraes, filha de Francisco Lopes de Faria e Maria de Vasconcellos, familia “Martins do Prado - Marins do Prado”.

B7: Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG, cas. - aos 20 out 1790 cap. Rosario - Antonio João de Carvalho e Anna Lopes de Moraes.

Ele f.l. de Domingos de Carvalho Ferreira e d. Leonor Maria, viúvo de Maria Josefa Ribeira.

Ela f.l. de Francisco Lopes de Faria e Maria de Vasconcellos, n. e b. cap. Sra. do Rosario da Lagoa.

 

          Novamente viúvo, aos 29-11-1792 Antonio casou com Brigida Maria da Conceição, batizada em Aiuruoca aos 11-04-1773, filha de Gabriel Pinto Barbosa e Ana Maria da Silva, neta paterna de Lourenço Correa Barbosa e Vitoria Barbosa, neta materna de FRancisco Preto Pimentel e Joana Leme da Silva.

Aiuruoca, MG aos 29-11-1792 nesta matriz e testemunhas Manoel Jose de Barros e Fransico Afonso Vilar, se receberam Antonio João de Carvalho, viuvo de Ana Lopes de Faria, filho leg. de Domingos e Carvalho Ferreira e D. Leonor Maria = e Brigida Maria da Conceição, f.l. de Gabriel Pinto Barbosa e Ana Maria da Silva. Nts e bts nsta freguesia.

 

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - batismos- aos 11 abril 1773 matriz, BRIGIDA n. 02 do dito, f.l. de Gabriel Pinto Barbosa e s/m Anna Maria da Sylva, np Lourenço Correa Barboza e Victoria Barboza do arc. de Braga; nmaterna de Francisco Pretto Pimentel e Joanna Leme da Silva do bispado de S.Paulo; padr.: Jose Pretto Pimentel solteiro, e Brigida Maria da Conceipsam viuva.

          Antonio João de Carvalho e Brigida Maria da Conceição tiveram, pelo menos, o filho:

I- Domingos Ferreira de Carvalho, com 22 anos em 1822, requereu dispensa de afinidade ilícita em 2º grau pra se casar com Maria Joaquina de Carvalho, filha de José Pinto de Carvalho e Maria Alvares do Rosario - família “Josefa de Oliveira Leite”, neste site.

 

4- Manoel Moreira Ribeiro, com 10 anos em 1762. Em 1772, solteiro, com 22 anos. Emancipado com 28 anos em 1776.

 

5- Francisca Ribeira Ramos, natural de Pouso Alto onde foi batizada em abril de 1754. Com 8 anos em 1762. Aos 22-07-1771 casou com Manoel Ferreira de Faria, natural de Baependi, filho de José Ferreira Braga e Joana de Azevedo Coutinho.

inseridas no inventário paterno:

Livro de batismos...A  de abril de 1754 na matriz de Pouso Alto batizou Francisca, filha legitima de Alexandre Moreira Alvarenga natural de Vila de Taubaté e sua mulher Maria Ribeira natural de Pindamonhangaba todos do bispado de São Paulo neta pela parte paterna de Domingos Teixeira(sic) Cide e de Margarida de Brito naturais de Taubaté e pela parte materna de Frederico da Costa Veloso natural de Pindamonhangaba e de Ana Maria Torres natural de Taubaté, Foram padrinhos Jose Maria da Silva e Francisca Mendes todos meus fregueses assina o vigário Domingos Nunes Ferreira.

 

Livro de casamentos a fl. 43 A 22 de julho de 1771 na Capela da Senhora Santa Ana do Capivari, filial de Pouso Alto sem impedimentos .....o padre Jose de Andrade Almeida casou Manoel Ferreira de Faria natural e batizado na Freguesia de Baependi filho legitimo de Jose Ferreira Braga e Joana de Azevedo Coutinho, com Francisca Ribeira Ramos natural e batizada em Pouso Alto, filha legitima de Alexandre Moreira e Maria Ribeira já defuntos. Testemunha Luis Soares da Costa e Pedro Gomes Castanho.

 

6- Alexandre Moreira Cide; com 11 anos em 1772. Em 1776 o seu tutor, Brás João da Silva, declara que ele tem 18 anos, casado há dois anos com Maria (Leite?).

6-1 Alexandre Moreira Cide, alferes, casou duas vezes. Primeiro com Ana Alves Palmeira e segunda vez em 1825 pediu licença para se casar com Ana Justina, filha de Manoel da Silva Barbosa e Ana Rodrigues Braga, neta materna de Maria Barbosa irmã de Ana Maria da Cunha (segunda mulher do título), família “José Rodrigues Braga”.

Arquivo da Cúria Diocesana de Campanha - MG

POA -LPM - 05 - 1823 a 1825

24 - Dispensa de Impedimentos e licença de Matrimonio

1825 - Oradores - Alexandre Moreira Cide e Ana Justina

Orador - Viúvo com 4 filhos de seu primeiro casamento, dois em tenra idade surdos-mudos.

Oradora - tem 6 irmãos e seu pai é sexagenário e enfermo

Consangüinidade em terceiro grau em linha transversal igual

-Maria Barbosa era irmã de Ana Maria da Cunha. Desta proveio Alexandre Moreira e deste o orador segundo Alexandre;

-Daquela Maria Barbosa proveio Manoel da Silva e deste a oradora.

 

       Alexandre e Ana Justina comparecem no censo de 1839 com vários filhos, ele com 57 anos declarados e ela com 29.

Censo Capivari 1839 PP 1/10 cx 2 doc 5

Quarteirão 3, fogo 37

Alexandre Moreira Cide, 57 anos, natural de Pouso Alto, branco, vive de cultura, proprietário;

Ana Justina, 29 anos, natural de Pouso Alto, branca, casada;

Filhos: Joaquim 8 anos, Bibiano 3 anos, João 1 ano, Polidora 19 anos, Mariana 20 anos, Placidina 2 anos.

9 escravos

 

Alferes Alexandre faleceu com testamento em 02-02-1844, com 62 anos. Declarou os filhos dos dois matrimônios e uma filha natural

Santana do Capivari-MG, Igreja Santana aos 02-02-1844 faleceu Alexandre Moreira Cid casado que foi segunda vez com Ana Justina da Silva, branco, foi sepultado no dia três do mesmo mes e ano. Faleceu na idade de 62 anos com seu solene testamento..

Eu Alferes Alexandre Moreira Cid (...) sou natural desta freguesia de Capivari, f.l. Alexandre Moreira Cide e Ana Maria da Conceição, ambos já falecidos, viuvo de Ana Alvares Palmeira de cujo matrimonio tivemos treze filhos e so existem dois vivos os quais são Alexandre e Ana, ambos casados. Procedeu-se inventario pelo Juizo de Orfãos, acham-se pagos de suas legitimas materna não só estes que se acham vivos Alexandre e Ana, como Francisca ja falecida, casada com Jose Alexandre de Aguiar, e como não tiveram filhos seus irmãos foram seus herdeiros e estão pagos tanto de sua legitima materna, como ja disse, e de sua irmã Francisca já referida.

Sou casado com Ana Justina da Silva e deste segundo consorcio tivemos dez filhos, faleceram cinco e existem cinco vivos, todos solteiros: Joaquim = Bibiano = Francisca = Placedina e Ana.

Testamenteiros: em 1º a meu filho Alexandre Moreira de Alvarenga, em 2º Antonio Jose Fernandes, em 3º Jose Leite Ribeiro. Encomenda missas.

Declaro que tenho uma filha natural chamada Maria casada com Francisco Custodio, a qual reconheço por minha legitima herdeira como filha que é.

Legados: a minha neta e afilhada Manoela, filha de Joaquim Alvares, 60$000rs = a minha neta e afilhada filha de meu filho Alexandre 60$000 rs = ao dito meu filho Alexandre dara 100$000 rs = a meu genro Joaquim Alves 100$000 rs, na falta destes seus herdeiros.

Do restante que sobrar, cumpridos os meus legados e disposições, isntituo por meus herdeiros a todos os meus fihos e filhas do primeiro e segundo consorcio.

Freguesia de Santa Ana do Capivari, 27 de Junho de 1843 Alexandre Moreira Cid.

 

6-1-1n Maria, filha natural reconhecida em testamento, casada com Francisco Custódio.

 

Alexandre e Ana Alves Palmeira tiveram treze filhos. Somente dois existiam em 1843:

6-1-1 Alexandre Moreira Alvarenga, batizado no Capivari em Janeiro de 1804. Em 1825 pediu licença para se casar com Maria Francisca da Silva, batizada aos 18-02-1810, filha de Manoel da Silva Barbosa e Ana Rodrigues Braga, família “José Rodrigues Braga”.

Arquivo da Cúria Diocesana de Campanha - MG

POA -LPM - 05 - 1823 a 1825

21. Dispensa de Impedimentos e Licença de Matrimonio

1825 - Oradores - Alexandre Moreira Alvarenga e Maria Francisca da Silva

Orador - filho legitimo do Alferes Alexandre Moreira Cide e de Ana Alves Palmeira, já falecida. Batizado na Capela do Capivari em janeiro de 1804. padrinhos Alexandre Moreira Cide e Ana Maria da Cunha.

Oradora - Filha legitima de Manoel da Silva Barbosa e Ana Rodrigues Braga. Batizada na Capela do Capivari em 18/02/1810. padrinhos Antonio Jose de Alvarenga e sua mulher Maria Ribeira.

Consangüinidade em quarto grau misto de terceiro em linha transversal.

-Maria Barbosa era irmã de Ana Maria. Desta proveio Alexandre Moreira e deste um segundo Alexandre Moreira e deste Terceiro Alexandre Moreira, orador;

-De Maria Barbosa proveio Manoel da Silva e deste a oradora.

6-1-2 Ana casada com Joaquim Alvares, pais de, pelo menos:

6-1-2-1 Manoela, afilhada e legatária do avô materno.

6-1-3 Francisca, já falecida em 1843, foi casada com José Alexandre de Aguiar. Sem geração, herdaram seus irmãos supra.

 

Alexandre e Ana Justina da Silva tiveram dez filhos, cinco faleceram em menoridade. Todos solteiros em 1843:

6-1-4 Joaquim

6-1-5 Bibiano

6-1-6 Francisca

6-1-7 Placedina

6-1-8 Ana

 

7- Domingos da Silva Lemes, com 10 anos em 1772. Capitão Domingos da Silva Moreira casou com Maria Escolástica Moreira, filha de João Rodrigues Rego e Maria Vitória Ribeiro. Geração na família “Bento da Costa Preto” Cap. 4º.

 

8- João Moreira de Brito, com 8 anos em 1772

 

9- Ana Maria da Conceição casou com José de Souza Maia, filho de outro e Ana Alves Coutinho - família “Andre de Fontes”. Pais de, q.d.:

9-1 José, batizado em 06-03-1797.

Igreja N.Sra. da Conceição, Aiuruoca, MG - aos 06 março 1797 na Lagoa, bat. Joseph, f.l. de Joseph de Soisa Maya e de Anna Maria, nasceu aos 27 de fevereiro do dito ano; np de Joseph de Soisa Maya natural de Maya, bispado do Porto e de Anna Alves natural desta freguesia de Aiuruoca; nmaterno de Alexandre Moreira e Maria Josefa (sic) naturais da freguesia de Pouso Alto deste bispado; padrinhos Joseph de Soisa Maya avô paterno e Anna Maria da Cunha (sic), viúva, avó materna.

9-2 João Batista Maia em Resende-RJ aos 27-02-1843 casou com Candida Bernardina da Trindade, batizada em 12-10-1828, filha de Bernardino Ferreira Salgado e Candida Generosa da Trindade

-27-02-1843 João Baptista Maia, f.l. Alferes Jose de Souza Maia e Ana Maria da Conceição; = cc. Candida Bernardina da Trindade, f.l. Bernardino Ferreira Salgado e Candida Generosa da Trindade. Test.: Paulino do Rego Barros (acervo Itamar Bopp ficha 2126)

 

12-10-1828 Candida, f. Bernardino Ferreira Salgado e Candida Generosa; padr.: Cap. Joaquim Jose Braga e Maria Francisca de Barros. (acervo Itamar Bopp ficha 1250)

Pais de, pelo menos:

9-2-1 Candida, batizada em S. Vicente Ferrer-RJ aos 17-09-1865.

17-09-1865 na matriz de S. V. Ferrer p. Vig. João Higino de Camargo Lessa, Candida n. 05-09-65, f.l. João Baptista Ribeiro e Candida Bernardina da Trindade, np Alferes Jose de Souza Maia e D. Ana Maria da Conceição, nm Bernardino Ferreira Salgado e Candida Generosa da Trindade; padr.: Ten, João Soares da Rocha e s/m Luiza Candida Carneiro da Rocha (acervo Itamar Bopp ficha 2964)